Prefeito autoriza mudança de nível para quase mil profissionais da rede municipal de ensino

Ascom/Semec

O prefeito Firmino Filho anunciou o pagamento de todas as mudanças de nível para professores e pedagogos que foram protocoladas até agosto de 2020. Cerca de mil servidores das categorias da rede municipal de ensino receberão os valores referentes à progressão e promoção já no contracheque deste mês.

A mudança de nível é um benefício do Plano de Cargos e Salários do Magistério Público de Teresina concedido de acordo com o cumprimento dos requisitos exigidos em lei, dentre eles o efetivo exercício do magistério por, no mínimo, dois anos. “Temos trabalhado para regularizar todas essas mudanças de nível, mais que justas, para os educadores, que tanto se esforçam e fazem da educação de Teresina a melhor entre todas as capitais do país. Uma boa notícia que temos o prazer de dar agora neste mês, quando se comemora o Dia do Professor”, destacou a secretária municipal de Educação, Kátia Dantas.

Segundo o secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Nonato Moura, a estimativa do incremento mensal na folha é de R$ 251 mil. Além da implantação das progressões e promoções do magistério, a Prefeitura de Teresina está retomando, gradualmente, os pagamentos que haviam sido suspensos durante os meses mais rígidos da pandemia do novo coronavírus.

“Na folha referente ao mês de setembro, por exemplo, retomamos o pagamento da primeira parcela do 13º salário, que havia sido suspenso para os servidores que gozaram férias entre maio e setembro deste ano. Tudo isto está sendo feito de forma planejada e responsável, conforme a capacidade orçamentária do município que ainda sofre os impactos econômicos gerados pela pandemia”, conclui Nonato Moura.

Teresina registra 5 mortes por Covid-19

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de cinco pessoas vítimas da Covid-19 em Teresina, nesta segunda-feira (30). Houve ainda 333 novos casos confirmados da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.165 óbitos. Os dados apontam ainda 43.207 infectados pelo novo Coronavírus e 16.740 recuperados da Covid-19.

Os óbitos registrados ontem aconteceram dias 30/09, 26/10, 21/11, 29/11 e 30/11. Foram de dois homens e três mulheres, eles tinham entre 59 e 85 anos. Apenas um não tinha comorbidade, os demais sofriam de doença renal, diabetes, fibrose pulmonar, neoplasia de fígado e artrite reumatoide.

Os órgãos de saúde recomendam várias medidas para evitar a propagação da Covid-19: lavar as mãos com frequência, usando sabão e água ou álcool em gel; manter uma distância segura das pessoas; usar máscara em locais públicos; não tocar nos olhos, nariz ou boca; cobrir o nariz e boca com o braço dobrado ou um lenço ao tossir ou espirrar; ficar em casa se estiver indisposto e procurar atendimento médico ao apresentar qualquer sintoma de síndrome gripal.

A médica infectologista do Centro de Operações em Emergências (COE) da FMS, Amparo Salmito, ressalta que a vigilância não pode parar. “O mundo assiste, em alguns países bem mais desenvolvidos que o Brasil, o retorno de confirmação de casos e, mais recentemente, as suspeitas de possíveis reinfecções”, diz.

Isolamento social foi de 44,7% neste domingo (29) em Teresina

Teresina apresentou um índice de isolamento social de 44,7% neste domingo (29), colocando a cidade na 15ª posição no ranking entre as capitais do país. O valor segue o padrão observado nos demais domingos de novembro, com todos marcando acima de 40%. Já o Piauí ficou na 17ª posição entre os estados, com índice de 44,81%.

Os dados são da startup InLoco, que realiza o georreferenciamento smartphones na cidade. O levantamento também mostra índices por regiões e a zona Sul foi que a que apresentou o maior isolamento social, com 46,6%. Em seguida ficou a região Leste, com 43,45%, e a Centro Norte, com 43,3%. Por último ficou a zona Sudeste, com 43,27%.

