HUT registra queda em cirurgias e vítimas de acidentes de trânsito durante a Semana Santa

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) registrou uma queda de 22% na quantidade de cirurgias e de 33% na entrada de vítimas de acidentes de trânsito, durante a Semana Santa. A variação está diretamente relacionada às medidas de distanciamento social orientadas por autoridades de saúde, devido à pandemia de Covid-19.

Em relação ao número de cirurgias, foram realizados 114 procedimentos durante a Semana Santa deste ano. No mesmo período do ano passado, foram 146. Já sobre a entrada de vítimas de acidentes, o HUT contabiliza 82 registros este ano. Na Semana Santa de 2019, foram 123 pessoas atendidas por este motivo.

Realizado pelo setor de Estatística do HUT, o levantamento avalia os registros na unidade de saúde entre a última quinta-feira (9) até às 8h da manhã desta segunda (13) e compara com o mesmo período do ano passado.

“Os números deixam claro a eficiência do distanciamento social em um momento de pandemia e nos dá folga para planejar as ações voltadas para pacientes com Covid-19, caso o HUT venha a recebê-los”, avalia o diretor geral, Rodrigo Martins, que também destaca queda de 22% na quantidade de atendimentos.

Agressões físicas e internações

Na Semana Santa, o HUT também registrou queda na quantidade de vítimas por agressão física em 12% e diminuição de 21% no número de internações na unidade de saúde. “Vale ressaltar que ainda continuamos com nossos leitos de UTIs todos ocupados com pacientes. Portanto, é necessário continuar seguindo o isolamento social”, afirma Rodrigo Martins.

Feriados terão frota de ônibus em horários especiais para atender profissionais da saúde

Para atender a demanda de profissionais de saúde da capital que têm como meio de locomoção o transporte público, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) determinou o funcionamento especial da frota durante os feriados desta sexta-feira santa (10) e domingo de páscoa (12), exclusivamente nos horários de 6h às 9h, 11h às 13h e 17h às 20h.

Na última quarta-feira (08), a Strans havia suspendido o funcionamento do transporte coletivo durante os feriados, por meio da Portaria Nº 01 /2020, de terça-feira, (07). “A suspensão da circulação dos ônibus se deu pela baixa procura pelo serviço durante esses feriados. No entanto, vamos manter uma frota em horários especiais na sexta-feira santa e domingo de páscoa para atender os profissionais de saúde que estão se dedicando para salvar vidas durante esse período difícil”, pontua a superintendente da Strans, Weldon Bandeira.

O atendimento em horários exclusivos durante os feriados será com a frota mínima constitucional que já vem atendendo a população durante a pandemia da Covid-19.

Mercado do Peixe terá acesso limitado a partir desta quinta-feira (09)

Como medida protetiva frente à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Mercado do Peixe, localizado na Avenida dos Expedicionários, zona Leste de Teresina, terá o seu acesso limitado. A nova medida de restrição foi definida em reunião, que aconteceu na tarde desta quarta-feira (08), com os representantes da SDU Leste, Guarda Civil Municipal, Strans e Vigilância Sanitária.

A partir das 5h desta quinta-feira (09), os veículos não terão mais acesso ao estacionamento da frente do Mercado, que estará disponível apenas para os idosos e pessoas com deficiência. Os agentes da Strans estarão no local para dar orientações aos motoristas, que poderão estacionar seus veículos nas ruas próximas ao Mercado.

A Guarda Civil Municipal restringirá a entrada da população no local, limitando a uma quantidade de até 30 pessoas, por vez, para evitar aglomerações no interior do Mercado.

Segundo o Chefe da Divisão de Controle e Fiscalização da SDU Leste, Alberto Pádua, a medida tem a intenção de promover o controle de pessoas no local, evitando a aglomeração, com a chegada da Semana Santa.

“Sabemos que neste período as vendas no Mercado do Peixe aumentam consideravelmente em virtude da Semana Santa. Por estarmos enfrentando um cenário que requer medidas de combate ao novo coronavírus, estivemos reunidos para encontrar a melhor saída para a população e para os comerciantes. Assegurar a saúde de todos é a nossa missão”, declarou Alberto Pádua.

A Gerência de Controle e Fiscalização da SDU Leste acompanhará, ainda, os comerciantes em seus respectivos boxes de vendas, limitando o número de pessoas por cada espaço como medida de segurança.

HUT registra aumento de 143% no atendimento de vítimas de arma branca

O setor de estatística do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) registrou, durante o feriado prolongado da Semana Santa, um aumento de 143% no atendimento de vítimas de agressão física por arma branca, se comparado com o mesmo período do ano passado. Dentre as vítimas de agressão física o HUT realizou 34 atendimentos, sendo 17 por arma branca, 9 por arma de fogo e 8 espancamentos. Com relação ao total de atendimento por agressão física o aumento foi de 41,6%. No total o HUT realizou 549 atendimentos e 146 cirurgias, durante o feriado da Semana Santa.

