Strans terá plano de ação para controle do trânsito durante o Enem

Foto: Ascom Strans

A Superintendência de Transportes e Trânsito (Strans), por intermédio da Diretoria de Operação e Fiscalização de Trânsito (DOFT), irá colocar em prática neste domingo, 17, o plano de ação desenvolvido para garantir o fluxo de pessoas e veículos nos locais de realização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

A STRANS irá atuar de modo preventivo orientando pedestres e motoristas que se deslocarem para os centros de aplicação das provas.

Os agentes de trânsito irão trabalhar de modo a garantir maior mobilidade e segurança durante o deslocamento nas vias abertas a circulação.

“Nosso contingente estará posicionado no Centro Integrado, a partir das 6h, na Secretaria de Segurança Pública do Piauí, juntamente com a guarda municipal e todos os policiais destinados para a fiscalização. Vamos nos posicionar em pontos críticos da cidade para dar fluidez ao trânsito, deverá ser um efetivo bastante significativo para dar fluidez ao trânsito”, disse a gerente de Operação e Fiscalização de Trânsito, Carla Tatiana.

Teresina tem frota de ônibus normal nesta quinta-feira (31)

O sistema de transporte coletivo de Teresina opera nesta quinta-feira, 31, com frota normal, a que é semelhante a um dia útil. Já na sexta-feira, 01, a frota será equivalente aos domingos. O procedimento é similar ao que vinha sendo adotado em anos anteriores pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

O diretor de transportes públicos da Strans, Adriano Barreto, reforça que mesmo com a baixa demanda de passageiros nesses dias o serviço continuará sendo disponibilizado. “Diminui o fluxo de passageiros durante os feriados, mas esse é um serviço essencial de suma importância para a população e o sistema seguirá operando”, informa o diretor.

Atualmente, Teresina opera em dias úteis com uma frota especial para o período de pandemia. Conforme a última ordem de serviço, são 240 ônibus que atendem uma demanda de 50 mil passageiros por dia. Antes da pandemia, eram 400 ônibus para atender cerca de 220 mil usuários diariamente.

Strans investe em sinalização para tornar trânsito da cidade mais seguro

Para tornar o trânsito da cidade mais seguro, organizado e melhorar o fluxo de veículos, a Prefeitura de Teresina ampliou nos últimos anos o investimento na instalação de semáforos, placas e na sinalização horizontal de grandes avenidas. Além disso, as principais vias também receberam pintura nas faixas de pedestres, linhas divisórias de fluxo de veículos, espaços de estacionamento e área de paradas de ônibus.

Apenas semáforos já são mais de 310 espalhados pela cidade, o que representa um aumento de quase 100% em relação há 10 anos, quando havia somente 160 equipamentos. “Esses aparelhos melhoram a fluidez do trânsito e controlam a passagem de veículos e pedestres, reduzindo conflitos relacionados à circulação nas vias”, explica Weldon Bandeira, gestor da Strans.

O número de placas de sinalização instaladas também aumentou. Em dez anos, foram implantadas 27.961 placas de sinalização nas vias para orientar os condutores sobre limites de velocidade, vagas de estacionamento e faixas de pedestres, entre outras orientações.

Um dos investimentos da Strans para aumentar a segurança no trânsito foi o projeto Esquina Segura, implantado no ano passado, que reduziu em mais de 80% as colisões em cruzamentos em vias da cidade. “Fizemos intervenções na sinalização de 45 cruzamentos de maior fluxo do centro e de bairros, além de reforço na sinalização, pintura na via, delimitação de espaço para conversões, faixas de pedestres, colocação de tachões refletivos e placas”, pontuou Weldon.

Ele ressalta ainda que a Strans tem atuado também na correção geométrica de vias e construção de novas avenidas, considerando o crescimento da cidade. “Podemos dizer que Teresina é bem sinalizada e temos trabalhado também na parte educativa para que condutores de veículos, motociclistas, ciclistas e pedestres contribuam para deixar o trânsito mais seguro para todos”, finalizou.

