Semcaspi inicia reforma estrutural de prédios dos conselhos tutelares

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) iniciou a reforma estrutural dos prédios dos conselhos tutelares. A primeira unidade a passar pela reforma foi o I Conselho Tutelar, localizado no Bairro Marquês de Paranaguá, Centro.

Segundo Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, a ideia é possibilitar um ambiente saudável e confortável aos conselheiros tutelares e ao público que busca atendimento.

“Os conselheiros tutelares merecem nosso apoio e atenção, tendo em vista um trabalho exemplar. Mais do que uma função, uma missão, que eles executam no dia a dia. O prefeito Dr. Pessoa determinou que nós reestruturássemos todas as unidades dos conselhos tutelares. O Conselho Tutelar I já foi concluído e vamos dar início agora à reforma no II Conselho. A meta é que todas as unidades sejam reformadas”, pontuou o secretário.

Para André Santos, gerente de Direitos Humanos da Semcaspi, a nova gestão se deparou com conselhos tutelares com estrutura defasada e que em onze meses de atuação houve grandes conquistas.

“Entramos numa gestão, e visualizamos muitos problemas. Recebemos conselhos que nem papel tinha para trabalhar, mas estamos conseguindo organizar. Fizemos, mas ainda fizemos pouco e vamos fazer mais. O município não pode se negar a promover melhorias. É um carro de qualidade, é uma sala ideal para o atendimento. O município já está fazendo de tudo para se organizar e manter. Inclusive, fizemos a nossa capacitação, coisa que há muito tempo os conselheiros pediam e conseguimos organizar”, ressaltou André Santos.

MELHORIAS ESTRUTURAIS

Fotos: Ascom Semcaspi

A conselheira tutelar do I Conselho, Danielle Fernandes, comenta que a reforma na unidade promoveu um ambiente mais confortável para receber o público. “A reforma veio no melhor momento e estamos nos sentindo melhor para receber o público-alvo, que são as crianças. Um dos pontos de grande melhoria foi o retalhamento. Quando chovia, molhava tudo, os computadores, os papéis e o arquivo, e agora, acabou este problema”, destacou.

Itapoam Cavalcante, conselheiro tutelar do I Conselho, relembra que antes da reforma a equipe da unidade se mobilizou para proteger da chuva equipamentos que poderiam danificar.

“A necessidade do retelhamento era o nosso maior problema. Quando chovia corríamos para puxar os computadores, para salvar os arquivos, ter mais cuidado com o que podia estragar. Além da pintura, da instalação das centrais de ar-condicionado, houve melhoria da internet e a disponibilidade de um carro. Tudo isso dá mais conforto e reflete no melhor atendimento”, citou.

META DE AMPLIAÇÃO

Além das reformas nos cinco prédios dos conselhos tutelares, o secretário Allan Cavalcante antecipa que Teresina terá ampliação no número de conselhos tutelares.

“A determinação do prefeito Dr. Pessoa é que possamos avançar nesta meta de sair de cinco conselhos em Teresina para sete. Então, a tendência é que, no ano que vem, a gente possa estar tendo mais dois conselhos tutelares”, contou.