Prefeito visita obras de saneamento na capital

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, visitou na manhã deste sábado (24) obras de saneamento básico que estão sendo construídas pela Águas de Teresina nas zonas Norte e Sudeste da capital. O gestor municipal foi acompanhado do diretor presidente da Arsete (Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina) Adolfo Nunes, do secretário de Comunicação, Lucas Pereira e a equipe da empresa Águas de Teresina.

Fotos: Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

Localizada no bairro Itaperu, zona Norte de Teresina, as obras da estação Elevatória de Esgoto estão avançadas e vão custar R$ 4.403.560,27 atendendo a uma reivindicação antiga da região voltado ao tratamento de esgoto.

Na rua Campo Maior, no bairro Alvorada, também na zona Norte, está sendo implantada uma linha de recalque de esgoto. A obra no valor de R$ 12.383.158,28, faz parte do pacote do programa Lagoas do Norte e atenderá uma antiga reivindicação da população.

“As obras que visitamos fazem parte de uma parceria com a Águas de Teresina. Os problemas com esgotos aqui na região vêm há mais de 20 anos e queremos dá dignidade as pessoas desse lugar. De outro ponto, temos casas sem segurança e com infraestrutura ruim, e conseguimos através do programa Lagoas do Norte ter moradias confortáveis para todas as famílias dessa região. É uma obra de alcance social”, disse o prefeito.

O diretor da Arsete, Adolfo Nunes, destaca a importância das obras para a população. “Saneamento básico é tudo! Previne doenças futuras, desenvolve o comércio, a economia, a saúde sobre tudo. Nessa vista de hoje é uma grande obra, incalculável. Está começando com 30% e o saneamento vai terminar o governo do prefeito com 60%”, disse Adolfo.

O diretor de atividades da Águas de Teresina, Fernando Lima, explica que por meio dessas obras a cidade avança na cobertura de esgosto e que a previsão é chegar até o ano de 2024 com 59% da cobertura em Teresina.

“Está sendo construída uma linha de recalque que é o dispositivo necessário para fazer o bombeamento do esgoto. Essas obras fazem parte do pacote do programa Lagoas do Norte que vai atender a região do Mocambinho, Matadouro, região Norte da cidade. E continuaremos dando passos importantes no avanço da cobertura de esgoto na cidade. A previsão é de que até o ano de 2024 vamos chegar a 59% de cobertura em Teresina”, explicou Fernando Lima.

Na zona Sudeste, uma moderna estação de tratamento de esgoto também será entregue no bairro Trancredo Neves. Com investimento de R$ 9.129.248,58 atenderá um problema da região.

Lagoas do Norte busca parceria com CAU do Piauí e Pernambuco para garantir saneamento a famílias em situação de vulnerabilidade 

Os arquitetos do Programa Lagoas do Norte, Nélcia Beatriz e Sebastião Ferraz, apresentaram à diretoria dos Conselhos de Arquitetura e Urbanismo do Piauí e Pernambuco a região em que o programa está realizando obras e também os locais onde serão implementados os novos projetos. A ideia é estabelecer uma parceria para a ampliação do atendimento à população no acesso à moradia digna.

Segundo a arquiteta do PLN, Nélcia Beatriz, “a iniciativa tem como motivação principal a garantia de saneamento às famílias, principalmente com a construção de banheiros nas residências, considerando a situação de vulnerabilidade delas”.

Em visita à região, o presidente do CAU-PI, Wellington Camarço, o vice Anderson Mourão, e o presidente do CAU-PE, Rafael Amaral, conheceram a realidade das construções, a situação das lagoas e do sistema de drenagem, que tem a função primordial de evitar enchentes. Foram apresentados os projetos para as lagoas do São Joaquim, Mazerine, Piçarreira e Oleiros, as estruturas já existentes que contribuem para a drenagem das águas da chuva e o que está sendo projetado para esta segunda fase do programa.

“O conselho faz questão de participar, agora de maneira proativa com esse novo modo de ver porque para nós o cidadão vem em primeiro lugar”, afirmou Wellington Camarço.

O presidente do CAU-PE, Rafael Amaral, destacou a importância da experiência. “Hoje foi uma missão no sentido de conhecer boas práticas que se fazem no Piauí e foi muito gratificante. Acho que essa aproximação que o Wellington vem fazendo com a Prefeitura e os órgãos de controle trazem bons frutos para as pessoas. Estamos aqui para agregar e trazer bons resultados para quem mais precisa”, disse.

Os arquitetos do Programa Lagoas do Norte apresentaram à diretoria dos Conselhos de Arquitetura e Urbanismo do Piauí e Pernambuco a região em que o programa está realizando obras Fotos (Ascom/Lagoas do Norte)