População pode solicitar serviço de agentes de trânsito por telefone

Quem precisar de atendimento relacionado ao trânsito durante o feriado de final de ano pode recorrer a dois telefones disponibilizados pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). Através do 118 ou 3122-7617, a população pode solicitar os serviços de agentes nos horários de 6h às 23h, todos os dias, incluindo feriados e finais de semana.

Dênis Lima, gerente de Operações e Fiscalização, informa que as pessoas podem telefonar para relatar casos de problemas nos semáforos, acidentes, uso indevido de estacionamento, entre outros problemas de trânsito. “A central recebe dezenas de ligações diariamente e os agentes se deslocam até a ocorrência. Ao telefonar a pessoa necessita informar dados corretos para que o atendimento seja mais ágil”, relata.

O gerente esclarece que o serviço, que antes era 24h, teve supressão do turno da madrugada nesse período da pandemia. Ele informa que em caso de urgência entre às 23h e 6h, a pessoa deve ligar para a Polícia Militar através do número 190.

Strans integra Operação Rodovida a partir desta sexta-feira (18)

Ascom/Strans

Os agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vão integrar as ações da Operação Rodovida a partir desta sexta-feira (18). A fiscalização é uma iniciativa da Polícia Rodoviária Federal no Piauí e tem o objetivo de reduzir os acidentes de trânsito e a criminalidade nas rodovias federais durante o período de festividades do final de ano.

Nesta edição, as equipes de fiscalização da Strans vão colaborar com o projeto acompanhando seis operações até o dia 21 de janeiro. As abordagens acontecerão em avenidas movimentadas da capital em diferentes dias da semana. “Vamos trabalhar junto aos órgãos de trânsito federais e estaduais para promover um final de ano mais seguro para todos. Nosso objetivo não é só fiscalizar, mas também orientar”, enfatiza o diretor de operação e fiscalização da Strans, Jaime Oliveira.

A Operação Rodovida é realizada em parceria com estados, municípios, ministérios e também com o Departamento Nacional de Trânsito. O foco das abordagens é definido pela PRF e pode variar entre a verificação do cinto de segurança, uso de capacete pelos motociclistas, habilitações dos condutores, documentação dos veículos, ou fiscalização de transporte clandestino.

A abertura da Operação acontece nesta sexta-feira (18), a partir das 7h, na sede da PRF.

Strans implanta faixas de pedestres para mais segurança no trânsito

Ascom/Strans

Mais ruas e avenidas de Teresina estão recebendo obra de implantação e de manutenção de faixa de pedestres. Até o final do mês serão revitalizadas as sinalizações da rua Areolino de Abreu, próximo ao cruzamento com a rua Riachuelo, e na avenida Deputada Francisca Trindade. Além disso, serão implantadas faixas novas na avenida Professor Camilo Filho, Portal da Alegria e rua João Virgílio.

“Esse tipo de sinalização é necessário para uma convivência mais harmônica no trânsito e está previsto na legislação. Também recebem o nome de área de segurança por serem um espaço realmente mais seguro para a travessia do pedestre, que sempre deve sinalizar com a mão quando vai atravessar”, orienta o engenheiro da Strans Cássio Edler.

Ele explica que o trabalho é necessário porque, com o tempo, há um desgaste da pintura, que requer manutenção. Em algumas vias é feita a implantação devido ao aumento de fluxo de veículos.

A revitalização de faixas já aconteceu na rua Barroso, avenida Zequinha Freire, no Mocambinho, rua Minas Gerais, rua Santa Maria Gorete, avenida José dos Santos e Silva, rua Magalhães Filho, avenida Perimetral em frente a Unidade Escolar Professora Mercedes Costa, rua Pedro Valetim, rua Maria de Lourdes Nascimento e rua Anchieta com rua Gibraltar, sendo nessa também executada obra de vaga especial para deficientes.

O Código de Trânsito Brasileiro estabelece que o pedestre tem sempre prioridade sobre os demais usuários da via. Além disso, o art. 214 define como infração de trânsito gravíssima, sujeita à penalidade de multa, deixar de dar preferência ao pedestre que estiver atravessando a pista na faixa a ele destinada.

