Rede Municipal: Divisão de Educação Inclusiva promove encontro com professores de AEE

Os professores de Atendimento Educacional Especializado (AEE) da Rede Municipal de Ensino de Teresina receberam, na manhã desta sexta-feira (29), orientações sobre a rotina de trabalho nas salas de recursos multifuncionais. Esses professores atuam com crianças que possuem algum tipo de deficiência e participam de atividades no contraturno escolar.

Cerca de 50 docentes do AEE passaram pelo Centro de Formação Odilon Nunes para conversar individualmente com técnicas da Divisão de Educação Inclusiva da Secretaria Municipal de Educação (Semec). Cada professor teve horário marcado e pôde levar suas demandas para dialogar com as especialistas.

Segundo a coordenadora da Divisão de Educação Inclusiva, Amanda Kárdia, o objetivo do encontro é acompanhar o desenvolvimento de cada aluno com deficiência, oferecendo suporte ao professor e alinhando as estratégias do Plano de AEE 2022.

“Pensando no contexto da pandemia que passamos, é hora de estreitar os laços para construir melhores práticas e estratégias pedagógicas, a fim de garantir uma efetiva inclusão para nossos alunos”, disse Amanda.

Fotos: Ascom Semec

Prefeitura deve ampliar parceria com associação para beneficiar alunos

Ações educativas e inclusão social fazem parte dos benefícios adquiridos com a parceria entre a Prefeitura de Teresina e a Associação Madre Cabrini. Agora, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) planeja ampliar as ações em conjunto e apoiar de forma mais consistente as atividades voltadas para as crianças matriculadas nas escolas da Rede Municipal.

Atualmente, o Centro Municipal de Educação Infantil Santa Francisca Cabrini funciona no prédio da Associação, localizado na Vila Irmã Dulce. O espaço também recebe alunos de duas escolas municipais da região, no contraturno escolar, para diversas atividades educativas.

O secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, visitou o CMEI e aproveitou para conversar com a direção da Associação Madre Cabrini sobre as possibilidades de expansão do atendimento às crianças. Uma das ideias é agregar a parceria já consolidada para transformar escolas do bairro em unidades de tempo integral, seguindo outros modelos nacionais.

“Inicialmente pensamos em apoiar com aluguel e material, por exemplo, mas entendemos que seria bem mais interessante ampliar o atendimento como um todo. Conversamos no sentido de migrar da assistência para a educação, somando ainda mais com as ações realizadas nas escolas. A jornada de tempo integral, por exemplo, pode acontecer em outros espaços que não sejam dentro da escola, basta que tenha a mesma intencionalidade. Vamos avaliar a viabilidade jurídica para colocar em prática”, anunciou Nouga.

I Oficina Pedagógica do Programa Tempo de Aprender reúne assistentes de alfabetização da Rede Municipal

Os assistentes de alfabetização do Programa Tempo de Aprender, desenvolvido das unidades de ensino da Rede Municipal de Teresina, participaram, nesta sexta-feira (08), da I Oficina Pedagógica. O encontro no Centro de Formação professor Odilon Nunes foi promovido pela Coordenação de Alfabetização da Secretaria Municipal de Educação (Semec).

O Tempo de Aprender é um programa nacional que busca melhorar a qualidade da alfabetização com ações que aprimoram a formação pedagógica e gerencial de docentes e gestores, também conta com materiais e recursos baseados em evidências científicas. Nesse contexto, os assistentes de alfabetização são essenciais no auxílio dos professores em sala de aula.

“Estamos preparando esse grupo para atuar da melhor forma possível junto aos alunos e professores, alinhados aos objetivos do Programa, que soma com a política de alfabetização da Prefeitura de Teresina. Essa é a primeira oficina de muitas, sempre com teoria e prática, para que esses profissionais adquiram os conhecimentos, habilidades e estratégias que auxiliem na superação do desafios dos anos escolares trabalhados”, explicou a coordenadora Aurismar Sousa.

Fotos: Ascom Semec

Semec começa Curso de Libras gratuito para servidores da Rede Municipal

Mais um passo para um novo formato de educação inclusiva na Rede Municipal de Teresina, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) iniciou nesta terça-feira (15) o Curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras) direcionado para professores, coordenadores pedagógicos, diretores e técnicos da Rede. As aulas são no Centro de Formação Odilon Nunes, com turmas distribuídas em turnos e dias diferentes.

O curso é gratuito e contempla as categorias Básico, Intermediário e Avançado, recebendo também servidores da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). Ao todo, cinco professores especialistas em Libras conduzirão as aulas, com muita atividade prática.

A coordenadora do curso, Cássia Dias, está animada com esse começo. Segundo ela, essa é uma das ações pensadas para melhorar o processo de inclusão das surdos na sociedade. “O Curso de Libras com esse público específico é uma forma de trazê-los para o universo inclusivo linguístico com aprendizagem da Língua Brasileira de Sinais, fundamental para a inclusão escolar e social da comunidade surda. Estamos planejando formações nessa perspectiva, mostrando que toda a escola deve estar preparada”, declarou.

