Prefeitura retoma atendimentos pelo 0800 para atender demandas de iluminação pública

O antigo número do Disque Iluminação da Prefeitura de Teresina voltou a funcionar.  As demandas relacionadas ao setor poderão ser feitas por meio do 0800-280-4712, que está disponível 24h, todos os dias da semana.

A administração do serviço agora é gerida por uma empresa através de Parceria Público-Privada (PPP). O novo contrato permite que a população informe sobre problemas de iluminação na cidade também através do site https://teresina.notificacao.gestoriluminacaopublica.com.br/municipio/4047, que já está em funcionamento, e ainda por aplicativos específicos que serão lançados em breve, bem como através de mensagens via Whatsapp.

O coordenador de Iluminação Pública, Augusto César Monte, explica que os números divulgados anteriormente eram provisórios devido à transição de uma empresa para a outra. “Agora estamos divulgando novamente o 0800 que a população já conhece para atender as demandas de iluminação pública. As pessoas podem ligar a qualquer hora, em qualquer dia da semana”, declara.

 A PPP de Iluminação é a primeira da Prefeitura e coloca a capital piauiense como uma das pioneiras no país a implantar esse tipo de contrato no setor. A nova empresa será responsável pela modernização, expansão e manutenção da iluminação municipal pelo prazo de 20 anos, com investimentos estimados em R$ 400 milhões, que trarão maior eficiência energética e menor consumo no serviço, resultando na economia de gastos.

FMS amplia vacinação contra a gripe para a população em geral

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) definiu que, a partir de amanhã (26), a vacinação contra a gripe estará aberta para toda a população em Teresina. A campanha se encerra no próximo dia 31 (segunda-feira), com coberturas inferiores à meta para gestantes, mulheres no pós-parto e crianças entre seis meses e menores de seis anos de idade.

A população em geral pode se dirigir às salas de vacina das 64 Unidades Básicas de Saúde (UBS) que não estão atendendo síndromes gripais na capital e adquirir sua dose. “Decidimos por esta ampliação nesta reta final da campanha em virtude do estoque de vacina existente, e assim contribuir para a diminuição das síndromes gripais causadas pelos vírus da gripe”, explica Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS. As doses estarão disponíveis até a próxima segunda-feira (31) ou enquanto durarem os estoques.

Dados do último balanço divulgado pela FMS apontam que o grupo com menor cobertura vacinal tem sido o das mães no pós-parto, com 47,80% de cobertura vacinal. Em seguida vem o das gestantes, com 57,64% e o das crianças, com 60,28% da cobertura vacinal. “Lembramos que, apesar da ampliação, todos aqueles que estão nos grupos prioritários ainda podem e devem se imunizar até o encerramento da campanha”, enfatiza a diretora.

Essa vacina não tem eficácia contra o novo Coronavírus e sim contra a gripe, causada pelos vírus Influenza A H1N1, H3N2 e Influenza B. Neste momento, a vacinação protege a população, evitando complicações de saúde e também ajuda a reduzir o número de doentes que procuram por Unidades Básicas de Saúde e Hospitais, já bastante demandados por conta da pandemia da Covid-19.

UBS não-gripais contam com termômetro sem contato para aferição de temperatura dos usuários

Foto: Ascom FMS

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) está investindo na segurança das 64 Unidades Básicas de Saúde (UBS) que estão atendendo demandas de saúde não relacionadas à Covid-19. Além das medidas de higienização, elas contam agora com termômetros sem contato para aferir a temperatura de todas as pessoas que vão a esses locais.

Os termômetros usam tecnologia de raios infravermelhos, que permitem aferição à distância dos pacientes. “O interessante nesse instrumento é a possibilidade de ver por som ou por cor se a pessoa está com febre: ele vai fazer um alerta sonoro e o display fica vermelho”, explica Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da FMS. Caso seja detectada febre, a pessoa será encaminhada para uma das 26 UBS referência para síndromes gripais.

Ele garante que os pacientes podem comparecer normalmente às UBS para as demandas que devem ser atendidas independentemente da situação de pandemia, como a vacinação das crianças. “Estamos realizando sanitizações regulares e também medidas de higienização sistemáticas, através de treinamentos com os profissionais de limpeza e também com a aquisição de materiais”, conta Kledson Batista.

A coordenadora da UBS Porto Alegre, Edilene Leão, comentou sobre mais algumas ações que estão sendo tomadas. “Seguimos os protocolos de distanciamento, medição de temperatura e damos orientações para os usuários. Todos os profissionais usam EPI como touca, máscara, batas e protetor facial. Também mantemos a higienização constante da UBS, com limpeza frequente de todas as superfícies com álcool”, disse a coordenadora.

