Projeto Crescer Saudável visita Cmei Thereza Christina

O CMEI Thereza Christina, localizado no Centro, recebeu a visita da Divisão de Nutrição da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) para a execução do projeto Crescer Saudável na Escola.

Fotos: Ascom Semec

Com intuito de fazer uma avaliação nutricional dos alunos da rede municipal de Teresina, as coordenadoras do projeto, as nutricionistas Maria Luiza Silva, Thamara Martins e Luana Ferraz visitaram o Centro Municipal de Educação Infantil para pesar e medir a altura dos pequenos estudantes.

“Através da verificação do estado nutricional das crianças, conseguiremos elaborar melhor o cardápio das alimentações escolares, como também desenvolver atividades nos ambientes escolares voltadas à questões de educação nutricional com base ou na desnutrição ou em sobrepreso”, afirma a nutricionista Maria Luiza Silva.

O CMEI Thereza Christina foi a 3ª parada do projeto que já está em atuação dentro das escolas da rede municipal. Foram 20 crianças avaliadas no CMEI para a amostragem.

Ao todo serão atendidas 10% das escolas “para ter uma amostra significativa do perfil dos estudantes e realizar a emissão da avaliação final”, conclui a nutricionista.

Projeto Cara do Piauí segue aberto na Casa da Cultura

A Cara do Piauí é um projeto direcionado a exposições de artistas piauienses, e para inaugurar este projeto, a Casa da Cultura está recebendo o trabalho do fotógrafo Aureliano Muller, que abre para população uma série de exposições. A mostra fotográfica iniciou na última segunda-feira (16), tem produção geral de W. Salmito e traz 20 obras que retratam as belezas do Piauí.

Para W. Salmito, produtor cultural, a exposição vai conhecer o olhar genuíno do piauiense que eternizou o Piauí em imagens marcantes e mostra o que tem de melhor da cultura para as novas gerações.
Ele retrata ainda que é muito importante a valorização que os artistas teresinenses vêm recebendo do poder público, principalmente através da Casa da Cultura, que vem abrindo suas portas para que os artistas possam expor suas artes.

“Esse é um projeto que promove exposições de artistas piauienses. Queremos mostrar o que temos de melhor na cultura para as novas gerações, e para inaugurar a essa série estamos trazendo o experiente Aureliano Müller, que retrata muito bem o Piauí, o Turismo, as riquezas do nosso Estado com sensibilidade”, diz Salmito.

A exposição ficará disponível para todos os públicos até o próximo dia 27 de Maio na Casa da Cultura que fica localizada na Rua Elizeu Martins, esquina com 7 de setembro, número 1426, em frente à praça João Luís Ferreira – Centro/Norte.

Informações para visitantes

Taxa de serviço: R$: 2,00 por pessoa
Agendamento de visitação: (86) 99402-5428 – telefone ou (86) 98864-2231 – WhatsApp

Projeto Escola e Família leva palestra a E.M. Simões Filhos

O Projeto Escola e Família articulado pela equipe da Divisão de Assistência ao Educando (DAE) da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) tem desenvolvido junto às escolas e CMEIs atividades que fortaleçam os laços entre comunidade e escola, como elucidar os direitos e deveres dos estudantes e de suas famílias.

Na Escola Municipal Simões Filhos, localizada no Cristo Rei, a DAE desenvolveu uma atividade especial na manhã desta sexta-feira (13) em parceria com a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPPM) em alusão ao Dia das Mães e da Mulher, com a acolhida das famílias para a abordagem das temáticas do universo feminino e materno, como também a prevenção da violência contra à mulher.

A atividade contou com a palestra da assistente social da SMPPM, Caroline Maria Leal, que também é Conselheira do Conselho Municipal do Direito da Mulher, e com a participação das assistentes sociais da SEMEC, Raissa, Cleides e Magali.

Semcaspi e Equatorial realizam Troca de Lâmpadas no Restaurante Popular

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), em parceria com a Equatorial Piauí, está realizando o Projeto Troca de Lâmpadas a partir desta quarta-feira, (11), no Restaurante Popular de Teresina, localizado no Mercado Municipal da capital. A ação, que promove  a troca de lâmpadas incandescentes e fluorescentes por LED, segue até sexta-feira, (13), de 11h às 13h.

Segundo Ítalo Vieira, coordenador do Restaurante Popular de Teresina, a parceria com a Equatorial Piauí reforça a proposta do Restaurante Popular que é beneficiar a população, principalmente, a de baixa renda.

