Prefeito nomeia Idoneil Mesquita como presidente da Fundação Wall Ferraz

O prefeito Firmino Filho nomeou nesta quarta-feira Idoneil Mesquita como presidente da Fundação Wall Ferraz (FWF) e Heline Santos como superintendente executiva do órgão. O novo gestor pretende implantar inovações na gestão neste momento de enfrentamento da crise causada pela pandemia do coronavírus.

“É com imenso senso de responsabilidade que aceito o convite do prefeito Firmino Filho para assumir a presidência da Fundação Wall Ferraz, em tempos que vão exigir de mim uma nova forma de levar à população capacitação profissional, garantindo ao mesmo tempo saúde e segurança do povo teresinense. Diante das crises surge a oportunidade de autoavaliação e mudanças positivas como disponibilizar em breve, de forma inédita, uma plataforma virtual com alguns cursos a fim de que a Fundação não pare em sua missão”, disse o novo presidente da FWF.

Para o prefeito Firmino Filho, a Fundação Wall Ferraz tem uma missão nobre de qualificação da população para geração de renda. “É um órgão importante na gestão pelas ações de qualificação profissional dos trabalhadores e que tem a ver com empregabilidade. E o Idoneil chega na gestão municipal para colaborar nesta missão de fortalecer a oferta de serviços voltados para a qualificação profissional dos teresinenses”, afirmou.

Idoneil Mesquita é bacharel em Direito, atuou como gerente administrativo do Centro de Convenção das Assembleias de Deus no Piauí (CEADEP) e é membro co-fundador do Centro Débora Mesquita, Organização não governamental que atua na prevenção e posvenção do suicídio.

Prefeito empossa conselheiros dos direitos da criança e do adolescente

Renato Bezerra

Foram empossados nesta terça-feira (28) os 32 conselheiros titulares e suplentes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Teresina (CMDCAT). O prefeito da capital, Firmino Filho, falou sobre a importância e o dever da entidade para a garantia do bem estar dos jovens.

“Reafirmamos uma fé inabalável em um futuro melhor. Não podemos desistir do Brasil, dos nossos sonhos e do que acreditamos. Por tudo isso, não podemos desistir da nossa criançada, que vai ter um futuro melhor do que o presente que a gente tem”, afirmou.

Para o secretário de municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integras (Semcaspi), Samuel Silveira, o CMDCAT é um órgão chave para a proposição de políticas públicas que garantam a cidadania de crianças e adolescentes.

“Nós temos sempre de carregar a bandeira da proteção integral à criança e adolescente, seja por entidades públicas, privadas ou sem fins lucrativos. A união de todos esses entes é que faz crescer e fortalecer uma política pública que proteja nossos jovens. O conselho tem um papel fundamental dentro desse contexto, mediando, estudando e propondo ideias que garantam uma vida melhor para nossas crianças e adolescentes”, afirmou Samuel Silveira.

Segundo a gerente de Direitos Humanos da Semcaspi, Daguimar Barbosa, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Teresina é um órgão responsável pelas políticas públicas de defesa de direitos e promoção do bem estar social da criança e do adolescente no município. Sua administração está ligada à Semcaspi.

“O conselho propõe, delibera e controla as políticas públicas municipais voltadas para crianças e adolescentes. Também faz o registro de entidades que atuam com esse público e acompanha se os projetos e programas que estão sendo realizados atendem aos requisitos da legislação. Além disso, é de responsabilidade do órgão gerenciar e estabelecer os critérios de utilização de recursos dos fundos de direitos da criança e do adolescente do município”, disse.

Durante a solenidade desta terça-feira tomaram posse 16 representantes titulares e suplentes das Organizações da Sociedade Civil e 16 do Poder Público Municipal, com mandato até 2022.

CMDCAT: Novos conselheiros tomam posse nesta terça-feira (27)

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, participa nesta terça-feira (27), às 16h, na vice-prefeitura, da posse de 32 conselheiros de direito titulares e suplentes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Teresina (CMDCAT). O mandato terá duração de dois anos e será para o biênio 2020/2022. A solenidade vai contar ainda com a presença do secretário de municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integras (Semcaspi), Samuel Silveira.

A Gerente de Direitos Humanos, Daguimar Barbosa, explica que o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Teresina é um órgão responsável pelas políticas públicas de defesa de direitos e promoção do bem estar social da criança e do adolescente no município. Sua administração está ligada a Semcaspi.

