SAAD Sudeste realiza mapeamento e restauração de danos causados pelas chuvas

Em decorrência dos impactos causados à cidade por causa das fortes chuvas que têm ocorrido nos últimos dias, a Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Sudeste preparou um mapeamento das áreas mais afetadas. O objetivo é organizar e resolver essas demandas da forma mais prática e ágil possível.

Segundo o Engenheiro de obras Nairon Soares, algumas vias da região sofreram danos graves que afetam a segurança e mobilidade dos moradores, por isso as equipes estão realizando vistorias e assistências por toda zona Sudeste.

“Nos últimos dias as chuvas têm trazido diversos problemas à região, por isso nos mobilizamos para que fosse feito com rapidez uma avaliação geral, agora vamos realizar os reparos e tomar as medidas preventivas para evitar mais complicações”, declarou o Engenheiro.

De acordo com o superintendente da SAAD-Sudeste, Zé Nito, os trabalhos foram intensos nesses últimos dias e o planejamento é manter o ritmo durante todo o período chuvoso para não faltar assistência à população.

“Estamos tendo suporte da CTA, Defesa Civil, e vários outros profissionais que juntos estão acompanhando, relatando, tomando providências e dando devidos encaminhamentos para o comitê de crise da prefeitura.” finalizou o superintendente.

A orientação é para que as ruas sejam evitadas durante o momento de fortes chuvas, além de evitar jogar lixo em galerias e bueiros, diminuindo as chances de alagamentos. Em situações de emergência ou em casos de dúvidas, o cidadão pode ligar para o telefone de emergência 199 da Defesa Civil ou para o telefone fixo (86) 3223-7366. O atendimento via telefone é 24h, todos os dias da semana, incluindo feriados.

Foto: Divulgação (SAAD Sudeste)

SAAD Sudeste mantém atendimento ao público de segunda à quinta-feira

A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Sudeste, como medida de proteção em decorrência do aumento de casos de COVID-19 no município, está realizando atendimento ao público durante a semana de segunda a quinta-feira, no horário de 7:30 às 13:30, permanecendo as sextas-feiras apenas com expediente interno, a fim de conter a disseminação do vírus e resguardar os servidores e requerentes nesse momento delicado.

Os setores não suspenderam atividades e seguem recebendo solicitações e agendamentos. Essas são medidas temporárias para conter o avanço do vírus na capital, e podem ser alteradas seguindo as orientações da prefeitura.

“Estamos cientes do aumento de casos na cidade, mas seguimos tomando as normas de proteção além das orientações da prefeitura. Estamos servindo ao público, mas sempre prezando a saúde e segurança de todos”, finalizou o superintendente Zé Nito.

Foto: Divulgação (SAAD Sudeste)

SAAD Sudeste intensifica fiscalização a apropriação irregular de terrenos

A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas – Sudeste intensificou a fiscalização em terrenos com apropriação irregular, realizando a notificação e remoção das pessoas desses locais.

Muitas áreas que pertencem à prefeitura estão sendo utilizadas de forma irregular, são pessoas que tomam posse sem nenhum direito oficial. Quando isso ocorre, a fiscalização realiza uma visita, notifica e orienta a liberação do espaço no prazo de até 10 dias. Caso não seja cumprido, uma nova visita é realizada para o processo de retirada do material colocado nessa região. Em caso de alguma construção, a demolição é feita e o local limpo.

Segundo o superintendente da Saad – Sudeste, Zé Nito, esses locais geralmente possuem um planejamento, seja para a construção de vias ou praças, por exemplo, e por isso precisam estar livres. “É muito importante que a população evite ocupar esses locais, pois acabam atrasando o desenvolvimento da região. Tomando posse desse terreno sem seguir as normas de aquisição, acabam evitando que sejam usados para benefício de todos como tem que ser”, conclui o superintendente.

Foto: Divulgação (SAAD Sudeste)

SAAD – Sudeste envia 180 colaboradores para intensificar a limpeza e evitar desastres no período de chuvas

A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Sudeste intensificou o serviço de limpeza nas galerias e bocas de lobo da região. 180 colaboradores estão em campo para reduzir os danos causados pelas recentes chuvas em Teresina.

