Teresina Solidária distribui mais de 1.000 cestas básicas a autônomos de baixa renda

Ascom/Semcaspi

Os trabalhadores autônomos de baixa renda de Teresina, que suspenderam suas atividades por conta das medidas adotadas pela Prefeitura de Teresina em combate ao Coronavírus, estão sendo beneficiados pelo Teresina Solidária. Já somam 1.007 cestas entregues pelas equipes até esta quarta-feira (08). Desde o último dia 01 de abril, as famílias começaram a receber as cestas básicas que estão sendo arrecadadas em dois pontos na capital.

A Prefeitura contabilizou quase 28 mil cadastros que são analisados por técnicos da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). As entregas estão sendo realizadas diariamente seguindo uma logística de distribuição em duas modalidades, nas residências e em unidades, devido à necessidade de cuidados preventivos frente à pandemia.

Janaína Carvalho, coordenadora do programa, explica que uma das estratégias adotadas pela equipe do Teresina Solidária é a divisão por categorias de profissionais. “Para evitar as aglomerações estamos identificando nos cadastros as categorias de profissionais autônomos ou entregando diretamente nas residências. A entrega das cestas é feita da seguinte forma, é feito o contato por telefone para o número indicado no cadastro e marcamos o dia e local de recebimento”, explica a coordenadora.

Nesta nova estratégia por categoria, os locais de recebimento são nas unidades da rede socioassistencial, os Centros de Referência em Assistência Social e os Centros de Convivência, o que facilitou a distribuição. Com isso, nos dois últimos dias, já foram entregues 657 cestas básicas em todos os territórios do município.

No Centro de Convivência Marly Sarney, zona Norte da capital, foram entregues 100 cestas para taxistas e 50 para carroceiros que solicitaram o auxílio. “Só temos a agradecer à Prefeitura por essa iniciativa. Estas cestas básicas vão beneficiar vários pais de família no município, pois muitos de nós fomos diretamente afetados devido ao isolamento nessa quarentena”, afirma o taxista Jenison Lopes Leal.

Os atendimentos estão sendo realizados de acordo com as medidas recomendadas para evitar aglomerações. As equipes entram em contato por telefone para informar a aprovação do cadastro e orientar quanto à entrega. O beneficiário deve apresentar documentos de identificação no ato de recebimento.

A campanha de arrecadação segue nos pontos de recolhimento e por transferência bancária. Para doar qualquer quantia os dados são os seguintes: “PMT Teresina Solidária” Banco do Brasil – Agência: 3791-5 Conta corrente: 9.854-0 – CNPJ 06.554.869/0001-64.

Teresina Solidária já arrecadou mais de 800 itens entre cestas básicas, alimentos e material de limpeza

As famílias que se inscreveram no programa “Teresina Solidária” começaram a receber as cestas básicas arrecadadas nos postos de recolhimento na capital desde segunda-feira (01). Até o momento, a Prefeitura de Teresina já contabilizou 27.829 cadastros que estão sendo analisados por técnicos da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI). Em uma semana de campanha, 822 itens de alimentação entre cestas básicas e alimentos avulsos e 442 kits de higiene e limpeza foram arrecadados.

Até a manhã desta sexta-feira (03), 136 cestas básicas já foram entregues. E o sistema de entrega continuará garantindo o atendimento com todo cuidado necessário. Trabalhadores autônomos formais e informais que suspenderam suas atividades, em cumprimento às medidas de combate ao vírus adotadas no município de Teresina, são beneficiados pelo Teresina Solidária. O secretário Samuel Silveira explicou que as entregas estão sendo feitas em domicílio, devido a necessidade dos cuidados preventivos frente à pandemia de Coronavírus.

“As entregas iniciaram na última segunda-feira de forma delivery, ou seja, na própria casa do beneficiário. Nossos técnicos fazem toda avaliação do cadastro, levando em consideração o perfil da pessoa e, depois da aprovação, é feita a entrega. Nós estamos fazendo isso para apoiar todos aqueles que estão sofrendo com essa crise econômica por conta do novo coronavírus”, disse o secretário.