“Esta parceria é muito importante porque é uma ação pautada para a população em geral, mas necessária especialmente para a população de baixa renda. A Equatorial solicitou esta parceria e estamos de portas abertas para atender esta população. Diariamente passam mil pessoas por aqui, mas qualquer pessoa que estiver na região e quiser efetuar a troca poderá ser beneficiada”, explicou.

Para Laércio Saraiva, consultor organizacional da Equatorial Piauí, a iniciativa tem um limite de troca de até 05 lâmpadas e pretende ajudar o meio ambiente e a economia no orçamento das famílias.

“O Projeto Social “Troca de Lâmpadas” consiste na substituição de lâmpadas incandescentes e fluorescentes, que consomem mais energia, por LED de classe A e 60 Watts, que são modelos mais eficientes e econômicos. A ação no Restaurante Popular de Teresina torna o benefício mais acessível ao público, principalmente, porque há uma grande mobilização de pessoas aqui e faz com que este benefício chegue até estas pessoas de forma gratuita”, esclareceu.

Para realizar a troca de lâmpadas, é necessário: o RG; CPF; e a conta de energia elétrica, da Equatorial Piauí, mais recente do proprietário e a lâmpada incandescente.

Semcaspi leva ações ao projeto Defensoria Pop Rua no Clube dos Diários

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) participou como parceira do Projeto Defensoria Pop Rua, promovido pela Defensoria Pública do Piauí. A ação acontece nesta terça-feira, (10), de 8h às 13h, na Galeria de Artes do Clube dos Diários, no Centro de Teresina.

O Projeto Defensoria Pop Rua tem como objetivo oferecer à população em situação de rua serviços de cidadania e saúde, tais como: orientações da Pública; emissão da primeira e segunda via do RG; Cadastro Único; teste rápido de HIV e sífilis; vacinação, especialmente da Covid-19.

Segundo o secretário da Semcaspi, Allan Cavalcante, este projeto é mais uma parceria de sucesso entre Semcaspi e Defensoria Pública do Piauí.

“A parceria com a Defensoria Pública vem dando frutos. Nós já temos uma parceria com o Programa Teresina Cuida de Você. Hoje, participamos do Projeto Defensoria Pop Rua, que a Defensoria Pública está promovendo para à população em situação de rua. Nós da Semcaspi estamos trazendo os serviços dos Agentes de Proteção Social (APS) e também o CadÚnico para a população em situação de rua”, destacou.

Para Patrícia Monte, coordenadora do Projeto Defensoria Pop Rua, esta é a nossa segunda ação aberta para à população em situação de rua.

“A ideia de estarmos no Clube dos Diários é estar perto deste público extremamente vulnerável, que precisa de uma busca ativa dos órgãos públicos para ter direito à cidadania. É importante ressaltar que a sociedade civil pode sim ser uma grande parceria, ao localizar uma pessoa em situação de rua, nos informando por meio dos nossos contatos as informações básicas daquela pessoa localizada”, pontuou.

Francisco Brito, é uma pessoa em situação de rua, 56 anos, acredita que ações como estas são importantes porque aproximam o público que mais precisa destes serviços.

“Eu aproveitei esta ação e já tirei meu RG e tomei a terceira dose da vacina. Isso facilita demais a nossa vida”, comentou.

A iniciativa conta com a parceria, além da Semcaspi, da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Secretaria de Segurança Pública com o Instituto de Identificação e a Faculdade Maurício de Nassau.

*ATENDIMENTO*

Para informar aos órgãos públicos, ao se deparar com uma pessoa que esteja em situação de rua, é importante acionar a Semcaspi, por meio do Centro Pop (86) 995595161; e a Defensoria Pública do Piauí, por meio do Whatsapp (86) 994261053.

É importante repassar aos órgãos de atuação com este público informações sobre a pessoa em situação de rua, como: o nome completo, filiação, data de nascimento e local de nascimento.

Semec apresenta Projeto Ler Brincando e consolida parcerias

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) vem construindo o Projeto Ler Brincando, que promete fortalecer as habilidades de leitura dos alunos da Rede Municipal por meio de atividades divertidas. A partir de uma parceria com a Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM), alcançará também crianças de 2 e 3 anos de idade atendidas pelo serviço Florescer.

Nesta segunda-feira (2), representantes das três secretarias tiveram mais um encontro para a apresentação do projeto, que está pronto. A partir da parceria, será possível atender integralmente filhos de mães em situação de vulnerabilidade, oferecendo, em três Centros Municipais de Educação Infantil, atividades educativas no contraturno de atendimento ao Florescer. O diálogo da parceria é no sentido de alinhar as estratégias para que uma seja complementar à outra.