Alunos da rede municipal são vacinados na zona norte de Teresina

Alunos das Escolas Municipais Santa Maria da Codipi e José Gomes Santos, unidades de ensino da rede municipal localizadas na zona Norte de Teresina, receberam doses de vacina contra Covid 19, na manhã desta quinta-feira (10). A ação é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) e Fundação Municipal de Saúde (FMS) que garante de maneira ágil a vacinação de crianças com idade de 5 a 11 anos.

Fotos: Ascom Semec

“Estamos alcançando êxito com este sistema de vacinação que chega até às escolas da rede municipal. Hoje, na Escola Municipal Santa Maria da Codipi que atende 306 alunos, nos turnos manhã e tarde foram disponibilizadas 450 doses das vacinas Coronavac e Pfizer Pediátrica. Estas doses atendem as crianças matriculadas na escola, bem como crianças na faixa etária que residem na comunidade”, explica o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso.

A diretora da escola, professora Luzinete Leal disse que estava ansiosa aguardando a etapa da campanha em sua unidade de ensino. Muitos pais e responsáveis procurando informações. “Sem dúvida, colocar a aplicação das vacinas nas escolas foi uma decisão muito certa. A campanha de vacinação é de fundamental importância, pois é o meio que temos de combater a Covid-19. Além disso, é um instrumento para o retorno das aulas presenciais com segurança”, afirma a diretora.

A Diretora da Escola Municipal José Gomes Campos, professora Patrícia Leal, disse que fez um levantamento junto a escola e constatou que o número de alunos que não estava vacinado é considerado alto. “Contamos com 1.100 alunos nos turnos manhã e tarde. A ação acontecendo dentro da escola auxilia as mães, informando exatamente onde elas podem levar suas crianças. Assim, contribuímos para alcançar um maior número de crianças vacinadas”, pontua a professora.

A dona de casa Mayara Luana e sua filha Samayra de Sousa elogiam a ação da Prefeitura Municipal de Teresina. Dona Mayara disse que, ainda, não havia conseguido vacinar sua filha. “A vacinação na escola é sem dúvida muito importante porque viabiliza nosso dia-a-dia. Estou bem feliz em ter vacinado minha filha”, ressalta.

Amanhã (11), a campanha de vacinação terá continuidade na Escola Municipal Roberto Cerqueira Dantas, localizada zona norte da capital a partir das 8 h da manhã.

Professores da Rede Municipal recebem suporte didático com formações continuadas

Para garantir que todas as unidades de ensino da Rede Municipal de Teresina desenvolvam um trabalho de excelência com os alunos em sala de aula, os professores passam por formações e recebem orientações da Secretaria Municipal de Educação (Semec). O alinhamento do plano de ação com a equipe escolar é feito pelas gerências de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Formação.

Além de receberem um material de apoio didático exclusivo contendo orientações e direcionamentos com temáticas relevantes, os professores contam com o apoio de uma equipe de coordenadores especializados que estabelecem um vínculo imprescindível com esses educadores. É também através de um cronograma de encontros presenciais e online que ocorrem as trocas de experiências, vivências, saberes e informações.

O planejamento diário que permeia o trabalho do professor em sala de aula é chamado de sequência didática. Esse processo faz do professor um pesquisador e possibilita a realização das adequações necessárias de acordo com a realidade de cada comunidade escolar.

“A equipe de formadores, em apoio às unidades de ensino, concomitantemente aos professores, elaboram sequências didáticas que norteiam todo o trabalho em relação ao ensino das habilidades que os alunos precisam desenvolver a cada ano escolar, desde o maternal ao 2°ano do Ensino Fundamental”, explica a professora Arlene Oliveira, que faz parte da equipe de Formação e Coordenação de Alfabetização da Rede.

Segundo Arlene, todos os educadores recebem uma atenção especial, apoio e supervisão das coordenações de Alfabetização (Alfabetiza Teresina) e Alfabetização na Idade Certa (PRO Alfabetização). “É de suma importância que os professores recebam esse apoio didático, pois possibilita melhor preparo profissional para executar as atividades com as crianças em sala de aula. A ideia é ampliar esse processo de sequências didáticas para outros níveis de ensino”, finalizou a professora.

Fotos: Ascom Semec

Parque das Crianças receberá visita de alunos da Rede Municipal durante inauguração

Alunos de dois Centros Municipais de Educação Infantil de Teresina estarão entre os primeiros a usufruir do Parque das Crianças, área verde construída pela Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), na Avenida Raul Lopes. A inauguração será nesta sexta-feira (18), às 9h.

O Parque deve receber crianças para contato próximo com a natureza. Nesse sentido, também será utilizado como ferramenta pedagógica para projetos ambientais das unidades de ensino da Rede Municipal. Na inauguração, dez alunos dos CMEIs Hercília Torres e Joel Mendes passearão pelas trilhas ecológicas e brincarão no playground todo construído de madeira.

