Restrições no trânsito reduziram aglomerações no Centro de Teresina

Após a primeira semana de interdições no Centro de Teresina, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) avalia como positiva a medida, que reduziu em 90% a circulação de veículos na área. O isolamento de algumas vias na região tem ajudado a conter aglomerações e evitar contaminação pela Covid-19. Desde a última segunda-feira (13), só tem acesso ao perímetro das ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão, veículos permitidos pelo Decreto 19.908.

O diretor de operação e fiscalização da Strans, Jaime Oliveira, destaca que a redução de circulação de veículos dentro da área isolada tem sido significativa e que serão feitas adaptações conforme a abertura gradual do comércio. “O saldo dessa primeira semana é positivo, afinal, estamos conseguindo conter as aglomerações no Centro e o cenário é outro, se formos comparar as semanas anteriores. Contamos com a colaboração da população para que se desloque à área central somente em casos essenciais, para que sejam feitas adaptações durante a reabertura gradual do comércio”, enfatiza.

A circulação pelas ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão é permitida, mas em alguns cruzamentos dessas vias os motoristas não podem fazer conversões para acessar a parte central da cidade.

Os veículos sem permissão para circular no perímetro isolado podem optar pelas vias paralelas ou próximas às interdições. Para quem deseja ter acesso à Ponte da Amizade, as rotas pelas ruas Paissandu, Riachuelo e Senador Teodoro Pacheco permanecem normais. O decreto não aplica restrições à circulação de veículos por essas vias.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, esclarece que agentes da Strans estão acompanhando as interdições de perto e que fazem a fiscalização dessas vias das 6h às 18h, de segunda a sábado. “Quem desobedecer comete infração grave, com aplicação de multa de R$ 195,26 e cinco pontos no prontuário da CNH. Infelizmente, alguns condutores têm resistido e desrespeitado as recomendações, pegando acessos pela contramão de algumas vias, por exemplo. Mas estamos trabalhando para que tudo ocorra em ordem e sem transtornos aos motoristas”, ressalta.

Para dinamizar a circulação de veículos nos acessos às ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão, a Strans instalou, ainda, três novos pontos de isolamento nos cruzamentos das ruas Eliseu Martins com David Caldas, Treze de Maio com Benjamin Constant e Sete de Setembro com Coelho Rodrigues. Os novos trechos são acionados quando estão congestionadas as vias alternativas no entorno do perímetro.

Teresina terá frota de ônibus de 30% nesta sexta (17)

Ascom/Strans

Nesta sexta-feira (17) haverá redução para 30% da frota de transporte público em Teresina. No sábado (18) e no domingo (19) o serviço será suspenso. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) informa que essa determinação é semelhante a que ocorreu no último final de semana e que contribuiu para o registro de melhores índices de isolamento social com 42,7% na sexta; 51,8% no sábado e de 55,7% no domingo.

Essas alterações no funcionamento do serviço de transporte público ocorrem em consideração ao cumprimento do Decreto Municipal 19.890 de 6 de julho, que trata sobre a intensificação de medidas de isolamento social mais rigorosas nas sextas, sábados e domingos deste mês de julho. Essa é uma das formas de combater a Covid-19.

O gestor da Strans, Weldon Bandeira, analisa que essas estratégias no funcionamento do transporte público contribuem para melhorar o isolamento. “Ficamos satisfeitos com os índices alcançados no final de semana passado, mesmo não sendo os ideais. Dessa forma, com todos contribuindo, sairemos mais rápido desse tempo de pandemia”, diz.

Conforme o decreto, existe restrição de serviços nas sextas-feiras. É permitido o funcionamento apenas de farmácias e drogarias, mercados, supermercados, bancos, loterias, serviços de saúde, segurança e vigilância, delivery exclusivo para entrega de produtos de alimentação pronta, comunicação e situações comprovadas de urgência e emergência.

Também conforme o decreto, nos sábados e domingos só funcionam farmácias e drogarias, serviços de saúde, segurança e vigilância, delivery exclusivo para alimentação pronta, comunicação, e em situações de comprovada urgência e emergência.

Strans faz asfaltamento de trecho do corredor de ônibus leste sudeste

Ascom/Strans

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está finalizando a obra de asfaltamento da faixa exclusiva para ônibus no corredor leste sudeste, na avenida dos Expedicionários, entre as ruas Fernando Pires e Licurgo Paiva, no sentido do mercado do peixe.

