Prefeitura em Parceira com o Banco do Nordeste lança Programa de Desenvolvimento Territorial

A Prefeitura de Teresina, através Secretária Municipal de Produção Agropecuária (SEMP) em parceria com o Banco do Nordeste, lançam o Programa de Desenvolvimento Territorial (PRODETER), para contribuir com o desenvolvimento territorial e local por meio da organização, fortalecimento e elevação da competitividade das atividades econômicas.

O PRODETER levará crédito e assistência técnica para produtores, buscando melhorar a produção e a comercialização dos produtos, através de planejamento, implementação e a autogestão do processo de desenvolvimento sustentável.

O projeto busca fortalecer as cadeias produtivas das atividades priorizadas; incorporar inovações tecnológicas em atividades produtivas; potencializar a cooperação e a participação dos agentes institucionais e econômicos no processo de desenvolvimento local e territorial; e promover a articulação de políticas públicas para o desenvolvimento local e territorial.

Cinco atividades estão sendo priorizadas. São elas: Piscicultura, ovinocaprinocultura, cajucultura, Horticultura, e Turismo da saúde. Em cada município foi criado um comitê gestor municipal, para coordenar as ações locais e um Comitê Gestor Territorial, que é a instância de governança maior.

Um plano de ação foi elaborado voltado especificamente para Horticultura. O lançamento do Plano deverá ter dois momentos, com solenidade de lançamento e uma feira para a comercialização dos produtos. O lançamento está previsto para o dia 01 de julho, na praça Rio Branco, no Centro de Teresina.

O projeto ainda conta com a parceria das prefeituras de Altos, Miguel Alves, União e também da SENAR, SEBRAE, STTR, SEPLAME e EMATER.

Prefeitura de Teresina e IFPI lançam projeto Hortas Comunitárias Sustentáveis

A Prefeitura de Teresina e o Instituto Federal do Piauí (IFPI) oficializam, nesta quinta-feira (19), uma parceria institucional para fortalecer a horticultura comunitária da capital. A assinatura do documento acontece às 15h, no auditório da reitoria do IFPI, localizado na avenida Presidente Jânio Quadros, 330, no bairro Santa Isabel, zona Leste da cidade.

A assinatura do termo de criação do Projeto Hortas Comunitárias Sustentáveis é voltado para medidas de fomento à produção de alimentação saudável e melhoria estrutural desses espaços e das comunidades envolvidas neste setor produtivo. Além disso, serão realizadas ações de ensino, extensão, pesquisa e inovação entre as duas instituições.

Dentre outras coisas, o projeto prevê apoio e assistência técnica, organização e sinalização das hortas e incentivo à comercialização, bem como o serviço de manutenção e intervenções estruturais, tanto nos espaços produtivos como em seu entorno, favorecendo os negócios e melhorando as condições socioambientais das comunidades.

A primeira fase da iniciativa contemplará a região Sudeste, beneficiando 22 horticultores do bairro Dirceu Arcoverde. Já na segunda etapa, atenderá produtores da região da grande Santa Maria da Codipi, na zona Norte.

O projeto é uma iniciativa de natureza multidisciplinar e intercampi articulada pela Pró-reitoria de Extensão do IFPI junto ao Campus Teresina Central, o Campus Avançado Dirceu e o Campus Avançado de José de Freitas, o que possibilitará a qualificação profissional dos horticultores e horticultoras nos eixos de recursos naturais e gestão de negócios, além da realização de diagnóstico socioambiental.

A formação profissional realizada pelo IFPI terá ênfase nas aulas de campo, que serão acompanhadas pela equipe técnica da Secretaria de Produção Agropecuária e estudantes bolsistas do projeto, o que possibilitará o aprendizado e aplicação de técnicas de produção de alimentos orgânicos, além da gestão e comercialização da produção, favorecendo o desenvolvimento desse arranjo produtivo de forma sustentável na cidade de Teresina, impactando sobre a produção, meio ambiente e renda dos horticultores e suas famílias.

Dr. Pessoa assina ordem de serviço para construção de estrada ligando o povoado Campestre a José de Freitas

Dr. Pessoa anuncia o investimento de R$ 5,6 milhões para a implantação de 10 km de extensão de asfalto Fotos: Rômulo Piauilino / SEMCOM

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, assinou, nesta quinta-feira (28), a ordem de serviço autorizando o início da pavimentação da estrada do povoado Campestre, na zona Rural Leste da capital. A previsão é que as máquinas comecem os trabalhos nos próximos dias e que a obra seja concluída em no máximo seis meses.

“Esta é uma obra que a comunidade vinha reivindicando há muitas décadas. Há muitos anos a população sonhava com essa estrada, que não é do prefeito nem de nenhuma autoridade, é uma atitude da gestão municipal para melhorar a vida da população. É uma ação que só faz quem tem coragem e atitude”, enfatizou o prefeito.

Ao todo serão investidos mais de R$ 5,6 milhões na implantação do asfalto no trecho com cerca de 10 km de extensão. A estrada, que se inicia no povoado Campestre, deve ligar todas as localidades daquela região até o limite de Teresina com o município de José de Freitas, melhorando a mobilidade.

Além deste aspecto, Edvaldo Marques, secretário municipal de Produção Agropecuária (SEMP) e também superintendente de Ações Administrativas Descentralizadas Rural (SAAD Rural), destaca que a estrada será uma importante ferramenta para beneficiar os produtores da região. “Já estamos conversando com a empresa para tentar reduzir o cronograma de entrega”, disse o gestor.
Eliana Amorim, presidente da Associação dos Produtores Rurais do Campestre, estima que a estrada beneficiará cerca de cinco mil famílias. “Não apenas da nossa comunidade, mas de todas as demais que são vizinhas. É uma obra muito importante para a gente, que esperava por isso há muitos anos e agora vemos as coisas acontecendo”, concluiu.