“O conselho propõe, delibera e controla as políticas públicas municipais voltadas para crianças e adolescentes. Também faz o registro de entidades que atuam com esse público e acompanha se os projetos e programas que estão sendo realizados atendem aos requisitos da legislação. Além disso, é de responsabilidade do órgão gerenciar e estabelecer os critérios de utilização de recursos dos fundos de direitos da criança e do adolescente do município”, disse.

Na solenidade, tomarão posse 16 representantes titulares e suplentes das Organizações da Sociedade Civil e 16 do Poder Público Municipal, que terão o papel de fiscalizar e deliberar as políticas públicas para crianças e adolescentes da cidade de Teresina nos próximos anos.

“A solenidade vai marcar a posse do novo colegiado que será presidido por uma organização não-governamental. Essa nova composição do colegiado terá muita renovação e a entrada de novas instituições. Estamos com a perspectiva que o novo colegiado vai atuar dando continuidade ao trabalho que estamos deixando através da fiscalização das ações e das instituições, fazendo com que a política pública aconteça e faça valer o direito da criança e do adolescente”, disse Carol Neves, ex-presidente do CMDCAT.

O CMDCAT é um órgão deliberativo responsável pela formulação, acompanhamento e execução da política de atendimento a crianças e adolescentes. Os conselheiros serão nomeados através do Decreto nº 19.362, do dia 10 de janeiro de 2020.

CONFIRA A LISTA DE REPRESENTANTES DO PODER PÚBLICO MUNICIPAL:

Fundação Cultural Monsenhor Chaves – FCMC

Titular: Vilma de Rodrigues Moraes da Silva

Suplente: Sarah Beatriz de Macêdo Aires

Secretaria Municipal de Esporte E Lazer – SEMEL

Titular: Ivo da Silva Lima Junior

Suplente: Suelmar Marques da Costa

Fundação Municipal de Saúde – FMS

Titular: Clara de Assis Leal Matos

Suplente: Joana Rodrigues de Lima

Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação – SEMPLAN

Titular: Adriana Muniz Morgado

Suplente: Joelma Lessa de Sousa Sobrinho

Secretaria Municipal de Educação E Cultura – SEMEC

Titular: Marlene Santana do Nascimento

Suplente: Ana Célia Vieira dos Santos

Secretaria Municipal Da Juventude – SEMJUV

Titular: Samara de Sousa Brito

Suplente: Keilany dos Reis Santos

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico – SEMDEC

Titular: Mauricio Veras de Medeiros Santos

Suplente: Irisvando da Costa Nunes

Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas– SEMCASPI

Titular: Karla Viana Araújo de Oliveira

Suplente: Larissa Vieira Rêgo.

 

REPRESENTANTES DAS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA:

Centro de Reintegração Familiar e Incentivo a Adoção – CRIA

Titular: Maria Francimélia Nogueira

Suplente: Francisca Amanda

Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí;

Titular: Maria da Conceição Campelo Lima

Suplente: Joelma Cerqueira Sandes Chinelate

Centro da Juventude Santa Cabrini;

Titular: Denise Alves Morra

Suplente: Roseni Teresinha Golçalves

Fundação Nossa Senhora da Paz;

Titular: Josemário Sousa Nunes

Suplente: Paulo Pereira da Silva

Ação Social Arquidiocesana;

Titular: Lana Grazielle Carvalho Sousa

Suplente: Maria Valdenira Silva

Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE;

Titular: Cristiana Gardenia Modesto de Carvalho Moura

Suplente: Cacilda Luisa de Abreu

Casa Maria Menina – ANBEAS;

Titular: Lorena Veloso Silva

Suplente: Raimunda da Rocha Luz

Fundação Padre Dante Civiero – FUNACI

Titular: Maria de Fátima dos Reis Silva

Suplente: Maria Irene de Oliveira Costa

Prefeito prestigia solenidade de posse da diretoria da APL

Renato Bezerra

O prefeito Firmino Filho prestigiou o jornalista e escritor Zózimo Tavares durante solenidade de posse da nova diretoria da Academia Piauiense de Letras (APL). O evento aconteceu na noite desta sexta-feira (24) na sede da instituição.

Zózimo Tavares foi eleito presidente da APL para o biênio 2020/2021 em dezembro do ano passado. Para ele, a sua gestão à frente da APL terá como objetivo dar continuidade ao trabalho que foi idealizado pelo advogado e escritor Nelson Nery.

