Escolas municipais de Teresina participam do Programa Brasil na Escola

Induzir e fomentar a permanência, as aprendizagens e a progressão escolar com equidade na idade adequada dos estudantes matriculados nos anos finais do ensino fundamental. Estes são os objetivos do Programa Brasil na Escola (PBE), do Ministério da Educação (MEC), implementado em oito escolas da Rede Municipal de Educação de Teresina. Na manhã desta segunda-feira (16), uma equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação (Semec) se reuniu para tratar sobre o programa.

“Hoje nós apresentamos o Plano de Ação do município de Teresina que já foi criado e enviado para o MEC e repassamos orientações para as escolas construírem seu plano de atendimento. O Programa Brasil na Escola teve início em abril deste ano, com a adesão do município e das escolas, e será implementado efetivamente nas unidades de ensino em fevereiro de 2022, quando os alunos fazem a prova diagnóstica”, explica a coordenadora do Brasil na Escola em Teresina, Gilda Mary Ibiapina.

O PBE tem três eixos: apoio técnico e financeiro, valorização das boas práticas e inovação. No primeiro eixo, de apoio técnico e financeiro, as escolas recebem da Secretaria de Educação Básica do MEC, cada uma delas, uma parcela fixa no valor de R$ 10 mil e mais três parcelas, com valores que variam de acordo com a quantidade de alunos e os resultados apresentados. O auxílio financeiro é para que sejam implementados projetos e rotinas que permitam a melhoria da aprendizagem e diminuição da reprovação.

Em Teresina as unidades de ensino foram escolhidas por atenderem a um dos critérios definidos pelo MEC que é 70% ou mais dos alunos beneficiados pelo Bolsa Família. Participam do programa: Escola Municipal Angelim, Escola Municipal Coronel Boa Vista, E.M Professor Ofelio Leitão, E.M Professora Zoraide Almeida, E.M Raimundo Nonato Monteiro Santana, E.M Hindemburgo Dobal e E.M Professor Marcílio Flavio Rangel de Farias.

Secretário de Educação continua com as visitas técnicas às escolas de Teresina

Na manhã desta sexta-feira (06) o Secretário Municipal da Educação, Professor Nouga Cardoso, visitou unidades de ensino nos bairros Monte Verde e Parque Brasil I, na zona Norte de Teresina. Juntamente com sua equipe técnica, o secretário conferiu as necessidades das escolas e os avanços de manutenção das unidades para o acolhimento dos alunos, quando for possível o retorno das atividades presenciais.

Fotos: Ascom Semec

O secretário vistoriou a conclusão das obras do CMEI João Batista Brito de Melo que já está estruturado e pronto para receber os alunos em seu primeiro contato escolar. Na oportunidade conversou com a equipe presente, conferindo as instalações do berçário e o parque infantil da unidade.

Já no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Professor Roberto Gonçalves de Freitas, durante a visita técnica, a diretora adjunta, professora Maria de Lurdes elencou alguns problemas enfrentados na unidade, recebendo o comprometimento do secretário, garantir as melhorias.

A Escola Municipal Clidenor de Freitas Santos foi a última visita da equipe técnica desta sexta-feira(06). A unidade que atende alunos do 6º ao 9º ano se prepara, através de reuniões pedagógicas, medidas sanitizantes e de segurança para o retorno híbrido das aulas.

Ainda neste mês de agosto, as escolas iniciam o formato híbrido para algumas séries do ensino fundamental, cabendo aos pais e/ou responsáveis a decisão do retorno presencial – seguindo protocolos de segurança e o plano de retorno preparado entre a SEMEC e diretores ou dar continuidade ao ensino, em formato remoto, através das aulas pela TV, Youtube e pela plataforma MobiEduca.Me.

Alunos da Rede Municipal estarão de férias no período de 16 de julho a 3 de agosto

O retorno das aulas da rede municipal de educação está previsto para 3 de agosto Foto(Ascom/Semec)

A partir desta sexta-feira (16), os alunos da Rede Municipal de Educação de Teresina terão uma pausa nas atividades remotas, com férias de 15 dias. O retorno será no dia 3 de agosto, ainda com atividades à distância, aulas transmitidas pela TV, na internet e distribuição de material impresso.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semec), o retorno presencial acontece ainda este ano, inicialmente no formato híbrido. Porém, as escolas ainda passarão por adaptações para cumprirem o protocolo de retorno.

“O segundo semestre letivo iniciará de forma totalmente remota, em agosto, enquanto providenciamos as intervenções necessárias. A Semec já autorizou a aquisição do material para os ajustes e a expectativa é de implementar o formato híbrido logo em seguida”, explica o secretário executivo de Ensino da Semec, Kleytton dos Santos.