Teresina recebe prêmio Band Cidades Excelentes

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, participou da solenidade de entrega do prêmio Band Cidades Excelentes. O evento aconteceu, na noite desta quarta-feira (2), no Teatro João Paulo II, bairro Dirceu, zona Sudeste da capital.

A Prefeitura de Teresina venceu em quatro categorias: Educação; Saúde e Bem-Estar; Desenvolvimento Socioeconômico e Ordem Pública; e Estadual 2021.

Prefeito de Teresina, secretários das pastas premiadas e diretores da Band / Fotos: Rômulo Piauilino – Semcom

Para Dr. Pessoa, a premiação é o resultado do foco da gestão em trabalhar pelo desenvolvimento da capital.

“Teresina foi agraciada em quatro categorias e é uma honra estar aqui recebendo essa premiação. Isso mostra que estamos focados no desenvolvimento da cidade, trabalhar por pessoas e para pessoas por meio das políticas públicas. Agradeço ao grupo Bandeirantes por esse prêmio, esse incentivo que serve para irmos cada vez mais longe em nossa administração”, disse o prefeito.

O vice-prefeito de Teresina e secretário de Finanças, Robet Rios, recebeu o prêmio de Desenvolvimento Socioeconômico. Para ele, a premiação “coroa” os esforços da atual gestão.

“Essa premiação está coroando o esforço da equipe do Dr. Pessoa. Uma equipe aguerrida, destemida, que trabalha 24 horas por Teresina. Esse prêmio vem incentivar mais ainda o nosso trabalho”, disse Robert Rios.

Nouga Cardoso, secretário Municipal de Educação, afirmou que o prêmio representa o reconhecimento do trabalho realizado pelas equipes.

“O prêmio é um reconhecimento a todos os professores, aos profissionais da rede de educação de Teresina e merece créditos a equipe do prefeito Dr. Pessoa, que está tendo um reconhecimento da população de Teresina e que nos orgulha por saber que o nosso trabalho está tendo visibilidade e é reconhecido como ferramenta de engrandecimento das nossas crianças da capital”, afirma o secretário.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde, Dr. Gilberto Albuquerque, reconheceu o esforço da equipe e agradeceu ao chefe do executivo municipal a confiança na pasta da saúde.

“Diante de tantas adversidades que tivemos esse ano, esse prêmio é um reconhecimento pelo sucesso que obtivemos, pelo esforço obtido durante esse ano em prol de Teresina. Então, os benefícios que a população teve pelo nosso trabalho, pela nossa liderança, e responsabilidade do prefeito de nos indicar e manter uma Fundação de Saúde, no pico de pandemia, isso é uma forma de agradecimento a toda a minha equipe, a todos que fazem a prefeitura, que fazem a gestão municipal”, disse Albuquerque.

André Gasparetti, diretor executivo da Band Piauí, ressalta que o prêmio tem como finalidade resgatar a essência dos gestores e parabeniza Teresina por ser exemplo para as cidades brasileiras.

“O projeto nasceu para resgatar a essência, os valores, os princípios morais e éticos das condutas dos gestores públicos a nível Brasil. O Grupo Bandeirantes em parceria com o Instituto Aquila lançou esse projeto para que a gente possa reconhecer e valorizar os gestores. Que Teresina sirva de exemplo para as demais cidades, para que a gente possa alavancar e potencializar cada vez mais esse hábito de excelência”, afirmou o diretor executivo.

Sobre o prêmio

O Prêmio Band Cidades Excelentes tem como objetivo incentivar a melhoria da realidade dos municípios brasileiros, através da premiação das boas práticas da gestão pública.

A iniciativa é advinda da parceria do Grupo Bandeirantes com o Instituto Aquila e é direcionado a todos os municípios do país, que busca reconhecer, incentivar, disseminar e valorizar as empresas e instituições.

Prefeitura faz premiação de jovens do “Se Liga na Ideia”

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal da Juventude (SEMJUV) e Lagoas do Norte, fará no próximo dia 22 de janeiro a premiação dos jovens ganhadores do concurso “Se Liga na Ideia”, no complexo Lagoas do Norte, às 9h.

