Prefeito assina termo para construção da subestação de energia no Polo Empresarial Sul

Ascom/Semdec

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, assinou no Palácio da Cidade, na manhã desta segunda-feira (17) um termo de permissão de uso de imóvel público em que permite a empresa Equatorial Piauí Distribuidora a realizar trabalho de melhoria energética no Polo Empresarial Sul.

O imóvel cedido tem como finalidade a construção de uma subestação de energia elétrica no local. O objetivo é a melhoria na distribuição de energia elétrica de todo o seu entorno, suprindo as necessidades reais de todas as empresas instaladas no Polo Empresarial Sul e as que podem vir a se instalar futuramente. De acordo com a redação do termo, a permissão é firmada pelo prazo de 20 anos, a partir de hoje.

“Estamos às vésperas de um novo ciclo de crescimento econômico e o polo será um local que teremos muitos investimentos. A solução do desafio com relação à energia elétrica vai ser fundamental para que possamos ter a implementação de novos projetos por lá, tais como moinho de trigo, ração, remédios. Há muita coisa engatilhada para novos investimentos”, explicou o prefeito Firmino Filho.

Para o gestor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Venâncio Cardoso, a assinatura do termo é um passo importante para melhorar todos os aspectos necessários para o bom funcionamento e crescimento do Polo Empresarial Sul.

“O poder público municipal já demonstrou que está completamente aberto para melhorar a situação dos polos empresariais de Teresina. Sabemos dos problemas e estamos articulando para que as melhorias cheguem de fato ao local. O Polo Sul carece de uma boa rede de energia elétrica, iluminação e asfalto e desde o ano passado, a Prefeitura, por meio da Semdec, tem dialogado para melhorar o local”, destacou o secretário.

A obra será concluída no primeiro semestre de 2020, de acordo com Raimundo Nonato, presidente da Equatorial Piauí. Ele destaca que as melhorias irão beneficiar não só Teresina.

“Essa não é uma obra que vai beneficiar só esta cidade, vai beneficiar o Estado. A Prefeitura está cedendo esse terreno para uso exclusivamente dessa subestação. São quase 11 milhões de investimento e a Equatorial vai quintuplicar a capacidade da subestação. Nós temos lá uma subestação de 5 KVA, não tem condição de receber novas indústrias, então nós vamos fazer uma de 25 KVA, cinco vezes maior. Além do que, nós vamos fazer um trecho de linha, em torno de nove quilômetros, uma de 69 mil volts, que vai permitir também flexibilidade, transferência de carga para determinadas subestações”, esclareceu.

Firmino é finalista da etapa nacional do prêmio Prefeito Empreendedor

Foto: Renato Bezerra

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, é finalista na etapa nacional do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, que será entregue nesta quarta-feira (05), na sede do Sebrae, em Brasília. Firmino foi vencedor da etapa estadual do prêmio.

Teresina e o prefeito Firmino Filho estão concorrendo na 10ª edição do Prêmio na categoria Desburocratização e Implementação da Redesimples, com o projeto Teresina Digital. Essa categoria premia projetos com foco nos esforços do município para a implementação da Redesimples para a desburocratização da legalização e licenciamento das empresas e para a melhoria do atendimento da Prefeitura aos pequenos negócios locais.

As ações de desburocratização do processo de abertura de empresas, em Teresina foram reforçadas a partir do segundo semestre de 2017, quando a capital  aderiu à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim). De lá pra cá, a Prefeitura redesenhou o fluxo de abertura das empresas no âmbito municipal, facilitando o processo de análise de viabilidade dos novos empreendimentos. Além disso, foi retirada a exigência de regularização fundiária da área onde será implantado o novo negócio, possibilitando a regularização de inúmeros microempreendedores individuais da Capital.

 

Prefeito trata da situação dos imigrantes venezuelanos em Brasília

Semcom

A migração de venezuelanos para Teresina foi discutida durante reunião do prefeito Firmino Filho com a assessora especial para Assuntos de Migração Niusarete Margarida de Lima. O encontro aconteceu na Secretaria Especial de Assistência Social do Ministério da Cidadania, em Brasília. Uma definição sobre a vinda dos imigrantes será feita após discussão em reunião, a ser realizada em Teresina na próxima semana.

“Ouvimos as questões nacionais, os desafios que temos e agendamos uma reunião para a próxima quinta-feira, 06, com representantes dos governos federal e estadual, município e exército para tratar da migração destes imigrantes para nossa cidade”, destacou o prefeito.

