Prefeitura de Teresina vai à Boa Vista (RR) discutir políticas públicas para primeira infância

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Executiva de Planejamento Estratégico e Gestão, por determinação do prefeito Dr. Pessoa, está participando do 1° Encontro Urban95 Brasil. O evento ocorre na capital de Roraima, Boa Vista, contando com a presença de gestores de todo o país. É uma ação da Fundação Bernard van Leer, juntamente com AVSI Brasil, e ocorre nos dias 17 e 18 de maio.

O objetivo deste encontro é discutir políticas públicas voltadas para primeira infância, bem como apresentar estratégias. O evento reúne representantes das 24 cidades que compõem a Rede Urban95 e nestes dois dias estão percorrendo alguns dos principais locais voltados para primeira infância da capital de Roraima. “A partir da visão de que o recursos voltados para primeira infância também são um investimento, nós deixamos de pensar que seriam gastos da administração e sim uma aposta no futuro. Eu já participo efetivamente da política de primeira infância , também dando suporte para que os projetos tenham início, meio e fim e que não fiquem no meio ou no limbo por falta de recursos, assegurando que os projetos tenham continuidade”, pontua Marcio Vinicius de Souza Almeida, Secretário de Finanças e presidente da comissão da primeira infância de Boa Vista.

A programação do 1º Encontro da Rede Urban95 iniciou na terça-feira (17), e segue na quarta-feira (18), com a realização de palestras, visitas técnicas e confraternizações. “Nós fomos convidados pela rede urban95 ainda no mês de julho de 2021 para fazer parte desta parceria, sendo um pleito da agenda Teresina 2030, na gestão do prefeito Dr Pessoa. Essa parceria com a Fundação Bernard van Leer, serve para que possamos trabalhar políticas para a primeira infância e desenvolver projetos para esse público de Teresina. O programa tem a perspectiva de trabalhar não só para crianças, mas atendendo a legislação da primeira infância que vai até os 6 anos, então esse olhar é voltado para essas crianças e seus cuidadores, gestante e puérperas”, explica Kárita Allen, Secretária Executiva de Planejamento e Gestão de Teresina.

A Prefeitura de Teresina vem desenvolvendo projetos que abrangem este público desde a concretização da parceria com a Urban95 no ano de 2021, e desde então vem trabalhando com um direcionamento amplo referente ao planejamento urbano voltado para primeira infância. “O trabalho está sendo desenvolvido, a cidade tem alcançado muitos avanços . Há pouco mais de um mês atrás nós fomos convidados para participar do primeiro encontro nacional da rede Urban95, na capital brasileira da primeira infância, Boa Vista (RR), nós temos feito aproximações e acompanhado o trabalho que vem sendo desenvolvido por outras cidades. Estamos verificando na prática alguns projetos de muito sucesso em Boa Vista, que vem abrindo caminhos para que a Prefeitura de Teresina também possa encabeçar ideias que vem ao encontro de demandas da população’’, acrescenta a Secretária Executiva, Kárita Allen.

O QUE É A URBAN95?

A Urban95 é uma iniciativa internacional da Fundação Bernard van Leer que visa incluir a perspectiva de bebês, crianças pequenas e seus cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e nos programas e serviços destinados a eles. Gestores públicos e técnicos recebem apoio e capacitação sobre formas de contribuir com o desenvolvimento integral das crianças a partir da experiência das cidades, identificando e atuando nos territórios onde os bebês e suas famílias estão, em especial aqueles mais vulneráveis.

A Rede Urban95 Brasil surgiu com o objetivo de promover, desenvolver e fortalecer programas e políticas públicas voltadas ao bem-estar e qualidade de vida das crianças de 0 a 6 anos nas cidades brasileiras.

Integram a rede Urban95 Brasil 24 municípios. Em fase avançada de mobilização há: Aracaju (SE), Boa Vista (RR), Brasiléia (AC), Campinas (SP), Caruaru (PE), Crato (CE), Fortaleza (CE), Ilhéus (BA), Jundiaí (SP), Niterói (RJ), Pelotas (RS), Recife (PE) e São Paulo (SP). E em fase de integração há: Alcinópolis (MS), Alfenas (MG), Benevides (PA), Canoas (RS), Cascavel (PR), Mogi das Cruzes (SP), Paragominas (PA), São José dos Campos (SP), Sobral (CE), Teresina (PI) e Uruçuca (BA).

Prefeitura de Teresina vai resgatar a presença de crianças em espaços públicos

No Brasil, a Urban95 está fomentando a implementação do projeto “Ruas de Brincar” nas cidades da que integram a Rede. Desde 2021, a Prefeitura de Teresina integra esse grupo com a aprovação do prefeito de Teresina, Dr Pessoa. O município passou a receber suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para a primeira infância.

A partir desta parceria colaborativa, a Prefeitura de Teresina se organiza com webinar, reuniões e momentos de interação com outras instituições e a população para a implantação do projeto piloto da Urban95, “Ruas de Brincar”. Esse trabalho busca desenvolver, adaptar ou criar a oportunidade de que as crianças possam voltar a brincar livremente e em segurança, na rua do seu bairro. Uma iniciativa que se destaca é a cidade paulista de Jundiaí. Lá, um programa busca implementar políticas públicas que deem protagonismo às crianças nas tomadas de decisões e reforcem a importância do brincar.

Em Teresina, os primeiros passos do projeto acontecem na zona Norte de Teresina, na área atendida pelo programa Lagoas do Norte. A primeira escuta infantil aconteceu com 69 alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Tia Mônica. O processo de escuta com o grupo ocorreu de forma lúdica e interativa com atividades de roda, leitura, desenhos, ‘contação’ de histórias e passeio nos arredores da escola. “Com isso, as crianças percebem o que tem ao redor delas e podem expressar o que eles sentem falta e o que elas acham importante ter ali disponível para elas, seja um parque, um brinquedo, uma quadra de futebol ou outras coisas”, explica Marjorie Brito, arquiteta da Prefeitura de Teresina.

“As ações da Urban95, programa desenvolvido pela Fundação Bernard van Leer, dão suporte para municípios incluírem a perspectiva infantil no planejamento urbano, nas estratégias de infraestrutura e espaços, bem como nos programas e serviços. As crianças têm o direito de estarem na rua e fazerem parte da cidade. Por isso, existe todo um trabalho de escuta com a comunidade, com as crianças e outros envolvidos para que possamos traçar estratégias assertivas nessa implantação específica do “Ruas de Brincar”, explica Cíntia Bartz, coordenadora do Departamento Agenda 2030, da Prefeitura de Teresina.

O QUE É A URBAN95?

A Urban95 é uma iniciativa internacional da Fundação Bernard van Leer que visa incluir a perspectiva de bebês, crianças pequenas e seus cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e nos programas e serviços destinados a eles. Gestores públicos e técnicos recebem apoio e capacitação sobre formas de contribuir com o desenvolvimento integral das crianças a partir da experiência das cidades, identificando e atuando nos territórios onde os bebês e suas famílias estão, em especial aqueles mais vulneráveis.

A Rede Urban95 Brasil surgiu com o objetivo de promover, desenvolver e fortalecer programas e políticas públicas voltadas ao bem-estar e qualidade de vida das crianças de 0 a 6 anos nas cidades brasileiras.

Integram a rede Urban95 Brasil 24 municípios. Em fase avançada de mobilização há: Aracaju (SE), Boa Vista (RR), Brasiléia (AC), Campinas (SP), Caruaru (PE), Crato (CE), Fortaleza (CE), Ilhéus (BA), Jundiaí (SP), Niterói (RJ), Pelotas (RS), Recife (PE) e São Paulo (SP). E em fase de integração há: Alcinópolis (MS), Alfenas (MG), Benevides (PA), Canoas (RS), Cascavel (PR), Mogi das Cruzes (SP), Paragominas (PA), São José dos Campos (SP), Sobral (CE), Teresina (PI) e Uruçuca (BA).

Prefeitura de Teresina realiza escuta infantil para implantação de projeto “Ruas de Brincar”

A Prefeitura de Teresina, através do Departamento Agenda 2030, vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan), realizou nesta quarta-feira (13), a primeira atividade de escuta para a implementação do projeto “Ruas de Brincar”. O público que participa dessa ação são crianças de até 6 anos de idade, estudantes do CMEI Tia Mônica, na zona norte de Teresina. Ao todo, 69 alunos participam da atividade.

A iniciativa integra as ações da Urban95, programa desenvolvido pela Fundação Bernard Van Leer, que dá suporte para municípios incluírem a perspectiva de bebês, crianças pequenas e cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e também nos seus programas e serviços.

“Ruas de Brincar” é uma iniciativa de sensibilização e ação que cria a oportunidade para que as crianças possam voltar a brincar livremente e em segurança, na rua do seu bairro. No Brasil, a Urban95 está fomentando a implementação das “Ruas de Brincar” nas cidades da Rede, um município que se destaca é a cidade paulista de Jundiaí. Lá, o programa busca implementar políticas públicas que dêem protagonismo às crianças nas tomadas de decisões e reforcem a importância do brincar.

Nesta quarta-feira (13), ocorreu o primeiro encontro com os principais interessados neste projeto: as crianças. O processo de escuta com o grupo ocorreu de forma lúdica e interativa, com atividades de roda, leitura, desenhos, contação de histórias e passeio nos arredores da CMEI Tia Mônica. Além disso, a equipe da Prefeitura de Teresina realizará outros momentos de escuta com cuidadores, professores e assistentes da educação do município. Assim, terá um diagnóstico bastante assertivo para que o projeto seja modelado de acordo com as reais necessidades das crianças do bairro e seus cuidadores.

“O Ruas de Brincar é um presente que a comunidade do São Joaquim está recebendo. A CMEI Tia Mônica está muito feliz com a possibilidade de ser feito um trabalho no entorno da nossa escola, proporcionando para nossas crianças esse ambiente mais propício para caminhar, para chegar na escola e para os familiares que frequentam o ambiente, onde a maioria são idosos. Facilitando o trajeto de vir para escola e que a sejamos também contemplados com áreas verdes e possivelmente brinquedos que essas crianças se sintam mais atraídas pra estar vindo para cá. Então, o “Ruas de Brincar” é um presente pós-pandemia e a gente está disposto a executar todas as etapas para que comunidade seja agraciada com esse projeto”, avalia Natália Silva, diretora da CMEI Tia Mônica.

“Esse momento faz parte do projeto piloto da Urban95 e, a partir das demandas das crianças, vamos organizar o que elas viram, ouviram e percebem nos arredores da escola. Queremos que estas crianças vivenciem a rua, a cidade com segurança e estrutura adequada para elas. Desde 2021, temos a inclusão do município nessa rede e contamos com o apoio do prefeito Dr Pessoa para dar prosseguimento nas ações ”, explica a arquiteta da Prefeitura, Marjorie Brito.

A equipe que acompanha este projeto conta com o apoio da Secretaria Municipal de Planejamento, Secretaria Municipal de Educação, Programa Lagoas do Norte, Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito e Fundação Bernard van Leer. O projeto “Ruas de Brincar” tem previsão de implantação no segundo semestre deste ano de 2021.

“É extremamente importante trabalharmos conceitos de cidadania, principalmente, com as crianças. Elas conseguem apreender qual seu papel na sociedade e também que são seres com direito a terem uma cidade preparada para elas. Quando se planeja uma obra ou um projeto, é necessário levar em consideração as melhores formas de integrar as crianças e promover o seu uso por elas. É por isso que estamos tão envolvidos com as ações da Urban95”, destaca Bruno Quaresma, diretor geral do Programa Lagoas do Norte.

Em julho de 2021, a Prefeitura de Teresina foi selecionada para integrar a rede Urban95. O município passou a receber suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para a primeira infância.

Equipe da Urban95 visita espaços atendidos pelo Lagoas do Norte e estreitam ações pela primeira infância

O Programa Lagoas do Norte vem desenvolvendo uma parceria com a rede Urban95, da Fundação Bernard Van Leer, para reforçar o diagnóstico e promover iniciativas priorizando as crianças entre 0 e 6 anos. Nesta semana, a equipe da fundação está em Teresina e passou a quarta-feira (08) conhecendo melhor os projetos desenvolvidos pelo PLN.

O grupo visitou os espaços requalificados na primeira fase do programa, aqueles que estão atualmente sendo trabalhados e também o residencial Parque Brasil, construído para receber famílias que viviam em situação de vulnerabilidade e risco.

A parceria com o pessoal da Urban95 vem sendo desenvolvida há alguns meses, através da Agenda 2030. Os técnicos do Lagoas do Norte vêm participando de oficinas e capacitações para a construção de diagnóstico sobre a primeira infância e a adequação de espaços públicos, mobilidade, gestão de dados e melhoria da oferta de serviços para a primeira infância.

“Estamos aproveitando a oportunidade de desenvolver iniciativas importantes para a primeira infância junto à Urban95. Nossa equipe está participando de oficinas e aprimorando as abordagens, os diagnósticos. Isso será essencial para que possamos permanecer com foco na melhoria da qualidade de vida das pessoas que atendemos”, afirma Bruno Quaresma, diretor-geral do Lagoas do Norte.

O Departamento Agenda 2030, da Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), está à frente da parceria com a Urban95 com o objetivo de trabalhar em prol do desenvolvimento urbano que pense também nas crianças que ainda estão na primeira infância e em seus cuidadores, com foco na educação, mobilidade, urbanismo e outras áreas que atendam de forma integrada esse público.

O que é a Urban95

A Rede Urban95 Brasil surgiu com o objetivo de promover, desenvolver e fortalecer programas e políticas públicas voltadas ao bem-estar e qualidade de vida das crianças de 0 a 6 anos nas cidades brasileiras.

O projeto apoia municípios na elaboração de diagnósticos locais sobre a experiência e o acesso do público infantil e seus cuidadores aos espaços urbanos, disponibilizando dados para embasar a construção de políticas públicas mais assertivas para a primeira infância e alinhadas a outras agendas estratégicas locais.

Serviço Florescer será avaliado para compor o I Plano Municipal pela Primeira Infância de Teresina

Foram destacadas parcerias da Prefeitura em realizar ações integradas de planejamento e urbanismo que envolvam crianças Fotos: Ascom/SMPM

A Secretaria Municipal de Políticas Públicas das Mulheres (SMPM) participou, nesta terça-feira (7), da celebração de parceria da Rede Urban95, da Fundação Bernard Van Leer. A instituição apoia cidades em prol do fortalecimento e desenvolvimento de programas e políticas para a primeira infância no Brasil.

Durante a reunião, foram destacadas parcerias da Prefeitura Municipal de Teresina em realizar ações integradas de planejamento e urbanismo que envolvam crianças. A SMPM, através da PMT, é responsável pelo Serviço de Atendimento Integral às Mulheres e suas Crianças – Florescer.

“O espaço foi repensado nesta gestão para poder acolher mais mulheres em situação de vulnerabilidade social, residentes em Teresina”, explica Karla Berger, secretária da Mulher. “O local também recebe os filhos dessas mulheres, que tenham crianças na faixa etária de um ano a dois anos e onze meses, que realizam atividades de desenvolvimento psicossocial”, finaliza Karla.

Saiba mais

Serviço Florescer é símbolo de acolhimento às mulheres e suas crianças em Teresina [inserir link neste título 

Agora, em parceria com a Urban95, ainda neste segundo semestre de 2021, o município receberá suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o I Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos – como também mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para a primeira infância.

Na tarde desta terça-feira (07), o Serviço Florescer – unidade Sudeste – recebeu uma visita técnica por parte dos representantes da instituição para avaliar e compor o diagnóstico do Plano Municipal pela Primeira Infância. Durante a visita, os equipamentos e brinquedos destinados às crianças atendidas serão avaliados para compor o estudo.

Teresina é uma cidade que tem estado em nossa cartela de interesse e, desde 2020, através da Agenda Teresina 2030″, revela Thais Sanches, coordenadora de programas da Fundação Bernard van Leer. “Buscamos apoiar o município na elaboração de diagnósticos locais sobre a experiência e o acesso do público infantil e seus cuidadores aos espaços urbanos”, explicou Thais.

Prefeitura de Teresina busca implementar ações integradas de planejamento e urbanismo voltados para 1ª infância

Prefeito Dr. Pessoa e o vice-prefeito, Robert Rios, celebram e apoiam iniciativa Fotos: Rômulo Piauilino / SEMCOM

A Prefeitura de Teresina realizou, nesta terça-feira (7), uma reunião para tratar da parceria com a Rede Urban95, da Fundação Bernard Van Leer. O objetivo é concentrar esforços para revisar o Plano Municipal Pela Primeira Infância e implementar ações que unam planejamento e urbanismo nesta perspectiva. Participaram do encontro as pastas municipais e entidades representativas da figura infantil.

Teresina passou a integrar a rede Urban95, ainda neste segundo semestre de 2021, assim como outros dez municípios brasileiros. O município receberá suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para a primeira infância.

A participação de representantes das secretarias de Educação, Saúde, Assistência Social, Esporte, Juventude e da Mulher no encontro visa uma integração e um maior compromisso do governo com as pautas em questão. “Teresina está de braços abertos para esta iniciativa. Fomos agraciados com este projeto e com o auxílio da Fundação vamos trabalhar juntos em prol da primeira infância, elaborando políticas públicas que beneficiem a população e nossas crianças”, disse o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa.

“Teresina é uma cidade que tem estado em nossa cartela de interesse e, desde 2020, através da Agenda Teresina 2030, temos tido contato e conseguimos consolidar esta parceria este ano. Nós, da Fundação Bernard Van Leer, buscamos apoiar o município na elaboração de diagnósticos locais sobre a experiência e o acesso do público infantil e seus cuidadores aos espaços urbanos, disponibilizando dados para embasar a construção de políticas públicas mais assertivas para a primeira infância e alinhadas a outras agendas estratégicas locais. Estamos felizes em vir a Teresina e ter este contato próximo com os entes envolvidos e que trabalharão conosco nesta perspectiva”, explicou Thais Sanches, coordenadora de programas da Fundação Bernard van Leer.

“É uma parceria muito feliz e pouquíssimas cidades no Brasil integram essa rede e Teresina tem essa grata surpresa. Recebemos esta equipe com muita satisfação e vamos discutir projetos e adequações ao Plano Municipal Pela Primeira Infância para alavancar ações que irão marcar a gestão do prefeito Dr. Pessoa. Esse é o resultado de uma visita que realizamos a dois municípios paulistas que já possuem propostas neste sentido e vamos avançar também na capital”, explica João Henrique Sousa, secretário municipal de Planejamento.

O Departamento Agenda 2030, vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), está à frente das missões propostas pela parceira Urban95. O foco dessa união é trabalhar em prol do desenvolvimento urbano que pense também nas crianças que ainda estão na primeira infância e em seus cuidadores. Procurando integrar educação, mobilidade, urbanismo e outras áreas que atendam de forma integrada essa criança que acaba de ser inserida dentro da sociedade.

“Essa ação está sendo encabeçada pela Agenda 2030, e trabalhando de forma integrada com outras secretarias municipais nos esforçamos para que todos os objetivos apontados sejam cumpridos com êxito. Reuniões como esta são importantes para que nosso trabalho esteja sempre alinhado de forma que todas as pautas sejam sendo atendidas em pleno curso”, acrescenta Kárita Allen, Secretária Executiva de Planejamento Estratégico e Gestão (Seplag).

A Prefeitura está adiantada no que se refere aos estudos para execução de políticas públicas que atendam ao público em questão. Ainda no mês de Outubro, foi realizada uma visita técnica ao município de Jundiaí, no estado de São Paulo, para que a Prefeitura pudesse ter um parâmetro de projetos como o Mundo Da Criança para desenvolver um piloto na capital.

“Utilizando o exemplo de Jundiaí (SP), nós queremos integrar a educação de nossas crianças a uma política de educação ambiental, estamos trabalhando para desenvolver um projeto piloto de escola que atenda essas crianças nessa modelagem, integrando a educação curricular formal e as metodologias lúdicas de ensino podemos ter um maior aproveitamento no desenvolvimento do aprendizado dessas crianças”, conclui Nouga Cardoso, secretário municipal de Educação.

Urban95 no Brasil

A Rede Urban95 Brasil surgiu com o objetivo de promover, desenvolver e fortalecer programas e políticas públicas voltadas ao bem-estar e qualidade de vida das crianças de 0 a 6 anos nas cidades brasileiras. O projeto apoia os municípios na elaboração de diagnósticos locais sobre a experiência e o acesso do público infantil e seus cuidadores aos espaços urbanos, disponibilizando dados para embasar a construção de políticas públicas mais assertivas para a primeira infância e alinhadas a outras agendas estratégicas locais.

Integram a rede Urban95 Brasil 24 municípios. Em fase avançada de mobilização há: Aracaju (SE), Boa Vista (RR), Brasiléia (AC), Campinas (SP), Caruaru (PE), Crato (CE), Fortaleza (CE), Ilhéus (BA), Jundiaí (SP), Niterói (RJ), Pelotas (RS), Recife (PE) e São Paulo (SP). E em fase de integração há: Alcinópolis (MS), Alfenas (MG), Benevides (PA), Canoas (RS), Cascavel (PR), Mogi das Cruzes (SP), Paragominas (PA), São José dos Campos (SP), Sobral (CE), Teresina (PI) e Uruçuca (BA).

Equipe da PMT realiza visita técnica para conhecer projetos voltados para a 1ª infância em São Paulo

Nesta terça-feira (26), uma equipe formada por membros da Prefeitura de Teresina e pela Secretaria Estadual de Educação iniciam uma visita técnica as cidades de Judiai (SP) e Itu (SP) para conhecer os projetos desenvolvidos pela Prefeitura dessas cidades por meio do Programa Urban95.

A comitiva é formada pelos secretários municipais de Planejamento e Educação, Joao Henrique Sousa e Nouga Cardoso, respectivamente; pela Secretaria Executiva de Planejamento e Gestão da Prefeitura de Teresina, Kárita Allen. Além da Diretora de Ensino da Secretaria Estadual de Educação, Maria José Mendes, e da Gerente de Ensino Fundamental da Secretaria Estadual de Educação, Marília Aragão. As visitas técnicas serão acompanhas pelos Prefeitos de Jundiaí, Luiz Fernando Arantes, e o Prefeito de Itu, Guilherme Gazzola.

A equipe piauiense busca um norteamento para aplicação dos projetos na capital Teresina para que sejam executados de forma mais assertiva possível. “Desde Julho passamos a fazer parte dessa rede de apoio para ações voltadas para a primeira infância. Com o aval do Prefeito Dr. Pessoa, vamos a esta visita técnica para que possamos ver na prática a aplicação dessas ações e como podemos replicar na nossa cidade e ter melhorias de espaços públicos, mobilidade e outros serviços voltados para essa primeira infância”, explicou João Henrique Sousa.

Teresina passou a integrar a rede Urban 95 neste segundo semestre deste ano. O município receberá suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para a primeira infância. Isso será muito positivo para nossa cidade.

“Ao visitarmos estes dois municípios no estado de São Paulo, buscamos acompanhar a modelagem referência no Sistema Nacional de Educação, e que atenda aos princípios da Urban95, uma iniciativa global que pensar na inclusão de crianças e cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e nos programas e serviços oferecidos nas cidades. Isso nos proporciona vivências muito benéficas para que possamos adequar e tornar nosso sistema educacional ainda melhor”, afirma Nouga Cardoso, secretário municipal de Educação.

A equipe visitará o Parque Mundo da Criança, situado em Jundiaí. O espaço público tem acesso gratuito e também uma proposta sustentável onde busca unir brincadeira e educação. O Parque possui diversos espaços que funcionam como área de lazer e também salas de aula, visando a integração de aprendizado e lazer, onde as crianças podem aprender brincando. O Parque também possui um sistema de funcionamento estrutural que integra pessoas com deficiência em todos os espaços, sem segmentar apenas uma área que seja de sua utilização.

A Urban95 já é uma parceira do Departamento Agenda Teresina 2030, que é vinculado à Secretaria de Planejamento e Coordenação. A Prefeitura busca um alinhamento positivo à projetos como esse que envolvem um desenvolvimento sustentável e uma melhor unidade na utilização de espaços urbanos voltados para inclusão da primeira infância. “Nessa viagem temos a oportunidade de aprender com um sistema de educação que já vem dando certo, e nosso objetivo é fazer com que esse método seja inspiração para o desenvolvimento de melhorias dentro do nosso município” conclui Kárita Allen, Secretária Executiva de Planejamento Estratégico e Gestão.

Urban95: iniciativa que promove cidades adequadas a crianças já conta com 24 municípios brasileiros. Foto: Urban95 Jundiaí

Hackathon: Prefeitura de Teresina e Urban95 debatem desenvolvimento urbano para crianças

O segundo dia do Urban Hack Teresina 2030 foi marcado pelas palestras da rede Urban95, com foco na mobilidade de crianças e cuidadores da cidade, que prevê um desenvolvimento prático de ambientes já existentes, mas que incluam a sociedade desde a primeira infância. Além disso, os participantes fizeram uma visita guiada às instalações do Centro de Controle Operacional (CCO), que será gerido pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (STRANS), e tiveram um bate papo com o chefe do setor de Monitoramento da Superintendência, Danilo Araújo.

O Urban Hack Teresina 2030 tem a proposta de utilizar técnicas do urbanismo tático para oferecer aos usuários do transporte público de Teresina a oportunidade de testar soluções digitais que visam a melhoria do sistema. O projeto é uma organização do departamento Agenda Teresina 2030, vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan).

Durante as palestras em modelo híbrido com a equipe do Urban95, as discussões contemplaram conceitos práticos sobre mobilidade e urbanismo dentro de municípios, levando em consideração o grande volume de veículos, como também a indagação sobre o desenvolvimento urbano participativo de crianças dentro da sociedade que ocupa esse espaço.

“Eventos como este são importantes para criar uma consciência de sustentabilidade nesse grupo e proporcionar desenvolvimento que serve não apenas para nossa geração como também para as futuras“, conclui Cíntia Bartz, coordenadora da Agenda Teresina 2030.

As soluções digitais para melhoria do sistema de transporte público de Teresina que serão testadas na Urban Hackton Teresina 2030 estão em desenvolvimento e foram escolhidas através de um processo de inovação aberta do projeto Euroclima + Observatório do Transporte (https://observatoriodotransporteteresina.org/).

Urban95

A Urban95 é um programa que oferece suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para a primeira infância.

Centro de Controle Operacional (CCO)

O Centro de Controle Operacional (CCO) do município de Teresina contará com uma plataforma única de procedimentos de gestão integrada, englobando tecnologias de operação de trânsito e transporte, e será responsável pela gestão do sistema de monitoramento em tempo real de vias públicas, dos sistemas de segurança viária, detecção automática de incidentes, automação semafórica, pontos de informações, sistemas de informação ao usuário do transporte público e orientação de trânsito, ocorrências da Defesa Civil, do Samu e órgãos parceiros que poderão atuar juntos a Strans na operacionalização do Centro de Controle Operacional (CCO).

Foto: Divulgação (Semplan)

Teresina é selecionada para integrar rede Urban95 com ações para 1ª infância

A Prefeitura de Teresina agora integra a rede Urban95 e, para marcar o início desta parceria, participou nesta quarta-feira (28), de webinar de boas-vindas com outros dez municípios que passaram a fazer parte do programa em 2021 com ênfase na expertise das cidades de Jundiaí (SP) e Fortaleza (CE).

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

O município receberá suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para a primeira infância.

Com base no plano de governo e do foco de trabalho da atual gestão, o município conta agora com apoio da iniciativa global da Fundação Bernard van Leer que dá suporte para municípios incluírem a perspectiva de bebês, crianças pequenas e cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e também nos seus programas e serviços. A participação do município é um trabalho desenvolvido pelo departamento Agenda Teresina 2030, vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan).

“É uma parceria muitíssimo importante. São oito países participando da Urban95, incluindo o Brasil, onde cerca de 24 cidades já participaram em outras edições da iniciativa. Teresina está sendo incluída agora com outros dez municípios por conta do nosso perfil administrativo e do nosso plano de governo. Estamos muito orgulhosos”, afirmou o prefeito Dr. Pessoa, durante o evento virtual.

O programa está presente em oito países e apoia 24 cidades no Brasil a pensar no planejamento urbano com base na seguinte pergunta: “Se você tivesse 95 cm de altura (a altura média de uma criança de três anos), o que você faria diferente na cidade?”. O encontro contou com a participação da diretora executiva da Fundação Bernard van Leer, Cecilia Jones, e Claudia Vidigal, representante da Fundação no Brasil.

“Transformar a cidade e torná-la um ambiente adequado e pensado para a primeira infância é nosso desejo. Trabalhamos para fornecer suporte aos municípios para incluírem esse público no planejamento, nas estratégias e também nos seus programas e serviços. É com muita alegria que recebemos Teresina e os outros dez municípios na Rede Urban95”, disse a diretora executiva, Cecília Jones.

“Temos aqui uma oportunidade de trazer mais estrutura para o desenvolvimento de projetos e ações para crianças. O município já tem uma boa base educacional e agora vamos expandir para outras áreas e fortalecer o trabalho já feito. Viabilizar ações e a integração de projetos para obtermos bons resultados e uma cidade que pensa em crianças e no seu ambiente social”, explicou Nouga Cardoso, secretário municipal de Educação.

O encontro contou com a participação do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcelo Eulálio, o secretário Municipal de Governo, André Lopes, secretário de Comunicação, Lucas Pereira e a equipe da Secretaria Municipal de Planejamento, Kárita Allen (Seplag) e Cíntia Bartz, da Agenda Teresina 2030.

Rede Urban95
Os novos membros da iniciativa Urban95 passaram por um cuidadoso processo seletivo, que levou em conta aspectos como comprometimento do gestor, diversidade, intersetorialidade, políticas para primeira infância e transparência. As cidades que entraram para a iniciativa são: Alcinópolis (MS), Alfenas (MG), Benevides (PA), Canoas (RS), Cascavel (PR), Mogi das Cruzes (SP), Paragominas (PA), São José dos Campos (SP), Sobral (CE), Teresina (PI), Uruçuca (BA).

Esses municípios se juntam a outros 13 que já estão implementando ações e projetos para a primeira infância em seus territórios com apoio da Urban95, entre eles, Fortaleza (CE), Recife (PE) e São Paulo (SP). Essas cidades estão mostrando como funciona, de fato, uma gestão municipal que prioriza os primeiros anos de vida.

Prefeitura de Teresina firma parceria internacional para criar espaços, programas e serviços com foco na primeira infância

A Prefeitura de Teresina receberá suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância Foto(Ascom/Semplan)

A cidade de Teresina agora integra a Urban95, uma iniciativa da Fundação Bernard van Leer que dá suporte para municípios incluírem a perspectiva de bebês, crianças pequenas e cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e também nos seus programas e serviços. A participação do município é um trabalho desenvolvido pelo departamento Agenda Teresina 2030, vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan).

O programa está presente em oito países e apoia 24 cidades no Brasil a pensar no planejamento urbano com base na seguinte pergunta: “Se você tivesse 95 cm de altura (a altura média de uma criança de três anos), o que você faria diferente na cidade?”. A partir deste mês de julho, a capital passa a integrar esse grupo, junto com outras dez novas cidades parceiras.

A Prefeitura de Teresina receberá suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para primeira infância.

“A missão da Urban95 é promover e compartilhar experiências que incentivam o desenvolvimento da primeira infância, sob a perspectiva de que todos merecem um bom começo. As políticas públicas se concretizam para as crianças no território, onde elas vivem e se desenvolvem”, explica Claudia Vidigal, representante da Fundação Bernard van Leer no Brasil.

Os novos membros da iniciativa Urban95 passaram por um cuidadoso processo seletivo, que levou em conta aspectos como comprometimento do gestor, diversidade, intersetorialidade, políticas para primeira infância e transparência. As cidades que entraram para a iniciativa são: Alcinópolis (MS), Alfenas (MG), Benevides (PA), Canoas (RS), Cascavel (PR), Mogi das Cruzes (SP), Paragominas (PA), São José dos Campos (SP), Sobral (CE), Teresina (PI), Uruçuca (BA).

Esses municípios se juntam a outros 13 que já estão implementando ações e projetos para a primeira infância em seus territórios com apoio da Urban95, entre eles, Fortaleza (CE), Recife (PE) e São Paulo (SP). Essas cidades estão mostrando como funciona, de fato, uma gestão municipal que prioriza os primeiros anos de vida.

Em Jundiaí (SP), foi aprovado o plano diretor em 2019 com um capítulo inteiro dedicado às crianças, assegurando neste instrumento a continuidade do olhar estratégico. A cidade tem transformado o espaço público para receber melhor a primeira infância e seus cuidadores, com iniciativas como as ruas abertas e rotas seguras. Além disso, a gestão municipal tem levado programação cultural e educativa para equipamentos públicos de saúde, educação e assistência social.