“Estamos com a tarefa de levar a diante a missão de Clodoaldo Freitas, nosso primeiro presidente e também de seus sucessores. Ao todo, 16 extraordinários presidentes que ajudaram a escrever a história da nossa Academia e da cultura do Piauí. Nossa responsabilidade é grande, mas temos muita disposição para o trabalho, crença e esperança que, ao final do nosso mandato, teremos honrado a tradição de luta e de realizações desta casa”, discursou.

O prefeito destacou que a APL é um patrimônio do Estado, e a cada modificação de sua liderança é renovada a expectativa de que a Academia vai continuar trabalhando pela cultura piauiense. “Está saindo da presidência Nelson Nery, ele que fez um excelente trabalho. Não tenho a menor dúvida que o também imortal Zózimo Tavares vai conseguir um ótimo desempenho nessa gestão que se inicia”.

A nova diretoria é formada pelos escritores Mango Pires, vice-presidente; Dra Fides Angélica, secretária-geral; Dr. Fonseca Neto, primeiro secretário; Dilson Lages, segundo secretário e Humberto Guimarães, tesoureiro.

“Prefeitura está aberta a parcerias”, diz Firmino na posse da nova diretoria da FIEPI

Renato Bezerra

O prefeito Firmino Filho participou na noite desta quinta-feira da solenidade de posse da nova diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI) para a gestão 2020/2023. Na oportunidade, o chefe do executivo municipal destacou o papel da FIEPI na construção de parcerias voltadas para o desenvolvimento do Piauí e afirmou que a Prefeitura de Teresina está aberta a parcerias.

“Temos um Estado com muitos desafios na geração de riquezas e sem dúvida nenhuma a FIEPI é um local no qual as entidades empresariais debatem, discutem e tem um papel importante na construção de um Piauí mais forte. Nós da Prefeitura de Teresina queremos contribuir com o debate, com a mobilização e a articulação voltada para o desenvolvimento do Estado e estamos abertos a qualquer tipo de parceria”, destacou o prefeito.

Firmino também ressaltou o trabalho realizado por Zé Filho, presidente da entidade, que foi reconduzido ao cargo na nova diretoria. “A renovação de um mandato é também a renovação da esperança de que a gente possa ter um diagnóstico mais qualificado da nossa gestão econômica e também a construção de parcerias que possam tirar o Piauí da situação de subdesenvolvimento. O Zé Filho é uma liderança empresarial e nós entendemos que tem feito um trabalho relevante para a indústria, e que terá um trabalho grande pela frente, tendo em vista que o nosso Estado precisa de muito dinamismo econômico”, afirmou.

Em seu discurso, Zé Filho afirmou o seu desejo de trabalhar para que o Estado se desenvolva cada vez mais. “Queremos construir um Piauí alegre, onde as pessoas possam se orgulhar de morar aqui, um Piauí com oportunidades e que gere riquezas, muitos empregos e desenvolvimento”, enfatizou o presidente da FIEPI.

Prefeito empossa novos conselheiros do CONADE-TE

Rômulo Piauilino

O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Teresina (CONADE-TE) empossou 24 novos conselheiros nesta sexta-feira (17), durante cerimônia realizada no Salão Nobre da Prefeitura. O colegiado eleito deve atuar na elaboração e fiscalização das políticas direcionadas a pessoa com deficiência da capital durante o biênio de 2020 a 2022. O evento contou com intérprete, que reproduziu todos os discursos realizados em libras.

Para o prefeito Firmino Filho, a posse representa um momento histórico ao longo de 20 anos do Conselho. “A posse dos novos conselheiros é uma forma de demonstrar que não desistimos da causa e que continuaremos com a militância na construção da solidariedade e da inclusão. Que os conselheiros consigam trazer novas conquistas para a nossa cidade” discursou o prefeito.

Samuel Silveira, secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) destacou que a posse significa a continuação do trabalho de controle social que é de extrema importância na comunidade. “Os novos conselheiros têm a missão de contribuir para o desenvolvimento da política de inclusão e de alertar o poder público diante de alguma forma de preconceito que possa acontecer na sociedade. É  nosso compromisso como gestor discutir e encontrar soluções para os problemas existentes contra a pessoa com deficiência”.

O quadro de membros do CONADE contará com 12 titulares e 12 suplentes, abrangendo representantes das seis associações que atendem a pessoas com deficiência em Teresina, além das Secretarias Municipais responsáveis pela operacionalização das definições. De acordo com o Decreto Nº 19.216, de 13 de novembro de 2019, que regula as nomeações, os conselheiros não receberão qualquer remuneração por serviços prestados, sendo esses considerados de interesse público e relevante valor social.

