Idosos e profissionais de saúde podem se vacinar contra a gripe a partir do dia 4 em Teresina

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina já organizou a logística para início da vacinação contra a Influenza na capital, que começa dia 4. O público alvo nesse início da campanha são os idosos e profissionais de saúde em atividade.

Atenção às datas: dias 4, 5 e 6 de abril será a vez da vacinação dos idosos de 80 anos ou mais. Dias 7, 8 e 9 os idosos de 75 anos ou mais devem ir aos postos. Dias 11, 12 e 13 será a vez dos de 70 anos ou mais. Dias 14, 15 e 16 os idosos de 65 anos ou mais devem tomar a dose. E os idosos de 60 anos ou mais tem entre os dias 18 e 20 de abril para garantir a imunização.

A vacinação dos idosos acontecerá em modalidade drive thru: Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) Norte, Terminal do Livramento, Terminal do Buenos Aires, Terminal do Parque Piauí e Terminal do Zoobotânico. “Nos drives, além da vacinação contra a gripe, também estaremos vacinando o mesmo público de idosos, contra a Covid (quarta dose)”, explica Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de vacinação.

Os trabalhadores de saúde em atividade serão vacinados no local de trabalho (se lá tiver sala de vacina e com contato prévio da FMS para repassar questões logísticas de aplicação das doses e registro no sistema). Os profissionais que atuam em locais sem sala de vacina poderão agendar a vacinação (em breve a FMS divulgará mais detalhes). Além da vacina contra a Influenza, será ofertada também a Vacina VTV (Tríplice Viral) aos profissionais que não tem esquema vacinal completo.

Foto: Divulgação (FMS)

FMS reorganiza o atendimento para casos de síndromes gripais na rede municipal

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) está reorganizando o atendimento para casos de síndromes gripais na rede do município. A partir de segunda-feira (04), os teresinenses poderão realizar testes de Covid-19 na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Gurupi, zona Sudeste. Esses atendimentos são todos os dias, incluindo finais de semana e feriados, das 7h às 19h.

Além da UBS Gurupi, a população pode procurar atendimento nas urgências dos hospitais municipais, que estão espalhados por diversas zonas da cidade e são porta aberta também para síndromes gripais. Além disso, a FMS mantém ainda um hospital exclusivo para casos da doença: do Monte Castelo, onde o atendimento é 24 horas e também concentra os leitos de internação.

“Estamos reorganizando o serviço devido à grande diminuição nos números da doença, e consequentemente à queda na demanda por atendimento específico”, esclarece Nádia Spíndola, diretora de Atenção Básica da FMS. Na UBS exclusiva para atendimentos de síndromes gripais, o paciente é colocado em local separado – preferencialmente arejado – passa por testagem, atendimento médico e de enfermagem, que solicitam exames conforme sua avaliação.

Com a mudança, as UBS do Parque Piauí – zona Sul – e Real Copagre, na zona Norte, voltam ao atendimento regular da Estratégia Saúde da Família. “A UBS Parque Piauí seguirá com o atendimento todos os dias, inclusive fins de semana e feriados, das 7h às 19h, agora atendendo às demandas da atenção básica. Assim, aumentamos para cinco o número de UBS com horário extendido”, informa Nádia Spíndola. O serviço já existe nas UBS Santa Isabel, Renascença, Parque Brasil e Porto Alegre.

Foto: Divulgação (FMS)

 

SEMEL realiza hoje aulão de dança no Planalto Uruguai

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL), realizará no fim da tarde de hoje (30) um aulão de dança do projeto “Dançando pela Cidade”. A ação acontecerá a partir das 18h:30min até as 20h, no complexo esportivo do Planalto Uruguai.

Para o secretário Eduardo Draga Alana, um evento como esse é muito importante para a saúde e bem estar da população teresinense: “Gostaria de convidar a todos a participarem do aulão de hoje, um evento promovido pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer que contará com a presença de diversos professores, no intuito de incentivar mais ainda a prática de atividades físicas e o bem estar da população”, ressaltou.