A população também pode tomar alguns cuidados, como: manter o distanciamento de dois metros das outras pessoas, evitar tocar em superfícies e, caso o faça, lavar as mãos ou usar álcool em gel e fazer o uso de máscaras, que são obrigatória a partir dos dois anos de idade. “Com todos esses cuidados, a população pode procurar as UBS com a garantia de sair de lá com saúde e não infectados com o novo coronavírus”, finaliza Kledson Batista.

 

Lagoas do Norte alerta que não está convocando população para reuniões

O Programa Lagoas do Norte (PLN) faz um alerta de que não está organizando reuniões com seus beneficiários nem com outras comunidades. Nos últimos dias, a população tem entrado em contato por telefone com o programa para confirmar a existência desses encontros, mas a equipe do PLN reforça que a informação é falsa. Em virtude da pandemia e dos decretos que estabelecem o isolamento social, a orientação às pessoas é que permaneçam em casa.

“Desde o início da pandemia, não estamos realizando reuniões. As aglomerações estão proibidas. E diante desses boatos, estamos aqui para esclarecer que qualquer convite que chegue à população não partiu do Lagoas do Norte”, afirma Márcia Muniz, diretora geral do programa.

Neste momento, o Lagoas do Norte está aguardando a análise do Comitê de Operações Emergenciais (COE) sobre o protocolo elaborado pelo PLN. Nesse documento estão as normas e diretrizes para a volta ao trabalho presencial nas unidades que compõem o programa e para o ambiente das três obras que o Lagoas do Norte está realizando nesse momento.

O PLN também já realizou treinamento de seus servidores para o retorno gradual ao ambiente de trabalho. Porém, não há a possibilidade de atendimento do público ainda. Os prédios serão adaptados e um novo formato de atendimento está sendo elaborado.

Em caso de dúvidas sobre o programa, atendimentos e as obras, ou ainda denúncias, a população pode entrar em contato através do telefone (86) 3213-8640.

Lagoas do Norte e Colab ajustam estratégia para difundir atendimento à população

As equipes do Programa Lagoas do Norte (PLN), da Ouvidoria do Município e do aplicativo Colab reuniram-se, nesta terça-feira (07), para discutir novas ferramentas e estratégias de difusão do Colab junto à população. A iniciativa objetiva estimular que um maior número de cidadãos utilizem o app para fazer contato com o programa.

Desde o ano passado, o programa vem, em parceria com a Ouvidoria, buscando ampliar a interação dos seus beneficiários através do app. Atualmente, por conta da pandemia, o PLN elabora estratégias de atendimento virtual aos seus beneficiários e o Colab será parceiro nessa iniciativa.

Entre as estratégias já estabelecidas está a divulgação das obras, ações e eventos do Lagoas do Norte pela rede social do Colab. “A ideia é difundir ainda mais o Colab entre os beneficiários e estimulá-los a utilizar, participando de consultas e enviando demandas. Essa é uma forma do programa atender seus beneficiários sem que ele precise se deslocar até a sede do programa”, explica Márcia Muniz, diretora geral do PLN.

O Colab é o principal instrumento utilizado pela Ouvidoria da Prefeitura de Teresina para o atendimento das demandas vindas do cidadão. Por ele é possível fazer reclamações de problemas do cotidiano em todas as áreas de atuação da administração pública. É possível também acessar informações, participar de consultas, a exemplo da que integra a busca de pessoas com sintomas da Covid-19. Ele funciona como uma rede social, em que o cidadão tem possibilidade de interagir nas publicações de outros usuários, curtir, comentar e compartilhar.

Índice de infectados na zona Sul de Teresina cai 13%

O índice de infectados com a Covid-19 na zona Sul de Teresina apresentou uma redução de 13%, tendo passado de 34% para 21%. Os dados são da 11ª pesquisa de investigação sorológica realizada pela Prefeitura de Teresina entre os dias 26 a 28 de junho e demonstram o resultado do esforço da população e da gestão municipal para conter a disseminação do vírus.

“Essa redução nos números é positiva, mas sabemos que não é o momento de relaxar. Os cuidados precisam ser os mesmos. Desde o início da pandemia realizamos um amplo trabalho preventivo na região, mas depois que as pesquisas apontaram para um elevado número de casos na zona Sul, intensificamos ainda mais esse trabalho com a colaboração dos moradores”, lembrou o superintendente da SDU Sul, Paulo Roberto.

Entre as ações realizadas pela SDU estão a organização das feiras livres, principalmente no Parque Piauí, a maior da região e uma das maiores da cidade; o controle das filas nas casas lotéricas; fiscalização diária do comércio para garantir o cumprimento do decreto municipal; e sanitização de prédios públicos, veículos e mercados.