Quanto aos bairros que mais respeitaram o isolamento, os melhores colocados foram Santo Antônio (61,9%), Distrito Industrial (58,95%), Primavera (54,95%), Pedra Mole (53,8%) e Matinha (53,3%). Já os que apresentaram os menores percentuais foram Bom Princípio (25,8%), Frei Serafim (31%), Jacinta Andrade (33,3%), Aeroporto (35,3%) e Alegre (35,5%).

Teresina não registrou mortes por Covid-19 no último domingo (29), segundo dados do painel epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que também notificou 226 novos casos da doença. No total, a capital já somou 42.874 infectados e 1160 óbitos desde o início da pandemia, além de 16.733 pessoas recuperadas da doença.

Teresina não registra óbitos por Covid-19 neste domingo (29)

Teresina mais uma vez não notificou mortes por Covid-19 em 24 horas. É o que informa o Painel epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que registrou até este domingo (29) 42.874 casos e 1160 óbitos desde o início da pandemia, além de 16.733 pessoas recuperadas da doença.

A capital segue com tendência de queda nos números de mortes por Covid-19 nas últimas semanas. De acordo com o boletim da FMS, a média móvel atual, que é calculada a cada sete dias, está em 1,57 óbitos, o que representa uma redução de 15,38% em comparação com a média móvel calculada há 14 dias (1,86).

Já a taxa de ocupação de leitos de UTI estava em 50% no dia 28 de novembro, o que representa um total de 72 internações em 144 leitos disponíveis exclusivamente para casos de infecções pelo novo coronavírus. Foi verificada uma redução de 5,15% na taxa de ocupação, comparando-se o valor calculado atual (50,0%) com o valor calculado há 14 dias (52,72%).

Apesar dos bons números, a FMS alerta que os hábitos de prevenção devem ser mantidos, para que assim o quadro de estabilidade seja mantido. Os especialistas do Centro de Operações em Emergência do município (COE) alertam para que as pessoas continuem usando máscara sempre que sair de casa e mantenham o hábito de higienizar as mãos frequentemente, além de outros cuidados, como o distanciamento social sempre que possível.

A máscara, em especial, tem se mostrado extremamente eficaz no controle da doença, como explica o infectologista da FMS e membro do Centro de Operações em Emergência (COE), Walfrido Salmito. “A OMS e todas as outras autoridades demonstraram que o uso de máscaras especificamente e isoladamente é capaz de diminuir o número de infectados pela Covid-19. Ela retém as gotículas de saliva, principal via de propagação do novo coronavírus, impedindo a transmissão da doença”, disse Salmito, pedindo à população que mantenha o acessório em todas as situações, inclusive se já estiver doente.

Walfrido Salmito ressalta que a manutenção destes hábitos permitirá que Teresina evite o aumento do número de casos. “Temos visto que, em alguns países do mundo, está acontecendo uma segunda onda de Covid, com muitos óbitos. Por isso pedimos a colaboração de todos para que isso não aconteça na nossa cidade. Tudo depende do nosso comportamento”, ressalta o infectologista.

Teresina Transforma lança edital para selecionar projetos na área geração de renda

O Teresina Transforma, plataforma de voluntariado on-line administrada pela Prefeitura, lançou o edital para iniciativas sociais que trabalham com a geração de renda na capital. O edital faz parte do Programa de Empregabilidade e Geração de Renda da plataforma Transforma Brasil e vai selecionar projetos sociais que estejam ligados à geração de renda e que buscam aprimorar seus modelos de atuação.

A coordenadora do Teresina Transforma, Débora Ferraz, explica que o programa vai qualificar lideranças comunitárias e profissionalizar projetos sociais para que tenham sustentabilidade e desenvolvam tecnologias que contribuam para a geração de emprego e empreendedorismo entre os beneficiários do serviço.

