Semec apresenta Projeto Ler Brincando e consolida parcerias

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) vem construindo o Projeto Ler Brincando, que promete fortalecer as habilidades de leitura dos alunos da Rede Municipal por meio de atividades divertidas. A partir de uma parceria com a Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM), alcançará também crianças de 2 e 3 anos de idade atendidas pelo serviço Florescer.

Nesta segunda-feira (2), representantes das três secretarias tiveram mais um encontro para a apresentação do projeto, que está pronto. A partir da parceria, será possível atender integralmente filhos de mães em situação de vulnerabilidade, oferecendo, em três Centros Municipais de Educação Infantil, atividades educativas no contraturno de atendimento ao Florescer. O diálogo da parceria é no sentido de alinhar as estratégias para que uma seja complementar à outra.

“Temos conversado para a construção desse projeto, que tem como foco o desenvolvimento integral das crianças, estimulando a atenção, o pensamento, a fala e a interpretação, tudo por meio da leitura e da brincadeira. Agora estamos nos encaminhamentos necessários para que comece a funcionar em 2023”, explica Gilsânia Noleto, gerente de Educação Infantil da Semec.

A equipe do Florescer destacou como será positivo para toda a família participar de novas atividades, gerando frutos de sociabilização, desenvolvimento criativo e mais suporte para os pequenos. A secretária executiva da Semplan, Kárita Allen, acredita que esse será um projeto de destaque nacional. “Está no plano de governo do prefeito Dr. Pessoa e certamente será exemplo para outras cidades, já que pensamos em todo uma intencionalidade das ações”, disse Kárita.

O Projeto Ler Brincando também atende a outro planejamento da Capital. Está na Meta 1 do Plano Municipal de Educação, que trata sobre o atendimento de crianças de 0 a 3 anos na Rede Municipal. Durante as atividades, a turminha deve usar os materiais Contação de Histórias e Coleção Palavra Cantada, além dos clássicos infantis.

Semcaspi inicia projeto “Literacia Familiar” com assistidos do Programa Criança Feliz

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio da Gerência de Proteção Social Básica (GPSB), iniciou nesta sexta-feira, (29), no CRAS Leste I, no Bairro Pedra Mole, zona Leste, o Projeto “Literacia Familiar” com crianças e as mães assistidas pelo Programa Criança Feliz. A próxima ação está programada para segunda, (02), às 8h30, no CRAS Norte III.

O Projeto “Literacia Familiar” promove a inserção das crianças no mundo da leitura, especialmente, com a comunicação visual presente nas ilustrações dos livros infantis, e o incentivo do apoio das mães destas crianças, fortalecendo o vínculo familiar.

De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, o Programa Criança Feliz tem fomentado a importância do fortalecimento dos vínculos familiares, em prol do melhor desenvolvimento das crianças.

“O Projeto Literacia Familiar veio para despertar a curiosidade das crianças, que ainda não foram alfabetizadas, a compreender a finalidade de um livro e saber que nele há histórias, contadas até mesmo por imagens. Esta iniciativa envolve também as mães destas crianças, que vão oferecer o livro e descrever o que tem nele. E isso pode ser feito mesmo que a mãe não saiba ler, apenas com ilustrações”, esclareceu.

Para Elizabeth Nogueira, coordenadora do Programa Criança Feliz, o Projeto Literacia Familiar ajuda no empoderamento das famílias com a inserção dos livros.

“A proposta não é focar apenas na questão pedagógica, mas principalmente, incentivar a leitura de outros aspectos, como de imagens, leitura de mundos e o fortalecimento de vínculos. O projeto é uma iniciativa do Ministério da Cidadania e do Ministério da Educação e Teresina foi contemplada e todas as crianças assistidas pelo Criança Feliz vão receber um kit de livros, para que seja trabalhado com eles”, destacou.

