AMI Teresina já alcança 2.164 demandas concluídas

O Ami Teresina foi lançado em 2021 e vem ajudando a população de Teresina, o aplicativo que tem como objetivo aproximar a população da administração pública municipal pode ser usado para sistema Android e IOS, por meio das lojas de aplicativo, além de poder ser acessado pelo site https://ami.teresina.pi.gov.br/.

“Estamos conseguindo com o Ami Teresina proporcionar a aproximação da população com a administração municipal e ajudar na otimização dos serviços públicos que são prestados pela cidade e percebemos que nosso objetivo está sendo cumprido e que a população recebeu bem e vem participando ativamente”, destaca Jobson Filho, presidente da Empresa de Processamento de Dados da Prefeitura de Teresina (PRODATER).

Uma das principais funcionalidades do sistema é o fato da gestão de processos ficar a cargo da prefeitura, que possui controle total sobre as funcionalidades da aplicação, além disso, todos os dados gerados são armazenados na PRODATER com servidores protegidos por firewall. Isso acelera a oficialização das demandas via processo eletrônico (SEI) e que sob demanda pode ser integrado a qualquer sistema.

O tempo de atendimento foi reduzido pela prefeitura de Teresina e a maioria das solicitações feitas em horário de expediente da ouvidoria é respondido em menos de 2h depois de cadastrada e o atendimento do órgão responsável competente é em menos de 16h que chega a demanda.

Com o Ami Teresina, já são 1808 usuários cadastrados, onde 1385 usuários estão ativos e com mais de 2.410 manifestações cadastradas e 2.164 manifestações concluídas ou canceladas. Pelo Sistema as pessoas podem fazer denúncias, elogios e sugestões sobre a gestão.

 

Prodater participa de Smart Gov Nordeste, apresentando soluções de tecnologia

Prodater participa do evento Smart Gov Nordeste sobre tecnologia. Foto ( Ascom /Prodater)

O presidente da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER), Jobson Filho, participou do evento Smart Gov Nordeste, promovido pela Associação Nacional de Cidades Inteligentes, Tecnológicas e Inovadoras (Anciti), discutindo experiências de gestão, apresentando as iniciativas de sucesso aplicadas pela administração municipal e aprendendo com o que já foi feito em outros locais do país.

Durante três dias, os participantes debateram temáticas como a Lei geral de Proteção de Dados (LGPD), projetos, políticas públicas e soluções de cada um dos munícipios representados. O objetivo da Anciti é promover essa troca de conhecimento e melhores práticas entre as entidades de Tecnologia da Informação das cidades brasileiras.

“Essa troca de ideias e experiências com os gestores de várias cidades do país foi enriquecedora. Tive a oportunidade de ouvir com secretários municipais de todo país que são responsáveis por tecnologia e inovação, além de apresentar as soluções realizadas pela PRODATER”, contou Jobson Filho.

Após esses dias de imersão foi confeccionado um documento relativo a temática das cidades inteligentes onde será enviado para o Governo Federal, Estados e Municípios, onde vai ser apontado o que é preciso para atingir esse status e sugestões de como enfrentar esses problemas.

Desde que foi lançada em 2021 a Associação Nacional das Cidades Inteligentes, Tecnológicas e Inovadoras (Anciti), trabalha de forma ativa e direcionada na cooperação e no relacionamento entre as entidades municipais de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) de todo o país.

Nota ao Público

A Prefeitura de Teresina, por meio da, Prodater, informa que, devido há um incidente na infraestrutura de tecnologia que hospeda os sistemas da Prefeitura, alguns sistemas estão fora do ar, desde o final de semana, dentre eles, o Diário Oficial do Município.

A equipe técnica está trabalhando, desde o final de semana, para mudar os sistemas para uma nova infraestrutura e assim restabelecer os serviços o mais breve possível.

A previsão de retorno é até amanhã (11/05), às 20h, mas a equipe trabalha para restabelecer o mais breve possível.

Cabe ressaltar que, em se tratando do Diário Oficial, o mesmo não deixa de ser publicado em meios físicos de forma a atender a legislação.

Prodater e FMS assinam contrato De Cooperação para modernização de serviços da Fundação

Na manhã desde quarta-feira (13) a Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater) e a Fundação Municipal de Saúde (FMS) assinaram o Convênio de Cooperação Técnica.

Durante a assinatura do documento estiveram presentes o presidente da PRODATER, Jobson Filho, o presidente da FMS Gilberto Albuquerque e o Assessor Técnico da presidência da PRODATER, Henrique Mendes.

Foto: Ascom Prodater

“Esse contrato é de suma importância para PRODATER e FMS, assim vamos conseguir trabalhar para modernização da tecnologia de informação da Fundação Municipal de Saúde, o primeiro passo vai ser o levantamento dos documentos que serão digitalizados”, pontuou Jobson Filho, presidente da PRODATER.