Ações de educação promovidas pela Strans reduziram acidentes fatais de trânsito em Teresina

Ascom/Strans

As ações de educação no trânsito realizadas pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), nos últimos dois anos, colaboraram para a redução no número de acidentes fatais em Teresina. Dados do Programa Vida no Trânsito já apontavam nos dois últimos trimestres de 2019 reduções de 18,5% no número de vítimas fatais em acidentes com motociclistas, 100% com ciclistas e 50% com condutores de automóveis. Nesse período, cerca de 27 mil pessoas participaram de projetos de educação no trânsito promovidos pela Strans.

“Além de despertarmos a consciência de crianças e jovens, levamos também educação no trânsito para adultos que trabalham em empresas por meio de palestras do Projeto Stransformando. É importante destacar que grande parte desses trabalhadores têm como meio de locomoção a motocicleta e a bicicleta, e mesmo que os acidentes ainda aconteçam, ter uma redução na gravidade aponta que os condutores estão mais atentos e protegidos”, destaca a gerente de Educação no Trânsito, Samyra Motta.

De janeiro de 2019 a março de 2020, foram atendidas 7.973 crianças pelo projeto Escolinha de Trânsito e 9.137 adultos no Projeto Stransformando. Já em ações do Maio Amarelo, Semana Nacional do Trânsito, e Blitzen Educativa, 9.172 condutores da capital foram abordados.

Além disso, no ano de 2019 o Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito obteve 710 inscritos, estimulando crianças, jovens, educadores, profissionais de comunicação, escolas, empresas e ONGs a refletirem sobre comportamentos dos usuários no trânsito. Em 2020, a premiação não foi realizada devido à pandemia da Covid-19.

Strans mantém frota normal de ônibus nesta segunda-feira (19)

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vai manter a frota normal de ônibus na próxima segunda-feira (19). Embora o Governo do Estado tenha decretado ponto facultativo em comemoração ao Dia do Piauí, os órgãos municipais, empresas particulares, comércio e indústria irão funcionar normalmente.

O gestor da Strans, Weldon Bandeira, explica que não haverá redução da frota como acontece em feriados e aos domingos exatamente porque funcionarão quase todos os serviços na capital. “A circulação da frota de ônibus em Teresina será normal porque sabemos que os usuários dos transportes públicos terão necessidade de deslocamento, considerando que órgãos municipais, empresas e comércio terão funcionamento normal”, diz.

Segundo a Strans,  cerca de 47 mil passageiros utilizam o sistema de transporte público da capital atualmente.

Teresina faz parceria com Ministério da Justiça para acessar dados do trânsito de todo o país

A Prefeitura de Teresina (PMT) assinou, nesta quinta-feira (15), um  acordo de cooperação técnica com o Ministério da Justiça, que vai possibilitar a troca de informações entre o órgão federal e a gestão municipal com o objetivo de melhorar a segurança pública em todo o país e na capital. O assunto foi discutido em reunião virtual nesta quinta-feira (15), da qual participaram o prefeito Firmino Filho, representantes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans), da Guarda Municipal e Secretário-Executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Tercio Issami Tokano.

Pelo acordo, Teresina passa a integrar a plataforma Córtex, que faz a unificação de dados do trânsito de todos os municípios que já firmaram parceria com o Ministério. Com isso, Teresina vai ceder ao Ministério da Justiça as imagens colhidas pelas câmeras de trânsito espalhadas por toda a capital e vai ter acesso às imagens de outros municípios, além de toda a base de dados nacional sobre veículos.

Para o prefeito, a parceria com o Ministério é uma importante contribuição para gerar um sentimento de segurança maior na população da capital. ” Ao longo do tempo as atribuições municipais têm crescido e cada vez mais os municípios precisam estar atentos e participando das estratégias para combater a violência e a criminalidade.  Tenho certeza que isso vai nos ajudar a fazer um melhor gerenciamento dos espaços da nossa cidade e consequentemente ajudará a termos mais segurança nas nossas ruas”, disse.

O diretor de Operação e Fiscalização da Strans,  coronel Jaime Oliveira, explica que, com a adesão à plataforma Córtex, o município de Teresina terá acesso a dados de veículos que tenham restrições criminais, além da Base Nacional Integrada de Boletins de Ocorrência, para identificação de pessoas com mandados de prisões em aberto ou em condição de suposto autor de algum crime. “Para termos uma ideia de como isso será positivo, se um carro é roubado aqui em Teresina, a gente entra no banco de dados e teremos acesso às câmeras de qualquer outro município que  flagrarem o veículo”, afirmou.