“Nós somos testemunhas das dificuldades que enfrentamos diariamente, mas também das vitórias que conseguimos ao longo desses 20 anos de existência da CONADE. Os novos conselheiros sabem que a luta permanece para que os nossos direitos sejam respeitados. Nós precisamos cada vez mais do apoio de todos os poderes e da sociedade para que tenhamos mais realizações de inclusão da pessoa com deficiência”, disse Antenilton Marques da Silva, vice-presidente do CONADE-TE.

A Associação Piauiense pelos Direitos Iguais (APIDI), a Fundação de Apoio as Entidades de Cegos do Piauí (FACEP), Associação de Amigos dos Autistas do Piauí (AMA/PI), Sociedade de Apoio ao Deficiente Físico (SOADF), Associação Pestalozzi de Teresina e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Teresina (APAE) fazem parte do corpo de organizações da sociedade civil organizada cujos representantes eleitos receberam posse no evento de hoje.

Também estiveram presentes na solenidade os representantes da Escola Comradio do Brasil, do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONEDE-PI), da Secretaria Estadual para Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID), da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Ordem de Advogados do Brasil e do Ministério Público Estadual do Piauí.

Prefeitura de Teresina empossa 24 conselheiros do Conade-TE

O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Teresina (Conade-TE) empossa, nesta sexta-feira (17), os 24 conselheiros que devem representar o poder público e a sociedade civil no acompanhamento e elaboração das políticas setoriais direcionadas a essa população durante o biênio de 2020-2022. A cerimônia acontece no Salão Nobre da Prefeitura da capital, a partir das 11h.

O quadro de membros do CONADE contará com 12 titulares e 12 suplentes, abrangendo representantes das seis associações que atendem a pessoas com deficiência em Teresina, além das Secretarias Municipais responsáveis pela operacionalização das definições. De acordo com o Decreto Nº 19.216, de 13 de novembro de 2019, que regula as nomeações, os conselheiros não receberão qualquer remuneração por serviços prestados, sendo esses considerados de interesse público e relevante valor social.

“O Conselho tem uma competência importante na vida das pessoas com deficiência e de suas famílias. Ele zela por essa política e procura exatamente lutar por todos os direitos e legislações a nível de município, de estado e de Brasil”, destaca a secretária executiva, Deuselena Andrade. “Procura-se estar lado a lado com a pessoa com deficiência! Em respeito a este público, estaremos empossando o mandato do biênio”.

Órgão deliberativo de caráter permanente, o CONADE-TE destaca-se como o primeiro Conselho atuante na luta pelas políticas públicas para a pessoa com deficiência em Teresina. No dia 22 de março deste ano, completa 20 anos de existência.

Deuselena convida ainda toda a população a comparecer ao evento. “Queremos que todos participem desse ato público de grande importância. Nós procuraremos lutar por uma acessibilidade mais justa e mais plena, por um direito de ir e vir, como diz a nossa Constituição Federal. É essencial que a população entenda essa competência do controle social”, declarou a secretária.

Entre os órgãos públicos, cujos representantes serão empossados, estão a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Semel), Secretaria Municipal de Educação (Semec), Secretaria Municipal de Juventude (Semjuv) e Fundação Municipal de Saúde (FMS).

A Associação Piauiense pelos Direitos Iguais (APIDI), a Fundação de Apoio às Entidades de Cegos do Piauí (FACEP), Associação de Amigos dos Autistas do Piauí (AMA/PI), Sociedade de Apoio ao Deficiente Físico (SOADF), Associação Pestalozzi de Teresina e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Teresina (APAE) fazem parte do corpo de organizações da sociedade civil organizada, cujos representantes eleitos também receberão posse no evento.

Os registros da cerimônia poderão ser conferidos no site e nas redes sociais da Prefeitura de Teresina e da Semcaspi. Mais informações também podem ser obtidas diretamente com o CONADE-TE através do contato com o 3131-4749 ou com o 3131-4750. O conselho tem como sede o prédio da Semcaspi, situado na Rua Álvaro Mendes, 861, na região Centro Sul de Teresina.

HUT empossa novos membros da Comissão de Prevenção de Acidentes (CIPA)

Com o intuito de preservar a saúde no ambiente de trabalho, o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) possui uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA, cujos membros se renovam a cada ano. Hoje (23) foi a posse da nova gestão da CIPA, que estará trabalhando em prol da saúde do trabalhador durante o ano de 2020.

