FMS realiza treinamento sobre protocolo de sífilis congênita para profissionais das maternidades

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza nesta terça-feira, 19, a partir das 9h30, na Maternidade do bairro Buenos Aires, treinamento dos profissionais sobre o Protocolo da Sífilis Congênita, coordenado pelo neonatologista da Maternidade do Buenos Aires, Marcos Bitencourt. A ação faz parte da campanha Outubro Verde, que no terceiro sábado deste mês, é dedicado para mobilizações do Dia Nacional de Combate à Sífilis Congênita. Na rede municipal as ações serão desenvolvidas nas  demais maternidades até o dia 22.

A Campanha Outubro Verde promove visibilidade e conscientização sobre a sífilis congênita, doença infectocontagiosa que é caracterizada pela transmissão da sífilis da mãe para o feto ou para o recém-nascido. A campanha visa chamar a atenção da população para a importância do diagnóstico precoce e do tratamento da doença na gestante.

Na terça-feira (20) o treinamento acontece pela manhã na Maternidade Wall Ferraz, bairro Dirceu; na quarta-feira (21) a atividade é na Maternidade do bairro Satélite e dia 22 na Maternidade do bairro Promorar.

O treinamento tem como objetivo orientar os profissionais das maternidades sobre os procedimentos no atendimento à gestante e ao recém-nascido, com as orientações para o médico obstetra/plantonista, médico neonatologista, médico pediatra do ambulatório, enfermeiro, profissionais de laboratório, núcleo hospitalar de epidemiologia e farmacêutico.

A chefe do Núcleo de Epidemiologia Hospitalar da FMS, Vanessa Matos,  explica que o protocolo determina também o acompanhamento do tratamento da criança diagnosticada com  sífilis congênita. “Nesses casos quando a criança recebe atendimento ambulatorial é feito o atendimento até os 18 meses de vida dessa criança”, diz.

Fotos: Ascom FMS

Idosos de 77 anos podem tomar dose de reforço em quatro pontos de drive thru a partir de amanhã (19)

Teresina reduz mais uma vez a faixa etária contemplada para recebimento da dose de reforço contra a Covid-19. Agora, os idosos de 77 anos e mais podem se dirigir a um dos quatro pontos drive thru que estarão abertos amanhã (19) e quarta-feira (20) para este público.

Além dos idosos, estão sendo contemplados também as pessoas imunossuprimidas de qualquer idade. Os locais e horários serão os seguintes:

Dose de reforço – Idosos de 80 anos e mais; pessoas imunossuprimidas de qualquer idade

Dias: 19 e 20 de outubro

Horário: MANHÃ (9h às 13h)

Locais drive thru:

Terminal do Buenos Aires

Terminal do Parque Piauí

Terminal do Zoobotânico

Terminal do Livramento

Para ter direito à dose de reforço, os idosos devem ter no mínimo seis meses da segunda dose ou dose única de qualquer um dos imunizantes. Para os imunossuprimidos, o prazo é de 28 dias da segunda dose ou dose única. No momento da vacina eles devem apresentar documento de identificação com foto, CPF ou cartão do SUS e o cartão de vacina com o registro das doses anteriores. Imunossuprimidos devem apresentar, além desses documentos, um laudo ou prescrição médica comprovando sua inclusão nesse grupo.

Além desses grupos, a FMS está mantendo outros quatro pontos de drive thru para aplicação de segunda dose das vacinas Astrazeneca e Coronavac, para pessoas com data marcada no cartão até o dia 24 de outubro. A lista dos pontos é a seguinte:

Segunda dose – Astrazeneca e Coronavac até o dia 24/10

Dias: 19 e 20 de outubro

Horário: TARDE (13 às 17h)

Locais drive thru:

CEU Norte

Terminal do Bela Vista

Terminal do Zoobotânico

Terminal do Itararé.

A coordenadora pede aos usuários atenção ao horário dos drives: dose de reforço pela manhã e segunda dose pela tarde. “Lembramos também que vacinação drive thru não precisa de agendamento”, reforça Emanuelle Dias.