INCENTIVO À LEITURA

Ana Célia, moradora do Bairro Anita Ferraz, é um exemplo de mãe que incentiva a leitura dos filhos. Ângelo Lourenzo, de apenas 02 anos de idade, o caçula de três filhos, mesmo tão pequeno, já está tendo os primeiros contatos com o universo da leitura.

“Eu amei a ideia deste projeto. Porque antes mesmo eu já tinha esta preocupação em incentivar a leitura na minha casa. Tanto Ana Luiza, de 08 anos, e André Lucas, de 05 anos, já têm este incentivo. Agora, ganhando livros e as orientações de como fazer, me deixa mais alegre e sem medo de errar”, pontuou.

Secretaria de Educação realiza projeto Escola & Família

A escola é o espaço da escrita, do letramento, onde “as crianças aprendem a ler, para ter acesso ao saber do qual ela é repositária. É nela que aprendem a escrever para poder transmitir informações e, eventualmente, divulgar o conhecimento aprendido. E neste contexto a família, sem dúvida é uma das principais fontes de incentivo para a criança. Pensando nisso, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) está realizando o projeto Escola e Família, aproximando os pais da instituição.

Foto: Ascom Semec

A primeira etapa do projeto teve inicio na tarde de ontem (27), na Escola Municipal Cacimba Velha, na zona rural de Teresina. “Foi uma tarde maravilhosa e bem produtiva. A Semec foi recebida por representantes de 212 escolas. Um bate papo interessante onde apresentamos ações da Semec e demonstramos a importância da família no convívio escolar, envolvendo os pais em atividades de aprendizagem em casa”, ressalta a supervisora de projetos especiais da Semec, professora Rita Veloso.

A programação da Escola de Pais está estruturada em encontros que ocorrerão ao longo do ano letivo, com duração de uma hora e meia cada encontro. As reuniões deverão conter interação entre pais e organizadores, interligando a teoria e a prática da educação cotidiana. Serão abordados temas como: estratégias para acompanhamento da vida escolar da criança, comunicação e relacionamento familiar, imposição de limites à criança e ao adolescente, sexualidade na adolescência, mídia no contexto sócio familiar, prevenção ao uso de drogas, dentre outros. “Deve-se trabalhar constantemente a motivação dos pais, deixando em aberto a seleção de temas que devem ser do interesse do grupo, além dos temas já citados”, acrescenta Rita Veloso.

O projeto desenvolve várias ações com as famílias, dentre palestras e exposição de atividades. Nesta quinta-feira (28), às 16h, a Semec realiza mais uma etapa do programa. Desta vez, a instituição irá se reunir com os pais da Escola Municipal São Sebastião, no bairro Todos os Santos, na zona Sudeste de Teresina.

Fundação Wall Ferraz abre inscrições para 10 cursos do projeto “Qualificar cursos e palestras”

A Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz em parceria com Instituto de Gestão e Desenvolvimento Social (IGDS) lançou nesta quarta-feira (27), o projeto “Qualificar cursos e palestras” que vai ofertar os cursos gratuitos de “Português instrumental”, “Espanhol Instrumental”, “Inglês Instrumental”, “Empreendedorismo”, “Marketing Digital” “Auxiliar de Contabilidade”, ”Recepcionista” e “Noções Básicas da Língua Brasileira-Libras”. As atividades serão realizadas de maneira híbrida, com palestras e atividades complementares de forma presencial na sede do CONNECT (Av. Honório de Paiva, Número 881 – Piçarra), e as inscrições serão realizadas através do telefone (86) 9 9563-9261.

Os cursos terão início na quarta-feira (04/05), esse projeto tem o objetivo de promover a qualificação profissional possibilitando a elevação do conhecimento e potencializando as habilidades técnicas e sociais, através dos cursos. Os cursos terão duração de 4 meses, totalizando 1000 horas acadêmicas concluídas.

“Estamos preparando pessoas da melhor maneira possível, auxiliando em seus conhecimentos e as capacitando. É uma determinação do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, que toda a população receba qualificação profissional, para que possam buscar novas oportunidades e ingressar no mercado de trabalho.”, ressalta Maykon Silva, presidente da FWF.

