Prefeitura e Seagro discutem estratégia de combate à venda de produtos sem inspeção

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, se reuniu na tarde desta quarta-feira (09) com a secretária de Estado do Agronegócio e Empreendedorismo Rural (Seagro), Simone Pereira, para discutir o combate à comercialização clandestina de produtos derivados do leite e carne.

Fotos: Lucas Dias / Semcom

O encontro contou ainda com a presença dos Superintendentes das Saads (Superintendências de Ações Administrativas Descentralizada) além do presidente da Câmara Setorial do Leite e Derivados, Antônio Carlos Júnior e do representante do Piauí de frigorífico, Ricardo Teixeira.

Para a secretária do Seagro, é preciso unir os órgãos para combater a clandestinidade.

“Esse é um processo de construção que já vem há cerca de quatro meses. Nós já estamos no processo de finalização da nossa campanha que será lançado na próxima semana nos veículos de comunicação, e a partir desse momento, se inicia uma nova construção, onde vamos articular os poderes para que possamos efetivamente ter um combate eficaz. É um problema de saúde pública, mas é também um problema onde o Estado deixa de arrecadar e o empresário legal tem uma concorrência desleal”, disse Simone Pereira.

Dr. Pessoa destacou a importância da união dos órgãos para a conscientização da população. “Vamos colaborar, pois acreditamos na união de todos os órgãos para combater a clandestinidade dos alimentos de modo geral e iremos nos esforçar para podermos ter um resultado mais significativo”, falou o prefeito.

A gerente de Vigilância Sanitária, Larisse Portela, explica que terá uma outra reunião com todas as entidades. “O próximo passo é o fortalecimento das parcerias com todas as entidades que podem contribuir nesse combate a clandestinidade. PRF, Adapi, SAADs, serviço de inspeção municipal e vigilância sanitária do município e estadual. Teremos uma nova reunião com cada segmento para conseguirmos uma união de forças para que possamos prevenir a saúde pública”, falou a gerente.

Vigilância Sanitária reforça medidas de prevenção contra a Covid-19 junto a bares e restaurantes

A equipe da Vigilância Sanitária apresentou os dados epidemiológicos da capital Foto(Ascom/FMS)

Com o intuito de manter diálogo com a categoria de bares, restaurantes e similares, a Vigilância Sanitária Municipal, vinculada à Fundação Municipal de Saúde (FMS), promoveu ontem (2), uma reunião com empresários do setor. O objetivo foi reforçar as orientações sobre a covid-19 e evitar novos casos de desrespeito às normas sanitárias.

Na ocasião, a equipe da Vigilância Sanitária procurou apresentar os dados epidemiológicos da capital e com isso reforçar a obediência às medidas de prevenção à doença. O setor também ouviu as sugestões e pedidos do setor de forma a adaptar e aprimorar os cuidados, bem como a fiscalização.

A gerente de Vigilância Sanitária da FMS, Larisse Portela, reforçou a importância dos setores e a gestão para trabalharem juntos em prol de evitar a disseminação do vírus. “Estamos sempre preocupados em aumentar os esforços no combate à disseminação do coronavírus na nossa capital, por isso abrimos um espaço de diálogo com o empresariado de bares e restaurantes para que pactuássemos novamente o compromisso de obediência às normas e protocolos sanitários”, disse.

Larisse Portela pede ainda a contribuição da população para que siga as medidas estabelecidas, como o uso de máscaras quando não estiverem consumindo alimentos ou bebidas, o respeito ao distanciamento entre mesas e a higienização frequente das mãos. “Temos a consciência de que não só os empresários, mas a população em geral deve colaborar para que a 3⁰ onda da pandemia, que possui risco iminente, não aconteça”, pede a gerente.

Decreto sobre desburocratização da construção civil deve ser publicado esta semana

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) participou hoje (31) de reunião com a Comissão de Desburocratização para discutir inserções no decreto, que deve ser publicado até o final desta semana.

A reunião contou com a participação do presidente da Comissão, Kennedy Glauber, do superintendente executivo da SAAD Leste, Ernani Maia, do secretário executivo de Finanças, Eduardo Lima, do engenheiro da Secretaria do Planejamento, André Galvão, responsável pelo Sistema Construa Fácil e do secretário da Semduh, Edmilson Ferreira e sua equipe.