“Na próxima semana teremos uma primeira reunião para entender o processo de avaliação, mas o edital explica que ideias, projetos em fase inicial ou negócios de impacto de diferentes personalidades jurídicas já em atividade podem se inscrever. Os projetos serão acompanhados pela equipe do Transforma Brasil, e receberão formações técnicas especializadas, mentorias e, se necessário, recursos materiais ou financeiros, com a finalidade de promoverem suas tecnologias sociais e compartilhá-las com outros projetos da plataforma”, explica a coordenadora.

O edital permanecerá aberto continuamente até que 50 projetos sejam selecionados. Para participar, o projeto precisa está cadastrado na plataforma do Transforma Brasil, ter ações e atividades focadas em geração de renda, desenvolver atividades que o público alvo esteja na faixa de renda familiar de até três salários mínimos, possuir metodologia de atuação com atividades presencial e on-line.

Depois da seleção, os projetos precisam ter, pelo menos, uma pessoa responsável pelo processo de capacitação e aprendizagem, ter disponibilidade para frequentar as atividades, reuniões de integração e acompanhamento que serão promovidas pelo programa, e participar dos ciclos de capacitação que terá 5 meses de duração.

Para participar do processo seletivo, as iniciativas interessadas deverão preencher o formulário eletrônico disponível no link (https://bit.ly/formularioeducartransforma) e anexar os documentos do Estatuto Social devidamente registrado em cartório, cartão de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) ativo emitido pela Receita Federal, ata de eleição/nomeação da diretoria vigente, CPF e RG do responsável pelo projeto e comprovante de endereço da sede atual da instituição.

A plataforma Teresina Transforma é um projeto criado pela a Associação Incubadora Porto Social, que tem sua base em Recife. Em Teresina, é operacionalizada pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI), estando ativa desde dezembro de 2019. Para saber como ser um voluntário, como cadastrar seu projeto social ou conhecer mais sobre a articulação, basta acessar https://teresinatransforma.pmt.pi.gov.br.

Teresina registrou índice de 36,60% de isolamento social na última sexta(27)

Teresina ficou em décimo sexto lugar no ranking das capitais do país quanto ao índice de isolamento social, apresentando 36,60% na sexta-feira(27), número 0,8% menor do que o registrado no mesmo dia da semana anterior. O Piauí ficou em décimo segundo lugar entre os estados, com índice de 36,61%.

Quanto ao comportamento das pessoas nos bairros, os locais que apresentaram as maiores taxas de isolamento foram Noivos (49,05%), Aeroporto (48,60%), Frei serafim (45,90%), Água Mineral (44,50%) e Porto do Centro (44,30%). Na outra ponta da tabela, os bairros que apresentaram um desempenho ruim e tiveram as menores taxas de isolamento foram Santa Rosa (25%), Beira Rio (25,80%), Pedra Miúda (29%), São Pedro (29,55%) e Novo Horizonte(30,73%).

Os dados são da startup InLoco, que realiza o georreferenciamento através dos smartphones em cidades de todo o território nacional, monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular. Ela também disponibiliza dados por regiões da cidade e, na sexta (27), a zona Centro Norte foi que a que apresentou o maior índice de isolamento social, com 37,11%. Em seguida ficou a região Leste, com 36,99%, e a Sul, com 35,96%. No final da lista ficou a zona Sudeste, com 33,98%.

Dados da Fundação Municipal de Saúde (FMS) informa que na última sexta-feira (27), houve registro de duas mortes por Covid-19 e mais 280 novos casos confirmados da doença em Teresina. Agora, a capital contabiliza um total de 1.158 óbitos por Covid-19, 42.312 infectados pelo novo Coronavírus e 16.726 recuperados da doença. Como a pandemia ainda é uma realidade, o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE) alerta a população para que mantenha os cuidados preventivos com distanciamento social, uso de máscara e lavagem constante das mãos.