A obra é parte do contrato de construção de faixas exclusivas de ônibus, alargamento de vias, construção de abrigos e sinalização vertical e horizontal. A Strans retomou esta semana a obra que estava parada devido a pandemia da Covid-19.

No local houve alargamento da via e alguns postes de energia elétrica foram retirados. Patrícia Rodrigues, engenheira da Strans e responsável pela obra, informa que a última fase é a pintura da sinalização. “Essa etapa da sinalização vertical e horizontal será feita nos próximos dias entre a avenida João XXIII e o mercado do peixe”, diz.

Todo o restante do corredor de ônibus leste sudeste já estava com as obras concluídas, incluindo as avenidas João XXIII, Jânio Quadros, Zequinha Freire e José Francisco de Almeida Neto e parte da avenida dos Expedicionários.

Ônibus estão transportando em média 20 passageiros por viagem em Teresina

Ascom/Strans

Considerando a demanda atual do sistema de transporte público de Teresina, os ônibus na capital estão transportando, em média, 20 pessoas por viagem, o que tem permitido o distanciamento entre passageiros. O levantamento foi realizado pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), que está cumprindo as determinações que constam no protocolo elaborado para o setor.

Enquanto durar a pandemia, a determinação da Strans é que a lotação dos ônibus não passe de 45 passageiros, sendo 30 sentadas e 15 em pé. “Em média, os ônibus têm capacidade para 70 passageiros, mas vamos reduzir esse número para garantir mais segurança a todos”, informa o superintendente da Strans, Weldon Bandeira.

Na operação da última terça-feira (14) foram transportados 8.674 passageiros em um total de 429 viagens, o que dá em média menos de 20 passageiros por ônibus. “Portanto, até o momento, estamos conseguindo manter um atendimento sem gerar aglomerações ou qualquer tipo de transtorno aos usuários”, ressalta o gerente de Planejamento da Strans, Denilson Guerra.

Todos os dias os fiscais da Strans estão acompanhando a circulação dos veículos, garantindo o cumprimento das determinações. “Temos 14 fiscais em campo e, até o momento, não constatamos lotações e as medidas de segurança vêm sendo cumpridas”, enfatiza o gerente de Fiscalização da Strans, Pedro Moura.

Com a volta do transporte público na semana passada, no dia 08, a Strans tem recomendado aos passageiros que façam fila mantendo o distanciamento, evitando qualquer tipo de aglomeração. A Prefeitura de Teresina também tem realizado a desinfecção das paradas finais e nas garagens ao final de cada turno, além da verificação da temperatura dos profissionais e disponibilização de álcool em gel e máscaras para os operadores.

Strans organiza trânsito no Centro para evitar congestionamentos

Foto: Ascom Strans

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) instalou nesta terça-feira (14) três novos pontos com restrições de circulação de veículos para evitar congestionamentos no Centro da cidade durante o período de isolamento de ruas na região. Foram acrescentados os cruzamentos das ruas Eliseu Martins com David Caldas, Treze de Maio com Benjamin Constant e Sete de Setembro com Coelho Rodrigues. A medida foi adotada após monitoramento da Diretoria de Operação e Fiscalização (DOFT) e tem como objetivo melhorar o fluxo de veículos nas vias alternativas que delimitam a área isolada. 

As intervenções feitas estão dinamizando a circulação de veículos nos acessos às ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão. As circulações nas quatro vias são liberadas, mas em alguns cruzamentos os motoristas não poderão fazer conversões para acessar a parte central da cidade, de segunda-feira a sábado, no horário de 6 às 18h.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, diz que, após o primeiro dia de restrições na área central, na última segunda-feira 13, foi observada uma redução de 90% na circulação de pessoas e um aumento do fluxo de veículos nas vias próximas ao perímetro bloqueado. “Para evitar esses possíveis congestionamentos nas vias alternativas mais utilizadas, estamos instalando esses três novos pontos com restrições. Vamos fazer novas adaptações caso seja necessário. Queremos dinamizar o trânsito do Centro e garantir que nenhum transtorno seja causado aos condutores”, completa.

A fiscalização do cumprimento das medidas está sendo realizada por agentes da Strans. Os condutores de veículos que desobedecerem às normas estarão passíveis de autuação por infração grave, com a aplicação de multa no valor de R$ 195,23, além de computados cinco pontos no prontuário da CNH do condutor.

 

Clique aqui e Confira o Decreto nº 19.908.