“Temos conversado para a construção desse projeto, que tem como foco o desenvolvimento integral das crianças, estimulando a atenção, o pensamento, a fala e a interpretação, tudo por meio da leitura e da brincadeira. Agora estamos nos encaminhamentos necessários para que comece a funcionar em 2023”, explica Gilsânia Noleto, gerente de Educação Infantil da Semec.

A equipe do Florescer destacou como será positivo para toda a família participar de novas atividades, gerando frutos de sociabilização, desenvolvimento criativo e mais suporte para os pequenos. A secretária executiva da Semplan, Kárita Allen, acredita que esse será um projeto de destaque nacional. “Está no plano de governo do prefeito Dr. Pessoa e certamente será exemplo para outras cidades, já que pensamos em todo uma intencionalidade das ações”, disse Kárita.

O Projeto Ler Brincando também atende a outro planejamento da Capital. Está na Meta 1 do Plano Municipal de Educação, que trata sobre o atendimento de crianças de 0 a 3 anos na Rede Municipal. Durante as atividades, a turminha deve usar os materiais Contação de Histórias e Coleção Palavra Cantada, além dos clássicos infantis.

Semcaspi inicia projeto “Literacia Familiar” com assistidos do Programa Criança Feliz

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio da Gerência de Proteção Social Básica (GPSB), iniciou nesta sexta-feira, (29), no CRAS Leste I, no Bairro Pedra Mole, zona Leste, o Projeto “Literacia Familiar” com crianças e as mães assistidas pelo Programa Criança Feliz. A próxima ação está programada para segunda, (02), às 8h30, no CRAS Norte III.

O Projeto “Literacia Familiar” promove a inserção das crianças no mundo da leitura, especialmente, com a comunicação visual presente nas ilustrações dos livros infantis, e o incentivo do apoio das mães destas crianças, fortalecendo o vínculo familiar.

De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, o Programa Criança Feliz tem fomentado a importância do fortalecimento dos vínculos familiares, em prol do melhor desenvolvimento das crianças.

“O Projeto Literacia Familiar veio para despertar a curiosidade das crianças, que ainda não foram alfabetizadas, a compreender a finalidade de um livro e saber que nele há histórias, contadas até mesmo por imagens. Esta iniciativa envolve também as mães destas crianças, que vão oferecer o livro e descrever o que tem nele. E isso pode ser feito mesmo que a mãe não saiba ler, apenas com ilustrações”, esclareceu.

Para Elizabeth Nogueira, coordenadora do Programa Criança Feliz, o Projeto Literacia Familiar ajuda no empoderamento das famílias com a inserção dos livros.

“A proposta não é focar apenas na questão pedagógica, mas principalmente, incentivar a leitura de outros aspectos, como de imagens, leitura de mundos e o fortalecimento de vínculos. O projeto é uma iniciativa do Ministério da Cidadania e do Ministério da Educação e Teresina foi contemplada e todas as crianças assistidas pelo Criança Feliz vão receber um kit de livros, para que seja trabalhado com eles”, destacou.

INCENTIVO À LEITURA

Ana Célia, moradora do Bairro Anita Ferraz, é um exemplo de mãe que incentiva a leitura dos filhos. Ângelo Lourenzo, de apenas 02 anos de idade, o caçula de três filhos, mesmo tão pequeno, já está tendo os primeiros contatos com o universo da leitura.

“Eu amei a ideia deste projeto. Porque antes mesmo eu já tinha esta preocupação em incentivar a leitura na minha casa. Tanto Ana Luiza, de 08 anos, e André Lucas, de 05 anos, já têm este incentivo. Agora, ganhando livros e as orientações de como fazer, me deixa mais alegre e sem medo de errar”, pontuou.

Secretaria de Educação realiza projeto Escola & Família

A escola é o espaço da escrita, do letramento, onde “as crianças aprendem a ler, para ter acesso ao saber do qual ela é repositária. É nela que aprendem a escrever para poder transmitir informações e, eventualmente, divulgar o conhecimento aprendido. E neste contexto a família, sem dúvida é uma das principais fontes de incentivo para a criança. Pensando nisso, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) está realizando o projeto Escola e Família, aproximando os pais da instituição.

Foto: Ascom Semec

A primeira etapa do projeto teve inicio na tarde de ontem (27), na Escola Municipal Cacimba Velha, na zona rural de Teresina. “Foi uma tarde maravilhosa e bem produtiva. A Semec foi recebida por representantes de 212 escolas. Um bate papo interessante onde apresentamos ações da Semec e demonstramos a importância da família no convívio escolar, envolvendo os pais em atividades de aprendizagem em casa”, ressalta a supervisora de projetos especiais da Semec, professora Rita Veloso.

