Semam auxilia no plantio de mudas frutíferas e nativas em áreas verdes de Teresina

Cerca de 250 mudas de árvores frutíferas e nativas estão sendo plantadas pela equipe de arborização da Prefeitura de Teresina com apoio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semam).

O trabalho de reflorestamento da cidade em áreas verdes de Teresina tem sido uma das prioridades da nova gestão municipal.

“Nós estamos acompanhando a equipe nesse trabalho aproveitando o período chuvoso. Iniciamos pela zona Norte, aqui no Parque dos Cocais, e também nas vias do bairro Jacinta Andrade, mas esse trabalho será ampliado para todas as zonas de Teresina”, garantiu Eduardo Freitas, técnico de monitoramento da Semam.

Mudas de mangueira, cajá, ipê e gonçalo alves são algumas das espécies distribuídas, tanto para a população, quanto plantadas em passeios públicos e em parques de preservação ambiental, todas cultivadas e doadas pelos viveiros de mudas coordenados pelas SDU’s.

Prefeitura atende pedido da população e conserta estrada em menos de 12h

Estrada da Cacimba Velha teve trecho recuperado (Fotos: Ascom Semdhu)

A população da zona rural de Teresina solicitou a recuperação de um trecho na estrada da Cacimba Velha, que tinha vários buracos e estava impossível trafegar. Prontamente, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) mobilizou técnicos para resolver o problema e, em poucas horas, todos os buracos foram tapados na última sexta-feira (16).

“Estamos trabalhando para nos antecipar aos problemas, conforme determinação do prefeito Doutor Pessoa. Atender a população o mais rápido possível é meta da nova gestão”, diz o secretário da Semduh, Edmilson Ferreira.

A Semduh tem por finalidade coordenar, dirigir, supervisionar, controlar e fiscalizar a execução das atividades voltadas e comprometidas com a melhoria da gestão pública do asfaltamento, limpeza pública, iluminação Pública, projetos; e a habitação e regularização fundiária.

Trabalho de recuperação foi feito a pedido da população

Trecho da estrada antes da recuperação

Fundação Municipal de Saúde notifica 146 novos casos da COVID-19

Paciente faz teste de Covid-19 ( Foto: Rômulo Piauilino)

Teresina notificou 146 novos casos de Covid-19 neste domingo (17), além de duas mortes. Os dados são do boletim epidemiológico, atualizado diariamente pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). Agora, a capital totaliza 53.769 casos, 1.255 óbitos e 37.835 recuperados do  novo coronavírus.

Uma das mortes ocorreu dia 13 e a outra no dia 16. Os pacientes eram do sexo masculino e tinham 76 e 82 anos. Eles eram portadores de doença cardiovascular. No período de 28 de abril de 2020 e 17 de janeiro de 2021 foram registrados 12.199 novos atendimentos por Síndrome Respiratória Aguda Grave em Teresina, ou seja, pacientes que precisaram de internação por conta de quadro gripal. A média de 7 dias calculada atualmente é de 33,00 atendimentos. Constata-se estabilidade com crescimento forte de 83,33% em relação à média de 7 dias calculada há 14 dias (18,00).

“Os cuidados de prevenção não podem parar. O uso de máscara é indispensável. A lavagem correta das mãos e o distanciamento entre as pessoas. Evitem aglomerações e tenham cuidado, principalmente aquelas pessoas que sejam do grupo de risco”, diz Amparo Salmito, médica infectologista.

Doutor Pessoa acompanha chegada de pacientes com Covid-19 vindos de Manaus

Prefeito Doutor Pessoa no aeroporto (Fotos: Rômulo Piauilino)

O prefeito de Teresina Doutor Pessoa esteve na manhã desta sexta-feira, 15, no aeroporto para recepcionar e acompanhar a chegada dos nove pacientes com Covid-19 que chegaram a Teresina. Ele destaca que a cidade tem suporte para esse atendimento tão necessário para contribuir com os doentes de Manaus (AM). “Nós, junto com o HU, estamos preparados não só no espaço, mas no corpo técnico de alta qualidade e, se necessitarem enviar mais pessoas, nós estamos preparados”, destaca.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, explica que nessa logística de atendimento tem a integração da Prefeitura de Teresina, Hospital Universitário (HU), Governo do Estado e entidades privadas que forneceram ambulâncias. Sobre o atendimento, ele relata como deve acontecer. “Será feita a triagem e, conforme a gravidade, os pacientes serão deslocados em ambulâncias avançadas ou básicas e o deslocamento deve ser o mais rápido possível para o HU, onde tem estrutura física adequada e de boa qualidade”, diz. Em um primeiro momento, estava previsto que seriam 30 pacientes a serem atendidos em Teresina, sendo que as demais vagas permanecem à disposição e ainda poderão ser utilizadas.

Sobre o atendimento com o transporte dos pacientes ao HU, Francina Amorim, coordenadora do Samu, informa que são 10 ambulâncias, duas de suporte avançado, seis de suporte intermediário e duas de suporte básico. “Estamos aguardando a orientação dos médicos que estão na equipe do suporte aéreo, e nossos profissionais irão trabalhar para que o atendimento seja o mais rápido possível”, comenta.