Essa parceria tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Os alunos irão receber material didático básico gratuitamente e terão o acompanhamento de instrutores durante todo o curso com aulas práticas e teóricas. Ao terminarem os cursos, os alunos estarão aptos a colocar em prática o conteúdo aprendido em sala de aula e ingressarem no mercado de trabalho. Esse projeto conta com recursos de emenda parlamentar do vereador Enzo Samuel.

FWF realiza curso de garçom do projeto Capacitando para novas oportunidades

A Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz, iniciou o curso de “garçom”, como parte do projeto “Capacitando para novas oportunidades”, em parceria com o Instituto de Gestão e Desenvolvimento (IGDS). O curso acontece na U.E Antônio Almeida, bairro Parque Piauí, zona sul de Teresina, com 75 alunos, divididos em três turmas, no turno tarde, no horário de 14h às 17h30, de segunda a quinta-feira, com carga horária de 80h.

No curso de “garçom” os alunos estão aprendendo formas e as principais funções da área como: arrumação de salão, forração de mesas, etiqueta social, técnicas de recepção, procedimentos de apresentação e acomodação de clientes, técnicas de apresentação de cardápio, procedimentos de servir, reposição e troca de materiais, procedimentos de segurança, abordagem e finalização de pedidos, limpeza e higiene dentre outros.

Alunos em formação do curso de garçom. Fotos: Ascom FWF

Esse curso foi elaborado especialmente para as pessoas que desejam conseguir uma vaga no mercado de trabalho, aprender uma nova profissão e aprimorar os seus conhecimentos. O profissional egresso no curso será habilitado para aplicar suas técnicas de operação dos serviços de alimentos e bebidas, bem como atendimento ao cliente.

“É uma determinação do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, que a FWF capacite toda a população, e esse curso tem o objetivo de formar profissionais para atuar no mercado de restaurantes, bares, lanchonetes, em outros ramos da alimentação já que é um mercado amplo em Teresina”, pontua Maykon Silva, presidente da Fundação Wall Ferraz (FWF).

Essa parceria tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Os alunos recebem material didático básico gratuito e acompanhamento de instrutores durante todo o curso com aulas práticas e teóricas. Esse projeto conta com recursos de emenda parlamentar do vereador Edilberto Borges (Dudu).

Fundação Wall Ferraz realizou o projeto “Ação Cidadania” nas zonas Sul e Sudeste de Teresina

A Prefeitura de Teresina através da Fundação Wall Ferraz, realizou no último final de semana o projeto “Ação Cidadania” nos bairros Torquato Neto, Parque Vitória, São Pedro e Residencial Betinho, na zona sul de Teresina. E também no Conselho do PSH Tabocas, na zona Sudeste de Teresina.

Foram oferecidas para a população as atividades gratuitas de esmaltação, corte de cabelo feminino/masculino, design de sobrancelhas e artesanato. As atividades aconteceram no sábado (09) e domingo (10), nos turnos da manhã e tarde, onde foram realizados mais de 300 atendimentos.

O projeto “Ação Cidadania” promove a ampliação da cidadania através da realização de serviços de beleza em eventos promovidos pela Prefeitura de Teresina, em parcerias com secretarias e associações, em diferentes bairros e comunidades.

“A Fundação Wall Ferraz tem o compromisso de levar essas atividades de ação cidadania para as comunidades. Contamos com a sensibilidade do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, para que cada vez mais possamos realizar essas atividades que proporcionam momentos de cidadania de lazer e de construção social nas comunidades”, disse Maykon Silva, presidente da Fundação Wall Ferraz.

Todos os cursos e serviços ofertados pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos e garantem capacitação e serviços de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva, geração de renda e melhoria de qualidade de vida.