A plataforma Córtex é utilizada em todo o país, através de um sistema de colaboração entre o Ministério da Justiça e os órgãos de trânsito dos municípios. ” Na área da segurança pública é fundamental que haja essa colaboração. A nossa constituição colocou funções específicas para todos os entes e, se não houver cooperação entre eles, todos perdem. Então é fundamental que haja essa união, independente de questões políticas”, afirmou Tercio Issami Tokano.

 

Relatório destaca que acidentes de motos representam 85% dos atendimentos do HUT

Os acidentes no trânsito matam cerca de 1,25 milhão de pessoas por ano no mundo todo segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). Em Teresina, dados do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) revelam que, este ano, de janeiro a setembro, 6.280 pessoas foram atendidas na Unidade de Saúde vítimas de acidente de trânsito e, desse total, 5.549 sofreram acidentes de motocicleta.

De acordo com diretor do HUT, Rodrigo Martins, os números revelam a violência que é praticada no trânsito. “As estatísticas nos mostram o quanto é alto o número de acidentes de trânsito na nossa capital. De janeiro a setembro deste ano, 5.449 pessoas deram entrada no HUT em consequência de acidentes com motocicleta. Tivemos também 220 pessoas atendidas por acidentes com carro e 446 atropelamentos, o que nos mostra a necessidade de atitudes mais preventivas no trânsito pelos cidadãos”, afirma.

O diretor informa ainda que, de janeiro a agosto deste ano, foram registrados 5.077 atendimentos de acidentes por motocicleta no HUT, sendo 4.772 de pessoas do Piauí, 293 do Maranhão e 12 de outros estados. “Só de Teresina, atendemos 3.486 pessoas acidentadas de moto. Desse total de atendimentos realizados no HUT nesse período em decorrência dos acidentes com motos, tivemos 2.158 internações, 1.780 procedimentos cirúrgicos e 378 procedimentos clínicos. Temos certeza que a maior parte desses acidentes poderia ser evitada ou ter sua gravidade reduzida se as pessoas tivessem atitudes mais responsáveis e preventivas no trânsito”, ressaltou.

O relatório do HUT revela também que, no período de janeiro a agosto, foram 3.963 homens vitimados por acidentes de motocicleta e 1.114 mulheres. Quanto à faixa etária, nesse mesmo período, foram 100 casos de acidentes de moto com crianças de 0 a 10 anos, 754 entre adolescentes e jovens de 11 a 20 anos; 2.898 casos com pessoas entre 21 a 40 anos; 1.125 acidentes com adultos entre 41 a 60 anos; 199 casos envolvendo idosos entre 61 e 80 anos. “Precisamos estar cada vez mais atentos aos perigos no trânsito, bem como aos outros riscos à saúde do cidadão”, destacou Rodrigo Martins.

EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO

Para chamar atenção do elevado número de acidentes de trânsito, foi instituído o Dia Nacional do Trânsito, lembrado nesta sexta-feira, 25 de setembro, e que, neste ano, tem como tema “Perceba o risco, proteja a vida”. A ideia é ressaltar a necessidade de preservar vidas, por meio de ações de conscientização voltadas para educação, engenharia e fiscalização de trânsito, seguindo as recomendações contidas no Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (PNATRANS), uma vez que os acidentes no trânsito constituem uma das maiores causas de mortes no mundo.

Para Samyra Motta, gerente de Educação no Trânsito da Strans, as ações educativas são essenciais para despertar a reflexão e o comportamento mais defensivo no trânsito. “A maioria dos acidentes é causada por falhas humanas, seja por excesso de velocidade, uso do celular, estar sob efeito de bebidas alcoólicas enquanto dirige, ou falta de uso do cinto de segurança e capacete. Portanto, a junção de ações educativas com trabalhos de fiscalização e sinalização viária são indispensáveis para garantir a segurança de condutores e pedestres, e é esse trabalho que a Strans vem realizando na nossa capital”, destaca a gerente.