O Convênio na área de modernização e implantação de serviços de tecnologia da informação e comunicação – TIC, onde a PRODATER fornecerá a prestação de serviço consultivo, desenvolvimento, implantação, correção, prevenção, evolução e treinamento de soluções de gestão administrativa e operacional da FMS.

O Convênio tem como objetivo de implementar processos e procedimentos que resultem na modernização de tecnologia de informação e comunicação nas atividades institucionais da FMS.

Henrique Mendes, que assessor Técnico da presidência da PRODATER” explicou que “Esse convênio trará enormes melhorias na administração da FMS e o objetivo inicial é o diagnóstico sobre a quantidade de documentos a serem digitalizados, além do mapeamento de processos trazendo maior eficiência no tratamento das informações”.

De início acontecerá um diagnóstico situacional da FMS em relação à sua realidade operacional, considerando seus processos de negócio em execução e os documentos processados por meios eletrônicos e físicos com vistas a se desenhar um novo projeto de readequação operacional e tecnológica da entidade, que trará maiores níveis de eficiência e eficácia para os serviços públicos de saúde oferecidos pela FMS.

AMI teve 1.382 solicitações concluídas em Teresina

Uma das principais funcionalidades do sistema é o fato da gestão de processos ficar a cargo da prefeitura Foto(Ascom/Prodater)

Desde que foi lançado no ano passado, o Ami Teresina vem ajudando a população da capital. O aplicativo, que tem como objetivo aproximar a população da administração pública municipal é usado para sistema Android e IOS, através das lojas de aplicativo, além de poder ser acessado pelo site https://ami.teresina.pi.gov.br/.

Uma das principais funcionalidades do sistema é o fato da gestão de processos ficar a cargo da prefeitura, que possui controle total sobre as funcionalidades da aplicação, além disso, todos os dados gerados são armazenados na PRODATER com servidores protegidos por firewall. Isso acelera a oficialização das demandas via processo eletrônico (SEI) e que, sob demanda, pode ser integrado a qualquer sistema.

O tempo de atendimento foi reduzido pela Prefeitura de Teresina e a maioria das solicitações feitas em horário de expediente da ouvidoria é respondida em menos de duas horas depois de cadastrada e órgão responsável recebe a demanda em até 16 horas.

“O nosso intuito com o Ami Teresina é de proporcionar a participação do cidadão nas políticas públicas e ajudar na otimização dos serviços públicos prestados pela cidade e, após esses oito meses de sistema, percebemos que nosso objetivo está sendo cumprido e que a população recebeu bem e vem participando ativamente”, destaca Jobson Filho, presidente da PRODATER.

Com o Ami Teresina, já são 1.234 usuários cadastrados e 942 usuários estão ativos. Já foram 1.545 manifestações cadastradas e 1.382 manifestações concluídas ou canceladas. Pelo Sistema, as pessoas podem fazer denúncias, elogios e sugestões sobre a gestão.

A enfermeira Ane Daniele precisou usar o Ami para resolver uma demanda na sua rua. “A experiência foi com a resposta imediata, tentam fazer o mais rápido possível a ligação entre os setores. Só agradecer pelo resultado, ” afirmou.

Além de o serviço proporcionar agilidade, segurança e economia, também conta com arquivo digital e plataforma web. O munícipe que tiver um elogio ou reclamação poderá realizar sua demanda utilizando um dos canais disponíveis (site ou APP) e informar o local onde deseja que seja atendida e anexar imagens do ocorrido, logo após, a ouvidoria analisa as demandas e as encaminham para a pasta pertinente pelo sistema oficial da prefeitura (SEI ou Fala Teresina). Após o encerramento da demanda, o cidadão é imediatamente avisado sobre a solução tomada.

PRODATER participa do encerramento do Projeto do Observatório do Transporte

O presidente da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER), Jobson Filho, participou na manhã desta segunda-feira (17) do encerramento do Projeto do Observatório do Transporte. O encontro aconteceu no Palácio da Cidade, e contou com a presença do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, do vice-prefeito, Robert Rios, além dos secretários das pastas municipais da SEMPLAM, STRANS e de representantes da União Europeia, da Agência Francesa de Desenvolvimento – AFD, da Despacio e do Consórcio Systra/Unifor.

Foto: Ascom Prodater

Na reunião, foram apresentados os resultados, estratégia de escalabilidade e ações de comunicação. O projeto busca desenvolver soluções para melhorar a gestão do transporte público na cidade, através do uso de tecnologia Blockchain/Inovação aberta.