Enquanto isso, a Prefeitura de Teresina continua dando assistência ao grupo Venezuelano através da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). Os imigrantes estão abrigados no Centro Social do Poti Velho, na zona Norte, e já foram cadastrados por Agentes de Proteção Social (APS), que buscam informações importantes para que eles sejam incluídos em programas de assistência social do Governo Federal, conforme previsto na Política Nacional de Assistência Social.

Prefeito avalia resultados da primeira etapa do projeto de PPP em resíduos sólidos

Renato Bezerra

Os resultados dos estudos preliminares do projeto de Parceria Público-Privada na área de resíduos sólidos foram apresentados ao prefeito Firmino Filho durante reunião na tarde desta terça-feira, 21, na sede da vice-prefeitura. A apresentação, realizada pela empresa responsável pela estruturação do projeto, teve o objetivo de explanar o diagnóstico da primeira etapa e a definição das fases seguintes.

A primeira etapa incluiu estudos de avaliação técnica, econômico-financeira, socioambiental e jurídica. Todos os dados são fundamentais para elaboração do novo modelo de prestação do serviço de coleta e tratamento de lixo domiciliar em Teresina.

“Neste primeiro momento fizemos um panorama avaliando alguns pontos como: a legislação pertinente, agência reguladora e volume de lixo coletado. Estudamos o que temos na cidade para pensar rotas tecnológicas para coleta e tratamento. Nosso foco principal é solucionar o problema existente no tratamento do resíduo. Hoje não temos dificuldades na coleta do lixo domiciliar, o problema ocorre no resíduo do ponto de vista ambiental”, explica Monique Menezes, da Secretaria Municipal de Concessões e Parcerias (Semcop).

No ano passado, a Prefeitura de Teresina assinou contrato com o Ministério do Planejamento para desenvolver o projeto piloto de incentivo ao desenvolvimento de Parcerias Público-Privadas e concessões. Neste programa, o Governo Federal oferece apoio ao município através do Fundo de Estruturação de Projetos (FEP), gerido pela Caixa Econômica e destinado a fomentar projetos no âmbito municipal, atuando na assistência técnica, estruturação e assessoramento de projetos.

“Essa parceria com a Caixa e o Ministério do Planejamento nos possibilita modelar um sistema de PPP eficiente para os resíduos sólidos. Temos varias alternativas tecnológicas e esperamos amadurecer todo esse projeto para o futuro dos resíduos sólidos da cidade de Teresina”, avaliou o prefeito Firmino Filho.

O gerente executivo da Caixa Econômica em Brasília, André Oliveira de Araújo, explicou que este é um projeto de longo prazo e comemorou a finalização da primeira etapa, onde foram avaliados diversos aspectos técnicos para a definição da melhor maneira de seguir com a concessão. “A partir de agora, dado conhecimento do prefeito, vamos avançar nos estudos de engenharia, estudos jurídicos e econômicos, para chegar a melhor modelagem de um projeto que gere melhor custo benefício para a população”, destacou.

Manoel Renato Machado, diretor da Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República, elogiou o desenvolvimento dos estudos. “Já temos a pré-viabilidade do projeto. Precisamos detalhar para ganhar um contorno mais definitivo do trabalho. Definimos com o prefeito uma agenda de discussão dos projetos de Lei e o início do detalhamento da segunda etapa, que deve ficar pronta no mês de agosto”, disse.

PROJETO

Na Parceria Público-Privada de Resíduos Sólidos de Teresina, a proposta abrange: coleta, transbordo, transporte, tratamento e manejo dos resíduos sólidos, além de incentivos para que se realizem campanhas educativas sobre reciclagem e consumo consciente, com resultados na diminuição na produção de lixo.

Firmino destaca que Convenção Lojista impulsiona atividade comercial e economia local

O prefeito Firmino Filho participou na noite de ontem (26) da abertura da 24ª Convenção Lojista do Piauí. O evento contou também com a participação do vice-presidente do Brasil, general Hamilton Mourão, que ministrou a palestra magna da Convenção e falou sobre as perspectivas econômicas do Governo Federal para os próximos anos.O evento segue durante o dia de hoje (27) no auditório da faculdade Uninovafapi, com palestras de profissionais renomados do empreendedorismo nacional.