 

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos realiza encontros motivacionais em Teresina

“O tempo não para: é fortalecer emoções e construir relações”. Esse foi o tema do encerramento do “Café Motivacional” realizado com os usuários do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Organizado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) em parceria com a Fundação Padre Antônio Dante Civiero (Funaci), o evento tinha por objetivo levar aos idosos assistidos uma mensagem de otimismo e esperança durante a pandemia do novo Coronavírus.

De acordo com Shirley Silva, supervisora dos Grupos do SCFV da FUNACI, o Café Motivacional teve início na última terça-feira, na modalidade presencial, com três grupos de idosos que são assistidos pela SCFV, e foi articulado mediante os desafios propostos pelo isolamento social devido a pandemia.

“Nosso intuito foi levar uma mensagem de otimismo, esperança e de acreditar em dias melhores, além de fortalecer vínculos e transmitir carinho e cuidado entre os idosos que são usuários do Serviço de Convivência”, explica a supervisora.

Nos encontros, os organizadores fizeram uma acolhida com a apresentação de uma dança e música reflexiva que fomentava o diálogo entre os participantes, além de um café da manhã e um presente que era ofertado pela coordenação.

“Nós adotamos a metodologia das atividades presenciais tomando todas as medidas de segurança sanitária, com 20 pessoas que fazem parte de três grupos de idosos que atuam no Serviço de Convivência. Os encontros ocorreram no Espaço Família no Santa Maria da Codipi, Centro de Capacitação do Itaperu e encerrou no Espaço São Vicente de Paula, no Socopinho”, completou.

Desde o início da pandemia do novo Coronavírus, as ações do SCFV foram adequadas à modalidade remota, realizando 746 atendimentos entre crianças, adolescentes e idosos. Ao todo, 22 grupos de crianças e adolescentes do Serviço de Convivência e 19 grupos intergeracionais de Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) são gerenciados pela Fundação. A sede administrativa da FUNACI está localizada na PI 112, KM 09, Bairro Socopo. Mais informações sobre os serviços podem ser obtidas no CRAS mais próximo ou através de contato com o 3131-4731.

Prefeitura investe mais de R$ 2 milhões em áreas de lazer na zona Norte de Teresina

Ascom/SDU Centro Norte

A Prefeitura de Teresina, através da SDU Centro-Norte, iniciou várias obras de reformas, revitalização e urbanização de praças e áreas de lazer na zona Norte da cidade neste ano de 2020.  No total, estão sendo investidos R$ 2,8 milhões.

Uma das praças que está sendo reformada é do Ginásio Poliesportivo João Gayoso, mais conhecido como Ginásio Pato Preto, no Mocambinho, onde estão sendo construídos passeios para caminhada, quadra de vôlei e rampas de acessibilidade. “O local passará por uma revitalização total e ainda será implantada uma academia popular”, destaca Patrícia Santos, gerente de Obras da SDU Centro Norte.

No caso do ginásio, a obra contempla reformas no piso, na cobertura, nas arquibancadas  e nos banheiros. O projeto está orçado em mais de R$ 604 mil, sendo parte de recursos próprios e outra de emenda parlamentar.

Os moradores do Mocambinho também serão beneficiados com a revitalização das praças do Centro de Produção, Santa Joana D’arc e da Bíblia, que vão ganhar novos pisos e reforma completa. Neste projeto está sendo investido um total de R$ 1,1 milhão.

No bairro Cabral, a Praça Nossa Senhora do Rosário também está sendo reformada, o local vai ganhar melhorias na urbanização. “Além da troca dos pisos, vamos fazer rampas de acessibilidade e ainda  implantação de academias populares para melhor estimular a prática de atividades físicas”, ressalta Patrícia.

A superintendência está fazendo ainda reformas no Campo de Futebol José Ribeiro da Silva, no Mocambinho, e no Campo do Parque Firmino Filho, no bairro Monte Verde, com investimento de quase R$ 264 mil. “Esses campos vão ganhar  pintura, novos alambrados e uma melhor estrutura para as pessoas que costumam praticar esportes nesses locais”, disse.

