Número de notificações por descarte de lixo irregular cresce 587% em agosto

Ascom/Semduh

Um levantamento feito pelo Programa Lixo Zero, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) apontou um aumento de 587% de notificações por descarte irregular de lixo no mês de agosto. O número de autuações também foi superior (4%) em relação as que foram registradas no mês de julho.

O coordenador do programa, Denis Sena, explica que o aumento se deu pela intensificação das fiscalizações nas principais avenidas da cidade a partir de denúncias da população e pelas rondas ostensivas das equipes.

“Foram realizadas 158 notificações e 289 autuações por descarte irregular do lixo em agosto. Realizamos uma fiscalização mais intensa nas avenidas de maior movimentação como Barão de Gurgueia, Miguel Rosa, Wall Ferraz, Joquei Clube, Dom Severino, Raul Lopes, Marechal Castelo Branco e João XXIII, por exemplo. Já em termos de descarte, as vias que apresentam maior número são as mais desertas como a Dr. José Moura Santos, Agricolândia, Celso Pinheiro, Deputado Sebastião Leal, Mestre Dezinho, entre outras”, explica o gestor.

Os dados também mostram que a zona Leste apresentou maior número de notificações (34%) e a zona Sul, mais autuações (32%). Em agosto, as infrações cometidas por pessoas físicas (50,87%) prevaleceram sobre as pessoas jurídicas (49,13%), um percentual incomum na média histórica registrada pelo programa Lixo Zero.

Denis Sena ainda explica que as empresas e munícipes que são flagrados cometendo esse tipo de irregularidade podem ser multados. Os valores variam de R$ 354 a R$ 3540. “É aberto um processo administrativo e na conclusão, a pessoa que foi autuada pode receber a penalidade pecuniária”, pontua.

Como denunciar
O teresinense pode denunciar situações de descarte irregular de resíduos sólidos por meio do aplicativo Colab.re, disponível gratuitamente para Android e IOS, ou pelo telefone do Programa Lixo Zero (86) 99410-1294.

Prefeitura retoma atendimentos pelo 0800 para atender demandas de iluminação pública

O antigo número do Disque Iluminação da Prefeitura de Teresina voltou a funcionar.  As demandas relacionadas ao setor poderão ser feitas por meio do 0800-280-4712, que está disponível 24h, todos os dias da semana.

A administração do serviço agora é gerida por uma empresa através de Parceria Público-Privada (PPP). O novo contrato permite que a população informe sobre problemas de iluminação na cidade também através do site https://teresina.notificacao.gestoriluminacaopublica.com.br/municipio/4047, que já está em funcionamento, e ainda por aplicativos específicos que serão lançados em breve, bem como através de mensagens via Whatsapp.

O coordenador de Iluminação Pública, Augusto César Monte, explica que os números divulgados anteriormente eram provisórios devido à transição de uma empresa para a outra. “Agora estamos divulgando novamente o 0800 que a população já conhece para atender as demandas de iluminação pública. As pessoas podem ligar a qualquer hora, em qualquer dia da semana”, declara.

 A PPP de Iluminação é a primeira da Prefeitura e coloca a capital piauiense como uma das pioneiras no país a implantar esse tipo de contrato no setor. A nova empresa será responsável pela modernização, expansão e manutenção da iluminação municipal pelo prazo de 20 anos, com investimentos estimados em R$ 400 milhões, que trarão maior eficiência energética e menor consumo no serviço, resultando na economia de gastos.

Coleta seletiva de lixo cresce com flexibilização das atividades econômicas em Teresina

Ascom/Semduh

Dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) mostram que voltaram a crescer os números da coleta seletiva de lixo, que ficou parada por 56 dias devido à pandemia do novo Coronavírus. No mês de agosto, 121 instituições entre repartições, bares, restaurantes, empresas e condomínios solicitaram os serviços de coleta. Com a flexibilização dos setores econômicos, a expectativa é que o volume de coleta cresça ainda mais.