Para o prefeito Firmino Filho, o evento já é sucesso e está consolidado no Estado. “Não é à toa que se tem 24 edições de uma mesma convenção.Teresina se consolidou ao longo do tempo no comércio pela sua localização geográfica, pela capacidade empreendedora da sua gente, dos seus lojistas, dos seus comerciantes. Portanto, quando saudamos essa convenção e olhamos para trás vemos o sonho que nasceu no início da nossa cidade, mas vemos também o sonho e a determinação de todos aqueles comerciantes que se estabeleceram na Chapada do Corisco e que tiveram seus projetos, sua luta, suas dificuldades, mas que superaram, seguiram em frente, mostrando a garra do comerciante, do empreendedor da nossa cidade”, destacou.

Firmino ressaltou também o papel da Convenção Lojista no que diz respeito à qualificação. “Aqui na convenção temos um local diferenciado, qualificado para que nós possamos debater inovações, novos paradigmas, criatividade, preparar nosso comércio, nossos lojistas para que nós possamos ter uma capacidade competitiva diferenciada nesse futuro que nos espera. Para que nós possamos ter capacidade de fazer acontecer esse futuro. Parabéns por essa tradição do movimento lojista de aperfeiçoamento e qualificação dos nossos métodos mercantis”, afirmou o prefeito.

Para o presidente da Federação das Câmaras do Setor Lojistas do Piauí, Sávio Normando, o evento é estratégico para o setor. “É o momento em que reunimos empresários, empreendedores, estudantes e debatemos assuntos importantes para o desenvolvimento local com grandes nomes do mercado. Temos que agradecer também o apoio que recebemos do prefeito Firmino Filho, que é um entusiasta do evento e vem apoiando e contribuindo com a Convenção desde a sua primeira gestão, mostrando que tem compromisso em incentivar o aperfeiçoamento do comércio na capital”, avaliou.

Com palestras de profissionais renomados do empreendedorismo nacional a Convenção Lojista é uma realização da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Piauí (FCDL-PI). Nomes importantes participam do evento como a empreendedora Camila Farani, integrante do programa Shark Tank Brasil; o cofundador da HSM Educação Executiva, José Salibi Neto; o consultor Nilmar Paul e o professor Rivadávia Drummond. Em sua 24ª edição, a Convenção Lojista 2019 é realizada com o apoio da Caixa Econômica, Sebrae, Rede, Prefeitura de Teresina, Banco do Nordeste e Governo do Piauí.

Prefeitura manifesta pesar pelo falecimento do ex-deputado Murilo Rezende

A Prefeitura Municipal de Teresina manifesta profundo pesar pelo falecimento do ex-deputado federal e ex-secretário de obras do governo do Estado, Murilo Ferreira de Rezende, de 88 anos, nesta terça-feira, dia 23.

Natural de Piripiri, engenheiro civil e professor universitário, ele projetou-se no Piauí como secretário de Obras do governador Alberto Silva, em seus dois mandatos e foi o responsável por grandes obras como a construção do Metrô de Teresina, Parque Potycabana, Maternidade Evangelina Rosa, Escola Normal, Estádio Albertão, dentre outras.

Nesse momento de dor, a administração municipal se solidariza com os amigos e familiares, ao mesmo tempo em que enaltece a importância de Murilo Ferreira de Rezende para a memória política piauiense.

Prefeito vai à Brasília buscar auxílio para famílias atingidas pelas chuvas em Teresina

Rômulo Piauilino

O prefeito Firmino Filho vai à Brasília nesta quarta-feira para se reunir com representantes da Secretaria Nacional de Defesa Civil. O objetivo é buscar auxílio para a ajuda emergencial às famílias teresinenses atingidas pelas fortes chuvas que caíram na capital.

Nesta segunda-feira, o prefeito voltou ao Parque Rodoviário, onde dezenas de famílias foram atingidas após o rompimento de um muro que represava a água. “Desde o dia da tragédia, estive aqui prestando solidariedade às famílias.  Paralelo isso, as equipes da Prefeitura estão diariamente verificando as demandas de cada família e prestando o auxílio possível e necessário a cada uma”, comentou o prefeito.

O chefe do executivo municipal ressaltou que, paralelo ao trabalho emergencial, a Prefeitura já busca uma solução definitiva para as famílias. ” Vamos buscar, junto ao Governo Federal, recursos para viabilizar projetos que possam dar solução definitiva ao problema, tanto na área de drenagem quanto também no reestabelecimento das moradias”, completou, destacando que deverá se reunir com representantes do Governo Federal nesse sentido.