“Estamos gratos por esse projeto e pelas conclusões positivas que tivemos dele. A Prefeitura tem gratidão aos parceiros, como a União Europeia e Agência Francesa de Desenvolvimento, por esse trabalho conjunto para melhorar Teresina e trazer mais transparência e eficiência aos serviços públicos relacionados ao transporte”, pontua o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa.

O projeto é um financiamento da União Europeia, através do programa EuroClima+, com aporte de 500 mil euros. O Observatório passou por um período de diagnóstico onde foram analisadas estratégias de desenvolvimento urbanos voltados para o transporte coletivo que atendam toda população teresinense, detectando os principais problemas. Após essa etapa, o trabalho feito pela prefeitura foi de buscar unir e praticidade no desenvolvimento das soluções de mobilidade.

“É de fundamental importância esse tipo de projeto para nossa cidade, população teresinense tem muito a ganhar com essa parceria. Será mais um aliado ao transporte público essa tecnologia que está sendo implantada. A União Européia entrou com aporte de 500 mil euros que irá beneficiar a capital”, disse o presidente da PRODATER, Jobson Filho.

Eturb e Prodater firmam parceria para modernização do transporte coletivo

Durante a reunião, foram apresentados elementos para a modernização e ampliação do novo sistema de bilhetagem eletrônica Foto(Ascom/Eturb)

Em reunião na quinta-feira, 13 de janeiro, representantes da Empresa Teresinense de Urbanização e Desenvolvimento (Eturb) e da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater) firmaram parceria e discutiram detalhes sobre a implementação do novo sistema de bilhetagem eletrônica para o transporte coletivo de Teresina.

Durante a reunião, foram apresentados elementos para a modernização e ampliação do novo sistema de bilhetagem eletrônica, incluindo a migração do sistema antigo para o novo, maior facilidade na compra de créditos, através de postos de recarga e uso de aplicativos para recarga de créditos e monitoramento da frota de ônibus.

Com isso, foi firmada parceria entre as empresas para o desenvolvimento das plataformas e aquisição das tecnologias necessárias ao desenvolvimento do sistema, visando a melhoria na qualidade do serviço prestado aos usuários do transporte coletivo da capital.

Segundo o presidente da Eturb, João Duarte, o sistema trará mais comodidade aos usuários do transporte coletivo. “Ainda temos muito trabalho pela frente, mas o ganho para a população será enorme com a modernização do sistema. A Prodater tem a experiência necessária para contribuir com esse processo e nos ajudar a revolucionar o transporte em nossa cidade”, apontou.

Já o presidente da Prodater, Jobson Filho, destacou a importância da parceria entre as entidades e sua relevância para a concretização do sistema. “A parceria Prodater e Eturb é de grande valia para a população teresinense, a Prodater irá prestar apoio técnico e infraestrutura para o novo sistema de bilhetagem eletrônica que será modernizada”, declarou.

PRODATER apresenta balanço de ações desenvolvidas pela gestão em 2021

O presidente da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER), Jobson filho, participou da reunião anual dos secretários municipais na Prefeitura de Teresina nesta quinta-feira (16), na ocasião foram apresentadas as ações desenvolvidas e que estão em desenvolvimento pela empresa, dentre essas ações estão sistemas e aplicativos corporativos que atendem as demandas das secretarias.

Além dos órgãos da prefeitura, a população teresinense também foi beneficiada, dentre as ações podemos citar o AMI Teresina com 10.000 acessos, o AMI tem como objetivo aproximar a população da administração pública municipal, através dele a população faz denúncias, elogios e sugestões sobre a gestão. O aplicativo está em funcionamento e pode ser baixado em aparelhos Android e IOS. Além disso uma das principais funcionalidades é a gestão de processos que fica a cargo da prefeitura que possui um controle total das funcionalidades do aplicativos todos os dados gerados são armazenados na PRODATER com servidores protegidos por firewall o que acelera a oficialização das demandas via processo eletrônico (SEI) e que sob demanda podem ser integrados a qualquer sistema.

“Nós da PRODATER terminamos o ano com a certeza de trabalho cumprido, estamos satisfeitos com as ações realizadas e preparados para 2022. Foram ações com foco para melhorar a gestão pública como a conectividade nas secretarias municipais, e ações para a sociedade como a criação do AMI Teresina com 10.000 acessos e o Vacine Já com 674.186 agendamentos, além de links de internet nas praças e ambientes de convivência”, destacou o presidente da PRODATER, Jobson Filho.

Outro sistema que foi desenvolvido foi o Vacine Já onde em 2021 tivemos 674.186 agendamentos, o Vacine Já tem o intuito de realizar o cadastro e agendamento da aplicação da vacina contra a Covid-19.