Outra obra iniciada na zona Norte foi a reforma do Mercado Municipal Firmino Filho, na Santa Maria da Codipi, que será transformado em um espaço Amor de Tia. A obra, orçada em mais de R$ 628 mil, tem prazo de execução de 120 dias após assinatura da ordem de serviço. “O local vai contar com salas de capacitação para as mães, sala de acolhida para crianças, refeitório, área de eventos e horta”, informa a gerente.

Prefeitura de Teresina constrói nova praça no bairro Esplanada

Ascom/SDU Sul

A Prefeitura de Teresina está concluindo a construção de uma nova praça que vai beneficiar os moradores dos bairros Esplanada e Tenha Fé, na zona Sul da cidade.  No total, estão sendo investidos cerca de R$ 200 mil na obra. Esse recurso também está sendo utilizado na construção da rua na lateral da praça, facilitando o acesso dos moradores.

“Esse espaço estava sendo utilizado como depósito de lixo. Agora vai ficar bem melhor, pois teremos um espaço de convivência para as famílias frequentarem”, destacou Rainou Soares, morador da região.

Atualmente, a Prefeitura de Teresina está investindo, aproximadamente, R$ 1,5 milhão na construção e reforma de praças em diversos bairros da zona Sul da cidade. Um exemplo é a Praça da Vermelha, que fica ao lado da Igreja Nossa Senhora de Lourdes. Outra obra que está bem adiantada é a da praça e do campo de futebol na Av. Manoel Ayres Neto, no bairro Santo Antônio, região do Vamos Ver o Sol.

“A Praça Ambiental do bairro Cidade Sul também tem chamado a atenção dos moradores pela beleza e estrutura que está sendo construída. No espaço haverá campo de futebol, trilhas e academia popular”, afirma o superintende executivo da SDU Sul, Paulo Roberto.

Prefeitura libera parte da Avenida Ulisses Marques para circulação de veículos

Ascom/SDU Leste

A Prefeitura de Teresina liberou, nesta quinta-feira (25), parte da Avenida Ulisses Marques para o tráfego de veículos e pedestres. O primeiro trecho faz a ligação entre a Avenida Presidente Kennedy e a Rua Dirce de Oliveira, bairro Ininga, por onde será possível ter acesso, de forma mais rápida, às demais zonas da cidade.

Ao todo, foram investidos mais de R$ 20 milhões, com recursos provenientes do Ministério das Cidades e convênio com a Caixa Econômica Federal (CEF). Com a finalização total da Avenida Ulisses Marques, contando também com a Avenida Rossini Morada, concluída no ano passado, os moradores da região terão mais um acesso facilitado para se deslocarem a outras zonas da cidade.

ASDU Leste informa que a pavimentação asfáltica e todos os serviços de acabamento do trecho liberado foram concluídos, possibilitando o tráfego na via. O Superintendente João Pádua explica que, nos próximos dias, a Prefeitura vai concluir a execução dos serviços no segundo trecho da Avenida, localizado entre a Rua Dirce de Oliveira e a nova da Ponte da Universidade Federal do Piauí (UFPI), com a Avenida Raul Lopes.

“A entrega desse primeiro trecho vai melhorar muito a mobilidade da nossa cidade. É uma avenida que terá, aproximadamente, 4,6 km de extensão, fazendo a ligação da Avenida Presidente Kennedy com a Avenida Raul Lopes e, mais do que isso, com todas as regiões da nossa capital”, destacou o gestor.

Sobre o segundo trecho, Ângelo Cavalcante, superintendente executivo, reforça que os serviços de pavimentação asfáltica já foram concluídos. “Agora, falta apenas a conclusão dos serviços complementares, que corresponde ao meio-fio, sarjeta, parte dos passeios, serviço de drenagem superficial e a rotatória, que vai fazer a ligação da Avenida com a nova ponte da UFPI e a Avenida Raul Lopes”, destacou.