O projeto “Se Liga na Ideia” propôs um desafio aos jovens da zona Norte de Teresina: analisar o contexto de violência da cidade e do seu bairro e propor soluções viáveis para enfrentar de forma preventiva esse problema em sua comunidade. De todos os inscritos, 20 projetos foram escolhidos para participarem de uma capacitação e receberão, R$ 1 mil para cada autor e R$ 10 mil para a implementação da ideia.

“Esse projeto é uma oportunidade para que nossos jovens possam participar de projetos junto a Prefeitura de Teresina, colocando suas ideias em prática e ajudando jovens em situação de risco da região”, enfatizou a Secretária Municipal da Juventude, Eliana Lago.

As ideias foram desenvolvidas por jovens de 18 a 29 anos, nos 13 bairros em que o Lagoas do Norte tem atuação: Acarape, Itaperu, Aeroporto, Mafrense, São Joaquim, Mocambinho, Matadouro, Olarias, Alto Alegre, Parque Alvorada, Nova Brasília, Poti Velho e Vila São Francisco.

As propostas apresentadas atenderam a uma ou mais das seguintes temáticas: empreendedorismo, cultura e arte, esporte e inovação tecnológica.

Na oportunidade também acontecerá, o desenvolvimento de um dos projetos ganhadores – “Cultura Negra na cidade”, do jovem Luiz Felipe Silva dos Santos.

Alunos da Rede Municipal são medalhistas na Olimpíada Brasileira de Robótica

Seis estudantes da Rede Municipal de Teresina conquistaram medalhas na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), a competição que estimula jovens às carreiras científico-tecnológicas e descobre talentos. Das seis medalhas conquistadas, uma foi de ouro, três de prata e duas de bronze.

Fotos: Ascom Semec

“Para nós é uma grande conquista e incentivos aos alunos. Este é o segundo ano que a equipe obtém resultados positivos, com as meninas em maioria. Todos fazem parte da turma de Robótica e Satélites Artificiais do Programa Cidade Olímpica Educacional, criado pela Secretaria Municipal de Educação (Semec)”, ressalta a secretária executiva de Gestão da Semec, professora Edileusa Sampaio. Em 2021, disputaram com mais de 26 mil estudantes de todo o Brasil.

A OBR é apoiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Ministério da Educação (MEC) e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Também recebe suporte da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e RoboCup Federation, sendo coordenado de forma voluntária por um grupo de cientistas e doutores na área de robótica e tecnologia das maiores universidades públicas e particulares do Brasil.

Os alunos do Cidade Olímpica participaram na modalidade Teórica, respondendo às questões de uma prova escrita destinada ao público do Ensino Fundamental que já possui contato com a robótica educacional. A competição envolveu estudantes de escolas púbicas e privadas.

“Conquistamos medalhas, inclusive de ouro, pelo segundo ano consecutivo, o que mostra que a turma está alinhada com os estudos na área da robótica, mesmo em meio a uma pandemia. Eles são dedicados e talentosos, estamos confiantes em ir além”, disse o professor Edwar Montenegro.

Projeto Aluno e Família Nota 10 premia estudantes da rede municipal de Teresina

A Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) está sempre procurando formas de estimular os alunos a se interessarem pelas aulas e reconhecer aqueles que mais se destacam. Em tempos de aulas remotas, prender a atenção das crianças se tornou um desafio ainda maior, uma vez que elas podem se dispersar durante a explicação dos professores e mesmo no momento de fazerem as atividades.

Fotos: Ascom Semec

Assim surgiu o Projeto Aluno e Família Nota 10, que tem o objetivo de incentivar os alunos a participarem das aulas não presenciais e reconhecê-los por seu empenho e dedicação na realização das atividades propostas, voltado a alunos do ensino fundamental.

Na manhã desta quinta-feira (15), estudantes da Escola Municipal Santa Maria da Codipi, localizada no bairro de mesmo nome, na zona norte de Teresina, receberam o Certificado Aluno (a) Destaque pelo empenho e dedicação nas aulas remotas.