“É muito gratificante chegar ao fim do ano e perceber que contribuímos significativamente para a melhoria da gestão pública municipal e dos serviços prestados à sociedade teresinense. A PRODATER como órgão central de tecnologia da Prefeitura, exerceu seu papel com maestria e tenho certeza que em 2022 teremos mais atuação deste importante órgão”, pontuou Reginaldo Rodrigues, gerente de suporte técnico.

A PRODATER também é responsável pela conectividade da prefeitura de Teresina, neste ano foram um total de 55 links de internet mantidos para atendimento das secretarias e anexos municipais, mais de 30 links de internet disponibilizados nas praças e ambientes de convivência, além de 47 links disponibilizados para os locais de acolhimento (CRAS, etc.) e mais de 317 escolas beneficiadas com a conectividade.

 

Prodater participa da apresentação sobre a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)

Presidente da Prodater, Jobson Filho e sua equipe estiveram na apresentação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGDP) Fotos(Ascom/Prodater) 

 

Representantes da PRODATER participaram nesta quarta-feira (27) da apresentação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGDP), no auditório da OAB.

“A lei afeta vários setores e serviços e a todos os brasileiros, seja como individuo, empresa ou governo. É importante ter uma lei nesse momento em que estamos nos organizando digitalmente. A LGPD é a de maior importância pela sua abrangência e especificidade”, destacou o presidente da PRODATER, Jobson Filho.

A LGPD é a lei que versa sobre o tratamento de dados pessoais, inclusive nos meios digitais, por pessoa natural ou por pessoa jurídica de direito público ou privado, com o objetivo de proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade e o livre desenvolvimento da personalidade da pessoa natural, conforme explicito no artigo primeiro da lei.

A LGPD é a Lei nº 13.709 e foi aprovada em agosto de 2018 e com vigência a partir de agosto de 2020. No site do Planalto você encontra a lei na íntegra com todos os artigos e alterações.

Quem estará alinhada com a LGPD é a Autoridade Nacional de Proteção de Dados Pessoais (ANPD) que irá fiscalizar se a LGPD está sendo aplicada e penalizar os responsáveis, ainda terá a função de instituir e orientar sobre como a lei deverá ser usada. Quem também terá importância nessa fiscalização é o cidadão e organizações que poderão colaborar.

A apresentação teve como público alvo os gestores, executivos e assessores técnicos do municipais e foi apresentada pelo Procurador do Município, DR. Mamede Rodrigues. Também participaram representando a Prodater a diretora Administrativa e Financeira, Ravena Costa, e o assistente técnico TIC da presidência, Henrique Mendes.

Portal da Legislação permite transparência para a população sobre as leis municipais

O acesso à legislação é de grande utilidade na busca por cidadania, direitos e também no processo de fiscalização do serviço público e pensando nisso o Portal da legislação Teresinense é uma ferramenta para simplificar o acesso do munícipe à legislação.

O Portal de Legislação do Município tem por objetivo fornecer uma ferramenta de transparência e acesso ao público que simplifique a disponibilização e a categorização da legislação teresinense. Por meio dele, os teresinenses poderão encontrar as normas municipais relacionadas a determinado tema ou categoria normativa.

A intenção é facilitar a vida do cidadão teresinense e a quem possa interessar para que o acesso a nossa legislação que antes não era encontrada com facilidade. O Portal proporciona ao cidadão um acesso mais simples a normas que versam sobre temas relevantes como: tributação Municipal; urbanismo; serviços públicos e demais assuntos de interesse local.

“O Portal de Legislação do Município que vem para fornecer transparência e acesso ao público, facilitando o acesso do cidadão a legislação municipal e nós da PRODATER ficamos felizes em fazer parte disso”, pontuou o presidente da PRODATER, Jobson Filho.

Além disso o site se tornou uma ferramenta aliada dos concurseiros que precisam do estudo da Lei e o portal da Legislação é de uma total importância nessa caminhada, visto que é abastecido das leis, decretos e instruções normativa municipais. “A legislação compõe 80% de uma prova de concurso e a leitura da lei é de suma importância e com o Portal da Legislação vigente nós concurseiros agora temos onde buscar a lei de forma atualizada e conseguir encaixar nos nossos estudos”, disse Bárbara Rocha, que é estudante e se prepara para concursos públicos.

É importante que durante a preparação o candidato busque fontes oficiais para consultar, é preciso ter cuidado com a legislação desatualizada em blogs e artigos antigos, porque isso pode comprometer toda a preparação do candidato, e o conhecimento em termos de legislação é essencial principalmente na primeira fase dos concursos.

O site do Portal de Legislação é explicativo e conta com decretos, instrução normativa, leis, leis complementares que estão no site de forma explicativa e com facilidade de acesso. O site para acesso é http://legislacao.semgov.teresina.pi.gov.br