Prorrogada vacinação contra sarampo para pessoas na faixa etária de 20 a 49 anos

O Ministério da Saúde prorrogou para 31 de agosto a vacinação contra o Sarampo com foco na população de 20 a 49 anos. Até junho de 2020, apenas 2,8% desse público (2,5 milhões de pessoas) recebeu a vacina no país. A circulação ativa do vírus do Sarampo atualmente está presente em vários estados do Brasil.

No ano de 2020, o país registrou cinco óbitos por Sarampo nos estados do Pará, Rio de Janeiro e São Paulo. “É imprescindível que a população saiba que, apesar de altamente transmissível, o Sarampo é uma doença que pode ser prevenida através da vacinação”, afirma Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da Fundação Municipal de Saúde de Teresina.

Crianças de 1 ano de vida até adultos com 29 anos devem ter duas doses da vacina contra sarampo (vacina tríplice viral ou tetra viral) comprovadas no cartão de vacinação. Caso tenham somente uma dose da vacina, devem completar o esquema com mais uma dose da vacina Tríplice Viral. Caso a pessoa não tenha nenhuma dose, deve realizar as duas doses da vacina Tríplice Viral. Pessoas entre 30 e 49 anos precisam ter apenas uma dose da vacina tríplice viral registrada no cartão de vacinação. Caso não tenham essa dose registrada no cartão de vacinação, ou não tenham tomado uma dose da vacina, ela deve ser realizada.

Pessoas acima de 50 anos devem ter uma dose da vacina contra o Sarampo. Caso não tenham uma dose da vacina de sarampo e tenham entrado em contato com caso confirmado ou suspeito, devem receber uma dose da vacina tríplice viral.

“Segundo o Calendário Nacional de Imunização, crianças com 12 meses devem receber a primeira dose da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Aos 15 meses de vida, a criança deve receber a primeira dose da vacina tetra viral. Essa vacina é composta pela 2ª dose da tríplice viral associada à vacina contra varicela”, explica Amariles Borba.

No ano de 2019 o Ministério da Saúde implementou a dose zero para crianças a partir de seis meses de idade até 11 meses e 29 dias. Essa vacina não entra no esquema de rotina de imunização, devendo a criança tomar a 1ª dose da tríplice viral aos 12 meses e dar sequência ao calendário de imunização, conforme preconiza o Ministério da Saúde.

 

 

 

 

.

Quase 400 professores são vacinados contra a gripe em posto drive thru

Ascom/FMS

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), em parceria com o Centro Universitário UNINOVAFAPI, realizou nesta quarta-feira (08) a vacinação contra a gripe em professores da rede pública e privada através de posto drive thru. Durante todo o dia, foram vacinadas 378 pessoas.

Em 2020, a vacina contra a gripe protege contra três vírus: H1N1, H3N2 e Influenza B. O objetivo da imunização é evitar ou diminuir o número de internações e mortes por infecções primárias e secundárias.

As doses estão disponíveis em 65 Unidades Básicas de Saúde, Centro Lineu Araújo e Hospital Infantil. “A vacina é composta por vírus inativado, é segura, previne a doença e também complicações de saúde. Nesse momento, alertamos que 33.328 crianças, 5.996 mil professores, 5.409 gestantes e 1.032 mães no pós-parto ainda não se vacinaram”, afirma a diretora de Vigilância em Saúde, Amariles Borba.

A Influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral. Seu agravamento pode levar à morte, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção, como crianças menores de 6 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. “A imunização dos grupos prioritários contra a influenza é importante porque a doença pode levar a complicações como a pneumonia, causada pelo próprio vírus ou por infecção bacteriana oportunista”, ressalta Amariles Borba.

Campanha de vacinação contra gripe encerra amanhã (30) em Teresina

Ascom/FMS

A campanha de vacinação contra a gripe encerra nesta teça-feira (30). Em Teresina, quem faz parte dos públicos prioritários e ainda não tomou a vacina, deve procurar uma Unidade de Saúde. O chamado é especialmente direcionado às crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos, professores, gestantes e mães no pós-parto (até 45 dias).