“O retorno dos materiais recicláveis para a cadeia de consumo é um ganho ambiental de grande importância. Uma das vantagens é o aumento do tempo de vida útil dos aterros, pois quando se faz a coleta seletiva, separam-se os materiais que são recicláveis e não são dispostos no aterro. A coleta também previne doenças e epidemias, uma vez que o lixo é descartado em locais seguros”, ressalta a coordenadora de limpeza pública da Semduh, Lílian Guimarães, acrescentando que a Semduh realizou várias ações de educação ambiental, com divulgação de vídeos nas mídias digitais para continuar conscientizando as pessoas sobre a importância da coleta seletiva.

Adriano Costa, síndico de um condomínio localizado na zona Leste de Teresina, resolveu aderir a coleta seletiva no mês de julho. Ele não imaginava que a produção de lixo reciclável seria tanta.  “Fiquei surpreso porque não tinha noção do quanto produzimos lixo que pode ser reaproveitável. Acho que é um serviço bom, porque educa as pessoas e os moradores passam a se policiar sobre o descarte do lixo correto. Os zeladores também contribuem ajudando a separar corretamente”, conta o morador.

Para garantir a correta destinação e aproveitamento sustentável de resíduos como plástico, metal, papel e vidro, a Prefeitura de Teresina vem realizando um trabalho de educação ambiental desde 2014. Atualmente, existem 25 Pontos de Entrega Voluntária de Resíduos Recicláveis (Pevs) distribuídos em todas as zonas da cidade, nas praças, parques, supermercados e pontos turísticos, como o Mirante da Ponte Estaiada.

Os materiais recicláveis da coleta são separados por tipos e associados a cores: metal (amarela), plástico (vermelha), papel/papelão (azul), vidro (verde). Podem ser descartadas panelas sem cabo, chapas de metal, molduras de quadros, objetos de alumínio e aço sem resíduos de alimentos, jornais, revistas, impressos em geral, caixas de papelão desmontadas, garrafas de vidro, garrafas PET, sacolas plásticas, canos e tubos PVC, embalagens de produtos de higiene. De acordo com a equipe de Educação Ambiental, papelão e vidro são os materiais mais descartados.

Especialistas ressaltam que o descarte adequado do lixo é uma conduta que beneficia não só o meio ambiente, como também garante o sustento de muitas famílias que fazem a venda desses materiais que são doados pelo município. Para saber quais os endereços de pontos de coleta seletiva e outras informações basta ligar para o número 3218-1126.

Registros de incêndios aumentam 68% em pontos de descarte irregular no mês de agosto

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), por meio dos dados do Programa Lixo Zero, registrou no mês de agosto um aumento de 68% nos casos de incêndios em relação ao mês anterior, provocados intencionalmente nos pontos típicos de descarte irregular de resíduos sólidos. Estas irregularidades também estão sendo flagradas neste mês de setembro por meio de câmeras de monitoramento.

De acordo com o coordenador do programa, Denis Sena, alguns carroceiros e gaioleiros estão queimando os resíduos para eliminar as evidências que possam indicar quem está gerando ou descartando os resíduos.

“Estamos chegando ao período de seca, no qual o risco de queimadas ocasionadas por esse tipo de ação aumenta consideravelmente. Estamos intensificando as fiscalizações para evitar a prática e notificar as pessoas que estão cometendo a irregularidade. Além de prejudicar o meio ambiente, os incêndios afetam a saúde das pessoas que moram perto desses locais”, explica o gestor.

Os dados do programa ainda apontam que a quantidade de notificações preliminares aumentou 587% em relação ao mês de julho, devido à intensificação das fiscalizações nas principais avenidas da cidade. Foram realizadas 158 notificações e 289 autuações por descarte irregular do lixo.

“Observamos que a zona leste aparece com maior número de notificações e autuações em relação às outras zonas da cidade. Outro fato é que em agosto, de maneira atípica, as infrações cometidas por físicas prevaleceram sobre as pessoas jurídicas, sendo aproximadamente 50,87% cometidas por aquelas contra aproximadamente 49,13% cometidas por estas, um percentual que destoa do comum na média histórica registrada pelo Programa Lixo Zero”, pontua Denis Sena.

