Parceria de gestão do CMEI Francisca Marques deve ser ampliada para beneficiar comunidade

O Centro Municipal de Educação Infantil Francisca Marques, situado no bairro São João, recebeu, nesta terça-feira (31), a visita do secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, e do secretário executivo de Ensino, Reinaldo Ximenes, para ajustar melhorias na rotina do CMEI.

Os secretários conversaram com a equipe gestora sobre as principais necessidades da unidade de ensino, que permanece em aula até o início de fevereiro. A escola funciona por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semec) e o Centro Social Satélite. Entre as solicitações, está uma contrapartida maior da educação municipal para o custeio de reformas e outras demandas que beneficiam as crianças.

Nouga aproveitou para apontar a possibilidade de uma escola de ensino fundamental na região, destacando a aproximação da Prefeitura com o Governo do Estado, que pode levar à parcerias em prol da educação. “Temos total interesse em garantir essas melhorias e dar continuidade ao trabalho de qualidade realizado nesse CMEI”, disse o secretário.

A diretora Aurilene Leonel falou sobre a importância da unidade de ensino para a comunidade. “As famílias adoram essa escola e até sofrem quando as crianças concluem a Educação Infantil, queremos oferecer o melhor para nossos alunos e apoio aos pais. Estamos animados com a possibilidade das reformas, que vão beneficiar toda a comunidade escolar”, disse a gestora.

Fotos: Ascom Semec

Semec desenvolverá projeto de protagonismo com alunos do 8º ano

A escola precisa desenvolver habilidades e competências que levem às mudanças sociais e que contribuam para soluções de problemas vivenciados no contexto escolar. Nesse sentido, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) desenvolverá o projeto Experiências e Construção de Saberes, que traz a oportunidade de aprofundar o estudo acerca de problemas e temáticas emergentes no contexto escolar.

Foto: Ascom Semec

O objetivo é propor intervenções diante de temas sugeridos aos alunos, construídos de maneira autônoma e desenvolvidos a partir do protagonismo deles. As atividades devem proporcionar reflexões ou soluções a curto e médio prazo para os problemas que afetam diretamente a rotina da comunidade escolar.

O projeto Experiências e Construção de Saberes será desenvolvido em quatro unidades de ensino: Escola Municipal Professora Cristina Evangelista, Escola Municipal Marcílio Flávio Rangel, Escola Municipal José Gomes Campos e Escola Municipal Parque Itararé. Cada turma terá um professor orientador que apresentará o projeto para os alunos, selecionando os temas que serão trabalhados, através de pesquisas e investigações. Em seguida, será montado um relatório para se transformar numa coletânea de textos de todas as escolas participantes, com o lançamento de um livro pela Secretaria Municipal de Educação (Semec). Participarão, em média, 840 alunos do 8º ano do Ensino Fundamental.

“Existe uma perspectiva que o lançamento dessa coletânea seja em novembro de 2023. A ideia é que cada aluno receba um livro e que todas as escolas de ensino fundamental tenham cópias para serem base de pesquisa, proporcionando visibilidade a esse protagonismo dos alunos”, disse Regina Amorim, coordenadora das escolas de Tempo Integral da Rede Municipal.

 Semec realiza oficina destacando adaptações inclusivas

Com intuito de melhor atender aos estudantes com deficiência, o Centro Municipal de Educação (CMEI) Santa Maria realizou uma oficina, destinada aos professores da unidade com foco nas estratégias de adaptações  de atividades, ministradas pela professora do Atendimento Educacional Especializado (AEE) Euna Nayara.

Durante a palestra, a educadora orientou aos demais profissionais sobre ideias a serem utilizadas para obter um melhor rendimento escolar dos estudantes, através de adaptações nas atividades rotineiras pedagógicas.

Dentre as estratégias, Euna Nayara apresentou o Plano Educacional Individualizado (PEI).  O PEI é um instrumento de planejamento que deve ser elaborado pelo professor, a partir de uma avaliação do aluno com necessidade educacional específica.

O intuito é dar um caráter individual a cada aluno, com estratégias adequadas para que ele possa aprender, assim como os outros alunos, no ensino regular.  A diretora do Centro, professora Maria da Conceição Teixeira Soares, destaca que a oficina atende às expectativas dos professores de sempre buscar o aprimoramento de seus conhecimentos com as atividades pedagógicas.

Foto: Ascom Semec

Escolas municipais de Teresina estão recebendo matrículas de novos alunos para o Ensino Fundamental

Este ano, 64 unidades de ensino estão inscritas na plataforma Sigma Online, com matrículas exclusivamente no formato online Foto(Ascom/Semec)

Começou nesta segunda-feira (30), o período de novas matrículas para o Ensino Fundamental na Rede Municipal de Educação. Entre matrículas presenciais e online, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) está ofertando 9.754 vagas para novos alunos, em 150 unidades de ensino, com turmas do 1º ao 9º ano.