 

Centro de Teresina tem redução de 90% no tráfego com interdição de ruas

A redução do tráfego de veículos no Centro de Teresina na manhã desta terça-feira, 14, foi 90%. Na área com circulação restrita, trafegam apenas os carros permitidos pelo Decreto 19.908, publicado para conter aglomeração e evitar contaminação pela Covid-19. Podem acessar o perímetro somente veículos de órgãos públicos, de utilidade pública, táxi, mototáxi, ambulância de salvamento, veículos que conduzam idosos ou deficientes físicos, trabalhadores e moradores nessa área, desde que devidamente identificados.

O gerente de Operação de Trânsito da Strans, Denis Lima, destaca que a redução significativa dentro do perímetro de interdição está alcançando o objetivo proposto. “Verificamos que as pessoas que estão circulando na área interditada estão mantendo o distanciamento”, informou.

A circulação de veículos é permitida nas ruas Desembargador Freitas, David Caldas, Paissandu e Avenida Maranhão, mas os condutores não podem fazer conversões dentro do trecho interditado onde estão prédios públicos, agências bancárias, lotéricas e comércios.

Agentes da Strans fazem a fiscalização das 6h às 18h, de segunda a sexta-feira. Quem desobedecer comete infração grave, com aplicação de multa de R$ 195,26 e cinco pontos no prontuário da CNH.

Circulação de pessoas na área central reduz após isolamento de ruas

Rômulo Piauilino

A circulação de pessoas na área central de Teresina teve redução após o primeiro dia de restrição de circulação de veículos, segundo dados do monitoramento realizado pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). A medida começou a ser adotada nesta segunda-feira (13) para aumentar os índices de isolamento social na cidade.

“Na manhã desta segunda-feira já sentimos uma melhoria, com menos pessoas circulando. Antes, havia muita movimentação, mesmo havendo poucos comércios autorizados a funcionar”, informou o diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira.

Com esse isolamento, fica impedido o acesso das pessoas ao Centro da cidade, de segunda-feira a sábado, no horário de 6 às 18h. A medida consta no Decreto nº 19.908, assinado na última semana pelo prefeito Firmino Filho. Só é permitida a circulação de veículos com condutores no trecho entre as ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão.

A fiscalização do cumprimento das medidas está sendo realizada por agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). Os condutores de veículos que desobedecerem às normas estarão passíveis de autuação por infração grave, com a aplicação de multa no valor de R$ 195,23, além de computados cinco pontos no prontuário da CNH do condutor.

A circulação pelas ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão será permitida, mas em alguns cruzamentos dessas vias os motoristas não poderão fazer conversões para acessar a parte central da cidade. Os veículos sem permissão para circular nos perímetros isolados podem optar pelas vias paralelas ou próximas às interdições. Para quem deseja ter acesso à Ponte da Amizade, as rotas pelas ruas Paissandu, Riachuelo e Senador Teodoro Pacheco permanecerão normais. O decreto não aplica restrições à circulação de veículos por essas vias.

Italo Vieira, trabalhador de um serviço essencial incluso no perímetro interditado, espera que com o isolamento das ruas, a população passe a respeitar o distanciamento social e só vá ao Centro se for preciso. “Eu trabalho na região interditada e não tive problemas ao ter acesso ao meu serviço. Neste momento é importante que todos respeitem o isolamento social, espero que com a interdição das ruas, as pessoas passem a respeitar e evitem aglomerações na área comercial”, afirma.

Confira AQUI o Decreto nº 19.908.

Restrição na circulação de veículos no Centro inicia nesta segunda-feira (13)

Entra em vigor nesta segunda-feira, dia 13, o decreto que restringe a circulação de veículos na área central de Teresina. A medida foi adotada devido à grande movimentação na área, mesmo havendo poucos estabelecimentos autorizados a funcionar.

A circulação pelas ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão será permitida, mas em alguns cruzamentos dessas vias não serão permitidas conversões para acessar a parte central da cidade. Os veículos sem permissão para circular nos perímetros isolados podem optar pelas vias paralelas ou próximas às interdições.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, explica que serão feitas interdições em trechos específicos. “No caso da Paissandu, os veículos não poderão fazer conversão à esquerda para as ruas Simplício Mendes e Barroso. Os condutores que circularem pela Rua David Caldas ficarão impedidos de dobrar à esquerda nas ruas Coelho Rodrigues, Areolino de Abreu e Lisandro Nogueira. Já os veículos que estiverem na Avenida Maranhão, não poderão entrar à esquerda na Rua Coelho Rodrigues. Aqueles que estiverem na Rua Desembargador Freitas não poderão virar à direita nas vias Rui Barbosa e 13 de Maio”, esclarece.