Especializado no atendimento de média e alta complexidade para urgência e emergência, especialmente, para vítimas de trauma, o HUT realiza seu atendimento priorizando os pacientes mais graves. De acordo com a diretora geral do HUT, Clara Leal, essa medida obedece ao Protocolo de Acolhimento com Classificação de Risco que é um dispositivo da Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde.

“Ao direcionar nosso atendimento para os pacientes mais graves aumentamos as chances de sobrevivência, principalmente, quando se trata de politraumatizados. Temos uma grande estrutura física, equipamentos de ponta, além de profissionais especializados para atender demandas com esse perfil”, explicou Clara Leal.

O HUT já realizou, desde sua inauguração, 745.820 atendimentos e 139.986 cirurgias. Somente no primeiro trimestre deste ano o HUT atendeu 398 vítimas de arma branca, revelando um aumento de 18%, se comparado com o mesmo período do ano passado. Com relação ao atendimento geral, o HUT atendeu, nesse primeiro trimestre, 13.778 pessoas e realizou 3.215 cirurgias.

Escolas da Prefeitura ensinam amor e solidariedade com atividades da Páscoa

Com a aproximação da Semana Santa, as unidades de ensino da Prefeitura de Teresina estão realizando uma série de atividades para ensinar o significado da data para as crianças. Muito além das festinhas de Páscoa, as escolas passaram a falar sobre solidariedade e amor ao próximo, além de celebrar a festa religiosa.

No Centro Municipal de Educação Infantil Padre Pedro Balzi, localizado no bairro Todos os Santos, os alunos encenaram a Via Sacra, uma forma de reproduzir os caminhos percorridos por Jesus. A peça teatral foi apresentada para a comunidade, destacando valores do bem que devem ser cultivados nas famílias.

“Queríamos não só celebrar o momento religioso, mas despertar nas crianças o sentimento de amor ao próximo, que é o verdadeiro sentido da Páscoa”, disse a diretora Neide Silva.

Já no CMEI Helena Medeiros, situado na região do Lagoas do Norte, o projeto Páscoa Solidária foi marcado por uma ação social de arrecadação e distribuição de alimentos. Os próprios alunos doaram e foram entregar cestas com alimentos para famílias carentes na Vila Carlos Feitosa, Vila Santo Afonso e Boa Esperança.

Enquanto percorriam as casas e distribuíam as cestas, as crianças receberam abraços carinhosos e muita gratidão. “Essa foi uma ação educativa e social pensada para estimular a solidariedade, para que as crianças entendam a importância desses gestos”, declarou a diretora Adriana Lopes.

Parque Lagoas do Norte recebe espetáculo da Paixão de Cristo

Ascom Semplan

O prédio da administração do Parque Lagoas do Norte foi palco de uma emocionante encenação de um dos espetáculos mais tradicionais do Brasil na noite desta terça-feira (16). O grupo Ato de Teatro encenou a Paixão de Cristo, contando a história da vida de Jesus, maior símbolo do cristianismo cuja vida é celebrada no período da semana santa, até a sua morte e ressurreição.

Centenas de pessoas estiveram no local acompanhando a peça teatral, que mostrou cenas diversas da história de Jesus. Após uma abertura com narração e uma apresentação de dança, foram exibidas o batismo nas águas do rio Jordão, a peregrinação de Cristo pelo deserto enfrentando as tentações do diabo, a Santa Ceia, o caminho até o Gólgota e a crucificação.

Entre os momentos mais aplaudidos pelo público, destacam-se a emocionante atuação da atriz que interpretou Maria, chorando com o filho morto nos braços, e a ascensão de Cristo aos céus. “É um privilégio para os moradores da região poder assistir esse espetáculo e participar dessas celebrações, aproximando a população do que Cristo viveu por nós e propiciando esse momento de oração e reflexão”, contou Teresa Cristina, moradora da Vila Padre Eduardo.

O momento foi celebrado também pelo grupo Ato de Teatro, que veio do bairro Lourival Parente para fazer a encenação na Zona Norte. “É uma satisfação muito grande. Falamos de amor e agradamos qualquer vertente religiosa, e é um prazer enorme poder incluir a comunidade, as crianças, tendo até uma função educativa para elas vivenciando e aprendendo sobre nossa fé cristã”, contou a diretora do espetáculo, Marina Marques.

“É o quarto ano que trazemos essa encenação para o Parque Lagoas do Norte, tendo o prazer de incluir as comunidades vizinhas nesse momento de celebração religiosa que mexe com a grande maioria da população brasileira”, concluiu o diretor do parque, Jorgenei Morais.