Artesãos expõem produtos e alavancam vendas no primeiro Teresina em Ação do ano

Ascom/Semest

Artesãos apoiados pela Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest) tiveram ótimos resultados nas vendas e encomendas durante participação no primeiro Teresina em Ação de 2020. O evento, realizado no sábado (01) contou com mais de 160 serviços gratuitos para a comunidade, além de várias atrações culturais.

Mônica Carvalho Lopes, uma das artesãs presentes contou um pouco da sua história e de como os eventos apoiados pela Semest são importantes para ela. “Tive um aneurisma em 2012 e o artesanato entrou na minha vida como forma de terapia, me ajudando a tratar as sequelas do aneurisma. Além de ter superado os meus obstáculos, hoje vejo a arte santeira que faço como uma forma de evangelizar.  Adoro as feiras que a secretaria nos fornece apoio, pois acabo tendo a oportunidade de ter meu trabalho visto e reconhecido por muita gente”, disse.

O secretário da Semest, Ricardo Bandeira, destacou a importância do evento. “Começamos o ano com o pé direito através de mais uma participação no Teresina em Ação com sucesso. O evento é sempre uma porta aberta para nossos pequenos empreendedores e artesãos, e apoiá-los nessa jornada é um dos nossos principais objetivos” ressaltou o secretário.

O Teresina em Ação é uma realização da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) com a parceria da TV Clube. A Semest também está sempre presente no evento levando cultura e empreendedorismo através de artesões e artistas plásticos. A população pode entrar em contato com a Gerência de Políticas Integradas da Semcaspi para solicitar um Teresina em Ação no seu bairro através do telefone (86) 3131-4714.

Semest incentiva empreendedorismo e muda realidade de artesãos em 2019

A Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest) fomentou o empreendedorismo e aumentou os números de pequenos empreendedores participantes de feiras e eventos em Teresina.  Só em 2019 foram realizados 40 eventos, nos quais 1.126 microempreendedores participaram.

Além das feiras e eventos proporcionados pela secretaria, muitos artesãos também se beneficiaram com o empréstimo do banco popular, podendo investir e aumentar os seus empreendimentos. A Semest também proporcionou viagens para que nosso artesanato fosse valorizado em outros estados, em grandes eventos onde artesãos locais mostraram seu trabalho e viveram grandes trocas de experiência.

A artesã Mazé Carvalho mudou de vida através do artesanato e fala sobre a importância do apoio da Semest. “Desde criança eu comecei a trabalhar como oleira junto com minha família, mas chegou um tempo em que a olaria que trabalhávamos foi desativada e precisei procurar outros rumos para me sustentar. Encontrei no artesanato a solução para seguir a minha vida e desde que comecei a fabricar minhas peças em cerâmica, a Semest vem me ajudando de uma forma especial, apoiando a mim e outros artesãos através desses eventos, onde consigo vender bastante e ainda divulgar meu trabalho. A Secretaria me ajudou a transformar minha vida e da minha família e hoje sou extremamente grata”, concluiu Mazé.

O Secretário da Semest, Ricardo Bandeira falou sobre os resultados e expectativas para 2020. “Trabalhamos sempre com o intuito de aumentar esses números dentro do empreendedorismo, dando diferentes chances aos nossos artesãos e pequenos empreendedores de aumentar sua renda e de mostrar seu trabalho dentro e fora do nosso estado. Nosso intuito em 2020 é melhorar ainda mais esses números e poder buscar um destaque ainda maior para os nossos produtos locais”, ressaltou o secretário.

A Semest auxilia artesãos e produtores de diversas áreas nas feiras, disponibilizando espaços, tendas e oportunidades para quem trabalha na área. O artesão ou pequeno produtor que se interessar em participar das feiras deve se dirigir à secretaria, que fica localizada na Avenida Campos Sales,1292 ou ligar para saber mais informações no número: (86) 3215-4211.

Artesã trabalha empoderamento feminino na confecção de bonecas negras

Através da confecção de bonecas negras, a artista visual Adriana Borges realiza um trabalho diferenciado para enfatizar a representatividade e empoderamento feminino das crianças. Adriana é formada em artes visuais, mas se identifica com artes manuais e confecciona bonecas de pano há cerca de três anos.

A artesã foi uma das parceiras da Secretaria Municipal da Economia Solidária (Semest) no IV Espaço Solidário, evento realizado no último final de semana com o intuito de promover o empreendedorismo na cidade. “Essa parceria através da Semest é uma grande valorização do artesão e do artesanato local e traz visibilidade para o nosso trabalho, fazendo com que ele chegue a outros estados. A importância desse e de outros eventos que já participamos para nós artesãos é muito grande” ressaltou a artesã.