O projeto “Dançando pela cidade” é um projeto que visa espalhar a modalidade da dança pela cidade, com a prática nas mais diversas categorias, modalidades e idade, afinal, a dança pode trazer vários benefícios para a saúde como: estimular o cérebro e a memória, combater a depressão, melhorar a postura, tonificar os músculos, como também, favorecer a queima de calorias. As aulas acontecem semanalmente de segunda a quinta-feira, das 17h30min até as 20h, nos parques: Parque ambiental da Macaúba, Complexo esportivo Parentão, Complexo esportivo Planalto Uruguai, Parque lagoas do norte.

A morada do bairro Renascença II, Raquel Mesquita, que participa das aulas dançando pela cidade, no parque da cidadania, ressalta a importância desse projeto: “Pra mim, a aula de dança é muito importante, pela saúde física, saúde mental, e me ajuda no bem estar e na minha autoestima. Nós, que participamos do projeto, também socializamos entre si, o que faz com a gente se torne mais animada, mais alegre. Gostaria de agradecer a SEMEL por disponibilizar essas aulas de forma gratuita para que a população possa participar”, concluiu.

Foto: Divulgação (Semel)

Teresina inicia amanhã, 25, a aplicação da 4ª dose da vacina Covid para idosos de 80 anos ou mais

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina vai disponibilizar a partir de amanhã, 25, das 9h às 17h, quatro pontos de vacinação para a segunda dose de reforço (quarta dose) da vacina Covid para idosos com 80 anos ou mais. A recomendação é do Ministério da Saúde. Os locais de aplicação são: terminais Buenos Aires (zona Norte), Livramento (zona Sudeste), Parque Piauí (zona Sul) e Zoobotânico (zona Leste).

“A vacina que temos disponível para dose de reforço no momento é a Janssen. Os idosos devem levar documento de identificação com foto, CPF ou cartão SUS e o cartão de vacina com o registro das doses anteriores”, informa Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de vacinação na capital.

Segundo nota técnica do Ministério da Saúde, a aplicação de uma segunda dose de reforço (quarta dose) para todas as pessoas com 80 anos de idade ou mais deve seguir o intervalo mínimo de 4 meses a partir do primeiro reforço (terceira dose). A vacina a ser utilizada para a dose de reforço deverá ser Pfizer, Janssen ou AstraZeneca.

Foto: Divulgação (FMS)

Hospitais de Teresina recebem equipamentos novos para esterilização de materiais

Dois hospitais de Teresina, do Monte Castelo e do Dirceu, receberam esta semana autoclaves de barreira. Equipamentos para tratamento térmico bastante utilizado no ambiente hospitalar e que consiste em manter o material contaminado a uma temperatura elevada, através do contato com vapor de água, durante um período de tempo suficiente para destruir todos os agentes patogênicos.

“Equipamentos de última geração com sistema de barreira que permite maior segurança no processo de esterilização dos equipamentos e materiais utilizados nas cirurgias. Com mais etapa o hospitalar Alberto Neto caminha a passos largos para a reabertura do seu Centro cirúrgico. Em breve a população de Teresina vai ganhar um centro cirúrgico moderno e equipado para atender a população que tanto precisa de cirurgias”, afirma Tiago Macedo, diretor do Hospital do Dirceu.

A autoclave é provavelmente um dos dispositivos mais importantes na área da medicina por ter a capacidade de aquecer soluções a fim de promover a esterilização de instrumentos médicos ou laboratoriais.

Foto: Divulgação (FMS)

UBS Vamos Ver o Sol passa por reforma e ampliação

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) iniciou a reforma e ampliação da Unidade Básica de Saúde (UBS) Vamos Ver o Sol, na zona Sul de Teresina. A obra está orçada em aproximadamente 656 mil reais e prevê a construção de novos consultórios e outras salas, além de melhorias estruturais.

Com a ampliação, a UBS receberá um auditório, uma sala para os agentes comunitários de saúde, consultórios de odontologia, médico, de enfermagem e uma sala de espera infantil. Também estão reforma a sala observação e procedimento, a farmácia e a área de acolhimento. A previsão para a entrega é para os próximos oito meses.

Fotos: Ascom FMS

Hoje (24), o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, esteve em visita à obra em companhia do superintendente da SAAD Sul, Juca Alves, e do vereador Gustavo Carvalho, que destinou emendas parlamentares para a obra. “Estamos aqui agradecendo mais uma vez por esta destinação da emenda e também à colaboração da SAAD Sul que está participando da execução conosco”, disse o presidente.