Prefeitura realiza a 4ª Edição da Feira de Arte e Agricultura Familiar

Nesta sexta-feira (4), acontece a 4ª Edição da Feira de Arte e Agricultura Familiar de Teresina. Desta vez, o evento será realizado na rua Climatizada, em frente a Praça Rio Branco, das 8h às 14h, e reunirá artesãos, criadores de aves e diversos produtores agrícolas de comunidades da zona Rural do município.

Os produtores dos povoados Camboa II e III, Serra do Gavião, Soim, 8 de março, Santa Luz, dentre outros, irão expor e comercializar os produtos agroecológicos como folhagens, legumes e derivados da macaxeira, peças de arte e aves.

De acordo com o secretário executivo de Produção Agropecuária, Franklin Neto (o Garoto), as feiras são uma ótima oportunidade para que os pequenos produtores que trabalham no projeto de transição agroecológica possam comercializar seus produtos e também para que a população possa ter acesso a alimentos de qualidade por um preço acessível.

“O objetivo do projeto é incentivar a produção de base agroecológica, desenvolvimento sustentável e gerar renda para pequenos produtores, além de incentivar o consumo de alimentos saudáveis. Acreditamos que esse projeto pode contribuir para uma sociedade mais justa e sustentável”, afirma o secretário executivo da SEMP.

Outra incentivadora da feira é a primeira-dama do município de Teresina, Samara Conceição. Ela lembra que a primeira edição do evento foi no Povoado Santa Luz de Baixo e virou um sucesso por onde passou. Ela reforça o convite aos teresinenses que querem e podem participar do evento.

“Fica aqui o meu convite a todos os teresinenses, que visitem a feira, acredito que muitos possuem certa memória afetiva pela nossa querida zona Rural e suas produções. É um prazer gigante poder incentivar e convidá-los para esse evento”, comenta Samara Conceição.

A Feira de Arte e Agricultura Familiar é uma realização da Secretaria de Produção Agropecuária (SEMP) e tem como madrinha a primeira-dama, Samara Conceição. O evento conta com a parceria SEMCASPI, SEMDEC, SAAD Centro, SEMCOM e diversas outras secretarias do município.

SEMEC E SEMP discutem parcerias para implantação de hortas nas escolas

Na manhã desta quarta-feira (26) o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, juntamente com o secretário executivo de Ensino, professor Kleytton Santos, participaram de reunião com a equipe da SEMP – Secretaria Municipal de Produção Agricola (Semp) para tratar sobre hortas comunitárias em áreas verdes nos centros Infantis e escolas.

Na reunião, o secretário de Produção Agricola de Teresina , coronel Edivaldo Marques disse que a parceria com a Semec é muito importante, pois trata sobre a implantação de hortas comunitárias nas áreas verdes nas escolas e CMEIs, que terão o intuito ensinar os alunos de forma lúdica os processos de plantio e desenvolvimento de frutas e hortaliças.

O Secretário Nouga Cardoso disse que a parceria abrirá uma oportunidade de produzir frutas e hortaliças para serem usadas no consumo da própria merenda escolar.

“Nós temos algumas unidades com terrenos bem amplos. A SEMP vai dar todas as instruções necessárias com uma equipe especializada, por meio de engenheiros agrônomos. As atividades serão desenvolvidas juntamente com os pais e/ou responsáveis dos alunos. Dessa forma, nós conseguiremos ter um aproveitamento maior no espaço e criaremos um sentimento maior de pertencimento entre família, escola e comunidade”, pontua o secretário executivo de Ensino, Professor Kleytton Santos. O secretário executivo da Semp, Franklin (o garoto), também participou da reunião.

Fotos: Ascom Semec

SAAD Leste firma parceria com SEMP para participação na Expoapi

A Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Leste (SAAD Leste), através da Prefeitura de Teresina, firmou parceria, nesta quarta-feira (24), com Secretaria Municipal de Produção e Agropecuária (SEMP) para atuar na limpeza e na segurança da Feira do Mercado do Produtor, que acontecerá na 70ª edição da Exposição Agropecuária do Piauí (Expoapi). O evento ocorre do dia 9 a 12 dezembro, no Parque de Exposições Dirceu Arcoverde, localizado na BR-343, em Teresina.

Superintendente James Guerra, Marcone Nunes, chefe de gabinete da SEMP e Franklin Garoto, secretário executivo da SEMP / foto: Ascom Saad Leste

 

Segundo o superintendente da SAAD Leste, James Guerra, a participação do órgão é imprescindível no evento por envolver um conjunto de fatores econômicos, políticos e sociais. “É de grande importância essa parceria, pois o evento, além de contar com a Feira do Mercado do Produtor, terá shows musicais, leilões e dará muita visibilidade aos produtores. Será essencial no fortalecimento da economia local. Faremos o possível para que o evento ocorra bem”, destacou Guerra.

Franklin Garoto, secretário executivo da SEMP, informou que a parceria com a SAAD Leste é de suma importância.

“A parceria com a SAAD-Leste unirá forças com o Sebrae e o Senar, que também participam como parcerias. Nosso desafio é combater a precária situação do sistema produtivo do município e com a Feira do Mercado do Produtor, o potencial de desenvolvimento rural local ganhará mais evidência. Os produtores foram muito afetados durante a pandemia e ficaram quase dois anos sem comercializar os seus produtos”, ressaltou Garoto.