Para quem deseja ter acesso à Ponte da Amizade, as rotas pelas ruas Paissandu, Riachuelo e Senador Teodoro Pacheco permanecerão normais. O decreto não aplica restrições à circulação de veículos por essas vias.

A fiscalização do cumprimento das medidas será realizada por agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). Os condutores de veículos que desobedecerem às normas estarão passíveis de autuação por infração grave, com a aplicação de multa no valor de R$ 195,23, além de computados cinco pontos no prontuário da CNH do condutor.

Confira aqui o Decreto nº 19.908 ( https://pmt.pi.gov.br/wp-content/uploads/sites/34/2020/07/New-Scan-2020-07-09-1815.pdf

Transporte coletivo será suspenso no sábado (11) e domingo (12)

O serviço de transporte coletivo será suspenso neste sábado (11) e domingo (12) devido às medidas restritivas para evitar a propagação da Covid-19 em Teresina. Na segunda-feira (13), os coletivos retornam com 70% da frota em horários de pico, das 6h às 9h, e das 17h às 19h. Nos demais horários, a frota será de 30%.

A determinação da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) é mais uma tentativa de melhorar os índices de isolamento social na capital. Segundo Weldon Bandeira, gestor da Superintendência, medidas mais duras precisam ser adotadas aos finais de semana, incluindo a restrição de alguns serviços essenciais. “Esse é o momento de todos contribuírem para reduzir a contaminação, para que a cidade possa restabelecer todos os serviços”, diz.

Nos finais de semana estão em vigor medidas restritivas previstas no Decreto Municipal 19.890. Conforme o documento, nos sábados (11, 18 e 25) e domingos (12, 19 e 26) só funcionarão farmácias e drogarias, serviços de saúde, segurança e vigilância, delivery exclusivo para entrega de produtos de alimentação pronta, comunicação e situações comprovadas de urgência e emergência.

A motivação para restrições é que os dados dos órgãos de saúde comprovam a necessidade de manter o distanciamento social.  Até o momento, a capital contabiliza 11.415 casos e 498 mortes desde o início da pandemia, de acordo com dados do painel epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Prefeitura intensifica medidas de segurança e higiene no transporte público

Ascom/Strans

O transporte público de Teresina voltou a funcionar na última quarta-feira. Para garantir a segurança dos usuários do serviço nesse momento de pandemia do novo Coronavírus, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) tem cumprido as determinações que constam no Plano de Segurança Sanitária e Contenção da Covid 19 relacionado aos transportes e motoristas.

A higienização nas paradas finais e no final de cada turno nas garagens são medidas que já vêm sendo executadas na cidade. Além disso, é verificada a temperatura dos profissionais, bem como disponibilizado álcool em gel e ainda é exigido o uso da máscara facial. A Strans recomenda também que, para uso do transporte público, seja feita fila mantendo o distanciamento para evitar qualquer tipo de aglomeração e forma de contágio pela Covid-19.

“Essas medidas passam a ser intensificadas com o retorno do funcionamento do transporte público. É importante também uma conscientização por parte da população para que mantenha o hábito de higienizar as mãos, antes e depois de entrar no ônibus, por exemplo, já que é uma boa forma de prevenir a contaminação, e ainda usar máscara. Todos temos que fazer a nossa parte para que possamos nos proteger e assim evitar o contágio pelo vírus”, afirma Weldon Bandeira, gestor da Strans.

Como parte da luta contra o Coronavírus, a Prefeitura de Teresina tem realizado também a desinfecção de todos os terminais, estações de embarque, paradas de transporte coletivo. “Essa ação deve ser feita com regularidade, enquanto durar a pandemia”, destaca Weldon.

Nos locais públicos, as ações de sanitização são feitas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh). Essa sanitização é feita com a pulverização de solução de água com hipoclorito de sódio, por meio de bombas costais e caminhões pipas e fumaceiros.

O superintendente também faz um apelo para que os taxistas, mototaxistas e demais profissionais também façam a sua parte nessa luta contra a Covid-19. “É importante que esses profissionais que são informais também façam o que recomendam as organizações de saúde quanto à prevenção e aos cuidados no combate ao Coronavírus”, ressalta.