A UBS Vamos Ver o Sol atende uma média de 5 mil pessoas das áreas do Vamos Ver o Sol, Nova Alegria, Alameda Sul, Parque Sul e Polo Sul. No local, atuam duas equipes Estratégia Saúde da Família, que atendem nos turnos manhã e tarde. Elas são compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentistas, auxiliares de saúde bucal e agentes comunitários de saúde.

HUT intensifica treinamentos para melhorar qualidade da assistência em saúde

O Hospital de Urgência de Teresina, através da Unidade de Educação Continuada (UEC) junto com o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e Serviço de Controle de Infecção (SCIH) deu início na última segunda-feira(14) a cursos de capacitação para servidores de diversas áreas com objetivo de melhorar a qualidade no atendimento.

As qualificações, que seguem durante todo o mês de março, acontecem em diversos setores como UTIs, unidades de pronto atendimento, postos de internação. Na alta complexidade, a UEC tem promovido a revisão da técnica de reanimação cardiorrespiratória (RCP).

O médico anestesiologista Miguel Teixeira, que ministrou o curso falou sobre a importância da técnica. “O paciente dentro do hospital está sujeito a uma parada cardíaca a qualquer momento de sua assistência e a equipe tem que estar treinada”, frisou.


Para melhorar as medidas e ações de higiene e prevenção de lesões por pressão (LPP), foram criados materiais de apoio para facilitar o entendimento sobre a importância da avaliação diária da pele, o posicionamento correto do paciente no leito, o reconhecimento dos diferentes estágios das lesões e medidas de higiene a serem adotadas para prevenir ou impedir lesões e infecções.

A enfermeira Beatriz Carvalho ressalta sobre como o SCIH abordou a Sepse (infecção generalizada). “A Sepse foi abordada de maneira educativa com a finalidade de promover a agilidade na identificação precoce dos sinais para redução da mortalidade da doença”, disse a enfermeira.


Estão programadas ainda atualizações abordando novas técnicas para a equipe Central de Material de Esterilização (CME) e sobre terapia nutricional para o serviço de nutrição da unidade em parceria com o Centro Universitário Uninassau-Redenção.

Viviane Alves, coordenadora da UEC explica que os treinamentos são planejados com base em protocolos atuais e preconizados por associações de referência. “A educação continuada atua a partir dos levantamentos das necessidades de cada área, contemplando demandas específicas e pontuais”, disse.


Além dos treinamentos, pelo menos 09 residentes multiprofissionais de enfermagem, fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia e serviço social da Universidade Federal do Piauí (UFPI) receberam as boas vindas da instituição.

O Diretor Geral do HUT, Fábio Marcos de Sousa ressalta que o hospital se destaca na formação dos residentes. “É uma via de mão dupla, pois estes profissionais vêm para obter o aprendizado e o hospital recebe profissionais importantíssimos para o atendimento de urgência e emergência, concluiu.

Teresina conta com três UBS exclusivas para atendimento de casos suspeitos de covid

A partir de segunda-feira (14), os teresinenses poderão realizar testes de Covid-19 em três Unidades Básicas de Saúde exclusivas para atendimentos de síndromes gripais: são as UBS do Real Copagre (zona Norte) Gurupi (zona Sudeste) e Parque Piauí (zona Sul). Esses atendimentos nas UBS Covid são todos os dias, incluindo finais de semana e feriados, das 7h às 19h.

A alteração se deve à redução nos números de Covid-19 e à demanda por atendimento específico. “Com isso, a UBS do Planalto Uruguai, na zona Leste, volta ao atendimento regular da Estratégia Saúde da Família”, esclarece Nádia Spíndola, diretora de Atenção Básica da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Nas unidades exclusivas para atendimentos de síndromes gripais, o paciente é colocado em local separado – preferencialmente arejado – passa por testagem, atendimento médico e de enfermagem, que solicitam exames conforme sua avaliação. Além delas, a FMS disponibiliza ainda um hospital exclusivo para casos de Covid: do Monte Castelo, onde o atendimento é 24 horas.