SEMJUV e Águas de Teresina faz entrega de uniformes para crianças do Badminton

Cerca de 40 crianças participaram na manhã de hoje (07) da final do campeonato de Badminton do projeto Desenvolver Pessoas Através do Esporte, que aconteceu no Centro de Artes e Esporte Unificado (CEU- Norte).

O Projeto é uma parceria da Prefeitura Municipal de Teresina com a águas de Teresina e o Instituto Jovem Promessa e tem como objetivo dar oportunidade aos jovens em situação de vulnerabilidade social, a partir da prática esportiva, ajudando a criar uma perspectiva de futuro melhor para as crianças.

“Com esse projeto, através do esporte podemos trabalhar essas crianças de forma que elas se desenvolvam, não só para competições no esporte, mas também para diversas situações da vida pessoal, pois com a ação diminuímos a ociosidade e passamos valores que o esporte nos proporciona, como amizade e fraternidade, enfatizou o Coordenador de projetos do Instituto, Leonardo Costa.

Durante o evento, os alunos presentes receberam uniformes para participação das aulas do projeto que acontecem nos turnos manhã e tarde, nas terças e sextas – feira.

SMPM inicia projeto de atendimento odontológico para mulheres em situação de violência e vulnerabilidade

Tornar as pessoas mais feliz através do autocuidado. Essa é a proposta do Projeto “Sorriso a curva mais bonita do corpo”, que a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) em parceria com a rede de clínicas odontológicas Coife Odonto Teresina iniciaram na manhã desta sexta-feira (26). Os atendimentos odontológicos beneficiaram, primeiramente, as mulheres em situação de violência acolhidas pelos Centro de Referência Esperança Garcia- CREG.

As assistidas receberam os serviços clínicos voltados para a promoção da saúde, com ações para prevenir doenças bucais na sede da rede no Centro. “Estou em busca, a cada dia, de melhorias para nosso serviço e sinto-me feliz por ajudar a levantar a autoestima, proporcionando qualidade de vida para as nossas mulheres”, afirma a secretária da Mulher, Karla Berger.

O gerente administrativo da Coife Odonto, Jonathan Emanuel, explica que a rede de franqueados disponibilizará profissionais para realizarem os procedimentos de avaliação inicial, aplicação de flúor e higienização. Para ele, quem participa do programa, não só receberam o seu sorriso de volta, mais sua autoestima, a vontade de voltar a vida.

“Essa ação faz muito bem e sempre estamos promovendo esse tipo de atendimento tanto nos bairros como no interior. Temos seis franqueados, sendo cinco em Teresina e uma no Maranhão”, justificou.

“Nós mulheres que somos vítimas de violência doméstica, quanto mais tivermos profissionais com esse olhar de cuidado, nos sentiremos amparadas”, relatou Rosana Freitas* que há oito meses é atendida no CREG.

A coordenadora de monitoramento dos Florescer, Caroline Leal reforça que os atendimentos de aplicação de flúor também serão estendidos para todos os filhos das assistidas nos serviços. “Caso a mulher necessite fazer procedimentos após essa avaliação, a empresa irá fornecer um valor diferenciado para ela que está em situação de vulnerabilidade ou enfrentando alguma situação de violência”.

Os serviços clínicos serão disponibilizados também nas quatro unidades do serviço Florescer que atende mulheres em situação de vulnerabilidade social e suas crianças na faixa de 1 a 2 anos e onze meses, atingindo cerca de 500 mulheres.

O cronograma dos atendimentos odontológicos segue sendo realizados das 8 às 12h nas sedes do Florescer Norte nos dias: 29/03, Salobro: 30/03, Sudeste: 31/03 e Sul: 01/04.

*Nome fictício no intuito de preservar a imagem da assistida no CREG.

