Firmino discute início de novas obras do Lagoas do Norte com especialistas do Banco Mundial

Rômulo Piauilino

Na manhã desta sexta-feira (13), o prefeito Firmino Filho esteve reunido com as especialistas do Banco Mundial que acompanham a execução das obras e ações do Programa Lagoas do Norte, Juliana Garrido, Soraya Melgaço e Juliana Paiva, e também com o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, José João, e a diretora geral do programa, Márcia Muniz. Durante a reunião, a equipe apresentou ao prefeito as obras que estão iniciando e trataram sobre a infraestrutura do residencial Parque Brasil.

Com a montagem das unidades habitacionais deste residencial finalizada, agora a construtora está trabalhando na infraestrutura: rede de abastecimento de água e esgotamento sanitário, drenagem, pavimentação e energia. “Esse residencial foi totalmente projetado para garantir a segurança e qualidade de vida para a população que é atendida pelo Programa Lagoas do Norte e vai morar lá”, diz o prefeito Firmino Filho.

O residencial está sendo ofertado às famílias como uma das alternativas de reassentamento. Atualmente, essas pessoas vivem em áreas vulneráveis, em margens de lagoas, sem estrutura adequada de abastecimento e esgoto e sob risco de alagamento. Ele é uma das três opções de reassentamento previstas no Lagoas do Norte.

Além da infraestrutura do residencial, o grupo apresentou ao prefeito o planejamento para o início das obras no entorno das lagoas dos Oleiros, São Joaquim, Piçarreira e Mazerine. Essas obras estão orçadas em R$ 35 milhões no total e contemplam a despoluição das lagoas, melhorias habitacionais, pavimentação e iluminação pública, e a construção de estruturas para a prática do esporte e lazer.

“Essas obras que vamos iniciar representam um salto na qualidade de vida da população dessa região. Essa é a missão do Programa Lagoas do Norte”, finaliza Márcia Muniz.

Fundação Wall Ferraz entrega certificados de cursos para 600 alunos dia 23

Ascom/FWF

Dentro da Programação do aniversário de 167 anos de Teresina, a Fundação Wall Ferraz (FWF) fará entrega de 600 certificados aos alunos dos cursos profissionalizantes realizados no primeiro semestre deste ano. O evento será realizado no dia 23, às 15h30, no Auditório da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), localizado no Centro da capital, e contará com a presença do prefeito Firmino Filho e do presidente da FWF, Scheyvan Lima.

Os cursos realizados foram distribuídos nas sedes de entidades parceiras e nos 12 Centros de Capacitação mantidos pela Fundação Wall Ferraz. Eles funcionam nas quatro zonas da capital, garantindo a qualificação profissional de centenas de teresinenses. Ao longo do primeiro semestre, foram desenvolvidos diversos projetos, entre eles o Profissionalizar Teresina, que abrange todos os seguimentos sociais.

Desempregada, e numa família com seis pessoas, a aluna Francinalda Pereira, que reside na região da Santa Maria da Codipe, fez o curso de panificação. Graças à profissionalização, ela montou um pequeno negócio em sua casa, e os resultados já surpreendentes. “Fui fazer o curso porque nunca podemos desistir de lutar. Hoje minha realidade é outra bem diferente, pois minhas contas estão em dias, minha dispensa está lotada e já vou iniciar uma reforma para ampliar minha padaria”, comemorou.

De acordo com Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, a instituição tem sido ferramenta importante na qualificação profissional de milhares de teresinenses. “Pagar um curso profissionalizante é algo fora de questão para muitos, pois afeta diretamente o orçamento familiar. Por isso, as vagas dos cursos que ofertamos se esgotam rapidamente, pois com a competitividade do mercado de trabalho, muitos têm buscado a profissionalização para alcançar empregos ou montar o próprio negócio”, afirma Scheyvan Lima.

O Auditório da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) está localizado na Rua Desembargador Freitas, 977 – Centro/ Norte. Assim como o curso, o certificado é gratuito, bastando apenas que o aluno participe do evento para recebê-lo.

Novas escolas de tempo integral terão 10 mil novas vagas

As oito novas escolas de tempo integral que estão sendo planejadas pela Prefeitura de Teresina vão garantir 10 mil novas vagas. O projeto para a construção das unidades foi apresentado hoje, 13, pelo prefeito Firmino Filho ao Grupo Técnico da COFIEX (GETC), no Ministério da Economia, e para representantes do Novo Banco de Desenvolvimento – NDB, ligado ao Banco do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

O projeto, orçado em 65 milhões de dólares, inclui também a construção de outras 23 escolas, a maioria delas creches de educação infantil, onde seriam abertas mais 5 mil vagas. “Queremos expandir a educação integral com estruturas apropriadas e universalizar o acesso à educação infantil. Apresentamos todas as argumentações para que mais crianças e adolescentes possam ter uma educação de qualidade”, ressaltou o prefeito Firmino Filho após a reunião.

Após a explanação do projeto, será avaliada a capacidade financeira da Prefeitura para realizar o empréstimo, que também depende de aprovação por parte do Senado Federal.

“Ficamos bastante otimistas após a reunião com representantes do NDB. Esperamos que os processos andem normalmente. Se isso acontecer, essas obras serão iniciadas ainda na gestão do prefeito Firmino Filho e vamos ter 10 mil novas vagas para alunos em escolas de tempo integral e 5 mil vagas na educação infantil”, comemorou o secretário Municipal de Educação, Kleber Montezuma.

Os projetos das escolas preveem uma estrutura completa, com teatro, auditório, refeitório, e espaços para a prática esportiva. Além disso, também estão incluídas ações de requalificação urbana. Os locais próximos às escolas contarão com um trafego calmo, ciclovias, arborização, além de outras medidas para garantir que estes espaços ofereçam um acolhimento adequado para crianças e adolescentes.