As matrículas para esse público seguem até o dia 10 de fevereiro. Também neste período, estão disponíveis as vagas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), com início neste primeiro semestre. A prioridade das unidades de ensino é matricular alunos que moram na região, mas se necessário, a Semec garante transporte escolar gratuito.

A documentação necessária é: certidão de nascimento do aluno, CPF do aluno, CPF do responsável (para os estudantes menores de idade), comprovante de endereço com CEP da rua onde mora e foto 3×4 atualizada.

Este ano, 64 unidades de ensino estão inscritas na plataforma Sigma Online, com matrículas exclusivamente no formato online. “Essa é uma forma de facilitar o processo de inscrição do aluno e informar aos pais a quantidade de vagas disponíveis em cada turma”, explica Reinaldo Ximenes, secretário-executivo de Ensino.

Confira as escolas com matrículas online:
a) Zona Norte
• Centro Municipal de Educação Infantil Helena Medeiros;
• Centro Municipal de Educação Infantil Joffre do Rêgo Castelo Branco;
• Centro Municipal de Educação Infantil Joao Paulo dos Reis Veloso;
• Centro Municipal de Educação Infantil Francisco de Assis;
• Centro Municipal de Educação Infantil Tia Anita Gayoso;
• Centro Municipal de Educação Infantil Dona Odineia;
• Escola Municipal José Nelson;
• Escola Municipal Nova Brasília;
• Escola Municipal Santa Maria das Vassouras;
• Escola Municipal Iolanda Raulino;
• Escola Municipal Murilo Braga;
• Escola Municipal Mocambinho;
• Escola Municipal Eurípedes de Aguiar;
• Escola Municipal Moaci Madeira Campos;
• Escola Municipal Antônio Dílson Fernandes;
• Escola Municipal Mariano Alves de Carvalho.
b) Zona Sul:
• Centro Municipal de Educação Infantil Jesus Diocesano;
• Centro Municipal de Educação Infantil Francisco Hardi Filho;
• Centro Municipal de Educação Infantil Parque Vitória;
• Centro Municipal de Educação Infantil Parque São João;
• Centro Municipal de Educação Infantil Lindalma Carvalho Soares;
• Centro Municipal de Educação Infantil Carlos Drummond Andrade;
• Escola Municipal Didácio Silva;
• Escola Municipal Mascarenhas de Morais;
• Escola Municipal Professora Ana Vitória de Carvalho Santos;
• Escola Municipal Nelson do Amaral Sobreira;
• Escola Municipal Monteiro Lobato;
• Escola Municipal Dom Helder;
• Escola Municipal Zoraide de Almeida;
• Escola Municipal Angelim;
• Escola Municipal Lisandro Tito;
• Escola Municipal RN Monteiro.
c) Zona Leste:
• Centro Municipal de Educação Infantil Vila Bandeirantes;
• Centro Municipal de Educação Infantil Roseana Maria Martins de Lima;
• Centro Municipal de Educação Infantil Maria Aldineia;
• Centro Municipal de Educação Infantil Santa Bárbara;
• Centro Municipal de Educação Infantil Santa Maria;
• Escola Municipal Professora Thereza Noronha;
• Escola Municipal Delfina Borralho Boa Vista;
• Escola Municipal Noé Fortes;
• Escola Municipal Casa Meio Norte;
• Escola Municipal Padre Angelo Imperialli;
• Escola Municipal Planalto Ininga;
• Escola Municipal Deputado Francílio Almeida;
• Escola Municipal Tio Bentes;
• Escola Municipal Professor Marcilio Flavio Rangel de Farias;
• Escola Municipal Valter Alencar;
• Escola Municipal José Omatti.
d) Zona Sudeste:
• Centro Municipal de Educação Infantil Jonas Pereira da Silva;
• Centro Municipal de Educação Infantil Chico Xavier;
• Escola Municipal Torquato Neto;
• Escola Municipal Professor João Porfírio de Lima Cordão;
• Escola Municipal Professor Ubiraci Carvalho;
• Centro Municipal de Educação Infantil Júlio Romão;
• Centro Municipal de Educação Infantil Cintia Medeiros;
• Escola Municipal Lunalva Costa;
• Escola Municipal Vinícius de Morais,
• Escola Municipal Mário Covas;
• Escola Municipal Extrema;
• Escola Municipal Barjas Negri;
• Escola Municipal Arthur Medeiros;
• Escola Municipal São Sebastião;
• Escola Municipal Parque Itararé;
• Escola Municipal Machado de Assis.