Os dois pontos de recolhimento estão abertos de domingo a domingo, no horário das 8h às 13h. Os locais são o Centro Paroquial de Fátima, localizado na Praça Dom Avelar – Bairro de Fátima, e o Depósito da SEMCASPI, que fica na Avenida Pedro Freitas, nº 1995 – Bairro São Pedro. É importante frisar que todo o trabalho dos envolvidos na ação está sendo feito por escala e com uso de equipamentos de proteção individuais, como recomendado pelos órgãos de saúde.

Além do recebimento de doações físicas de alimentos e cestas básicas, o Teresina Solidária disponibiliza uma conta bancária para receber doações em dinheiro. Quem tiver interesse em doar qualquer quantia pode depositar ou transferir para os dados bancários a seguir: “PMT Teresina Solidária” Banco do Brasil – Agência: 3791-5 Conta corrente: 9.854-0, CNPJ 06.554.869/0001-64.

“Quem quiser ajudar, seguindo as orientações de prevenção, pode levar suas doações em dois pontos de recolhimento. A gente reforça o pedido para que a população doe. É hora de olhar para o outro e ajudar os que estão sem alternativa durante esse período de isolamento social e não podem executar suas atividades”, ressalta Janaína Carvalho, coordenadora do Teresina Solidária.

A coordenação do programa é formada pelas secretarias de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Fundação Wall Ferraz (FWF), Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e Prodater. Nesta ação, a sociedade civil e ONG´s são representadas pela Associação Social Arquidiocesana (ASA). A mobilização conta com o apoio de entidades não-governamentais, líderes religiosos e voluntários. A população pode entrar em contato por meio dos números (86) 3131-4729 e (86) 3131-4730 para mais informações.

Teresina Solidária passa a receber doações em dinheiro

Além das doações de alimentos e cestas básicas, a campanha Teresina Solidária está disponibilizando uma conta bancária do Banco do Brasil para receber doações em dinheiro. É mais uma alternativa para as pessoas que desejam ajudar os trabalhadores autônomos que suspenderam suas atividades em cumprimento às medidas de combate ao novo coronavírus.

Quem tiver interesse em doar qualquer quantia, pode depositar no Banco do Brasil na conta “Conta PMT Teresina Solidária”, Agência 3791-5, conta corrente 9.854-0, CNPJ 06.554.869/0001-64.

“Depois do lançamento do Teresina Solidária, várias pessoas nos procuraram manifestando seu desejo de ajudar, mas não poderiam fazer isso por meio de uma cesta básica e tinham desejo de fazer através da doação de um recurso financeiro. E pensando nas circunstância, geramos uma conta da Prefeitura para receber exclusivamente esse tipo de doação, com destinação própria para o Teresina Solidária. É a cidade, mais uma vez, abraçando a vontade de fazer mais pelo próximo”, disse Samuel Silveira, da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

O Teresina Solidária está recebendo as doações de gêneros alimentícios e cestas básicas desde sábado (28) em dois pontos de recolhimento, no horário das 8h às 13h, no Centro Paroquial de Fátima, localizado na Praça D. Avelar – Bairro de Fátima, e no depósito da Semcaspi, na Rua Pedro Freitas, nº 1995 – Bairro São Pedro.

Os donativos serão entregues às famílias pela rede de solidariedade cumprindo todo o protocolo de higienização das equipes da organização, formadas por servidores do município e representantes de entidades de assistência social. Todo o trabalho dos envolvidos na ação está sendo feito por escala e com uso de equipamentos de proteção individuais recomendados pelos órgãos de saúde.

As famílias que desejarem requerer o benefício, podem acessar a plataforma de cadastro que será disponibilizada no site da Prefeitura (www.teresina.pi.gov.br), colocando suas informações socioeconômicas básicas. As declarações passarão pela análise de técnicos da Semcaspi.