Dia D da campanha de multivacinação conta com a presença de representantes do Ministério da Saúde

Acontece hoje (16) em 19 Unidades Básicas de Saúde de Teresina o dia D da Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da caderneta de crianças e adolescentes. Em Teresina, a abertura aconteceu na UBS do bairro Saci e contou com a participação de representantes do Ministério da Saúde, além de grande adesão da população.

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

A multivacinação é uma estratégia onde em um único momento são oferecidas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação, facilitando assim a ida dos pais ou responsáveis ao serviço de saúde para atualização das vacinas das crianças e dos adolescentes. Foi o caso de Socorro Nascimento, que levou seu filho Jeferson, de 14 anos, e os sobrinhos Pietro e Isis, de 10 e 5 anos. “Eu vejo esse momento como muito importante, pois todos devem vacinar seus filhos”, disse a mãe, que sempre vai à UBS para vacinar e consultar as crianças da família.

Rosana Leite de Melo, Secretaria Extraordinária de Enfrentamento ao COVID – SECOVID do Ministério da Saúde e representante do Ministro Marcelo Queiroga, ressaltou que mesmo os adolescentes que tenham tomado a vacina contra a covid podem participar da campanha, pois a orientação mais recente do órgão é que não é necessário fazer um intervalo entre as vacinas. “Este é o momento sim de aproveitar atualizar o calendário vacinal, pois tem um grande número de doenças que a gente consegue prevenir com a vacinação, haja vista o sarampo que tem aparecido em nosso país e nós podemos eliminar com a vacinação”, disse.

O Prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, também ressaltou a importância da imunização nesta faixa etária. “Nessa avaliação da infância e adolescência, o Brasil é considerado o país com maior preocupação preventiva através da vacinação. No dia de hoje, essa preocupação não é apenas com a vacina do coronavírus, e sim de modo geral, da prevenção de várias doenças que tem aí no mundo”, declarou o prefeito.

Segundo o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, Teresina foi considerada exemplo de regularidade por seguir todas as metas das campanhas de vacinação e seguir à risca todas as orientações do Plano Nacional de Imunização – PNI. “Isso nos credenciou a ser modelo para o brasil, o que é um reconhecimento pelo trabalho que a gente tem feito”, disse.

A campanha segue até as 17h e está disponibilizando as 18 vacinas do calendário da infância e adolescência. “Compareçam, façam sua parte e vamos imunizar nossas crianças e adolescentes”, convida o presidente.

Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente

Dia D: 16/10/2021
Horário: 8h às 17h

Postos de Vacinação
Zona Sul
1. UBS Leônidas Antônio Deolindo (Saci) – ABERTURA
2. UBS Maria De Jesus Carvalho (Porto Alegre)
3. UBS Cristo Rei
4. UBS Dr. Francílio Ribeiro De Almeida (Angelim)

Zona Norte
1. UBS Cecy Fortes
2. UBS Santa Maria Da Codipi
3. UBS Buenos Aires
4. UBS Dr. Marcos Guedes (Nova Teresina)
5. UBS Dr. Antônio Noronha (Parque Brasil)

Zona Leste
1. UBS Vila Bandeirante
2. UBS Dr. Américo De Melo Castelo Branco (Santa Isabel)
3. UBS Piçarreira
4. UBS Maria Dulce Da Cunha Sena (São João)
5. UBS Mama Mia

Zona Sudeste
1. UBS N. Senhora Da Guia
2. UBS Pe. Mário Roche (P. Esperança)
3. UBS Alto Da Ressurreição
4. UBS Dr. Reginaldo M. Castro (Renascença)
5. UBS Dr. Helvídio Ferraz

Trabalhadores da saúde com 50 anos ou mais devem agendar dose de reforço hoje, 13

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina vai abrir hoje, 13, (quarta-feira) a partir das 18h, o agendamento para a dose de reforço dos trabalhadores de saúde com 50 anos ou mais, que devem seguir alguns critérios, além da idade para poderem tomar a dose da Pfizer.

