SDU Leste prossegue com serviços de recuperação de ruas

Dando prosseguimento às ações de recuperação das vias, a Gerência de Obras e Serviços da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste está atuando nos bairros São Cristóvão, Morada do Sol e Santa Isabel. A ação tem o intuito de promover o reparo dos calçamentos que foram danificados pela ação de fortes chuvas na região.

Segundo informações da Gerência de Obras, os trechos que recebem as frentes de trabalho para promover a recuperação das pavimentações em paralelepípedo são: Rua José Sinimbu, do bairro São Cristóvão; Rua José de Lima, no bairro Morada do Sol e o trecho entre as ruas Antilhon Ribeiro Soares com a Rua Aristides de Almeida, no bairro Santa Isabel.

A medida foi autorizada pelo prefeito Firmino Filho e leva em consideração a necessidade de recuperar trechos emergenciais, de acordo com o levantamento feito pela equipe de engenheiros do órgão municipal.

“Apesar de estarmos enfrentando um cenário complicado com a pandemia do novo coronavírus, atuamos de forma efetiva para promovermos a recuperação em tempo hábil, além de adotar todas as recomendações dos órgãos de saúde”, destacou o superintendente João Pádua.

O superintendente executivo, Ângelo Cavalcante, também explica o objetivo da ação. “Nosso maior intuito é levar mais dignidade aos moradores que necessitam trafegar pelas vias. Por isso, é importante que a população também nos ajude. Caso o calçamento da sua rua esteja danificado, é só nos comunicar via telefone, ou requerimento, pelo aplicativo Colab. Vamos identificar o problema e, de acordo com a emergência, inserir a solicitação nas demandas da Gerência de Obras”, concluiu.

Para solicitar os serviços de reparo ou recuperação da SDU, além de colaborar com o trabalho da Prefeitura, a população pode usar os números (86) 99957-3709 / (86) 98165-8000 / (86) 99498-5183.

Transporte público é suspenso e atenderá apenas trabalhadores de serviços essenciais a partir desta segunda (04)

A partir desta segunda-feira (04) o transporte público da capital está suspenso e será implantando um novo sistema para atender, exclusivamente, os trabalhadores dos serviços essenciais que possuam o cartão eletrônico. Não será aceito, em nenhum caso, pagamento da passagem em dinheiro.

Cerca de 17 mil pessoas continuavam usando o transporte público diariamente, entre elas usuários que não integravam os serviços considerados essenciais, conforme mostrou pesquisa realizada pela Prefeitura. Com a nova determinação, os terminais de integração também serão totalmente fechados. A decisão foi tomada para garantir a separação de usuários de acordo com cada zona da cidade, diminuindo o risco de propagação do novo coronavírus.

O Setut (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina) fará o controle sobre a recarga dos cartões eletrônicos, que será feita apenas para quem comprovar que está atuando nos serviços essenciais. Assim, o sistema atenderá somente os trabalhadores que estão atuando na linha de frente durante a pandemia.

A integração poderá ser feita em qualquer ponto de cruzamento das linhas, como o centro da cidade e as avenidas João XXIII e Frei Serafim. Da mesma forma que funcionava antes, a troca de ônibus deve ser feita em um prazo máximo de duas horas.

Nos últimos 15 dias o número de pessoas usando o transporte público voltou a crescer, mesmo após as medidas para reduzir a circulação de usuários. “O transporte público sempre foi um motivo de preocupação, pois é um grande ponto de aglomeração de pessoas. A suspensão do passe livre para o idoso e do subsídio para os estudantes tiveram efeito imediato, mas como a demanda voltou a crescer, foi necessário adotar medidas mais duras”, ressaltou o superintendente da Strans, Weldon Bandeira.

Ele informou ainda que a Strans também vai dar continuidade ao cadastro de vans e ônibus na sede do órgão na próxima segunda-feira (04), das 8h às 12h, para complementar a frota, caso haja necessidade. “Esses veículos podem ajudar a atender os trabalhadores caso a frota disponibilizada não seja suficiente”, destaca.

A suspensão do transporte público da capital foi uma decisão do prefeito Firmino Filho anunciada na última sexta-feira, após avaliar que os índices de isolamento social na capital não têm sido satisfatórios. Na última quinta-feira apenas 43% das pessoas cumpriram a orientação de ficar em casa. Enquanto isso, Teresina vem registrando aumento no número de casos da doença. Neste sábado (02) o número já chegou a 458 pacientes infectados e 14 óbitos.