Ação educativa contra a violência é realizada por escola municipal da zona Rural

A Escola Municipal Laurindo de Castro, localizada na zona Rural de Teresina, realizou na manhã desta sexta-feira (27), em parceria com a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí, uma palestra com o tema violência e segurança. O objetivo foi proporcionar aos pais informações que contribuam para um diálogo com as crianças sobre essa temática. Participaram da ação toda comunidade escolar: pais, professores e funcionários da unidade de ensino.
Durante o encontro, foram levantadas diversas causas e consequências da violência, como também da segurança, além de um alerta sobre os perigos da falta de respeito nas relações, presente tanto no ambiente escolar quanto nos demais espaços e contextos da sociedade.

O momento promoveu a reflexão e compreensão dos pais e responsáveis sobre a percepção de que a violência geralmente começa dentro de casa, mostrando que quando a criança é educada da forma correta, pode ser um agente transformador da cultura da paz. Assim, é necessário acabar com todo e qualquer tipo de violência, visando enfatizar o respeito ao próximo, além de estimular autonomia, organização e criatividade dentro do processo de ensino e aprendizagem.

Segundo a palestrante, Ten. Coronel Elizete Lima, “é de grande importância que nós tenhamos esse contato com a comunidade, sobretudo com na zona Rural, onde precisamos fazer esse alerta sobre a responsabilidade social, começando dentro da família e passando pela escola para que tenhamos cidadãos responsáveis”, apontou Elizete.
“Falamos sobre segurança e a importância dela no contexto social do momento. Pretendemos, com isso, criar um ambiente de respeito em todos os ambientes de rotina dos nossos alunos”, disse a diretora da escola, Raimunda de Resende.

Fotos: Ascom Semec

Escola Municipal Júlio Lopes Lima elege conselho escolar e fiscal

Agora a Escola Municipal Júlio Lopes Lima, localizada no Residencial Torquato Neto, conta com o apoio de um conselho escolar e fiscal, composto por representantes de todos os segmentos da comunidade escolar. A eleição contou com ampla participação dos alunos e famílias, com voto secreto.

Os conselheiros possuem papel fundamental no gerenciamento, coordenação e fiscalização das ações da escola, tanto no âmbito administrativo quanto pedagógico. Na prática, todas as decisões da gestão devem passar pela análise do coletivo, que vai cumprir o mandato de dois anos.

“Estamos sempre ativos no bom andamento das funções de nossa escola e sabemos que um conselho atuante pode fazer o melhor pela educação na nossa comunidade”, afirma a diretora Susana Paz.

Fotos: Ascom Semec

Professores e pedagogos da Rede Municipal de Teresina receberão premiação em dinheiro

Os professores e pedagogos da Rede Municipal de Teresina receberão um bônus em seus contracheques ao final do mês de janeiro. O dinheiro é referente ao Programa de Valorização do Mérito na Educação Infantil e no Ensino Fundamental, com até R$ 600 a mais, todos os meses, por dois anos.

Foto: Ascom Semec

Essa é a primeira vez que os educadores receberão o prêmio sem competição, sendo pago para todos em efetivo exercício do magistério. O valor só se diferencia de acordo com a jornada de trabalho dos profissionais.

“A premiação será paga de forma isonômica, em parcelas mensais e sucessivas, retroativas ao mês de outubro do ano passado. Além disso, os professores, pedagogos e diretores adjuntos terão férias no próximo mês, um merecido descanso para essas equipes que tanto se dedicam nas escolas”, disse o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso.

No contracheque do mês de janeiro, professores, pedagogos, Diretores Adjuntos, receberão: férias coletivas, prêmio de valorização e primeiro parcela do décimo terceiro salário de 2023.

Fábrica paulista apresenta projetos para construção de 15 escolas em tempo recorde e tecnologia inovadora

A empresa Taec Módulos, cuja fábrica está localizada em Pirajuí (SP), apresentou nesta sexta-feira (27) ao prefeito Dr. Pessoa projetos para a construção de até 15 escolas, creches e/ou bibliotecas, por meio da tecnologia de modulados.

Os secretários de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Edmilson Ferreira; de Educação, Nouga Cardoso e de Planejamento, João Henrique Sousa, estiveram presentes, juntos com suas equipes de engenheiros, arquitetos e demais técnicos.

Fotos: Marcelo Cardoso – Semcom

O prefeito Dr. agradeceu a apresentação e afirmou estar aberto a tratativas com a empresa. “Na nossa gestão, a empresa que quiser investir em Teresina, terá sempre as portas abertas. Nós fazemos questão de gerar emprego, renda e movimentar nossa economia. Além disso, a educação é nossa prioridade e é nossa meta entregar novas escolas este ano”, declarou o gestor.