“Para nós que fazemos parte da escola, que atende alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, é um prazer poder reconhecer alunos que se esforçam para terem sempre um bom desempenho escolar, ainda mais neste momento delicado que é o da pandemia da Covid-19 onde as aulas presenciais ainda não podem acontecer”, diz Luzinete Leal, diretora da E. M Santa Maria da Codipi.

Olimpíada Piauiense de Matemática teve 19 alunos medalhistas de escolas municipais de Teresina

 

Renato Bezerra

Alunos de escolas municipais de Teresina mais uma vez foram destaque na Olimpíada Piauiense de Matemática (OPIM), realizada em 2019, e conquistaram 19 medalhas. Foram três medalhas de ouro, oito de prata e oito de bronze, além de cinco menções honrosas. A solenidade de premiação aconteceu na noite do último sábado (14) no Cine Teatro da Universidade Federal do Piauí (UFPI), e contou com a presença do prefeito Firmino Filho.

“Estamos orgulhosos e satisfeitos com o resultado da Olimpíada Piauiense de Matemática, que contou com a participação de alunos de 21 escolas municipais, 15 escolas particulares e quatro escolas estaduais. Temos um compromisso com a educação para transformar o futuro, e as grandes estrelas são esses alunos. E hoje vendo esses meninos e meninas conquistando medalhas, competindo de igual para igual com alunos de escolas particulares, podemos dizer que é apenas o primeiro passo para grandes conquistas”, destacou Firmino Filho.

As escolas da Prefeitura ficaram com quase 30% das medalhas alcançadas por todas as unidades de ensino públicas e particulares do Piauí, tanto do Nível 1 (6º e 7º ano do Ensino Fundamental), quanto do Nível 2 (8º e 9º ano).

O secretário municipal de Educação de Teresina Kleber Montezuma destacou a grande quantidade de meninas campeãs, ocupando espaços que já foram predominantemente ocupado por meninos. “Temos orgulho do que as meninas têm conquistado e damos total apoio aos projetos que incentivem os talentos que surgem nas escolas da Rede Municipal”, disse.

A OPIM é uma realização da Universidade Federal do Piauí (UFPI) em parceria com a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), Instituto Federal do Piauí (IFPI) e Secretaria Municipal de Educação (SEMEC).

A competição estimula o estudo da matemática em todos os níveis, contando ainda com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).

Também motivo de orgulho para a Rede, ex-alunos tiveram resultados de destaque na competição, como Pablo Andrade, revelado no Programa Cidade Olímpica Educacional. Pablo ganhou medalha de ouro especial, com nota máxima entre os estudantes do Ensino Médio.

Corso de Teresina vai premiar 20 melhores fantasias no evento

No dia 15 de fevereiro Teresina vai sediar o maior evento do Piauí: o Corso do Zé Pereira, um abre alas para o carnaval 2020. O evento deve reunir mais de 300 mil pessoas com uma super estrutura de palcos espalhados pela Avenida Raul Lopes, contando com segurança, caminhões decorados e muita irreverência, uma das grandes marcas do evento. E para incentivar o folião a uma imersão nos antigos bailes, haverá um concurso de fantasias com premiação de R$ 1 mil para os 20 foliões mais criativos.

Promovido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Monsenhor Chaves, o Corso do Zé Pereira foi consagrado como o maior do planeta, segundo o livro Guinnes Book, em 2012, registrando a marca de 343 veículos decorados no desfile, recorde que consta na publicação até hoje. Além dos carros enfeitados, o evento conta com milhares de pessoas fantasiadas, bandas espalhadas pelo percurso, além de muita alegria e irreverência resgatando a tradição dos antigos carnavais.

Uma das novidades da última edição do evento foi o concurso de fantasias, que será mantido em 2020 com uma premiação que contempla ainda mais foliões. Serão R$ 20 mil divididos em 20 prêmios de R$ 1 mil para as 20 melhores fantasias.

Os interessados em participar devem tirar uma foto em qualquer ponto da avenida que tenha uma identidade visual do Corso 2020, ou seja, em logomarcas, banners, estandes e palcos, distribuídos ao longo da Av. Raul Lopes e publicar em seu perfil no Instagram (de visualização aberta ao público) utilizando a hastag #fantasiacorso2020 e, em seguida, marcar o perfil do Instagram da FMC (@cultura_the), até às 12h do dia 17 de fevereiro.