261 casos de Covid-19 são registrados nesta quinta-feira (14)

Teresina notificou 261 novos casos de Covid-19 nesta quinta-feira (14), além de duas mortes. Os dados são do boletim epidemiológico, atualizado diariamente pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). Agora, a capital totaliza 53.285 casos e 1.251 óbitos ocasionados pelo novo coronavírus.

O sistema de notificação informa ainda que 33.621 pessoas já se recuperaram da Covid-19. Entram nessa estatística tanto as pessoas que tiveram altas hospitalares como aquelas com formas mais leves da doença que fizeram o tratamento em casa.

Uma das mortes ocorreu ontem (14) e a outra na última terça-feira (12). Os pacientes eram do sexo masculino e ambos tinham 62 anos de idade, residentes nos bairros Morada Nova e Vila da Paz, zona Sul de Teresina. Eles eram portadores de comorbidades como hipertensão, diabetes e pneumopatia crônica.

Os órgãos de saúde recomendam várias medidas para evitar a propagação da COVID-19: lavar as mãos com frequência, usando sabão e água ou álcool em gel; manter uma distância segura das pessoas; usar máscara em locais públicos; não tocar nos olhos, nariz ou boca; cobrir o nariz e boca com o braço dobrado ou um lenço ao tossir ou espirrar; ficar em casa se estiver indisposto e procurar atendimento médico ao apresentar qualquer sintoma de síndrome gripal.

Teatro João Paulo II abre inscrições para Curso de Violão Popular

Inscrições acontecem de forma remota Foto: Ascom FMC

Iniciam na próxima segunda-feira (18/01) e seguem até o próximo dia 22 de janeiro as inscrições para o Curso de Violão Popular oferecido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Monsenhor Chaves (FMC). Para evitar aglomerações por conta da pandemia do Covid-19, as aulas serão realizadas de forma remota e para participar basta que os interessados sejam maiores de 10 anos e tenham computador ou celular com acesso à internet.

De acordo com Janara Ribeiro, diretora do Teatro João Paulo II, serão disponibilizadas 30 vagas, sendo todas elas destinadas preferencialmente aos moradores da zona Sudeste de Teresina. Ainda de acordo com a diretora, pessoas de outras regiões também poderão se matricular e entrarão em uma fila de espera para ocuparem as vagas em casos de desistências.

“Por conta da pandemia, o teatro teve que cancelar vários espetáculos, cursos e oficinas e agora vamos trabalhar de forma remota para que a população continue tendo acesso aos nossos serviços”, comenta.

As aulas serão gratuitas e ocorrerão no turno da tarde nos dias de terça-feira e quarta-feira, tendo duração de 90 dias. As matrículas serão feitas apenas pelo telefone através do número (86) 99539-0192, não havendo a necessidade do interessado se dirigir até o teatro.

Além da casa de espetáculos está totalmente ambientada e com capacidade para 290 pessoas e espaço para cadeirantes, o Teatro João Paulo II, localizado na Avenida Joaquim Nelson, no Bairro Parque Ideal, possui salas de aula de dança e teatro, cabines com modernos equipamentos de som e luz e, principalmente, energia positiva que emana dos que lá trabalham e se dedicam à arte de transformar um simples lugar num espaço de possibilidades de crescimento da educação e de uma independência cultural.

Para saber mais sobre o calendário de cursos oferecidos pelo teatro basta acessar o site fcmc.teresina.pi.gov.br ou seguir as redes sociais do teatro e da Fundação Monsenhor Chaves.

Campanha Janeiro Branco é desenvolvida em Teresina pela Secretaria da Mulher

Durante este mês é desenvolvida em todo o país a Campanha Janeiro Branco para chamar a atenção para a saúde mental e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) deu início a essa campanha com o tema “mulher que cuida da mente, cuida vida”,  com a prioridade para a saúde mental das mulheres em Teresina, principalmente as que estão em situação de vulnerabilidade.

“Vamos intensificar a divulgação de todos os nossos canais de atendimentos para que as mulheres tenham conhecimento e acesso imediato ao atendimento na rede”, disse a secretária da SMPM, Karla Berger.

Em Teresina, o Diagnóstico de Enfrentamento a Violência contra a Mulher, produzido em 2018, aponta que 46,7% das mulheres em situação de violência em Teresina desenvolveram algum tipo de transtorno mental, por isso a importância de ampliar a discussão sobre o tema, bem como divulgar a rede de enfrentamento à violência contra a mulher.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com transtorno de ansiedade do mundo e o segundo em casos de depressão. As mulheres são as mais afetadas por estes transtornos, devido a uma conjunção de fatores biológicos, hormonais e culturais a que estão expostas, um problema que foi ainda mais agravado, em decorrência da pandemia onde se observou o expressivo aumento dos casos de violência doméstica.