Denúncia

O teresinense também pode atuar como parceiro da Prefeitura e denunciar situações de descarte irregular de resíduos sólidos por meio do aplicativo Colab.re, disponível gratuitamente para Android e IOS, ou pelo telefone do Programa Lixo Zero (86) 99410-1294.

 

Ações de sanitização seguem intensificadas em espaços públicos e ônibus

As ações de sanitização continuam sendo intensificadas nas áreas externas de espaços públicos e nos ônibus que circulam na capital. Somente no último final de semana foram realizadas 87 ações de sanitização em mercados, UBSs, UPAs, hospitais públicos e particulares, bancos e cemitérios da cidade.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marco Antônio Ayres, nesse momento de flexibilização das atividades econômicas, as ações de sanitização devem continuar para garantir o combate à disseminação do novo coronavírus entre a população.

“Devemos lembrar que as pessoas devem continuar respeitando o distanciamento social e cumprindo com todos os protocolos recomendados pelos órgãos de saúde. A desinfecção de ambientes é realizada pela própria Prefeitura em uma parceria da Semduh com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Águas de Teresina”, ressaltou o gestor.

As ações de sanitização são realizadas com a pulverização de solução de água com hipoclorito utilizando bombas costais, caminhões pipas e carros fumaceiros.

Prefeitura realiza recapeamento na região do Lagoas do Norte e na zona Sul de Teresina

As obras de recapeamento na cidade de Teresina tem garantido a manutenção na qualidade do asfalto nas ruas da região do Lagoas do Norte.  Ao total, 54 ruas compreendidas entre os bairros Matadouro, São Joaquim e Parque Alvorada receberão novo asfaltamento.

De acordo com a coordenadora de asfaltamento da Semduh, Camila Moura, as obras já começaram pela Rua Antônio Pedro, localizada no bairro Matadouro, zona norte da capital.

“Concluímos o recapeamento da Avenida Maranhão e damos continuidade nas obras de asfaltamento da zona norte iniciando pela área de abrangência do Lagoas do Norte”, explica.

A zona sul da cidade também está recebendo novo asfalto. As obras iniciaram na Rua Maria Araújo, importante via que liga o bairro Santa Fé a BR 342. Está sendo feito recapeamento de 1.378 m da via. A obra conta com um investimento de aproximadamente R$ 354 mil, com recursos provenientes de emenda parlamentar do senador Ciro Nogueira.

Prefeitura disponibiliza novo número para demandas relacionadas à iluminação pública

O Disque Iluminação da Prefeitura de Teresina está atendendo em novo número. As demandas relacionadas ao setor poderão ser feitas através do 0800-608-1022, disponível 24h, ou para a Coordenação de Iluminação Pública, por meio do número 3234-8845, durante o horário comercial. A alteração nos contatos para atendimento é provisória e se deve à mudança na administração do serviço, que passa a ser gerido através de Parceria Público-Privada (PPP).

“A Prefeitura está implantando um novo modelo de gestão de iluminação pública na cidade. Desde o dia 1º de setembro, quando iniciou o novo contrato, nosso atendimento sofreu essa mudança e pedimos à população que agora façam suas reclamações e solicitações de iluminação pública nesse número provisório, ou diretamente com a nossa coordenação”, explica o coordenador de Iluminação Pública, Augusto César Monte.

O novo contrato irá permitir que a população informe sobre problemas de Iluminação na cidade também através do site https://teresina.notificacao.gestoriluminacaopublica.com.br/municipio/4047, que já está em funcionamento, e ainda por aplicativos específicos que serão lançados em breve, bem como através de mensagens via Whatsapp.

A PPP de Iluminação é a primeira da Prefeitura e coloca a capital piauiense como uma das pioneiras no país a implantar esse tipo de contrato no setor. A nova empresa será responsável pela modernização, expansão e manutenção da iluminação municipal pelo prazo de 20 anos, com investimentos estimados em R$ 400 milhões, que serviço trarão maior eficiência energética e menor consumo, resultando na economia de gastos.

