Professor que já foi agente de portaria é especialista em incentivar alunos

Ascom/Semec

As aulas do professor Francisco Rufino são verdadeiros espetáculos, um misto de alegria, entusiasmo e brincadeiras, não é à toa que recebe tantos convites para preparar turmas gigantescas antes do vestibular. Com uma história de superação e sucesso, o professor que já foi agente de portaria e hoje é efetivo da rede pública municipal de Teresina, usa sua experiência de vida para motivar os estudantes. (mais…)

Professor de escola municipal é finalista do XX Prêmio Arte na Escola Cidadã

Ascom/Semec

Um projeto da Escola Municipal Ofélio Leitão, localizada no bairro Porto Alegre, ganhou destaque nacional ao passar para a segunda fase do XX Prêmio Arte na Escola Cidadã, que reconhece e divulga práticas inovadoras nas aulas de artes de escolas de todo o Brasil. O professor Evandro Carlos Ferreira, idealizador do projeto na escola de Teresina, utilizou o celular para ensinar fotografia aos alunos.

Evandro desafiou os alunos do 8º ano do Ensino Fundamental a fotografarem com seus celulares os ambientes naturais da escola, explorando elementos como cor, expressão e textura. O projeto foi batizado de “Mobgrafia: experiências com o celular” e encantou os alunos. “Utilizamos pedagogicamente um instrumento que o aluno usa no cotidiano. Eles puderam observar as formas da natureza a partir das lentes do celular”, disse.

O projeto finalista concorre com outras ações de escolas públicas e particulares eleitas como transformadoras por despertarem novos olhares e serem inspiração para os alunos. O professor vencedor do Prêmio receberá uma quantia em dinheiro e participará de uma vivência em São Paulo. A escola leva um computador e uma câmera digital, além de troféu e a gravação de um documentário.

Segundo o professor de arte da Rede Municipal de Teresina, a iniciativa é transformadora porque apresenta um novo uso do celular como recurso visual e leva os alunos a experiências artísticas em contato com a natureza. “Fizemos tudo isso sem sair da escola. A ideia era refletir sobre como o celular pode ser mais que um aparelho de comunicação, mas um marcador contemporâneo da identidade desses jovens. Enriqueci bastante minha prática pedagógica e estamos animados com o destaque na premiação”, declarou.

SEMEC anuncia Processo Seletivo Simplificado para Professor Substituto – 2019

A Prefeitura de Teresina publicou edital do processo seletivo simplificado para o provimento de 204 vagas para professor substituto da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC). As inscrições para os interessados em atuar nos anos finais do Ensino Fundamental, do 6º ao 9º ano, poderão ser feitas no período de 03 à 21 de junho, somente pela internet, no site do NUCEPE (http://nucepe.uespi.br).

O processo seletivo constará de prova objetiva a ser aplicada no dia 07 de julho, com resultado final previsto para o dia 17 de julho. São 192 vagas destinadas a professores dos anos finais da Educação Básica. Mais 12 vagas para candidatos com necessidades especiais.

A taxa de inscrição de R$ 50,00 deverá ser paga por meio de boleto bancário junto ao Banco do Brasil ou aos seus correspondentes bancários. Entre os requisitos para ocupar o cargo estão às condições de ser brasileiro ou naturalizado, maior de 18 anos e não ter registro de antecedentes criminais nem vínculo empregatício com os governos federal, estadual ou municipal.

Os aprovados serão contratados por tempo determinado, em Regime Especial, com carga horária de trabalho de 30 horas/semanais, para professores nas disciplinas de língua portuguesa e matemática e 20 horas/semanais para professores que atuarão nas disciplinas de artes, ciências, educação física, geografia, história, língua inglesa e ensino religioso, substituindo docentes com licença e estagiários. As vagas serão ocupadas de acordo com a demanda da SEMEC.

Veja o Edital: PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO EDITAL 004 – 2019

Estudantes conquistam 13 medalhas nas Olimpíadas de Física

Ascom Semec

O Programa Cidade Olímpica Educacional, desenvolvido pela Prefeitura de Teresina, está comemorando mais um resultado positivo. A Universidade Federal do Piauí (UFPI) divulgou a lista com o resultado da Olimpíada Brasileira de Física (OBF) e Olimpíada Brasileira de Física de Escola Pública (OBFEP), de 2018, a nível Estadual e Nacional. Treze estudantes de Escolas da Prefeitura de Teresina serão premiados.

A solenidade de premiação acontecerá no dia 02 de maio, às 14h, no Auditório Afonso Senna do Cento de Ciências da Natureza da UFPI. Na ocasião, também serão homenageados as Escolas Municipais Vereador José Ommati e Nossa Senhora da Paz, além do professor de física do Programa Cidade Olímpica, Jesus Vênus Silva Costa, pelos resultados obtidos através do bom desempenho dos alunos medalhistas.

Os alunos destaque na OBF Estadual são: Wyvyane Lina Ferreira, da Escola Municipal Professor Valter Alencar, que conquistou medalha de ouro; Eric Manoel Ribeiro de Sousa, da Escola Municipal Barjas Negre, com medalha de prata; e Rangel Barbosa da Costa, da Escola Municipal Manoel Paulo Nunes, que obteve medalha de bronze.

Já os estudantes destaques na OBFEP nível Nacional são: Guilherme Machado da Silva, Escola Municipal Vereador José Ommati, Yuri Gomes da Silva, Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, que conquistaram medalha de prata; e os estudantes Geyceane Nayara Soares, da Escola Municipal Professor Valter Alencar, Marcos Kayvi Bruno Leal, da Escola Municipal Professor Itamar de Sousa Brito e Vitória Rodrigues Paz, da Escola Municipal Delfina Borralho Boa Vista, que conquistaram medalha de bronze.

A OBFEP nível Estadual irá premiar os estudantes, Geovana Maria Carvalho Vieira, da Escola Municipal Professor Valter Alencar, medalha de ouro; Thamara Ysa dos Santos, Escola Municipal Areias, Paulo José Damasceno de Araújo, Escola Municipal João Paulo II, Ryanne Vitória de Melo Aguiar, Escola Municipal Maio Faustino, com medalha de prata; e Maria Vitória da Silva Tavares, Escola Municipal Ofélio Leitão, com medalha de bronze.

Jesus Vênus, professor da disciplina de física do Programa Cidade Olímpica Educacional, explica que durante as aulas os jovens são preparados para participarem das mais diversas competições de conhecimento, levando o bom exemplo para as salas de aula. “É uma grande alegria ver nossos alunos se destacando em olimpíadas. Isso demonstra um trabalho de acompanhamento elaborado, com atividades específicas para alcançar tais resultados”, destaca.