“As regras que foram discutidas ao longo de todo esse processo foram enviadas a todas as pastas que participam da Comissão de Desburocratização e, após análise, cada pasta apresentou suas sugestões. Essa reunião de hoje foi para ouvir essas sugestões e estudar a viabilidade de acrescentá-las no decreto”, explica o secretário Edmilson Ferreira.

A previsão é de que o decreto seja publicado no Diário Oficial do Município ainda nesta semana. A desburocratização dos processos será iniciada por construções de pequeno porte – até 500 metros quadrados – sem complexidade. O objetivo é liberar alvarás de construção em até 24 horas, já que será avaliado por todas as secretarias de forma concomitante, caso não haja problemas com a documentação apresentada pelos empreiteiros.

O objetivo é liberar alvarás de construção em até 24 horas. Foto: Ascom (Semduh)

Oleiros, vazanteiros e artesãos participam de reunião de estruturação de projeto com técnicos do Lagoas do Norte

A equipe de técnicos e direção do Programa Lagoas do Norte foi até o bairro Olarias e à Vila Apolônia na manhã desta sexta-feira (07) para conversar com as comunidades de artesãos, oleiros e vazanteiros sobre as necessidades que esses profissionais têm de estruturação dos seus locais de trabalho. Na consulta, foi possível captar qual tipo de espaço eles precisam e quais os materiais necessários para o desenvolvimento das atividades econômicas.

O Lagoas do Norte já tem mapeadas essas atividades e mantém conversas com as comunidades. A partir disso, já foi desenvolvida uma ideia inicial para atendimento. “Hoje a comunidade é próxima e temos esperança de que o projeto chegue logo para que a gente possa resolver todos esses problemas. A comunidade gosta de trabalhar e estamos querendo é meios. Todos aqui somos órfãos porque perdemos nossos pais para o trabalho escravo nas olarias. O que queremos é melhorar as condições do nosso trabalho”, afirma Eliude Gomes de Sousa Silva, presidente da Associação dos Oleiros e Artesãos.

Os oleiros e artesãos estão trabalhando nos barracões no fundo de suas casas, com muitas famílias dividindo o mesmo espaço em condições insalubres, sem local adequado para o armazenamento da argila nem do produto final. Também necessitam de espaço para que os caminhões de transporte estacionem, de forno para a queima das peças e de espaço para a comercialização.

Já os vazanteiros enfrentam problemas de estrutura nas cercas. Eles reclamam que animais de médio porte danificaram as cercas que protegem as vazantes e comeram a produção, causando prejuízos constantes.

O programa está estudando e projetando, em consonância com as comunidades, as alternativas para a solução das demandas. “O programa já está em conversa com essas comunidades há algum tempo e sabemos quais são as suas necessidades. Vamos dar sequência ao projeto com o objetivo de proporcionar que eles tenham melhores condições de produção tanto nas vazantes quanto nos barracões dos oleiros e artesãos”, afirma Bruno Quaresma, diretor-geral do PLN.

O Lagoas do Norte já tem mapeadas essas atividades e mantém conversas com as comunidades. Foto: Ascom (Lasgoas do Norte)

Semduh reúne SAADs para discutir formas de agilizar abertura de novas empresas

Os assessores técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) se reuniram com os gerentes de Urbanismo das Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs) na manhã desta quarta-feira (5), para buscar estratégias para agilizar a abertura de novas empresas em Teresina.

Os gestores das SAADs Norte, Sul, Leste, Sudeste e Centro explicaram como estão funcionando os trâmites atualmente e apresentaram os desafios que mais atrasam os processos. A discussão trouxe à tona sugestões de medidas que possam organizar e padronizar a rotina interna dos órgãos.

“Temos como meta imediata reduzir os prazos de liberação de alvarás de funcionamento de novas empresas em Teresina. Entendemos que essas questões são fundamentais para a atração de novos negócios para a cidade e, consequentemente, para aumentar a geração de emprego e renda no município e aumentar a arrecadação de impostos”, afirma o coordenador especial de Projetos da SEMDUH, Weldon Bandeira.