Um monitoramento completo tem sido realizado com o objetivo de manter esses locais livres de lixo e outros materiais que possam causar alagamentos e inundações, evitando diversos problemas e perdas aos moradores.

As equipes têm realizado um trabalho intenso e contínuo, e esperam um apoio da população, para que evitem o descarte de entulhos que podem trazer transtornos, como na Vila Mariana Fortes onde foi encontrado até geladeiras e fogões.

Para o superintendente da Saad – Sudeste, Zé Nito, com o apoio dos moradores é possível manter as ruas seguras e evitar desastres. “As pessoas precisam entender que a cidade é um bem de todos, quando param de jogar lixo nas galerias estão contribuindo para evitar o surgimento de problemas que podem voltar para eles mesmos ou para suas famílias. Se todos fizerem sua parte podemos diminuir consideravelmente os riscos da região” afirmou.

Para denunciar descarte irregular de lixo, a população pode ligar ou mandar WhatsApp para o Lixo Zero por meio do número (86) 99402-3074. As denúncias são anônimas e devem ser feitas com o máximo de informações possíveis, como horário, local e até fotos e vídeos.

Foto: Divulgação (SAAD Sudeste)

SAAD Sudeste investiu mais de R$ 11 milhões em ações de melhoria na região

Em 2021, a Superintendência de Ações Administrativas(SAAD) Sudeste trabalhou duro para atender as demandas e melhorar a condição de vida da população da região. São mais de R$ 11,9 milhões investidos em ações de melhoria urbana.

Mais de R$ 4 milhões foram utilizados para a pavimentação de diversos bairros, como o Anselmo Dias, que teve todas as ruas contempladas, outros bairros como Manoel Evangelista, Usina Santana, Pedro Balzi, Parque Poty II e Monte Horebe também receberam obras para desenvolvimento e infraestrutura da região.
O objetivo era colocar mais de 87 mil m² de calçamento, por isso também foram contempladas ruas nos bairros Todos os Santos, Livramento, São Raimundo, Gurupi, Verde Cap, Jardim Europa, Usina Santana, Pedro Balzi, Colorado, São Sebastião, Manoel Evangelista, Loteamento Paulo Carneiro, Parque Poty 2 e Bom Princípio.

Para o superintendente da SAAD Sudeste, Zé Nito, a preocupação com calçamento foi algo constante este ano, e os planos são investir ainda mais em 2022. “Este ano teve muito trabalho e empenho de todos para pavimentar o maior número possível de ruas. Só no Pedro Balzi foram 19 vias calçadas. Sabemos que é um desejo antigo de todos os moradores, por isso já possuímos projetos para que o próximo ano seja ainda melhor e todos possam ser contemplados”, afirmou.

Superintendente SAAD Sudeste confere execução de obras. Foto: Ascom SAAD Sudeste

Há ainda um projeto de reforma do mercado do Renascença II, que prevê a revitalização de uma área de 1.338m² com novas instalações elétricas, sanitárias e hidráulicas, SPDA (Sistemas de Proteção contra Descargas Atmosféricas) e de combate a incêndios. Também será construída área para estacionamento, estrutura administrativa, área exclusiva para cargas e descargas, lixeiras seletivas, rampas de acessibilidade, banheiros masculinos e femininos convencionais e com acessibilidade, boxes e bancas de hortifruti. A mudança dos permissionários para o mercado provisório está prevista para início de janeiro, quando o mercado do Renascença II será demolido para reconstrução.

O mercado do Dirceu I também será reformado. A SAAD Sudeste finalizou o projeto de melhorias que vai para a fase de licitação e deve ser executado no segundo semestre do ano que vem. Os recursos, na ordem de R$ 500.000,00, são oriundos de emenda parlamentar destinada pelo senador Elmano Ferrer. As melhorias incluem serviços de drenagem, instalação de subestação para fornecimento regular de energia, reforma completa dos banheiros e telhados, recomposição dos pisos internos, rebocos, cerâmicas, telhados e pinturas, além da manutenção das calçadas externas.