A programação da Escola de Pais está estruturada em encontros que ocorrerão ao longo do ano letivo, com duração de uma hora e meia cada encontro. As reuniões deverão conter interação entre pais e organizadores, interligando a teoria e a prática da educação cotidiana. Serão abordados temas como: estratégias para acompanhamento da vida escolar da criança, comunicação e relacionamento familiar, imposição de limites à criança e ao adolescente, sexualidade na adolescência, mídia no contexto sócio familiar, prevenção ao uso de drogas, dentre outros. “Deve-se trabalhar constantemente a motivação dos pais, deixando em aberto a seleção de temas que devem ser do interesse do grupo, além dos temas já citados”, acrescenta Rita Veloso.

O projeto desenvolve várias ações com as famílias, dentre palestras e exposição de atividades. Nesta quinta-feira (28), às 16h, a Semec realiza mais uma etapa do programa. Desta vez, a instituição irá se reunir com os pais da Escola Municipal São Sebastião, no bairro Todos os Santos, na zona Sudeste de Teresina.

Fundação Wall Ferraz abre inscrições para 10 cursos do projeto “Qualificar cursos e palestras”

A Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz em parceria com Instituto de Gestão e Desenvolvimento Social (IGDS) lançou nesta quarta-feira (27), o projeto “Qualificar cursos e palestras” que vai ofertar os cursos gratuitos de “Português instrumental”, “Espanhol Instrumental”, “Inglês Instrumental”, “Empreendedorismo”, “Marketing Digital” “Auxiliar de Contabilidade”, ”Recepcionista” e “Noções Básicas da Língua Brasileira-Libras”. As atividades serão realizadas de maneira híbrida, com palestras e atividades complementares de forma presencial na sede do CONNECT (Av. Honório de Paiva, Número 881 – Piçarra), e as inscrições serão realizadas através do telefone (86) 9 9563-9261.

Os cursos terão início na quarta-feira (04/05), esse projeto tem o objetivo de promover a qualificação profissional possibilitando a elevação do conhecimento e potencializando as habilidades técnicas e sociais, através dos cursos. Os cursos terão duração de 4 meses, totalizando 1000 horas acadêmicas concluídas.

“Estamos preparando pessoas da melhor maneira possível, auxiliando em seus conhecimentos e as capacitando. É uma determinação do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, que toda a população receba qualificação profissional, para que possam buscar novas oportunidades e ingressar no mercado de trabalho.”, ressalta Maykon Silva, presidente da FWF.

Essa parceria tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Os alunos irão receber material didático básico gratuitamente e terão o acompanhamento de instrutores durante todo o curso com aulas práticas e teóricas. Ao terminarem os cursos, os alunos estarão aptos a colocar em prática o conteúdo aprendido em sala de aula e ingressarem no mercado de trabalho. Esse projeto conta com recursos de emenda parlamentar do vereador Enzo Samuel.

FWF realiza curso de garçom do projeto Capacitando para novas oportunidades

A Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz, iniciou o curso de “garçom”, como parte do projeto “Capacitando para novas oportunidades”, em parceria com o Instituto de Gestão e Desenvolvimento (IGDS). O curso acontece na U.E Antônio Almeida, bairro Parque Piauí, zona sul de Teresina, com 75 alunos, divididos em três turmas, no turno tarde, no horário de 14h às 17h30, de segunda a quinta-feira, com carga horária de 80h.

No curso de “garçom” os alunos estão aprendendo formas e as principais funções da área como: arrumação de salão, forração de mesas, etiqueta social, técnicas de recepção, procedimentos de apresentação e acomodação de clientes, técnicas de apresentação de cardápio, procedimentos de servir, reposição e troca de materiais, procedimentos de segurança, abordagem e finalização de pedidos, limpeza e higiene dentre outros.

Alunos em formação do curso de garçom. Fotos: Ascom FWF

Esse curso foi elaborado especialmente para as pessoas que desejam conseguir uma vaga no mercado de trabalho, aprender uma nova profissão e aprimorar os seus conhecimentos. O profissional egresso no curso será habilitado para aplicar suas técnicas de operação dos serviços de alimentos e bebidas, bem como atendimento ao cliente.

“É uma determinação do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, que a FWF capacite toda a população, e esse curso tem o objetivo de formar profissionais para atuar no mercado de restaurantes, bares, lanchonetes, em outros ramos da alimentação já que é um mercado amplo em Teresina”, pontua Maykon Silva, presidente da Fundação Wall Ferraz (FWF).

Essa parceria tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Os alunos recebem material didático básico gratuito e acompanhamento de instrutores durante todo o curso com aulas práticas e teóricas. Esse projeto conta com recursos de emenda parlamentar do vereador Edilberto Borges (Dudu).