Autuações por descarte irregular de lixo aumentaram em 82% no mês julho

Ascom/Semduh

O Programa Lixo Zero, coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), registrou no mês de julho um crescimento de 82,35% na quantidade de autuações em relação ao mês de junho deste ano. Ao todo, foram realizadas 23 notificações, 310 autuações e 113 solicitações de limpeza no último mês, por meio de infrações identificadas nos sistemas de fiscalizações em campo e videomonitoramento.

O levantamento aponta que as câmeras de monitoramento em tempo real permitiram o flagrante de 159 carroceiros, 99 gaioleiros, 69 veículos e 25 incendiários. Além disso, as infrações cometidas por pessoas jurídicas (52,58%) prevaleceram sobre as pessoas físicas (47,42%).

O coordenador do Programa Lixo Zero, Denis Sena, pontua as zonas Leste e Sul como aquelas com maior número de autos de infração, sendo 32% e 33%, respectivamente. “Das 310 infrações registradas, 99 aconteceram na zona Leste, 102 na zona Sul, 75 na zona Norte e 34 na zona Sudeste. Nossas equipes realizam recorrentes fiscalizações e ações educativas nos pontos mais críticos, com o intuito de mudar essa realidade e coibir a formação de lixões a céu aberto e contamos com a população para compreender e seguir as orientações de que para cada tipo de resíduo existe uma destinação correta”, destaca.

Denis Sena ainda comenta que as equipes identificaram um aumento nos casos de descarte irregular nos Pontos de Recolhimento de Resíduos (PRR’s), destinados ao recebimento do chamado lixo seco, proveniente de capina, varrição, móveis velhos e restos de material de construção produzidos pela população, em um total de 1m³ por dia (total de uma carroça).

“O aumento identificado não se restringe apenas aos infratores, mas também à quantidade de resíduos irregularmente descartados fora dos contêineres ou em áreas próximas. Esses pontos foram instalados para uso da população e devem utilizados de forma correta, com os resíduos que são permitidos sendo colocados dentro dos compartimentos e não do lado de fora”, reforça o coordenador.

Denúncia
O teresinense também pode atuar como parceiro da Prefeitura e denunciar situações de descarte irregular de resíduos sólidos por meio do aplicativo Colab.re, disponível gratuitamente para Android e IOS, ou pelo telefone do Programa Lixo Zero (86) 99410-1294.

PMT inicia pavimentação asfáltica de 81 ruas do bairro Saci

Ascom/Semduh

A Prefeitura de Teresina deu início a mais uma obra de asfaltamento, na tarde dessa quarta-feira (05), contemplando 81 ruas do bairro Saci, localizado na zona Sul da cidade. A obra que conta com investimentos de mais de R$ 4,2 milhões irá garantir a pavimentação asfáltica em 14,5 Km de toda a extensão do bairro.

O secretário Municipal de Desenvolvimento e Habitação (SEMDUH), Marco Antonio Ayres, explica que a gestão municipal não realiza mais asfaltamento de ruas isoladas, priorizando assim projetos que irão beneficiar a mobilidade de regiões por inteiro. “É o mesmo que estamos fazendo no Dirceu I, Promorar, Noivos e assim fizemos nos bairros Morada Nova, Horto, Planalto Ininga e vários outros já concluídos em anos anteriores”, destaca.

Ascom/Semduh

O gestor ainda destaca que, por conta do período de pandemia, as atividades estão sendo realizadas seguindo os protocolos de segurança a fim de evitar aglomeração e contaminação entre os colaboradores.

“Contamos com a compreensão da população neste momento delicado. Iniciamos a retomada atuando apenas às terças, quartas e quintas-feiras. Esta semana, as equipes já estão trabalhando todos os dias úteis, mas em escala e grupos reduzidos. Seguimos monitorando e acompanhando nossa equipe de perto para garantir a saúde e segurança de todos, ao mesmo tempo em que mantemos o pleno atendimento dos serviços prestados à população”, completa.