Os projetos foram apresentados pelo gerente geral de Negócios com o Governo da Taec Módulos, Douglas Webler. Ele citou que a construção modular cresce 5,75% ao ano no mundo.

“Esse crescimento ocorre porque a construção de modulados acontece em ambiente controlado e com medidas exatas, resultado em uma velocidade maior de produção. Com a estrutura modular, você tem certeza que vai realizar uma obra com valor certo e líquido do começo ao fim”, enfatizou.

Ao prefeito Dr. Pessoa, o gerente garantiu que, caso ganhe a licitação, poderá entregar até 15 estruturas diferentes (entre escolas, creches, bibliotecas, centros de convivência, etc) até o aniversário de Teresina, em agosto. “Após a parte burocrática, podemos entregar tudo em 90 dias”, afirmou Douglas.

Os projetos da empresa podem incluir desde a preparação do terreno até a instalação dos equipamentos necessários para o início das atividades no local.

Após a apresentação, os técnicos da Prefeitura tiraram suas dúvidas. O secretário Edmilson Ferreira, que é engenheiro, questionou detalhes sobre a inspeção da obra, montagem e demais serviços.

“Sem dúvida alguma, este é um projeto interessante e bastante prático, além de ter uma grande vantagem, que é ser sustentável. Estamos otimistas quanto à proposta apresentada”, disse o secretário Edmilson Ferreira.

Pedagogos(as) da Rede Municipal se reúnem no I Encontro Formativo de 2023

Coordenadores pedagógicos da Rede Municipal de Ensino participaram, na manhã desta quinta-feira (26), do I Encontro Formativo de Pedagogos(as) da Rede Municipal de Teresina. O dia foi dedicado aos profissionais que trabalham com a Educação Infantil. Amanhã (27), o encontro será para o Ensino Fundamental.

A palestra principal levou a temática “O fazer e o ser docente: um ensaio teórico crítico de um contexto real da permanência do docente na profissão”, proferida pelo professor Gilmar Mendes, que compõe a equipe de Formação da Secretaria Municipal de Educação (Semec). Também teve espaço para homenagens à Magda Soares, que deixa um legado principalmente na área da alfabetização. Para finalizar, Gersianne Martins, pedagoga da Rede, falou sobre a importância da socialização de práticas pedagógicas entre as unidades de ensino.

O secretário executivo de Ensino, Reinaldo Ximenes, exaltou o papel dos coordenadores pedagógicos de Teresina e destacou a importância do Encontro Formativo para o novo ano letivo. “Esse é um momento de aprendizagem e troca de saberes, ganhando fôlego para iniciar um ano repleto de boas práticas”, pontuo Ximenes.

Para o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, a qualidade da educação de Teresina tem relação direta com a dedicação das equipes escolares. “E isso passa pela atuação dos pedagogos e pedagogas da Rede, que estão em constante movimento para garantir uma rotina escolar eficiente e o melhor aprendizado aos nossos alunos. Esse Encontro é uma troca necessária para a manutenção dessa qualidade”, conclui Nouga.

Foto: Rômulos Piauilino – Semec

Alunos finalistas da OBSAT recebem apoio da Semec

Alunos do Cidade Olímpica Educacional, da Rede Municipal de Ensino de Teresina, estão na 4ª fase, ou seja, na fase final da Olimpíada Brasileira de Satélites (OBSAT MCT). Essa é uma competição científica de abrangência nacional, concebida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, e organizada pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) em conjunto com a Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/MCTI) e a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), da Universidade de São Paulo (USP).

Neta etapa, o grupo deve apresentar os resultados da 3ª fase e mostrar as novidades para a grande final de acordo com os critérios que foram estabelecidos pela organização da Olimpíada. Haverá uma apresentação de todos esses resultados entre março e abril na cidade de Alcântara, no Maranhão.

A Secretaria Municipal de Educação (Semec), por meio do secretário executivo de Ensino, professor Reinaldo Ximenes, vem acompanhando e apoiando os resultados obtidos em todo o processo da competição. Ximenes garantiu apoio da Secretaria desde o planejamento, passando pela construção do CanSat, programação, testes e lançamento regional. Agora, a equipe avança para o lançamento nacional.

Os alunos, sob orientação do professor Edward Montenegro, estão preparando um relatório sobre o trabalho que busca medir as radiações ultravioleta na segunda camada atmosférica, bem como a situação de gás ozônio em determinado local da região nordeste.

Fotos: Rômulo Piauilino – Semec