Os problemas apontados, bem como suas possíveis soluções, serão apresentados à Secretaria Municipal de Finanças (SEMF), para que seja implementada a melhor alternativa.

Os problemas apontados, bem como suas possíveis soluções, serão apresentados à Secretaria Municipal de Finanças (SEMF). Foto: Ascom (Semduh)

Dr. Pessoa convoca SAADs e determina mutirão de limpeza em todas as regiões de Teresina

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, reuniu, na manhã desta sexta-feira (30), todos os titulares das Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs) das áreas urbanas e rural e determinou a realização de mutirões para a limpeza e de restauração de ruas e avenidas em toda a capital. Os serviços começam imediatamente e devem solucionar, num prazo máximo de 15 dias, todas as demandas solicitadas pelas comunidades.

“Não iremos admitir, mesmo neste período de dificuldades econômicas e de vulnerabilidade por conta da pandemia, que a cidade esteja cheia de buracos nas vias, suja e com mato invadindo as ruas, sobretudo em bairros de regiões mais distantes. Estamos cobrando, no sentido de dar continuidade na administração, mas focando nestes pontos. Nosso objetivo é atingir a todos, principalmente a população de bairros mais periféricos”, afirmou o prefeito.

A medida irá mobilizar 1.100 trabalhadores, que farão a limpeza de ruas, podas de árvores, desobstrução de bueiros e coleta de entulhos em todas as regiões da cidade, inclusive na zona Rural. “Isso acontecendo ficará mais fácil a conservação, por isso pedimos a colaboração da população para que descarte os resíduos em locais adequados para que as equipes possam recolher”, explicou o vereador Zé Nito, superintendente da SAAD Sudeste.

Operação Tapa-Buraco

Todas essas ações também terão a participação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), que também fará a recuperação asfáltica das vias. “Depois da limpeza, as SAADs fazem a conformação das ruas, adequando sarjetas e canaletas, o asfalto vem em seguida onde é necessário esse serviço. Os locais em situação mais crítica já estão sendo reparados, pois prejudicam muito o trânsito”, pontua o secretário Edmilson Ferreira.

A zona Rural também será contemplada com a recuperação de todas as estradas vicinais danificadas pelo período chuvoso e a manutenção das bombas e quadros de energia dos cerca de 200 poços tubulares administrados pelo município. “A prefeitura disponibilizou um quadro bastante capacitado e qualificado para trabalhar na manutenção dos poços e das bombas”, finaliza Ricardo Monteiro, superintendente da SAAD responsável pela região.

Prefeito Dr. Pessoa determinou a realização de mutirões para a limpeza e de restauração de ruas e avenidas em toda Teresina Fotos (Rômulo Piauilino / Semcom)

SEMDEC coordena reunião com 22 secretários de turismo do Nordeste

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) e vice-presidente no Nordeste da Associação Nacional de Secretários e Dirigentes de Turismo (ANSEDITUR) participou nessa segunda-feira (26), da primeira reunião descentralizada da associação, onde participaram os representantes de 22 municípios da região Nordeste.

A reunião teve como objetivo o cumprimento das orientações da nova Diretoria da Anseditur que visam a descentralização e a busca pelos desafios impostos aos 114 municípios das cinco regiões geográficas brasileiras, com foco na retomada do turismo em função dos reflexos da pandemia do coronavírus.

O presidente da Anseditur, Ângelo Sanches, representante do município de Canela (RS), fez a abertura da conferência e discorreu sobre a importância da associação como mediadora dos interesses dos municípios e valorizou o projeto apresentado pela vice-presidência para o Nordeste, acerca da criação de um Grupo Técnico de Planejamento. “É importante que mais municípios se associem, porque um município pode fortalecer o outro”, disse o presidente, acrescentando que esteve em reunião com o deputado federal Bacelar, presidente da Comissão Parlamentar de Turismo, que se colocou à disposição para fazer audiências públicas.

O secretário da SEMDEC, Marcelo Eulálio, acrescentou à fala sobre a importância de arregimentar mais municípios para comporem a associação “no Piauí, vamos trabalhar para aumentar o número de associados da Anseditur e buscar novas formas de criar produtos capazes de elevar a captação de recursos, além da anuidade”, disse o secretário, que definiu ainda a melhoria da malha aérea para o Nordeste e os indicadores turísticos como meta da sua gestão.