Desde o dia da tragédia, equipes da Prefeitura estão no local fazendo o cadastramento das famílias e a remoção das mesmas para locais seguros. Até agora, 134 famílias do Parque Rodoviário estão sendo acompanhadas diretamente pelas equipes de assistência social, seja através do Programa Cidade Solidária seja nos abrigos. “É importante destacar que a Prefeitura têm dado continuidade na solidariedade às famílias. Estamos verificando as demandas individuais e as coletivas. O nosso compromisso com essas famílias continua, dando todo o suporte necessário para que, no menor intervalo de tempo possível, essas pessoas possam reestabelecer a normalidade de suas vidas”, comentou Samuel Silveira, secretário municipal de Trabalho, Cidadania e Políticas Integradas (Semcaspi).

O superintendente da SDU Sul, Paulo Lopes, também esteve com o prefeito acompanhando as famílias. Ele ressaltou que a Superintendência tem feito a limpeza da área, recuperação de ruas, sarjetas, calçamentos e galerias danificadas. “O trabalho não parou. Agimos, inicialmente, de forma emergencial, mas permanecemos aqui com equipes de prontidão dando toda a assistência e no reestabelecimento da estrutura do Parque Rodoviário”, frisou.

Maternidades Municipais aumentam quantidade de partos em Teresina

Ascom/FMS

No primeiro trimestre de 2019, as quatro maternidades da Prefeitura de Teresina que ficam nos bairros Buenos Aires, Dirceu, Promorar e Satélite e contam com 96 leitos, realizaram 1.257 partos. Esse quantitativo é superior ao número de partos realizados na Maternidade Dona Evangelina Rosa, que possui 148 leitos e realizou 1.039 partos no mesmo período. O dado foi apresentado hoje (12) em reunião envolvendo o prefeito Firmino Filho, técnicos da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e três deputados da Comissão da Saúde.

Durante a reunião, a equipe técnica da FMS fez avaliação da série histórica dos dados sobre partos realizados em Teresina, estabelecendo comparativo entre produção das maternidades municipais e Maternidade Dona Evangelina Rosa. Segundo o prefeito Firmino Filho, os dados revelam que as maternidades da Prefeitura aumentaram a sua capacidade e a quantidade de partos. Por outro lado, foi visto que a MDER que, no passado chegou a fazer 12 mil partos por ano, fez menos do que 8 mil em 2018.

“A quantidade de partos das nossas maternidades está se equiparando com a da MDER, o que nos leva a discutir os motivos disso. Espero que haja desdobramentos dessa discussão acerca da rede materno-infantil. A Prefeitura quer debater a situação com o Governo, gestores do interior, Conselho Regional de Medicina, Ministério Público e Ministério da Saúde, pois essa questão tem a ver com a vida das gerações futuras e a qualidade de vida das mães no período de gestação”, finaliza o prefeito Firmino Filho.

A deputada estadual Lucy Soares, que participou da reunião, avaliou o encontro como extremamente positivo e informou que aguarda os desdobramentos dessa discussão. O deputado Gustavo Neiva também esteve presente. Já a deputada Teresa Britto, que é presidente da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa, ressaltou que “Teresina está fazendo o seu dever de casa e ajudando muito o Estado do Piauí. É preciso que haja maior resposta por parte do Governo Estadual.”

Segundo o presidente da FMS, Charles Silveira, a Prefeitura tem se esforçado para aperfeiçoar a rede municipal de saúde. “Nós estamos contribuindo com a solução dos problemas identificados na Maternidade Dona Evangelina Rosa (administrada pelo Governo do Estado) e atendendo gestantes de baixo risco, porque buscamos trabalhar em rede pelo bem das gestantes e dos bebês. É por isso que estamos executando um plano de ação interno para qualificar cada vez mais o nosso atendimento”.

Segundo Jesus Mousinho, diretora de assistência especializada da FMS, a Fundação tem realizado debates técnicos para aperfeiçoar a rede obstétrica e neonatal. “Recentemente, ampliamos serviços nestes locais, como a implantação da classificação de risco, oferta de exame de urocultura e colocação de DIU (maternidade do Buenos Aires). É garantido também à gestante o direito a acompanhante. O nosso esforço é gigantesco e estamos estudando outras possibilidades de melhorias”, afirma.