O fabricante do imunizante da vacina contra COVID-19 a ser aplicado na dose de reforço será exclusivamente a Pfizer, independentemente do fabricante do imunizante aplicado na primeira e segunda dose. Devem tomar a dose de reforço seis meses depois da segunda dose; agendar no site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/ (campo Agendamento dose de Reforço -Em azul), independentemente do setor de trabalho, categoria profissional ou vínculo público, privado ou autônomo.

“No momento da vacinação deve levar comprovante de trabalho (que está na ativa como trabalhador em Estabelecimento de Saúde), cartão de vacina com registro de doses para comprovar os 6 meses da segunda dose”, explica Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de vacinação Covid na capital.

O site de agendamento vacine já não vai utilizar os cadastros dos trabalhadores utilizados previamente pelos estabelecimentos de saúde feitos no início da campanha de vacina COVID-19, portanto, caso o trabalhador não tenha sido cadastrado previamente, ele conseguirá se agendar normalmente.

UBS Poty Velho participa de projeto nacional Sífilis Não

Em reunião no gabinete da presidência da Fundação Municipal de Saúde, representantes da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Poty Velho expuseram que a unidade participa do Projeto Interfederativo de Resposta à Sífilis nas Redes de Atenção (Sífilis Não) com o objetivo de aumentar em 30% a testagem de gestantes quanto à Sífilis e aumentar também em 30% àquelas que recebem tratamento adequado.

“Nós estamos no processo de qualificação das nossas equipes quando ao projeto. Assistindo aulas e vamos elaborar e planejar um projeto para atingirmos a meta do ‘Sífilis Não’”, explica a enfermeira Nancy Loiola da UBS Poty Velho.

O Projeto de Resposta Rápida à Sífilis tem como objetivo geral: reduzir a sífilis adquirida, em gestantes e congênita no Brasil. Objetivos Específicos: fortalecer a vigilância epidemiológica da sífilis adquirida, em gestante e sífilis congênita; integrar de forma colaborativa as ações de vigilância e atenção em saúde nas redes de atenção; articular os setores sociais e comunidades, para fortalecer a resposta rápida à sífilis e responder aos compromissos internacionais do Brasil para eliminação da sífilis congênita.

Foto: Divulgação (FMS)

Teresina dá início à Campanha Nacional de Multivacinação

Se inicia amanhã (01) em todo o Brasil a Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente. Em Teresina, as salas de vacina das Unidades Básicas de Saúde (UBS) estarão recebendo crianças e adolescentes para regularizar a situação vacinal de quem está com alguma dose em atraso.

Na campanha, que segue por todo o mês de outubro, são oferecidas as vacinas da rotina, a fim de resgatar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, tanto na infância como na adolescência, visando melhorar as coberturas vacinais. “A cobertura vacinal das crianças e adolescentes em Teresina, assim como em todo o Brasil, está abaixo da recomendada. Assim, é necessário identificar os que ainda não foram vacinados e atualizar as cadernetas”, justifica Laurimary Caminha, diretora de Atenção Básica da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

A estratégia inclui uma busca ativa feita pelos agentes comunitários de saúde, que irão visitar as famílias com crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade para verificar se tomaram as vacinas do Calendário de Vacinação. “Caso o agente encontre uma criança e adolescente não vacinada, ele vai orientar e encaminhar para a sala de vacina, e retornar na casa para comprovar se houve adesão vacinal”, explica a diretora.

Além disso, a FMS está disponibilizando quatro Unidades Básicas de Saúde com salas de vacina abertas nos fins de semana, para atender crianças cujos pais não podem ir durante a semana. São elas: UBS Parque Brasil (zona Norte), UBS Porto Alegre (zona Sul), UBS Santa Isabel (zona Leste) e UBS Renascença (zona Sudeste). O funcionamento destas unidades ocorre das 7 da manhã às 19h.

“Pedimos aos pais e responsáveis que vão aos postos e levem seus filhos”, diz Laurimary Caminha, enfatizando ainda a importância de se levar a caderneta de vacinação. “Isso porque cada vacina tem sua peculiaridade, e com o cartão o profissional vai saber como administrar, o que pode dar naquele momento segundo fatores específicos”, explica a diretora.