A comissão julgadora escolherá as 40 fantasias mais criativas, que serão publicadas no perfil do Instagram da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (@cultura_the) no dia 18 de fevereiro. As 20 fantasias com o maior número de curtidas até as 12h horas do dia 20 de fevereiro, publicados no perfil do instagram da FMC, ganharão como premiação R$ 1.000,00 cada.

Para o superintendente da FMC, Abiel Bonfim, a premiação é uma forma de manter um dos aspectos do corso e dos antigos carnavais, com pessoas fantasiadas na avenida. “A irreverência e a alegria da nossa gente são sempre uma marca forte em cada edição. E com essa premiação estamos buscando uma forma de incentivar as pessoas a mostrarem a criatividade na avenida e fazer a festa ainda mais colorida”, afirma.

Caminhões

Além das fantasias, o evento manterá o concurso dos caminhões decorados, com uma premiação de R$ 30 mil dividida entre três ganhadores, sendo R$ 10 mil para o caminhão mais animado, R$ 10 mil para o mais criativo (inusitado) e R$ 10 mil para o de melhor produção (decoração e fantasia).

O edital está disponível no site da FMC e no da PMT. Para participar, é necessária uma inscrição, que pode ser feita do dia 24 de janeiro ao dia 14 de fevereiro, das 8h às 13h, na sede da Fundação Municipal de Cultura, situada na Rua Félix Pacheco, 1440 – Centro. No ato da inscrição é obrigatória a apresentação da cópia da CNH do motorista condutor e o RG do responsável pelo caminhão, além da documentação do caminhão devidamente regularizado, sob pena de indeferimento do processo.

 

Documentário aborda projeto premiado da UBS Poty Velho

O projeto Memória Ativa: Idoso Contador de Estória, Lenda e outros Causos ganhou o prêmio de melhor experiência do Piauí durante a 16ª Mostra Brasil Aqui tem SUS realizada no mês de julho de 2019, em Brasília. Como premiação garantiu a produção de um documentário para o Projeto Webdoc/Conasems, uma websérie documental que apresenta experiências exitosas das Secretarias Municipais de Saúde de todas as regiões do país. As gravações aconteceram nos dias 9 e 10 de janeiro em Teresina e em breve estará disponível na internet.

O projeto é desenvolvido na Unidade Básica de Saúde Poty Velho com o grupo de idosos local e coordenado pela enfermeira Nancy Loiola, em parceria com as profissionais Alexandrina Marinho, Deianna Sobral, Juraci Teixeira, Cecília Lima e Zulmira Barreira.

Luzia Maria Aguiar, 79 anos, participa do projeto e avalia a experiência. “Sempre participamos das reuniões, palestras, passeios. É um projeto muito importante, mudou muita coisa em minha vida, em minha memória. Temos muita coisa para contar”, comemora.

A coordenação do projeto explica que as ações trabalham para estimular memória dos idosos. “Durante 2017 e 2018 trabalhamos todas as memórias, dentro do projeto Memória Ativa, memória visual, olfativa, gustativa e de linguagem. Em 2019 escolhemos abordar as lendas. No encontro com as idosas perguntamos como elas ouviram as lendas quando eram mais jovens. Pretendemos no final do nosso projeto lançar um livro dessas lendas contadas pelos moradores do Poti Velho, que é o bairro mais antigo da cidade”, comenta a enfermeira Nancy Loiola.

Ela ressalta ainda a importância de cultivar a consciência que da mesma forma são feitas atividades físicas para manter o corpo com saúde, é fundamental realizar atividades para manter o cérebro vivo. “Com isso essas senhoras mantem a memória ativa e trazemos um resgate da nossa cultura, da nossa história. Um empoderamento para elas. Evitamos a depressão, o isolamento social e promovemos um melhor vínculo entre os profissionais e a comunidade, facilitando todo o processo de adesão ao tratamento”, destaca.