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) ainda vai contribuir com o espaço, agregando novos elementos para uso dos alunos. A equipe de Obras da Secretaria vai estruturar em breve uma Ecobrinquedoteca, como extensão da própria escola nos aprendizados ligados à educação ambiental.

“A ideia é que seja um espaço de continuidade do aprendizado, onde os alunos aprendem na prática o que estudam em sala de aula. Outro ponto importante é estimular a cultura de revitalização dos espaços da cidade, para que nossas crianças possam usufruir da melhor forma possível”, explica a coordenadora do projeto na Semec, Janaína Moura.

Foto: Ascom Semec

Estudantes da rede municipal seguem com aulas remotas

As aulas da Rede Municipal de Educação tiveram início esta semana no formato remoto, conforme estabelece decreto da Prefeitura de Teresina, com medidas sanitárias extraordinárias para enfrentamento da Covid-19 na capital. As atividades presenciais ficam suspensas pelo período de 15 dias, a contar a partir de 7 de fevereiro de 2022.

Na casa dos irmãos gêmeos Luiz Kayck e Luiz Gustavo Veloso de Araújo, de 06 anos, as aulas são acompanhadas com muito entusiasmo. Eles sempre acordam cedo e preparam seu material com todo o cuidado e dedicação e assistem às aulas dividindo o mesmo celular. Ambos são alunos do I Período da Escola Municipal O. G. Rego de Carvalho, localizada na zona sudeste da capital.

“O momento exige que as aulas permaneçam no formato remoto, mas acreditamos que em breve tudo se normalize e voltaremos a ter aulas presenciais. O que nos deixa feliz é ver que alunos como o Luiz Kayck e o Luiz Gustavo estão bastante motivados para os estudos, mesmo que seja através de um smartphone”, diz a pedagoga da E.M.O.G. Rego de Carvalho, Elinete Meneses.

Assim como os gêmeos, outros mais de 100 mil alunos das unidades de ensino da Rede Municipal de Educação estão tendo aulas remotas. A suspensão do início das aulas e atividades escolares, na forma presencial será reavaliada, periodicamente, levando-se em conta a situação epidemiológica de Teresina. Até lá, os alunos continuarão tendo acesso aos conteúdos pelas plataformas digitais ou material impresso disponibilizado nas escolas.

Alunos Luiz Kayck e o Luiz Gustavo / foto: Ascom Semec

Novos estagiários são convocados para a Rede Municipal de Educação de Teresina

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) convocou nesta semana mais 37 estagiários classificados no processo seletivo destinado a estudantes de nível médio/técnico e nível superior em áreas diversas, realizado em Teresina no segundo semestre de 2021. Nos próximos dias haverá convocação de mais 100 classificados no certame.

“Esta semana chamamos estagiários que vão atuar nas escolas de tempo integral, nas disciplinas do núcleo diversificado. São alunos dos cursos de educação física, técnico em música, artes visuais e licenciatura de área afim, com habilidades em xadrez”, afirma o secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso.

Os novos estagiários serão auxiliares dos professores em sala de aula nas turmas de Educação Infantil e Ensino Fundamental. As contratações têm validade de um ano, prorrogáveis por mais um ano. Os classificados cumprirão carga horária de 20 horas semanais, com direito a bolsa-auxílio, uma forma de complementar com prática suas jornadas acadêmicas.

A Semec já convocou 1.500 estagiários, deste total 856 estão com vínculo ativo. Ainda esta semana serão chamados 100 estagiários classificados no processo seletivo que vão atuar como auxiliares de apoio à inclusão.

Fotos: Ascom Semec

Escolas municipais estão com matrículas abertas para Educação de Jovens e Adultos

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) está em busca de jovens e adultos que por algum motivo pararam de estudar. Atualmente, 28 escolas municipais contam com a Educação de Jovens e Adultos (EJA) no turno da noite, e todas unidades de ensino estão com matrículas abertas até o dia 21 de janeiro.

“Se você não teve a oportunidade ou parou de estudar, é hora de voltar à sala de aula para garantir um futuro melhor por meio da educação”, anuncia o coordenador da EJA no município, Francisco Rodrigues. “Além de concluir o Ensino Fundamental, o aluno dessa modalidade pode ter acesso a cursos profissionalizantes, estamos tentando viabilizar oficinas”, completa.
As unidades de ensino já apontaram os cursos que mais interessam em cada comunidade. A qualificação profissional deve ser ofertada a partir de parcerias.

O diretor da Escola Municipal Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizada no bairro Cerâmica Cil, Miguel Arcanjo, montou estratégias de divulgação das matrículas, com apoio da Semec, em busca de convencer os adultos a retomar os estudos. “Vamos usar uma moto de som, panfletos, cartazes e até faixas para trazer esse pessoal. Estamos com ótimas expectativas”, disse o gestor. A escola possui cinco turmas com 92 alunos e mais vagas em aberto.

Veja a lista de escolas e procure a mais próxima da sua casa: ESCOLAS MUNICIPAIS Eja