O coordenador especial de Turismo da SEMDEC, Eneas Barros, fez uma explanação acerca da importância da criação de um Grupo Técnico de Planejamento para aliviar a carga de responsabilidades dos secretários e estabelecer uma linguagem padronizada entre os municípios membros, relativas ao cálculo de indicadores turísticos e a informações socioeconômicas. O objetivo é realizar pesquisas e criar um banco de dados para a Anseditur para ajudar na fundamentação de projetos e na avaliação da dimensão turística dos municípios que a compõem “pela primeira vez, a Anseditur terá um grupo de técnicos indicados pelos secretários membros para levantar dados que ajudarão a subsidiar argumentos em defesa da associação”, disse o coordenador.

Além da presença dos representantes de 22 municípios que compõem a associação na região Nordeste, estiveram na sala virtual o presidente nacional da entidade, Ângelo Sanches, a secretária executiva da associação, Meyre France, a gerente de Turismo da SEMDEC, Mércia de Brito, e a representante da empresa de consultoria T360, Marcela Pimenta, que pretende realizar levantamento do perfil das secretarias municipais de turismo membros da Anseditur.

Prefeitura de Teresina vai investir quase 40 milhões para revitalizar margens dos rios em Teresina

Durante reunião com o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, a secretária municipal do Meio Ambiente, Elisabeth Sá, apresentou um dos principais projetos da pasta para a cidade: o VIDA RIOS.

Serão quase 40 milhões em investimentos que vão revitalizar e transformar as margens do rios Parnaíba e Poti na capital.

“Fico muito feliz em ver um projeto tão abrangente e completo como o Vida Rios. O objetivo da gestão municipal é cuidar da nossa gente. Os rios fazem parte da nossa história e agora serão ainda mais importantes para Teresina”, disse o prefeito Dr. Pessoa.

O projeto, que foi elaborado por arquitetos, técnicos e especialistas da Prefeitura de Teresina, através das Secretarias do Meio Ambiente, Planejamento e Desenvolvimento Urbano e Habitação com apoio da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Centro, vai valorizar os rios de Teresina e reinventar a relação do Poti e do Parnaíba com a população local.

“O VIDA RIOS será um marco para a gestão municipal de Teresina. Vamos transformar aquela área e queremos entregar em agosto, no aniversário da cidade, como presente a nossa população. O VIDA RIOS vai atravessar gerações”, revelou Elisabeth Sá, secretária do Meio Ambiente.

Projeto Vida Rios vai transformar área

O projeto inclui, desde a revitalização de todo o Cais do Parnaíba e a recuperação da mata ciliar, até a requalificação de ruas próximas. Ações como a construção de restaurantes flutuantes e pedalinhos também estão sendo pensadas para atrair os teresinenses.

“Estamos pensando em um projeto completo, que trará opções de lazer para os moradores, estacionamentos e restaurantes, e vamos tornar o Centro da cidade mais agradável para todos”, declara o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Edmilson Ferreira.

O projeto será implantado em 3 etapas e a primeira já será contemplada através do Programa Ação Centro para englobar o tradicional cais do Rio Parnaíba e a origem da cidade. O Cais do Parnaíba será construído em dois trechos e vai da Ponte Metálica até a Praça Da Costa e Silva.

Recursos já garantidos viabilizam projeto

O superintendente da SAAD Centro, Roncalli Filho, garantiu também que já está em tratativas para obter mais recursos para implementar ações do Vida Rios.

“Estamos trabalhando para fazer acontecer e transformar o projeto em realidade. Já conseguimos através do senador Marcelo Castro recursos para a primeira etapa e vamos agora avançar para conseguir todo o orçamento para o Vida Rios”, revelou Roncalli Filho, superintendente da SAAD Centro.

“O nosso principal objetivo é devolver vida ao Centro, aproximar a população dos rios, mas também realizar feiras na Praça Da Costa e Silva, exposições, enfim, trazer atrativos para que as pessoas redescubram o centro. É algo que terá a cara da gestão do nosso prefeito, um olhar social e a valorização do meio ambiente, dos rios. Enfim, trará um impacto positivo para essa área da cidade”, completou o secretário de Planejamento, João Henrique Sousa.