Ainda sobre o seu trabalho, Adriana explica a sua realização pessoal e profissional com a confecção das bonecas. “A renda do artesanato das bonecas é muito importante para mim e no meu tempo livre eu ministro aula nas oficinas de artes como complemento. Mas no meu trabalho com as bonecas de pano eu busco representatividade através da cor negra, e tem sido muito gratificante ver o resultado disso, pois posso fazer com que as crianças também se sintam empoderadas e representadas”, finalizou.

O secretário da Semest e vereador Ricardo Bandeira, falou sobre o sucesso do evento e da felicidade em ver resultados como o da Adriana. “O trabalho que a Adriana faz é um grande exemplo para todos nós, além disso, ficamos orgulhosos de poder auxiliar pequenos produtores e artesãos como ela durante as feiras e eventos que realizamos. Com o IV Espaço Solidário estamos finalizando esse ano com ótimos resultados e uma sensação e dever cumprido”, concluiu o secretário.

Além do Espaço Solidário a Semest auxilia artesãos e produtores de diversas áreas nas feiras, disponibilizando espaços, tendas e oportunidades para quem trabalha na área. O artesão ou pequeno produtor que se interessar em participar das feiras deve se dirigir à Semest, que fica localizada na Avenida Campos Sales,1292, ou ligar para saber mais informações no (86) 3215-4211.

Shopping da Cidade realiza 20ª edição do Shopping Mostra Moda

Nos dias 12 e 13 de dezembro, o Shopping da Cidade vai realizar a 20ª edição do Shopping Mostra Moda (SMM), que acontecerá na praça de eventos do shopping, às 15h. A iniciativa é uma oportunidade para os empreendedores mostrarem as suas peças, coleções e tendências para o fim de ano, oferecendo preços acessíveis aos consumidores. Ao todo, 20 lojistas participarão do SMM, 10 em cada dia.

“O Shopping Mostra Moda é um evento tradicional realizado pelo shopping da cidade que também movimenta bastante as vendas do fim de ano. Estamos sempre apoiando essa iniciativa, através da Semest, para fomentar o empreendedorismo e proporcionar oportunidades de alavancar as vendas dos pequenos empreendedores”, destaca o secretário municipal de Economia Solidária, Ricardo Bandeira.

O evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Teresina, da Semest, da Fundação Wall Ferraz, do vereador Gustavo de Carvalho, da Rádio Vitrine, da Agência The Was e é realizado pelo Instituto de Negócios do Piauí (INPI), Associação dos Microempreendedores do Shopping da Cidade (AMESCI) e Sindicato dos Vendedores Ambulantes e Varejistas do Comércio de Teresina (SINCONVANFET).

Semest realiza nova edição do Espaço Solidário para compras no mês natalino

Ascom/Semest

A Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest) vai promover mais uma edição do Espaço Solidário, que acontecerá nos dias 13 e 14 de dezembro, das 8hs às 18hs. O evento consiste em um dia de exposição e comercialização dos mais variados produtos, fruto do trabalho de artesãos e empreendedores locais.

O Espaço Solidário será realizado na Rua Álvaro Mendes, entre o cruzamento da Rui Barbosa até a Rua Barroso, no centro da capital. Haverá exposições de peças artesanais de palha, MDF, tecido, artigos em mosaico, produtos exotéricos, brinquedos de madeira, bonecas de tecido, panos de prato, artigos infantis, garrafas decoradas e muito mais.

“O Espaço Solidário é uma oportunidade para promover o empreendedorismo na nossa cidade. Vamos dar oportunidade a quem produz o artesanato local e peças nos centros de produção para expor e comercializar essa produção no coração do centro da cidade, local de grande circulação de pessoas. A expectativa é que todos tenham boas vendas e que possam garantir uma renda extra nesse fim de ano”, destacou o secretário da Semest, Ricardo Bandeira.

Entre as atividades do evento estão desfiles de moda, atrações musicais e praça de alimentação. A inciativa conta com a participação dos centros de produção de Teresina e artesãos em geral.

Semest envia artesãos para missão técnica em Minas Gerais

Ascom/Semest

Cinco artesãos de Teresina irão para uma missão técnica no Polo de Artesanato em Minas Gerais neste sábado, 30 de novembro. O objetivo da ação é realizar troca de experiências e networking entre os grupos de Teresina e associações de artesanato de Minas Gerais. A missão é idealizada pelo Sebrae com a parceria da Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest).

Entre os escolhidos estão bordadeiras, escultores, dentre outros tipos de artesãos. Francisca Santana é uma das artesãs selecionadas. Ela representa a Associação da Central de Compras das Bordadeiras de Teresina (ACCBT), e fala sobre a importância do projeto.

