SDU Centro Norte coletou mais de 4 mil toneladas de lixo em janeiro

Ascom/SDU Centro Norte

O descarte irregular de lixo em ruas e avenidas da cidade é um dos fatores responsáveis pela obstrução da passagem de águas naturais e entupimento de galerias e bueiros. Somente no mês de janeiro, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano – SDU Centro/Norte recolheu mais de quatro mil toneladas de lixo na região, sendo 2.165,12 coletados manualmente e 2.035,30 toneladas recolhidas de forma mecanizada.

O gerente de Serviços Urbanos da SDU Centro Norte, José Neto, enfatiza que o trabalho de coleta e limpeza faz parte do trabalho diário da gerência, mas é preciso que a população evite depositar lixo de maneira irregular, especialmente em período chuvoso, para evitar transtornos. “Trabalhamos todos os dias para coletar lixo e assim proporcionar uma melhor qualidade de vida para os moradores da região”, enfatiza o gerente.

Dentre os serviços desempenhados pelos integrantes da equipe da SDU Centro Norte, estão os serviços de poda de árvores, capina, varrição e limpeza. A ação é promovida periodicamente pela equipe de limpeza da Gerência de Serviços de Serviços Urbanos (GSU) da Superintendência, composta por equipes de profissionais que se dividem de acordo com as demandas que surgem na comunidade.

A população precisa colaborar para evitar o acúmulo ou descarte irregular. A participação da comunidade é fator importante para evitar o acúmulo ou descarte irregular de lixo em áreas de proteção ambiental. O cidadão também pode ajudar e informar casos de depósito irregular através do aplicativo Colab ou entrando em contato com o Programa Lixo Zero pelos números 3226-2028 ou 99806-6171.

SDU Centro Norte recolheu 13 mil toneladas de lixo irregular em seis meses

Renato Bezerra

De acordo com dados da Gerência de Serviços Urbanos (GSU) da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Centro/Norte, só no primeiro semestre de 2019 foram recolhidas mais de 13 mil toneladas de lixo irregular nas zonas Centro e Norte da capital. A quantidade supera os resíduos recolhidos em capina, que foram de 10 mil toneladas.

Para o gerente de serviços urbanos da SDU Centro/Norte, José Neto, é necessária a redução desses números. “Entendemos que as regiões Centro e Norte têm grande fluxo de pessoas todos os dias, mas nada justifica o depósito irregular, visto que é uma prática que pode ser evitada. Além de poluir a cidade, esse lixo entope galerias e causa muitos transtornos. Esperamos contar com a colaboração de todos os teresinenses”, enfatiza o gerente.

Além de intensificar os serviços de limpeza, a SDU Centro/Norte tem acionado a sua Gerência de Controle e Fiscalização para que localize e notifique os responsáveis pelo descarte inadequado nesses pontos.

Diariamente, a GSU mantém equipes de zeladoria espalhadas por diversos bairros da região. As ações realizadas variam entre poda, varrição, capina, transbordo, pintura, roçagem, e manutenção de áreas verdes, praças e cemitérios. No entanto, para que a manutenção dos espaços públicos seja possível, é necessária a colaboração dos teresinenses para que evitem o descarte irregular de lixos e entulhos.

O cidadão também pode ajudar e delatar casos de depósito irregular através do aplicativo Colab ou entrando em contato com o Lixo Zero pelos números 3226-2028 ou 99806-6171.

SDU Leste recolhe mais de 6 toneladas de lixo em janeiro e fevereiro

Parte do lixo gerado pela população que é descartado de forma irregular em ruas e avenidas da cidade é considerado um dos fatores que desencadeiam obstrução da passagem de águas naturais e entupimento de galerias e bueiros, que devem servir como canais facilitadores para o perfeito escoamento das águas. Apenas nos meses de janeiro e fevereiro de 2019 a SDU Leste recolheu 6.767,53 toneladas de lixos na região, sendo 2.795,64 coletados manualmente e 3.971,89 toneladas de lixo recolhidos de forma mecanizada.

Dentre os serviços desempenhados pelos integrantes da equipe estão a manutenção de viveiros, serviços de poda de árvores, capina e também o processo de transplantio em alguns pontos considerados áreas verdes.

A ação é promovida periodicamente pela equipe de limpeza da Gerência de Serviços de Serviços Urbanos (GSU) da SDU Leste, composta por 224 profissionais que se dividem de acordo com as demandas que surgem na comunidade.

Atualmente a equipe de limpeza está atuando nos bairros Ininga, Samapi, Piçarreira, Uruguai, Noivos, Campestre, Satélite, Planalto Uruguai, Planalto Ininga, Recanto das Palmeiras, Fátima e Vale do Gavião.

“Estamos atuando com trabalhos intensos para proporcionar uma melhor qualidade de vida para os moradores da região”, afirmou o gerente de Serviços Urbanos, Trajano Nunes.

Apoio dos moradores é fundamental

A colaboração da população é fator importante para evitar o acúmulo ou descarte irregular de lixo em áreas de proteção ambiental. Agir em parceria com o órgão é um elemento crucial das frentes de trabalho. Sobre isso, a SDU Leste também conclama o apoio do cidadão para atuarem em conjunto.

“O nosso maior intuito, neste aspecto, é promover a conscientização das pessoas para que elas se sintam mobilizadas a participarem conosco das limpezas nos bairros. Juntos, podemos trabalhar com ações mais direcionadas com a finalidade de manter a nossa região mais limpa. Solicitamos também o apoio da população no sentindo de fazer o acondicionamento do lixo da maneira correta e também em evitar despejar materiais em praças e no meio de ruas e avenidas”, destacou o superintendente João Pádua.

A Superintendência conta sempre com a colaboração da população no trabalho de conservação desses espaços. Nesse sentindo, a comunidade pode ajudar o órgão com informações ou denúncias sobre descarte incorreto de lixo domiciliar ou material sólido pelos números (86) 3215-7875 e 7874 ou pelo aplicativo Colab.