Para melhorar a assistência obstétrica e neonatal, foi sugerido na reunião que também é necessário aumentar a taxa de ocupação do Centro de Parto de Normal da MDER, que girou em torno de 35% em 2018; utilizar efetivamente a Casa da Gestante de Teresina e estruturar os oito hospitais da Região Entre Rios que tem leitos obstétricos.

Outra ação fundamental é a reorganização da rede de saúde do Piauí. “Teresina tem leitos obstétricos e neonatais suficientes para os 30 municípios da Região Entre Rios. O que acontece é que a MDER, além de ser praticamente a única referência para parto de alto risco do Piauí, também possui em sua estrutura um CPN, cuja finalidade é atenção ao parto de baixo risco. Então com a efetiva atuação de cada unidade do interior, podemos evitar a vinda desnecessária para Teresina de gestantes classificadas como de baixo risco. Isso acabará por desencadear a fluidez da rede, já que só se faz saúde pública de forma coletiva”, conclui Charles.

Prefeito visita áreas com risco de alagamento em Teresina

Rômulo Piauilino

O prefeito Firmino Filho tem acompanhado de perto a situação das cheias dos rios em Teresina. Na manhã deste sábado (06), ele visitou alguns pontos da cidade onde a situação é mais crítica, com grande risco de alagamento, e avaliou as medidas adotadas pelas equipes da Prefeitura junto às famílias atingidas.

Por precaução, as famílias de comunidades ribeirinhas foram orientadas a deixar suas casas depois que o Rio Poti atingiu a cota de inundação, que é de 10 metros.

“A chuva na capital já passa dos 300 milímetros neste mês de abril. Então, é preciso que as comunidades ribeirinhas permaneçam em estado de alerta. A previsão é que o Poti aumente um pouco o nível, mas logo deve estabilizar, segundo a Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM). Mesmo assim, é preciso manter as ações de monitoramento, porque há previsão de mais chuva e os nossos rios recebem muita água”, disse o prefeito.

Algumas regiões da cidade registram pontos de alagamento. Na zona Norte, o bairro Risoleta Neves é um dos mais atingidos. A Vila Ferroviária, no Centro Norte, também merece atenção. O prefeito foi até o local mais afetado nesta região, próximo ao prolongamento da avenida Marechal Castelo Branco, e verificou o aumento do nível de água do Rio Poti.

Na zona Sudeste, as áreas da Vila Verde, Vila Pantanal, Vila da Guia, Washington Feitosa, Curva São Paulo, Beira Rio, Jardim Europa e Assentamento Nova Esperança, estão em alerta e algumas famílias foram removidas das casas e realocadas.

“Começamos a atuar preventivamente no dia de ontem, retirando mais de 100 famílias das áreas de risco e evitando que elas tivessem algum problema posterior com a chegada da cheia do rio”, explica Evandro Hidd, superintendente da SDU Sudeste. As famílias estão sendo cadastradas e atendidas dentro dos programas Cidade Solidária e Família Acolhedora.

Prefeito visita famílias do Parque Rodoviário e afirma que causas da tragédia serão apuradas

Rômulo Piauilino

Na manhã desta sexta-feira (5), o prefeito Firmino Filho voltou ao Parque Rodoviário, zona Sul de Teresina, e afirmou que irá priorizar a investigação a respeito das causas da tragédia que deixou duas pessoas mortas, cerca de 30 feridos e atingiu casas.

Ao percorrer as ruas da região, o prefeito ressaltou que as causas da tragédia devem ser logo apuradas. “Vai ser feito um levantamento juntamente com o Crea, CPRM e técnicos da prefeitura para saber exatamente o que aconteceu”, disse o prefeito reforçando ainda que o trabalho de apoio às famílias continua sendo feito.

O prefeito Firmino Filho falou ainda que já foi feito um levantamento onde foi constatado que esse ponto exato da tragédia não estava cadastrado como área de risco. “Nós não tivemos nenhuma reclamação sobre essa área. Esse não era um problema visível e, talvez por isso, não houvesse registro de problema exatamente no ponto de rompimento”, esclarece.

Os trabalhos na região continuam. Equipes de saúde, do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil trabalham no local prestando atendimento às famílias e avaliando possíveis riscos. Assistentes sociais e equipes de limpeza também estão no local.