A CIPA é uma comissão responsável por desenvolver ações que visem a melhoria do ambiente de trabalho, prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, que segue as diretrizes da Norma Regulamentadora número 5. “O principal objetivo da CIPA é minimizar ao máximo os riscos de acidente no ambiente de trabalho, seja por meios físicos, químicos, ergonômicos ou de acidentes”, explicou a presidente Mirian Coimbra.

Para isso, a comissão promove para os trabalhadores  do HUT a realização de exames periódicos, consultas com o médico do trabalho, além de uma escuta acolhedora a fim de tornar o servidor apto para desempenhar melhor seu serviço na instituição. “A participação da CIPA é importante, principalmente, para que a gente tenha sucesso na rede de urgência e emergência, porque ajuda a qualificar a assistência e diminui o absenteísmo”, comentou o coordenador de fisioterapia do HUT, Ricardo Barros.

O diretor do HUT, Rodrigo Martins, ressaltou a importância da CIPA como uma comissão independente, que tem liberdade para, a partir de sua vivência com os trabalhadores do HUT, levar sugestões e críticas para a direção. “Assim poderemos colher estas sugestões e melhorar, trazendo cada vez mais segurança e prevenção tão necessárias no que diz respeito a acidentes de trabalho”, disse o diretor.

A CIPA do HUT é composta por 15 membros, dos quais oito são representantes dos trabalhadores, eleitos por voto, e sete são indicados pela diretoria do hospital. A escolha atende ao item 5.38 da Portaria nº. 8/99, da Secretaria do Trabalho.

Confira os nomes dos membros da CIPA HUT gestão 2020:

Mirian Coimbra (Presidente); Clotildes Brito (Vice-presidente); Thauana Lira; Maria da Cruz; Solange Nazaré; Maria Auricelia; Daiena Jeciane; Sérgio Irineu; Francisca Costa; Conceição; Francisco; Lijiovana; Luana Letícia; Maria Nery; Maria do Socorro.

PMT realiza posse do comitê de acompanhamento para população em situação de rua

Rômulo Piauilino

Tomaram posse, nesta terça-feira (20), no Salão Nobre do Palácio da Cidade, os integrantes do Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento para a População em Situação de Rua. São 12 representantes de organizações governamentais e seis representantes de organizações da sociedade civil, formando um grupo que se integra a uma política nacional já existente, instituída pelo Decreto Federal 7.053 de 23 de Dezembro de 2009, e busca assegurar o acesso amplo, simplificado e seguro aos serviços e programas de políticas públicas.

O prefeito Firmino Filho falou sobre a importância de oferecer suporte em diversos segmentos da gestão pública para toda a população de Teresina, incluindo aqueles em situação de rua.

“Temos uma situação bastante delicada nas nossas ruas, que tem a ver com a falta de vínculos e outras questões, e é fundamental que possamos estabelecer um arco de alianças com vários agentes para minimizar esse sofrimento e oferecer alternativas para essa população. Então essa é uma articulação importante feita pela secretaria de assistência social e esperamos que traga consequências positivas”, comentou Firmino.

O comitê vai operar sob uma política municipal de atendimento à população de rua, com o objetivo de amplificar o acesso aos serviços e programas que integram as políticas públicas de assistência social, educação, qualificação profissional, trabalho e moradia, e criar mecanismos para o acompanhamento da efetivação dessa política. A população de rua é definida como um grupo diversificado de pessoas que possuem em comum a pobreza extrema, os vínculos familiares interrompidos ou fragilizados e a inexistência de moradia convencional regular.

Entre as ações previstas pelo comitê estão: garantir a formação de profissionais e gestores para atuação na área; produção, contribuição e divulgação de dados e indicadores sociais, culturais e econômicos; a promoção de uma cultura de respeito, ética e solidariedade entre a população em situação de rua; a promoção do acesso aos benefícios públicos; a implantação de centros de referência especializados e ações de segurança alimentar e nutricional; a disponibilização de programas de qualificação profissional e principalmente; a garantia de padrões éticos, dignos e não violentos na concretização dessas necessidades.

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) fica responsável por oferecer apoio técnico e administrativo, além dos meios necessários à execução dos trabalhos do comitê. Segundo o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira, o estudo da pessoa em situação de rua é altamente complexo e a gestão pública está qualificada para lidar com essa questão.

“É importante dizer que a solidariedade, muitas vezes prestadas por organizações não governamentais, quando é feita de forma desconexa e desfocada de toda a construção do sistema de garantias de direitos do poder público, pode ocasionar um aumento do volume de pessoas em situação de rua. Nós já temos profissionais habilitados a fazer esse alinhamento e é importante confiar no poder público”, finalizou o secretário.