Segundo o presidente interino da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Francisco Pádua, a valorização dos trabalhos dos profissionais da Atenção Básica é essencial. “Nós parabenizamos os nossos servidores que participam do projeto. Eles conhecem as necessidades dos bairros e tiveram boas ideias levando soluções inovadoras. Fazem a diferença no atendimento dos usuários do SUS. Estes trabalhos locais podem, inclusive, direcionar ações em outros estados para aperfeiçoar a rede pública de saúde”, pontua.

 

Boas práticas vencedoras do VIII Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito são premiadas

Renato Bezerra/Semcom

As boas práticas vencedoras do VIII Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito foram premiadas na noite desta quarta-feira (18), pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), no Centro de Formação Professor Odilon Nunes. A iniciativa, coordenada pela Strans, teve como tema este ano “Quem não respeita as leis e a sinalização está na direção errada. No trânsito, o sentido é a vida”.

Davi Soares, aluno da Escola Municipal Coronel Boa Vista, foi vencedor na categoria aluno 7º ao 9º ano, e pontuou que pretende se empenhar ainda mais nos estudos. “Ganhar um prêmio como esse me deu mais gás para continuar me empenhando nos estudos e realizando trabalhos assim. Adquirindo desde cedo na escola a consciência na educação do trânsito, seremos adultos mais conscientes”, destacou Davi.

Foram 710 inscritos, sendo 28 selecionados. Os vencedores em 1º lugar receberão R$ 2 mil e em 2º lugar R$ 1 mil. As categorias foram divididas em professor, aluno e profissional da comunicação (rádio, tv, jornal, revista, portal ou internautas), responsabilidade social e fotografia.

A professora de artes, Ana Maria Borges, foi uma das orientadoras das ilustrações vencedoras, e enfatizou que sempre tenta abordar temáticas importantes como o trânsito em sala de aula. “Sempre tento ensinar temáticas como a educação no trânsito de maneira lúdica, incentivando a criatividade dos alunos. Estamos muito felizes com o resultado e seguiremos abordando esses assuntos, afinal, a intenção é despertar boas práticas no trânsito”, afirmou Ana Maria.

O jornalista Natanael Souza, vencedor do 1º lugar da categoria comunicação/subcategoria rádio, destacou que o papel do jornalismo é incentivar as boas práticas nos mais diversos setores da sociedade. “Nós comunicadores estamos sempre a serviço da sociedade, faz parte da nossa missão educar sobre um trânsito mais seguro e mais humano”, disse.

Weldon Bandeira, superintendente da Strans, relatou que projetos como este são importantes para conscientizar os teresinenses sobre boas práticas no trânsito. “Fico muito feliz de ver crianças, adolescentes, comunicadores e instituições se empenhando sobre a educação no trânsito. Projetos como este são essenciais para gerar reflexão e salvar vidas”, disse o superintendente durante a solenidade.

Educação de Jovens e Adultos comemora redução de evasão escolar com prêmios

Emoção e orgulho marcaram o VIII Internúcleo de Educação de Jovens e Adultos realizado pela Secretaria Municipal de Educação (Semec) e Associação AlfaSol. A parceria beneficiou, em 2019, mais de 3 mil alunos, distribuídos em 33 escolas municipais com os programas TeleSol e TeleSol Pro.

Durante o evento, foram entregues os certificados e prêmio em dinheiro para os primeiros colocados no X Concurso Municipal de Redação da Educação de Jovens e Adultos – CMREJA e na X Olimpíada Municipal de Matemática da Educação de Jovens e Adultos – OMMEJA, além do VI Prêmio Escola Inclusiva, todos realizados com alunos da EJA. As competições fortaleceram o engajamento de alunos e professores e revelaram o potencial dos participantes.

Para o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, o momento é de reconhecer a importância dos sonhos e das ações que permitem a realização. “Essa celebração não é uma ação isolada, está dentro de um plano de gestão que cuida das crianças, dos jovens e dos adultos de Teresina. A oportunidade oferecida pela EJA garante o sucesso no futuro de cada jovem e adulto que são atendidos na EJA”, destacou o secretário durante o evento.

O diferencial dos programas executados nas escolas municipais são os eixos que integram a formação inicial e continuada dos professores, gestores e pedagogos, acompanhamento pedagógico nas escolas e o desenvolvimento do curso de educação profissional inicial nas categorias Comércio e Varejo, Ocupações Administrativas e Telesserviço.