Serão quase 40 milhões em investimentos que vão revitalizar e transformar as margens do rios Parnaíba e Poti na capital. Foto: Rômulo Piauilino (Semcom)

SEMEC e SEMEL debatem parceria para implementação de projetos na capital

A tarde desta terça-feira (6) foi marcada por um debate envolvendo a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer com a Secretaria Municipal da Educação, a fim de debater a implementação do projeto “Brincar” e do projeto “Impulsionar”.

“Quando o secretário da educação Dr. Nouga Cardoso nos comunicou sobre a possível parceria entre as secretarias, já apresentamos, de antemão, dois projetos (Brincar e Impulsionar) e a nossa vontade de levar o esporte para as escolas, a fim de movimentar os espaços da SEMEC que estão paralisados. Acreditamos que o esporte caminha lado a lado com a educação”, afirmou o secretário de esporte e lazer, Eduardo Draga Alana.

O “projeto impulsionar” consiste em atividades esportivas direcionadas para os alunos do fundamental I e II, que tem como objetivo utilizar o esporte como importante instrumento pedagógico, aumentando o rendimento escolar e contribuindo com a formação do indivíduo, através da prática de várias modalidades, como: badminton, artes marciais, capoeira, queimada e ginástica. A iniciativa oferece práticas esportivas orientadas por profissionais qualificados e material didático adequado. Cada beneficiado poderá escolher duas modalidades coletivas no contraturno escolar, chegando a 4 horas semanais.

O projeto “brincar” busca atender uma demanda social, e suas camadas específicas através de brincadeiras voltadas para o público infantil de 03 a 06 anos. As atividades serão desenvolvidas aos finais de semana para as crianças matriculadas nas creches ou não, com o propósito de desenvolver a coordenação motora, o desenvolvimento intelectual e cognitivo, modelar a personalidade, promover a comunicação e a interação social, através das brinquedotecas com atividades educacionais, culturais e atividades esportivas.

“A SEMEL juntamente com a SEMEC irá às escolas oferecer essas atividades como algo a mais para os alunos”, concluiu o Secretário, Dr. Nouga Cardoso, sobre a implementação dos projetos nas escolas e creches de Teresina.

As atividades serão desenvolvidas aos finais de semana para as crianças matriculadas nas creches ou não. Foto: Ascom (Semcom)

Associação Nacional de Secretários e Dirigentes de Turismo terá grupo técnico de planejamento

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcelo Eulálio, que é Vice-Presidente para o Nordeste da Associação Nacional de Secretários e Dirigentes de Turismo (ANSEDITUR), apresentou à diretoria da associação uma proposta de criação de um Grupo Técnico de Planejamento, a ser formado por indicação dos 114 municípios membros. A iniciativa é pioneira e tem como objetivo a criação de um banco de dados acerca dos municípios que compõem a ANSEDITUR.

“Essa é nossa primeira contribuição na Vice-Presidência da ANSEDITUR para o Nordeste, região que dará início ao projeto piloto de montagem de um banco de dados nacionais para a associação”, disse Marcelo Eulálio.

Segundo o Coordenador de Turismo da SEMDEC, Eneas Barros, “pela primeira vez na história da ANSEDITUR é proposta a criação de um grupo de trabalho formado exclusivamente por técnicos, os quais devem ter conhecimento de planejamento, pesquisas e estatísticas, para conduzirem as ações que levarão à formação de um banco de dados e às estratégias para levantamento de informações sobre cada um dos municípios membros da associação”, disse o Coordenador.

O Secretário de Turismo de Canela (RS), Ângelo Sanches, que preside a ANSEDITUR, disse que a iniciativa é muito importante: “Achei a ideia fantástica e representa muito do que a ANSEDITUR precisa no momento”, comentou o presidente, que na ocasião apresentou o Plano Estratégico de Ações para a nova gestão. A proposta da SEMDEC foi apresentada na última reunião Online da associação, que aconteceu na tarde desta terça-feira (6).

A iniciativa é pioneira e tem como objetivo a criação de um banco de dados acerca dos municípios que compõem a ANSEDITUR. Foto: Ascom (Semdec)