As medidas não têm prazo de validade, devendo ser mantidas enquanto durar o estado de calamidade pública em saúde na capital.

Prefeitura mantém suspensa prestação ampla dos serviços de saúde

A Prefeitura decidiu que a prestação ampla dos serviços de saúde em Teresina continua suspensa. Estão mantidos apenas os serviços e atendimentos clínicos e/ou cirúrgicos em situação de urgência e emergência, além dos procedimentos e exames. Também continuam permitidos consultas, exames laboratoriais e de imagem e procedimentos ambulatoriais relacionados à oncologia, hemodiálise, pré-natal, doenças infectocontagiosas, retorno pós-operatório, cirurgias eletivas inadiáveis, como cirurgias oncológicas, cardiovasculares, transplantes de órgãos e tecidos, dentre outras.

A decisão da Prefeitura será mantida até que o Conselho Regional de Medicina do Piauí (CRM/PI) se manifeste sobre quais as outras atividades médicas na área de saúde poderão entrar em funcionamento. Até agora a Prefeitura vem seguindo todas as recomendações que são publicadas pela entidade.

No último sábado (02) a Prefeitura encaminhou ofício ao CRM pedindo ao órgão que responda questionamentos para que a Prefeitura possa adotar novos encaminhamentos. O município solicitou posicionamento do Conselho para duas questões. A primeira é sobre quais, especificamente, são os serviços considerados essenciais na área de saúde a partir do dia 30 de abril, considerando eventual flexibilização das medidas de combate à disseminação do novo coronavírus. A outra questão é sobre estes possíveis serviços: quais protocolos de funcionamento devem ser observados, considerando as normas sanitárias relativas à disseminação da Covid-19.

Até que o CRM-PI estabeleça nova recomendação, a Prefeitura irá manter a suspensão dos serviços como já vinha acontecendo em manifestações anteriores feitas pelo Conselho Regional, que já havia estabelecido a suspensão, por 15 dias, a partir do dia 01.04.2020.

Para o Comitê Gestor, a liberação de novos serviços só deveria acontecer quando estiverem atendidos os critérios adotados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), estabelecendo que a flexibilização só pode ocorrer quando a transmissão do vírus estiver controlada e o risco de importação do vírus estiver sob controle.

Diante da análise dos números oficiais, o Comitê entende que as curvas de casos e número de óbitos na cidade e no Estado do Piauí estão em crescimento e que do dia 31 de março (data da recomendação do CRM) até agora existe um crescimento de 378% de casos confirmados em Teresina. Os números comprovam que a transmissão do vírus está aumentando e, portanto, contraria a recomendação da OMS.

Outro fator que preocupa, de acordo com dados oficiais do Ministério da Saúde, é que os estados fronteiriços e próximos, como Maranhão, Ceará, Bahia, Pernambuco e Pará continuam em ascensão franca do número de casos confirmados e óbitos, sem redução do número de novos casos e/ou ocorrência de óbitos por um período de 14 dias consecutivos.

A análise dos dados leva à conclusão de que a importação do vírus está longe de ser controlada, tendo em vista que inúmeros moradores destes estados próximos normalmente vinham buscar atendimento de saúde em Teresina quando o serviço estava com seu funcionamento mais ampliado.

15 bairros recebem serviços de limpeza da SDU Leste nesta quinta-feira (16)

 

Ascom/SDU Leste

A Gerência de Serviços Urbanos da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Leste está executando a limpeza de 15 bairros da região, nesta quinta-feira (16). A ação de zeladoria tem o intuito de dar continuidade aos serviços de limpeza que são programados anualmente para serem executados diariamente, além de atender toda a extensão da zona leste.   (mais…)

Strans mantém serviços de manutenção de equipamentos nas vias de Teresina

Os serviços de manutenção das vias, bem como a atuação dos agentes de trânsito na cidade, continuam sendo realizados para atender as necessidades da população, mesmo estando reduzidos em virtude das medidas de contenção da Covid-19.  De 17 de março a 7 de abril foram realizados 159 serviços de manutenção em semáforos por equipes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), bem como em equipamentos de controle de velocidade. Já os agentes de trânsito estão das 6h à meia noite em serviço para atender população e podem ser acionados pelos fones 118 e 3122 7617.

Conforme dados do relatório de manutenção semafórica, nesse período de 17 de março a 7 de abril, do total de 159 serviços, 140 ocorrências foram em semáforos e diretamente relacionadas à oscilação e falta de energia; oito ocasionadas indiretamente com oscilação, falta de energia e também por desgaste natural de equipamentos; oito em grupos focais (peças de colocação das lâmpadas de led); duas relacionados com terceiros e uma por vandalismo.

O diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, engenheiro Augusto Basílio, explica que esses serviços continuarão sendo feitos. “Esta semana foi feita a manutenção de equipamento na Avenida Raul Lopes, embaixo da Ponte Estaiada, porque naquele ponto específico existe fluxo de carros e a travessia para o mirante da ponte. Mesmo existindo semáforo e equipamento de redução de velocidade, recentemente teve acidente gravíssimo que resultou na morte de uma pessoa que estava no carro que colidiu com uma banca de revista. Por isso aquele equipamento tem que estar naquele local e ser feita a manutenção quando necessário”, informa.

O gestor ressalta que Teresina precisa reduzir os acidentes e mortes por acidente de trânsito, especialmente neste momento de enfrentamento de uma pandemia, no qual os leitos devem estar à disposição para tratar pessoas que possam vir a precisar de internação em virtude do covid-19. “Portanto, condutores devem obedecer à legislação de limites de velocidade, além de serem prudentes ao volante”, destaca.

SDU Leste promove a limpeza de áreas verdes e públicas na região

Ascom/SDU Leste

Respeitando os aspectos naturais da cidade, a Prefeitura de Teresina destina, constantemente, ações de limpeza e preservação de áreas verdes e públicas. Na zona Leste, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano local (SDU Leste) está promovendo a limpeza das áreas verdes da Rua Dirce de Oliveira e da Vila do Ancião, nesta segunda-feira (30).

Nos locais, estão sendo feitos serviços de podas de árvores, capina e ações com o trator roçadeira. Segundo o Gerente de Serviços Urbanos, Renato Lopes, a ação tem o intuito de manter e preservar os espaços para o uso dos moradores da região.

“Estamos trabalhando para proporcionar à população espaços de lazer, devidamente preservados. Sabemos que em virtude das chuvas, o mato cresce mais rapidamente e, por isso, atuamos de forma mais efetiva no sentido de dar continuidade aos serviços”, declarou Renato Lopes.

João Pádua, superintendente da SDU Leste, afirma que os serviços de limpeza têm sido um ponto importante da gestão municipal. “Nós temos uma equipe que também promove a limpeza de ruas e avenidas da zona Leste durante toda a semana. Além disso, solicitamos também o apoio da população no sentindo de fazer o acondicionamento do lixo da maneira correta e também em evitar despejar materiais em praças, no meio de ruas e avenidas”, ressaltou.

Nesse sentindo, a comunidade pode também ajudar o trabalho da SDU com informações ou denúncias sobre descarte incorreto de lixo domiciliar pelo número (86) 3215-7875 ou pelo (86) 3221-7050, com a equipe do Lixo Zero. Além do contato através do aplicativo Colab, de fácil acesso, que qualquer cidadão pode baixá-lo e interagir com a PMT.

População pode solicitar serviços online através do Teresinense Digital

A Prefeitura de Teresina reforça o pedido para que a população se mantenha em casa durante o período mais crítico de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). E pensando em não parar a oferta de serviços públicos, a Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater) disponibiliza através do Teresinente Digital vários serviços online, para que o cidadão não precise se deslocar até os órgãos municipais.

De acordo com Eduardo Aguiar, presidente da Prodater, a ação faz parte das medidas determinadas pelo prefeito Firmino Filho para evitar aglomerações de pessoas nos órgãos públicos e dificultar a transmissão do novo coronavírus na capital.

“Estamos reforçando esse pedido todos os dias, para que as pessoas fiquem em casa e, caso precisem, utilizem a plataforma Teresinense Digital. Lá o cidadão encontra vários serviços disponíveis, como recurso de multas, solicitação de serviços de limpeza, poda de árvores, certificado de conclusão de loteamento, interdição de ruas, licenças, repasse de verba, ofícios diversos e solicitações de cópias de processos, dentre outros”, orienta o gestor.

Eduardo também afirma que todos os dias novos serviços serão inclusos. Para ter acesso à plataforma basta clicar no link https://pmt.pi.gov.br/teresinensedigital/

“Nosso objetivo é seguir a determinação do prefeito em desburocratizar o acesso dos cidadãos aos serviços da Prefeitura, evitando que as pessoas de desloquem aos órgãos para fazer as suas solicitações. É uma maneira de proteção nesse momento de pandemia”, finaliza Eduardo.