A avenida Noé Mendes está com as obras aceleradas. O projeto contempla um verdadeiro parque linear com pista de ciclismo, caminhada e corrida, academia popular, muito espaço verde e iluminação de LED. A previsão de entrega é de um ano e está orçado em R$ 8 milhões.

A avenida São Francisco recebeu 1.110 metros de iluminação de LED. Em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), o trecho agora está mais seguro para moradores e pessoas que gostam de fazer caminhada no local.

Em parceria com a Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb), a operação tapa-buracos ocorreu em várias partes da zona Sudeste. O serviço é feito através de um mapeamento das vias que mais precisam, construído com visitas aos bairros e ouvindo as demandas da população. Este serviço traz segurança para pedestres, ciclistas e motoristas que vivem ou passam pela região.

Limpeza
Foram mais de 2.900 ações feitas pela gerência de serviços urbanos (GSU), durante todo o ano de 2021, se intensificando ainda mais no segundo semestre com uma média de mais de 200 atuações por mês para manter uma região habitável e saudável. Ainda atendeu 453 pedidos solicitados pela própria população, demonstrando estar sempre aberta a ouvir o que as pessoas mais precisam.

Ocorreram diversos mutirões de limpeza e reparos em toda a região. As equipes cuidaram das podas de árvores, desobstrução de bueiros e coletas de entulhos, passando pelas avenidas Joaquim Nelson, Jehu Sérvio, Noé Mendes, José Francisco de Almeida, Jornalista Lívio Lopes, Desembargador Manoel Felício, Camilo Filho e outras, além dos cemitérios do Renascença, São Sebastião e São João Batista, assim como as galerias de toda a zona Sudeste.

O acúmulo de lixo tem sido uma preocupação constante, pois leva ao aumento de insetos e animais, além do mau cheiro e doenças. Por isso, de janeiro a dezembro, foram recolhidas mais de 47.000 mil toneladas de lixo, divididas em coletas manuais e mecanizadas para atingir toda a zona.

A Gerência de Habitação da SDU Sudeste (GHAB) também tem feito sua parte nessa missão, garantindo a limpeza de 376 fossas entre janeiro e novembro. A SAAD Sudeste garante a limpeza de fossas para famílias de baixa renda. Para solicitar, é necessário possuir renda de até dois salários mínimos e comparecer ao protocolo, portando cópias do RG, CPF e comprovante de residência.

Fiscalização
A Gerência de Controle e Fiscalização (GCF) da SAAD Sudeste também se empenhou muito durante o ano para garantir o correto cumprimento das leis do município. Por exemplo, ao verificar que os donos de trailers localizados na Praça dos Correios estavam descartando lixo em local inadequado repetidamente, a GCF os notificou e orientou a se livrar corretamente do material dispensável. Afinal, mesmo com a limpeza da praça sendo feita três vezes por semana, o descarte de lixo nas imediações continuava sendo um problema diário, gerando incômodo aos moradores.

Os depósitos irregulares de sucatas também foram alvos da fiscalização. Foi constatada a instalação inadequada de diversos estabelecimentos que violavam o Código de Postura do Município. Segundo a Lei 3.610, não é permitida a permanência de veículos destinados ao comércio de ferro velho, nem sua exposição em calçadas, vias e terrenos públicos. O valor da multa varia entre R$166,00 e R$1.665,00 e pode chegar a R$10 mil, em caso de reincidência.

A remoção de publicidade irregular nas principais avenidas da região Sudeste também tem sido uma preocupação. É previsto na legislação municipal que a exploração dos meios de publicidade nos logradouros públicos, bem como nos lugares de acesso comum, só pode acontecer mediante prévia licença emitida pela Prefeitura de Teresina, por isso fiscalização tem feito a retirada e a aplicação de multas.