A estratégia de multivacinação foi adotada em 2012 e é realizada em um período determinado e curto espaço de tempo todos os anos. As recomendações são elaboradas a partir de estudos que demonstram como uma vacina pode proporcionar o máximo de eficácia e proteção contra as doenças imunopreveníveis.

Doses administradas em intervalos inoportunos ou com número de doses insuficientes podem prejudicar o objetivo do programa de vacinação, uma vez que a proteção individual e coletiva passa a não ser alcançada e, com isso, as doenças que foram eliminadas podem retornar ou mesmo ter mudanças no seu comportamento epidemiológico, passando a acometer também adolescentes e adultos jovens.

HUT irá reativar capacitação para doação de órgãos

Para celebrar o Dia Nacional da Doação de Órgãos, em 27 de setembro a “Campanha Setembro Verde” é realizada todos os anos para  conscientizar a sociedade sobre a importância da doação. Nesse contexto o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) em parceria com a Central de Transplantes do Piauí irá reativar a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT), identificando os potenciais doadores, promovendo uma entrevista familiar adequada e melhorando a articulação do Hospital com a Central de Notificação.

A CIHDOTT será reconstituída por médicos, psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros, com funcionamento 24 horas para melhorar a organização e a ampliação do processo de captação de órgãos.

O HUT é hoje o hospital com maior potencial de doação de múltiplos órgãos e tecidos do Estado devido ao perfil de pacientes de alta complexidade que são atendidos diariamente na unidade e o debate constante desse assunto nos ajuda a aumentar o número de doações. Ressaltou Lourdes Veras, médica, coordenadora da Central de Transplantes.

Fábio Marcos, diretor geral do HUT lembra que em 2017 houve a maior notificação de doações já registradas no Estado e isso foi possível devido à atuação da CIHDOTT no processo de transplantes do Estado. “É nosso compromisso social recomeçar e reativar essa comissão no Hospital para notificar mais doadores e reduzir a lista de espera por um órgão. Isso será mais um indicador que nosso objetivo de salvar vidas está sendo cumprido”. Garantiu.

Para tornar o processo mais seguro e transparente o HUT irá revisar seu protocolo de morte encefálica isso irá facilitar os diagnósticos, além disso, com a capacitação dos médicos e demais membros da comissão, os potenciais doadores de órgãos serão melhor conduzidos tornando o processo mais rápido e menos doloroso para a família que está em processo de luto. Explica o diretor clínico, Hormone Rodrigues.

Doação de órgãos é um ato nobre que pode salvar vidas. Muitas vezes, o transplante de órgãos pode ser única esperança de vida ou a oportunidade de um recomeço para pessoas que precisam de doação.

Foto: Divulgação (HUT)

FMS promove curso de reanimação cardiorrespiratória para servidores

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realizou curso de reanimação cardiorrespiratória com servidores de diversos setores da FMS. O curso aconteceu nos dias 17 e 18 com aulas online e prática com abordagem nos procedimentos em crianças e adultos.

O coordenador do Núcleo de Qualificação de Pessoas da FMS, Francisco Rego, fala sobre a finalidade dessa atividade. “É essencial as pessoas saberem como proceder em caso de uma parada cardiorrespiratória para salvar vidas até que chegue o atendimento especializado pelo SAMU”, comenta.

O curso é conforme os protocolos dos serviços de urgência e faz parte da política de capacitação dos servidores da FMS e aconteceu na forma presencial na sede da Associação Brasileira de Cirurgiões Dentistas do Piauí (ABCD).

Foto: Divulgação (FMS)

FMS realiza novas ações do Setembro Amarelo

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), por meio da Gerência de Saúde Mental, realiza atividades neste mês como parte do projeto De setembro a Setembro Sua Vida Importa. Neste mês são tratados temas de valorização da vida e de prevenção ao suicídio. A programação tem continuidade hoje (15) e prossegue até o final do mês.