Foto: Divulgação (SMPM)

Mulheres atendidas pelo CREG participam de projeto Cine Mulher em Teresina

O acesso ao debate sobre a condição da mulher na sociedade mostrado em sessão de cinema.  A Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM) deu início, na manhã desta quarta-feira (16), ao “Cine Mulher” – que apresenta filmes com diferentes temáticas relacionadas ao universo feminino, seguidas de uma roda de diálogos para as assistidas em situação de violência do Centro de Referência Esperança Garcia (CREG). O Cine debate segue realizado mensalmente.

Foi exibido o filme ‘Zootopia’ do diretor Byron Howard, sobre a situação do preconceito com a figura feminina no mundo do trabalho e de suas relações com empregos masculinizados. No momento de interação também foi realizada roda de conversa sobre a temática do longa-metragem.

No espaço, as mulheres são acompanhadas com psicólogas, serviço jurídico e social para romper o ciclo da violência. A coordenadora do CREG, Roberta Mara falou sobre a necessidade da discussão da questão. “É oportuno discutir isso com as mulheres atendidas aqui porque a inclusão produtiva é uma das formas de empoderamento da mulher”, afirma.

A gestora ainda avaliou que o Cine Mulher é um importante momento de debate para as atendidas, lembrando que as mulheres são a maioria da população feminina da cidade. “É importante para que elas se percebam, se vejam no mundo do trabalho também, enquanto essa relação de competências, de buscar realmente aquilo que gosta, o que quer”, pontuou Roberta Mara.

O Grupo Cine Mulher realizará as sessões de cinema uma vez ao mês na sede do CREG, localizado na Rua Benjamin Constant, 2170, onde serão dialogados diferentes assuntos.

Semcaspi retoma atividades do Projeto Mãe Teresinense no mês de março 

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) anuncia retorno das atividades do Projeto Mãe Teresinense o serviços de deslocamento da mãe e de seu filho recém-nascido da maternidade na capital.

O Projeto Mãe Teresinense acontece em parceria da Semcaspi com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM).

De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, as mães atendidas pelo Projeto Mãe Teresinense são aquelas que estão em situação de vulnerabilidade social e renda.

“O prefeito Dr. Pessoa tem um olhar sensível às pessoas que estão em situação de vulnerabilidade e determinou a retomada deste projeto. Ao iniciar o pré-natal em alguma UBS, a mulher será orientada a procurar uma das unidades de Cras, onde receberá um documento de concessão do Serviço de Transporte do “Mãe Teresinense”, para ser entregue no setor de Serviço Social da maternidade no dia do parto e após o parto, a mulher e o recém-nascido terão o direito de ser deslocado da maternidade para a sua casa”, explicou.

Allan Cavalcante ressalta que o Projeto Mãe Teresinense oferece maior atenção às mulheres gestantes de Teresina, promovendo qualidade de vida e cidadania.

“As mulheres que têm direito a ser assistidas por este projeto, são as que seguem os critérios: renda per capita no valor de um quarto do salário-mínimo; estar inscrita no Cadastro Único (Cadúnico) e estar fazendo o pré-natal na Unidade Básica de Saúde. As unidades de Cras estão de portas abertas para melhor orientar a nossa população”, pontuou.

Para maiores informações, entrar em contato com a Gerência de Proteção Social Básica (GPSB) da Semcaspi, por meio do telefone: (86) 3131-4729.

 PROGRAMA CRIANÇA FELIZ

Além do Projeto Mãe Teresinense, a Semcaspi oferece por meio dos Cras o Programa Criança Feliz, que tem como objetivo promover o desenvolvimento infantil, inclusive no período que corresponde a gestação e o pós-parto.

Segundo Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, a fase gestacional é crucial para o desenvolvimento do bebê e o Programa Criança Feliz realiza ações que apoiam a gestante no processo do fortalecimento de vínculos com o bebê e demais membros da família.

“No Programa Criança Feliz, existe um apoio na preparação para o nascimento e nos cuidados perinatais. São por meio de visitadores e dos técnicos de referências das unidades de CRAS que estas gestantes recebem orientações para o acesso às políticas e serviços públicos de que necessitam”, pontuou Allan Cavalcante.