O alto número de terrenos baldios chamou a atenção da GCF este ano, notificando mais de 70 proprietários, além de multar mais de 20. O trabalho continua todos os dias. São locais desprovidos de muro, calçada e limpeza, que trazem transtornos aos vizinhos. Por isso, os donos têm a obrigação de manter a propriedade capinada, drenada, murada e em perfeito estado de limpeza, evitando que sejam usados como depósito de lixo, detritos de qualquer natureza ou até mesmo se tornem um esconderijo para infratores. Ao constatar o abandono, o dono desse espaço recebe o prazo de 30 dias para realizar a limpeza, em caso de descumprimento, pode receber um auto de infração e multa.

O superintendente da SAAD Sudeste, Zé Nito, avalia o ano de 2021 como positivo. “Organizamos a casa e fizemos muito. Já estamos nos planejando para fazer muito mais em 2022. Sempre pensando no bem-estar da nossa população e na melhoria da qualidade de vida de todos”, conclui o superintendente.

SAAD Sudeste planeja colocar mais de 87 mil m² de calçamento

Continuando com seu trabalho de levar calçamento às ruas da região, a Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas – Sudeste está colocando mais de 87 mil m² de calçamento.

Serão contempladas ruas nos bairros Todos os Santos, Livramento, São Raimundo, Gurupi, Verde Cap, Jardim Europa, Usina Santana, Pedro Balzi, Colorado, São Sebastião, Manoel Evangelista, Loteamento Paulo Carneiro, Parque Poty 2 e Bom Princípio.

(Foto: Ascom/SAAD Sudeste)

Para o superintendente da Saad – Sudeste, Zé Nito, a preocupação com calçamento é constante. “Entendemos que ter a rua pavimentada é um desejo antigo da população e por isso nos desdobramos para pavimentar o maior número possível. Já tem muitas outras ruas sendo projetadas para calçamento em breve”, afirma.

O gerente de obras da Saad – Sudeste, Nairon Soares, explica que muitas dessas ruas já foram executadas, enquanto outras estão em fase de projeto. “Em muitos lugares, como no Pedro Balzi, várias ruas já foram calçadas, mas em outros estamos em fase de projeto”, conclui.

Neste sábado (20) tem vacina contra a raiva nas zonas rurais Sul e Sudeste

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza neste sábado (20) a campanha de vacinação contra a raiva para cães e gatos das zonas rurais Sul e Sudeste de Teresina.

O gestor da Gerência de Zoonoses da FMS, Paulo Marques, solicita que os tutores de animais fiquem atentos e recebam os vacinadores que trabalharão para aplicar a vacina.

“Queremos atingir uma boa cobertura nessa última etapa da vacinação e para conseguir essa meta é preciso a colaboração das pessoas. Alertamos que a raiva é uma doença grave tanto para os animais como para os seres humanos, podendo provocar até a morte das pessoas se forem contaminadas por um animal doente”, diz.

Na vacinação das zonas rurais Norte e Leste foi atingida a meta de 96,6% de cães e gatos vacinados.

Saiba quais são os sintomas da raiva canina no animal:

Excitação;

Agressividade;

Medo;

Depressão;

Ansiedade,

Demência.

Foto: Divulgação (FMS)

SAAD Sudeste investe mais de R$ 4 milhões em obras de pavimentação nos bairros

A Prefeitura de Teresina está investindo em obras de calçamento em toda a cidade. Na região Sudeste, a Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) executa mais de R$ 4 milhões em pavimentação em paralelepípedo de diversos bairros, com fundos oriundos de recursos próprios, emendas parlamentares e orçamento popular.

Nesse conjunto de obras, um dos locais contemplados é a Vila Anselmo Dias, onde está sendo executada a pavimentação de todas as ruas. Raylany Talita é representante dos moradores da região e conta que as obras são motivo de alegria para toda a comunidade. “Ficamos felizes, pois são melhorias muito importantes. Em meio a essa pandemia não poderia ter acontecido algo melhor, diminuindo a poeira que adoecia crianças e idosos”, afirma.

Outros bairros como, Manoel Evangelista, Usina Santana, Pedro Balzi, Parque Poti II e Monte Horebe também recebem obras de calçamento que integram o projeto de desenvolvimento e infraestrutura para a região.

“Estas são obras há muito tempo esperadas e que geram impacto imediato na vida das pessoas. É um salto para uma maior qualidade de vida nos bairros e importantes passos para o crescimento de toda a zona Sudeste”, destaca Zé Nito, superintendente da SAAD Sudeste.

Foto: Divulgação (SAAD Sudeste)

Fiscalização da SDU Sudeste solucionou mais de 70% das demandas do Colab em 2020

Implantado desde 2016 pela Prefeitura de Teresina, o aplicativo Colab tornou-se, neste ano de pandemia da Covid-19, um dos principais canais de comunicação entre a população e a administração pública. De janeiro a 14 de dezembro de 2020, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste registrou 581 demandas recebidas. Dentre elas, a Gerência de Controle e Fiscalização (GCF) recebeu 175, das quais 135 já foram resolvidas e 40 estão em atendimento, representando cerca de 77% de resolutividade.

Comparado ao ano anterior, quando foram registrados ao todo 340 requerimentos através do aplicativo, houve um aumento em torno de 70% nas demandas gerais. “O crescimento se deve, principalmente, ao isolamento social praticado durante a pandemia. A população, ao passar mais tempo em casa, pôde observar melhor o dia a dia na sua comunidade e estar mais atenta a alguns problemas”, avalia Isaac Meneses, superintendente da SDU Sudeste.

Segundo Alexandre Nogueira, gerente de Controle e Fiscalização da SDU, as demandas mais comuns são denúncias de lixo, entulho e sucatas em calçadas e via pública, imóvel ou terreno abandonado, estabelecimento comercial sem alvará e obra irregular sem alvará de construção.

O gerente destaca ainda o trabalho de fiscalização durante os meses em que vigoraram os decretos municipais de enfrentamento ao coronavírus. “Durante todo esse tempo, além das demandas de rotina, estivemos atuando continuamente nas ações de controle preventivo à Covid-19, buscando preservar a saúde e segurança da população”, afirma Alexandre.

Para realizar denúncia ou solicitação por meio do Colab, basta fazer o download do aplicativo na App ou Play Store, cadastrar as informações necessárias e acompanhar o pedido por meio do protocolo gerado.

 

Urbanização vai modernizar área das hortas no Grande Dirceu

Fotos: Rômulo Piauilino

Valorizar o trabalho dos agricultores, preservando a identidade e tradição local, e modernizar a infraestrutura da via pública, o sistema de mobilidade, além de melhorar a qualidade de vida da população. Esses são os resultados esperados com a obra de urbanização do entorno das hortas comunitárias na Av. Noé Mendes, conhecida como “Avenida das Hortas”, na região do Grande Dirceu. Na manhã desta segunda-feira (28) o prefeito Firmino Filho visitou o local.

Dividida em seis trechos, a obra está em fase inicial, entre as ruas Evitônio Teodoro e a Av. Professor Camilo Filho. Em toda a extensão da via será construído um parque linear com espaços para convivência e circulação de pedestres e ciclistas com a construção de calçadas largas, oito praças, ciclovias e iluminação em LED.

Cerca de R$ 11 milhões foram investidos no local, oriundos de empréstimo com o Banco do Brasil e Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), com contrapartida do município. “Essa urbanização inclui um calçadão de 4,5km, oferecendo um espaço de lazer e esportes para toda comunidade do grande Dirceu”, ressalta o prefeito Firmino Filho, que estava acompanhado do superintendente de Desenvolvimento Urbano Sudeste, Isaac Meneses, e da deputada estadual Lucy Soares.

“Esse é um dos projetos de maior relevância para região, com impactos positivos para toda a comunidade”, enfatiza Isaac Meneses, superintendente da SDU Sudeste. Além do parque linear, o projeto prevê ainda a implementação de um sistema binário na Av. Noé Mendes e a Rua Pedro Teixeira. A medida vai refletir no ordenamento de tráfego, de pontos de retorno, cruzamentos e estacionamentos.