“Vai ser uma oportunidade única poder levar nosso artesanato para Minas e poder conhecer essa cultura de lá, que também é muito rica.  Estamos imensamente gratos ao apoio da Semest e do Sebrae que está nos levando para outros horizontes e transformando nossa visão sobre o trabalho que fazemos”, concluiu.

De acordo com Ricardo Bandeira, secretário da Semest, a ideia é sempre buscar melhorias para os artesãos.  “Essa missão agrega valor aos produtos dos artesãos e melhora o processo produtivo, abrindo novos mercados para as associações participantes da nossa cidade e de fora. Além de fomentar o empreendedorismo e fortificar o networking desses pequenos produtores”, destacou.

A missão acontecerá em Belo Horizonte nos municípios de Prados, Vilarejo dos Bichinhos, Tiradentes, Santa Cruz de Minas e São João Del Rei, onde serão visitadas lojas de artesanato, pontos turísticos e ateliês. Os artesãos chegam para a missão no sábado 30 de novembro e retornam no dia 03 de dezembro.

Projeto Vitória encerra turmas e capacita mais de 200 pessoas para empreender na área têxtil

Ascom/Semest

O Projeto Vitória é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest), através da Prefeitura de Teresina e teve como objetivo capacitar profissionais para a moda evangélica e executiva, através do curso de corte e costura, gerando trabalho e renda em 20 comunidades de Teresina. Na última semana de outubro o projeto encerrou suas turmas, que contavam com aulas em três polos diferentes da cidade.

Marcela trindade concluiu o curso no polo do bairro parque alvorada e fala a gratidão pelo projeto. “Para quem iniciou no curso sem saber nada de costura e hoje poder ver essas peças feitas por nós é uma emoção muito grande. E eu só queria agradecer a todos os envolvidos nesse projeto, para que ele se concretizasse e mudasse tanto nossas vidas, como já está mudando, muitas de nós já podem trabalhar na área e também empreender”, concluiu Marcela.

O curso iniciou no mês de maio e teve a duração de cinco meses. Dentro do projeto foram ensinadas aulas teóricas e práticas de modelagem e corte e costura.  Os alunos aprenderam a fazer a modelagem das roupas e o processo inicial e final da confecção de uma peça, de forma totalmente gratuita para eles.

Lucilene foi a professora do turno manhã. “Essa oportunidade foi única para os alunos e também para nós professores que pudemos auxiliar pessoas muito esforçadas, que aprenderam a costurar e agora podem dar um novo sentido a sua vida. Todas saem daqui com uma boa noção de costura e uma linda história de para começar”, disse a professora.

O secretário municipal de Economia Solidária, Ricardo Bandeira, falou sobre sua emoção com a realização do curso. “Foi muita emoção poder ver com meus próprios olhos através desses cursos, o resultado de cada aluno e o nosso sonho de realizar esse projeto se concretizando com perfeição.  Ficamos imensamente felizes de ter conseguido junto à Prefeitura de Teresina, realizar essa formação, que vai fomentar o empreendedorismo e vai mudar a vida de muitas pessoas. Continuaremos na luta para realização desses sonhos e transformando vidas em nossa cidade”, ressaltou o secretário.

As capacitações foram realizadas através de consultorias, rodas de conversas e acesso ao mercado. Para essas formações a secretaria contou com a parceria fundamental da Fundação Wall Ferraz. Foram três pontos de apoio em zonas diferentes capacitando cerca de 200 pessoas. Os alunos confeccionaram peças que serão apresentadas em um desfile final na entrega de certificados do curso, que acontecerá no dia 07 de novembro.

Semest e Fundação Bastos realizam cursos de capacitação gratuitos na cidade

A Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMEST) está apoiando, em parceria com a Fundação Roosevelt Bastos, a realização de capacitações nos meses de setembro e outubro no Projeto Empreender. A ação conta com oficinas e palestras de diversos temas que estão sendo realizados em várias zonas da cidade.

“Fomentar o empreendedorismo e a capacitação de pessoas sempre será a melhor alternativa para fugir das crises. E nós buscamos, através da Semest, apoiar e realizar projetos como esses para buscar a evolução que precisamos para nossa cidade”, ressaltou o secretário de economia solidária, Ricardo Bandeira.

O Projeto Empreender é financiado pela emenda 2/2016 da Vereadora Teresinha Brito. Os cursos iniciaram no fim de setembro e vão até o dia 27 de outubro. Dentro dos temas trabalhados estão: como empreender nas redes sociais, economia solidária, cuidado com o corpo, marketing pessoal, limpeza de pele, corte e costura, fabricação de iogurtes, pastas e dindin gourmets, entre outros.

Para os cursos que ainda serão ministrados, as inscrições estão sendo realizadas nos polos onde acontecerão os cursos e na Fundação Roosevelt Bastos, que fica localizada na Rua Desembargador Freitas, 1279, Centro.  Os interessados devem levar documento com foto.