Nádia Spíndola informa ainda que as outras 87 UBS estarão atendendo as demandas de saúde regulares da Atenção Básica. Cerca de 85% dos problemas de saúde podem ser resolvidos sem a necessidade de ir a um serviço de emergência ou pronto-socorro. O dado, do Ministério da Saúde, aponta que as Unidades Básicas de Saúde, ou centros de saúde, como ainda são chamadas, são capazes de dar solução à maioria dos casos.

 

Alunos da rede municipal são vacinados na zona norte de Teresina

Alunos das Escolas Municipais Santa Maria da Codipi e José Gomes Santos, unidades de ensino da rede municipal localizadas na zona Norte de Teresina, receberam doses de vacina contra Covid 19, na manhã desta quinta-feira (10). A ação é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) e Fundação Municipal de Saúde (FMS) que garante de maneira ágil a vacinação de crianças com idade de 5 a 11 anos.

Fotos: Ascom Semec

“Estamos alcançando êxito com este sistema de vacinação que chega até às escolas da rede municipal. Hoje, na Escola Municipal Santa Maria da Codipi que atende 306 alunos, nos turnos manhã e tarde foram disponibilizadas 450 doses das vacinas Coronavac e Pfizer Pediátrica. Estas doses atendem as crianças matriculadas na escola, bem como crianças na faixa etária que residem na comunidade”, explica o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso.

A diretora da escola, professora Luzinete Leal disse que estava ansiosa aguardando a etapa da campanha em sua unidade de ensino. Muitos pais e responsáveis procurando informações. “Sem dúvida, colocar a aplicação das vacinas nas escolas foi uma decisão muito certa. A campanha de vacinação é de fundamental importância, pois é o meio que temos de combater a Covid-19. Além disso, é um instrumento para o retorno das aulas presenciais com segurança”, afirma a diretora.

A Diretora da Escola Municipal José Gomes Campos, professora Patrícia Leal, disse que fez um levantamento junto a escola e constatou que o número de alunos que não estava vacinado é considerado alto. “Contamos com 1.100 alunos nos turnos manhã e tarde. A ação acontecendo dentro da escola auxilia as mães, informando exatamente onde elas podem levar suas crianças. Assim, contribuímos para alcançar um maior número de crianças vacinadas”, pontua a professora.

A dona de casa Mayara Luana e sua filha Samayra de Sousa elogiam a ação da Prefeitura Municipal de Teresina. Dona Mayara disse que, ainda, não havia conseguido vacinar sua filha. “A vacinação na escola é sem dúvida muito importante porque viabiliza nosso dia-a-dia. Estou bem feliz em ter vacinado minha filha”, ressalta.

Amanhã (11), a campanha de vacinação terá continuidade na Escola Municipal Roberto Cerqueira Dantas, localizada zona norte da capital a partir das 8 h da manhã.

Hospital Municipal da Criança conta agora com hematologista

O Hospital Municipal de Criança, localizado no Parque Piauí, zona Sul de Teresina, conta agora com um hematologista pediátrico. Agora a unidade infantil oferta atendimento em oito áreas: psiquiatria, psicologia, endocrinologia, pediatria geral, neuropediatria, nutrição, odontopediatria e hematologia.

A hematologia pediátrica trata todo tipo de condição que afete o sangue. São elas: as diferentes modalidades de anemia, a hemofilia, os transtornos de coagulação, a doença de gaucher e a síndrome hemolítico-urêmica. “Importante frisarmos que essa especialidade hematologia pediátrica não era ofertada na rede municipal de saúde e agora estamos ofertando”, explica Lucifrancis Leal, diretora do Hospital Municipal de Criança.

A unidade de saúde é a primeira com atendimento exclusivo em pediatria com funcionamento 24 horas em urgência, emergência, internação e ambulatório. Para o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, há muito tempo havia a necessidade de um hospital municipal de referência para as crianças.

“Reunimos um corpo técnico de excelência para prestar o melhor atendimento às crianças de nossa cidade que necessitam de atendimento de urgência, emergência, exames, internação e consultas especializadas”, ressalta o presidente.

Foto: Divulgação (FMS)