Paulo Roberto ressalta que a SDU o apoio da população sobre as medidas de prevenção ao novo coronavírus. “Acreditamos que é fundamental a participação de todos para reduzir o número de infectados, o que vai permitir o sucesso da retomada das atividades econômicas de acordo com o programado pela Prefeitura”, ressaltou.

 

Acolhidos passam a praticar pilates no Lindolfo Monteiro

Ascom/Semcaspi

A prática de atividade física tem sido uma aliada para as pessoas em situação de rua abrigadas no estádio Lindolfo Monteiro há quase 50 dias. Os acolhidos estão recebendo aulas de pilates, com o objetivo de proporcionar bem-estar e incentivar a permanência deles no espaço, evitando que retornem ao ambiente das ruas, onde estariam mais vulneráveis aos coronavírus. (mais…)

Lagoas do Norte conscientiza moradores para evitarem aglomerações em parques

Após o aumento no número de pessoas se aglomerando no Parque Lagoas do Norte, especialmente registrado na última semana, o Programa Lagoas do Norte está adotando medidas de conscientização da população dos 13 bairros em que atua. As medidas buscam reforçar os decretos da Prefeitura de Teresina para estimular o isolamento social na tentativa de conter a disseminação do novo coronavírus na capital.

Na última semana, moradores utilizaram com frequência o campo de futebol, as quadras e os espaços de comercialização de alimentos. O maior fluxo se percebe no final da tarde. Por esse motivo, a direção do Programa Lagoas do Norte está adotando medidas para restringir o uso do parque, buscando conscientizar a população sobre o perigo de frequentar os espaços públicos, gerando aglomerações e se expondo ao risco de contrair e disseminar o vírus.

“São medidas necessárias para proteger a saúde da população. Estamos numa guerra. E nessa guerra, a medida mais eficaz é o distanciamento social. Mas estamos vendo ainda muitas pessoas frequentando as quadras, fazendo caminhadas, principalmente os jovens. Estamos pedindo que a população não vá aos parques. Estamos trabalhando junto com a Guarda Municipal, orientando as pessoas sobre o perigo a que elas mesmas se expõem. Vamos vencer essa guerra, mas é necessário que todos colaborem”, afirma Márcia Muniz, diretora geral do Programa Lagoas do Norte.

Entre as medidas estão isolar as quadras esportivas, ajustar o horário de funcionamento da iluminação do parque, fiscalizações da Guarda Municipal para orientar as pessoas. Além disso, um carro de som passará alertando a população e pedindo que as pessoas fiquem em casa durante a pandemia.

A Prefeitura de Teresina vem adotando inúmeras ações para evitar a contaminação e, assim, diminuir o número de pessoas infectadas pela covid-19. O sistema de saúde está sendo reforçado porque já se sabe que o número de casos tem tendência a aumentar progressivamente. As últimas medidas adotadas foi a suspensão do sistema de transporte público, funcionando apenas para o transporte de trabalhadores dos serviços essenciais, a prorrogação da quarentena e a prorrogação do retorno das aulas na rede municipal.

A população tem canais diretos de denúncias contra aglomerações e funcionamento irregular de serviços não essenciais. O cidadão pode ligar através dos números 153, (86) 3215-9317 ou falar diretamente com o WhatsApp da Guarda Municipal, por meio do número (86) 99438-0254. Ou pode ainda acessar o Colab para denunciar.

Escolas municipais são pontos de apoio para cadastramento do auxílio emergencial

Ascom/Semec

Escola municipais de Teresina estão sendo ponto de apoio para a população que tem dúvidas sobre o auxílio emergencial do Governo Federal. A Prefeitura de Teresina está disponibilizando o serviço em 19 unidades de ensino, onde trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados podem buscar mais informações e até realizar o cadastramento.

O auxílio no valor de R$ 600 é um benefício financeiro concedido para fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do coronavírus. A inscrição é realizada online, mas em Teresina uma equipe de entrevistadores sociais está ajudando quem não possui acesso à internet ou teve problemas com a utilização do aplicativo da Caixa.

A ação é da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC). O atendimento acontece no turno da manhã, é rápido e individualizado, respeitando as orientações para evitar filas e aglomerações.

Na Escola Municipal Lunalva Costa, bairro Dirceu II, a entrevistadora social Carla Maria tem atendido cidadãos com dúvidas diversas. Ela destaca a importância do serviço. “Muita gente vem em busca de informações e vamos auxiliando cada uma. Essa descentralização do atendimento evita tumulto e faz diferença para muita gente que estava com problemas na realização do cadastro”, disse.

O secretário municipal de Educação Kleber Montezuma afirmou que as escolas estão preparadas para dar esse suporte. “Estão de portas abertas, criando condições para que todas nas pessoas que têm direito ao benefício possam ser orientadas corretamente, basta levar seus documentos”, conclui.