Em todas as zonas da cidade a Prefeitura de Teresina mantém uma rede de atenção psicossocial. As mulheres em situação de violência doméstica podem procurar atendimento no Centro de Referência Esperança Garcia (CREG), rua Benjamin Constant, 2170 – Centro Norte. Fone 3233-3798. whatsapp 99416-9451

O atendimento às mulheres também está disponível nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

CAPS Leste

Rua Visconde da Parnaíba, 2435 – Horto Florestal. Fone 3216-3967

CAPS Norte

Rua Presidente Lincoln, 2978 – São Joaquim. Fone 3213-2080

CAPS Sudeste

Rua Poncion Caldas – Bairro Colorado / Loteamento Parque Sol. Renascença

(ao lado da UBS Redonda)

Fones: 3236-8747 / 3234-2506

Núcleo reforça medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus 

Material foi distribuído para servidores ( Fotos: Ascom sema)

Os servidores da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema) receberam, na manhã desta quarta-feira (13), novos materiais informativos sobre prevenção e combate ao coronavírus (Covid-19).  

De acordo com João Henrique, psicólogo do Núcleo de Desenvolvimento de Recursos Humanos da Sema (Nuderh), o cenário de pandemia torna necessária a realização de ações frequentes de conscientização. “Devemos permanecer vigilantes quanto aos riscos desse vírus que continua fazendo novas vítimas a cada dia”, completa. 

No material distribuído aos servidores do órgão, foram reunidas dicas de como prevenir a disseminação do novo coronavírus, sobretudo no ambiente de trabalho. Entre as orientações estão: manter as salas arejadas, com janelas e portas abertas quando possível; manter distância segura de outras pessoas ao deliberar demandas presencialmente; uso obrigatório de máscara durante o expediente; higienização frequente das mãos, dentre outras. 

Novas condutas também estão sendo implantadas para tornar o atendimento ao público mais seguro. “Como nossa secretaria tem fluxo constante, principalmente de servidores de outros órgãos, estamos fazendo um controle maior de quem entra e sai das nossas dependências para evitar que esses deslocamentos ponham em risco à saúde de todos”, explica Marcio Jorge Veloso, secretário executivo da Sema.  

 

Guarda Civil faz monitoramento após arrombamentos em 100 escolas municipais

Ações de monitoramento serão executadas em escolas municipais (Foto: Ascom GCM)

O comandante da Guarda Civil  Municipal de Teresina (GCM), coronel Nixon Frota, determinou o monitoramento das escolas municipais. Das 317 unidades de ensino na cidade, aproximadamente 100 foram alvos de arrombamentos. A integração entre as secretarias foi firmada após reunião com o secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, nesta terça-feira (12).

“O objetivo é a repressão aos arrombamentos e furtos ocorridos nas escolas da rede municipal. Tive uma reunião com o secretário Nouga Cardoso e o momento  é de diagnóstico com base nos dados da Secretaria Municipal de Educação”, informou o comandante da GCM.

A ação dos vândalos se concentra, principalmente, em 20 escolas das mais variadas zonas da cidade. De janeiro de 2020 a janeiro de 2021 já são contabilizados 100 escolas alvo de criminosos, sendo que algumas foram arrombadas mais de uma vez.  A Escola Municipal Altina Castelo Branco,  na região do Grande Dirceu, foi alvo de oito arrombamentos.

Ao todo são 189 boletins de ocorrência. Entre os objetos furtados estão computadores, botijões de gás de cozinha, móveis, eletrodomésticos e fiação, entre outros.

Após reunião dos secretários, os GCMs iniciaram o mapeamento da situação nesta quarta-feira (13) para o planejamento de ações e preservação do patrimônio público.

“Vamos gerar projetos com resultados positivos para as duas áreas, no sentido de reforçar a segurança nos estabelecimentos de ensino municipais”, disse Nixon Frota.

Atualmente, a Secretaria  Municipal de Educação  (Semec) conta com  317 escolas e mais de 96 mil alunos.

Fundação Municipal de Saúde registra quatro mortes por Covid-19

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou no sistema a morte de mais quatro pessoas vítimas da Covid-19 em Teresina. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.246 óbitos. Os dados apontam ainda 52.771 infectados pelo novo Coronavírus e 27.008 recuperados da Covid-19.

Os óbitos registrados foram de três homens e uma mulher, eles tinham entre 39 e 83 anos. Todos tinham doenças pré-existentes como cardiopatia, diabetes, doença neurológica e obesidade.

“A Covid-19 causa inflamação e fibrose nos pulmões, além de trombose nos vasos pulmonares, o que pode diminuir a capacidade respiratória e levar a uma diminuição da função, com cansaço fácil e maior dificuldade para a realização de atividade física. Ela também pode causar problemas musculares pela inflamação dos músculos e pelo período de imobilização em internações longas, além de já termos descrições de comprometimento cardíaco, entre outros”, explica o infectologista Kelsen Eulálio, membro da Comissão de Operações em Emergências (COE) da FMS.

Ele ainda fala que é de suma importância manter os cuidados de prevenção à doença. “Uso de máscara, lavagem constante e correta das mãos. Distanciamento social e, principalmente, evitar aglomerações. A pandemia ainda não acabou”.