Foto: Ascom FMS

Hoje (15), das 8h às 11h, roda de conversa no projeto Florescer, que atende mulheres e suas crianças em situação de vulnerabilidade social, violência doméstica e de gênero. O projeto funciona no bairro Alto da Ressurreição e tem coordenação da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM). Dia 16, a roda de conversa acontecerá no projeto Florescer da comunidade Salobro e dia 22, no projeto Florescer Norte, no bairro Matadouro, das 8h às 12h. A UBS Vermelha desenvolve hoje durante todo o dia de atividades do Setembro Amarelo e momento sócio-educativo e terapias com ventosoterapia, massagem terapêutica, auriculoterapia e reflexologia podal.

A programação nesta quarta-feira está acontecendo na UBS Poti Velho a ação “Dono de mim, dona de mim”, com acolhimento de todos os pacientes e colaboradores e ações integrativas.

Dia 17, às 9h, terá a palestra sobre Projeto Setembro Amarelo, no Complexo de Saúde Satélite (UPA, hospital e maternidade). Dia 18 tem aula de zumba, às 17h, no Parentão. Dia 28, pela manhã, a Gerência de Saúde Mental participa de webinário mulheres e saúde mental promovido pela SMPM. Na mesma data acontece webinário na I Jornada da Juventude na Prevenção do Suicídio promovida pela Secretaria Municipal da Juventude (Semjuv).

A gerente de Saúde Mental da FMS, Laryssa Carvalho, fala que a programação do Projeto Setembro Amarelo é uma forma de alertar para os cuidados com a saúde mental com ações para a população e também voltadas para profissionais da rede municipal de saúde. “Temos que falar sobre a saúde mental e cuidar da saúde como um todo. Este mês estamos também divulgando a rede de atendimento da FMS para a população ter conhecimento de todos os serviços disponíveis”, diz.

FMS realiza atividades no Dia Mundial da Prevenção do Suicídio

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), por meio da Gerência de Saúde Mental, realiza hoje, 10, no Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, várias atividades para chamar a atenção para a valorização da vida como parte do projeto De Setembro a Setembro Sua Vida Importa.

No início da manhã de hoje (10) teve a Ação Semáforo da Vida com distribuição de material educativo, no cruzamento das avenidas Frei Serafim com Miguel Rosa.

Na tarde de hoje, às 16h, acontece o Pedalando por Uma Vida Melhor, com saída da Ponte Anselmo Dias, passando pelas pontes Wall Ferraz, Juscelino Kubitschek (Frei Serafim).

Às 17h30, na ponte Estaiada, tem o encerramento do pedal, realização de buzinaço com a participação do grupo de motociclistas Abutres e de profissionais da rede de saúde mental e pacientes.

Durante esta semana Unidades Básicas de Saúde (UBS) e a UPA do Satélite realizaram atividades para tratar da saúde mental e da valorização da vida. “Nós realizamos rodas de conversas nos nossos setores como forma de sensibilizar as pessoas sobre a importância do diálogo. Distribuímos também material com informações sobre onde procurar ajuda em saúde mental”, explica Luciana Silveira.

Os profissionais do Núcleo de Vigilância da Violência e Acidentes (Nuviva) da FMS, realizaram hoje roda de conversa com o tema valorização da vida. A chefe de núcleo, Elaine Monteiro, diz que todos os anos nessa data é planejada uma ação. “É uma forma de acolhida também a quem busca atendimento na sede da Coordenadoria de Gestão do SUS e entre os profissionais. Decoramos os ambientes, utilizamos música de mensagens positivas e na recepção distribuímos material educativo. Entre os profissionais nós temos roda de conversa”, fala.

A gerente de Saúde Mental da FMS, Laryssa Carvalho, destaca a necessidade de atenção com a saúde mental. “ Temos uma rede de atendimento onde as pessoas que estão com algum sofrimento mental podem buscar atendimento nos CAPS localizados nos bairros, no Provida que fica localizado no centro. É muito importante que as pessoas busquem ajuda”, diz.

Foto: Divulgação (FMS)