A parceria vem rendendo bons frutos. E se depender da coordenadora da Divisão de EJA da Semec, Ana Vitória de Carvalho, os objetivos serão alcançados com trabalho árduo e dedicação em dobro. “A comunidade é a primeira a lutar por uma Educação de Jovens e Adultos que atenda suas necessidades. Com o apoio incondicional da Prefeitura de Teresina, conseguimos reduzir mais da metade o número de evasão dessa modalidade, o que significa que estamos prendendo a atenção dos alunos”, afirmou Ana Vitória.

Além de uma formação voltada para o mercado de trabalho, os alunos da Rede Municipal inseridos na modalidade EJA têm suas referências e habilidades ampliadas para o desenvolvimento pessoal e social, já que a proposta da parceria é oferecer um currículo integrado, baseado no ensino do conteúdo junto com a educação profissional e o amplo debate sobre a realidade social.

III EMPREENDEJA

Os estudantes da EJA participaram também da III EMPREENDEJA, Feira de Empreendedorismo da EJA, que aconteceu durante todo o dia na Praça Pedro II, com apresentação dos resultados das ações realizadas ao longo do ano, onde educação básica e profissionalizante formaram jovens e adultos preparados em um currículo integrado.

Alunos de escolas municipais recebem medalhas por premiações conquistadas em 2019

Os alunos do Programa Cidade Olímpica Educacional, da Prefeitura de Teresina, alcançaram a marca de 289 medalhas, entre ouro, prata e bronze, em competições realizadas este ano.  A premiação dos alunos aconteceu na manhã deste sábado, na Universidade federal do Piauí (UFPI), onde o prefeito Firmino Filho entregou medalhas pelo bom desempenho dos alunos.

As conquistas foram em competições nas áreas de matemática, física, química, astronomia, ciências, geografia e língua portuguesa. Durante todo o ano, os alunos se prepararam em aulas aos sábados ofertadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semec) no Centro de Formação Professor Odilon Nunes. A turma aprofundou os conhecimentos em disciplinas específicas e levou Teresina mais uma vez ao local de destaque nos pódios das olimpíadas de conhecimento.

“Ninguém segura Teresina. Ninguém segura a nossa educação”, disse o prefeito Firmino Filho,  reafirmando o seu compromisso com a educação. “Educação deve ser a prioridade de qualquer gestão. Os nossos alunos mostraram que têm conhecimento e capacidade competitiva. A nossa meninada tem mostrado que é possível brilhar, basta ter foco e determinação. Esses alunos são inspiração, modelo do que é possível fazer. E afirmo sem medo de errar que o meu grande orgulho como gestor é o modelo de educação que foi construído em Teresina”, destacou o prefeito.

Ao todo, foram 44 medalhas de ouro, 100 de prata e 145 de bronze, além de 303 menções honrosas. “Aí chegamos quase a 600 títulos”, pontuou Kleber Montezuma, secretário Municipal de Educação, lembrando da grande quantidade de estudantes que foram homenageados pelo bom desempenho nas competições. Segundo ele, o quadro de medalhas deve crescer com os resultados de olimpíadas que ainda faltam ser anunciadas. “A cada ano nossos alunos nos orgulham ainda mais, estão conquistando seus sonhos com esforço e dedicação. Essa turma é motivo de orgulho para Teresina”, afirmou.

Evelyn Vitória foi uma das medalhistas de prata da Rede Municipal de Teresina. Boa aluna e começando sua coleção de medalhas, a menina é exemplo para os colegas da Escola Municipal Mário Faustino, no bairro Pedra Mole. “Estou muito feliz com a minha conquista. Agora estou sendo conhecida como mulher destaque por essa medalha na Olimpíada de Química Júnior e isso é muito gratificante e um motivo para comemorar”, afirmou.

Premiados e reconhecidos nacionalmente, os alunos da Rede Municipal de Teresina conquistaram um número recorde de medalhas este ano. Nas últimas semanas, um grupo foi à São Paulo receber premiações de química e ciências e comemoraram também a conquista de 46 medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas.