Teresina registra isolamento social de 53% no sábado

O índice de isolamento social em Teresina ficou em 53,1%, no sábado (04), segundo dados da startup InLoco. O percentual foi superior ao registrado no sábado anterior, quando 50,3% dos teresinenses ficaram em casa. O aumento é resultado do endurecimento das medidas restritivas implantadas pela Prefeitura de Teresina durante este final de semana, com o objetivo de conter o avanço do novo coronavírus na cidade.

Os dados da startup também mostram o índice de isolamento social por regiões da cidade e, no sábado, a população da zona leste foi a que mais respeitou as determinações para ficar em casa, com um percentual de 53,66%. Em seguida vem a zona sul, com 53,23%; a zona centro-norte, com 53,01%, e a zona sudeste, com 51,35%.

Quando se analisa os dados por bairros, os que mais respeitaram o isolamento social foram Socopo (64,80%), Monte Verde (62,25%), Matinha (60,30%), Basilar (60,03%) e Noivos (59,50%). Por outro lado, os bairros onde se obteve os menores percentuais de pessoas que ficaram em casa foram Santa Rosa (44,90%), Jacinta Andrade (46,80%), Embrapa (47,30%), Pedra Mole (47,50%) e Flor do Campo (47,57%).

Desde quinta-feira, a Prefeitura de Teresina intensificou as medidas de isolamento social, com o ponto facultativo dos trabalhadores do setor público. Já no final de semana, algumas atividades estão com funcionamento restrito. Desde sábado, e durante todo o domingo, poderão funcionar apenas farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação e situações comprovadas de urgências e emergências.

HUT realiza eleição para Comissão de Ética de Enfermagem

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT), gerido pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), vai realizar nos dias 29, 30 e 31 de janeiro de 2020, a eleição para Comissão de Ética de Enfermagem, gestão 2020/2021. O pleito acontece das 08 às 21 horas, na entrada da administração do Hospital.

Essa Comissão vai trabalhar para garantir a ética, o zelo pelo exercício do profissional de enfermagem, promovendo medidas educativas, além de instaurar sindicâncias e apurar denúncias. O pleito conta com 11 candidatos e o eleitor deve votar em cinco deles.

O processo de eleição para criação dessa Comissão é sempre obrigatório nas instituições com mais de 20 enfermeiros. No caso do HUT, devem ser eleitos cinco membros, sendo um presidente, um secretário e os demais membros efetivos.

De acordo com a diretora de Enfermagem do HUT, Gina Nogueira, todos os enfermeiros efetivos do hospital podem se candidatar. “Só não podem fazer parte do processo eleitoral enfermeiros que ocupam cargo de chefia, membros da comissão eleitoral ou enfermeiros que estejam respondendo processo ético ou administrativo. É exigido também que o candidato esteja em situação regular perante o Conselho Regional de Enfermagem (COREN)”.

A escolha dos integrantes será realizada mediante eleição direta, obedecendo às regras da Resolução 572/2018 do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) e Resolução Interna do HUT. É obrigatória a participação de todos os enfermeiros do hospital e a vigência do mandato é de dois anos.