A vacinação contra gripe está disponível em 65 Unidades Básicas de Saúde, Centro Lineu Araújo e Hospital Infantil Lucídio Portela. Ao se dirigir a esses locais, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) solicita que a população utilize máscaras, respeite o distanciamento de 2 metros entre pessoas, evite tocar em superfícies e realize a higienização das mãos.

Dados de sistema online do Ministério da Saúde apontam que 218.609 pessoas já foram vacinadas na capital piauiense. “Porém, alertamos que 36.880 crianças, 8.000 professores, 5.938 gestantes e 1.125 mães no pós-parto (até 45 dias) ainda não se vacinaram”, afirma a diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba.

Essa vacina não têm eficácia contra o novo coronavírus e sim contra a gripe, doença respiratória causada pelo vírus influenza e que pode ser fatal. Neste momento, a vacinação protege a população, evitando complicações de saúde e também ajuda a reduzir o número de doentes que procuram por UBSs, já bastante demandadas por conta da pandemia da Covid-19.

FMS convoca crianças, professores, gestantes e mães no pós-parto para se vacinarem contra gripe em Teresina

Foto: Ascom FMS

Na reta final da Campanha de Vacinação contra Gripe, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) convoca todos os grupos prioritários que ainda não se vacinaram para que se dirijam aos postos de saúde e garantam a sua imunização. O chamado é especialmente direcionado às crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos, professores, gestantes e mães no pós-parto (até 45 dias), porque cerca da metade desse público ainda não foi imunizada.

Até a próxima terça-feira (30), a vacinação contra gripe está disponível em 65 Unidades Básicas de Saúde, Centro Lineu Araújo e Hospital Infantil. “A vacina é composta por vírus inativado, é segura, previne a doença e também complicações de saúde. Nesse momento, alertamos que 37.228 crianças, 8.104 mil professores, 5.965 gestantes e 1.130 mães no pós-parto ainda não se vacinaram”, afirma a diretora de Vigilância em Saúde, Amariles Borba. 

Dados de sistema do Ministério da Saúde mostram que 215 mil pessoas já se vacinaram contra gripe em Teresina. Fazem parte também do grupo prioritário para a vacina: idosos, trabalhadores de saúde, pessoas com doenças crônicas, professores, adultos de 55 a 59 anos, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo e das forças de segurança e de salvamento.

A vacina não protege a pessoa contra o novo Coronavírus e sim contra a Gripe/Influenza, doença respiratória infecciosa cuja origem é viral. A transmissão direta de pessoa a pessoa é a mais comum e ocorre por meio de gotículas expelidas pelo indivíduo infectado com o vírus, ao falar, espirrar ou tossir. Há evidência de transmissão também pelo modo indireto, por meio de contato com a secreção de doentes.

 

Hospital da Primavera disponibiliza vacina antirrábica para pessoas agredidas por animais

 

Ascom/FMS

A Fundação Municipal de Saúde informa que, a partir de agora, em caso de mordida de cachorro, gato ou animal silvestre, as pessoas devem se dirigir ao Hospital da Primavera para tomar a vacina antirrábica. Antes da pandemia do Coronavírus, o serviço era disponibilizado no Hospital Natan Portela de Teresina.

“Após a agressão pelo animal, o paciente deve lavar o local do ferimento com água e sabão e procurar atendimento no Hospital da Primavera. O médico avalia o caso e define a melhor conduta. Esse protocolo deve ser iniciado o mais rápido. Quanto ao animal agressor, este deve ser mantido preso no imóvel, que passa ser monitorado pela nossa equipe”, explica a gerente da Gerência de Zoonoses da FMS, Oriana Bezerra.

Já a vacina contra raiva para cães e gatos está disponível na Gerência de Zoonoses, durante todo o ano, como também durante a campanha de vacinação antirrábica, realizada anualmente pela FMS.

A raiva é uma doença grave e letal.  É causada por um vírus que atinge todos os mamíferos, incluindo cães e gatos. O animal infectado tem comportamento estranho e, por meio de mordida, arranhadura ou lambida, pode transmitir a doença para o ser humano.

Doentes crônicos: Teresina não atinge meta e FMS chama para vacinação

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) não atingiu a meta de vacinação de pacientes diabéticos, hipertensos com comorbidades e pessoas com obesidade grau III contra a gripe. A vacinação para esses três grupos, que apresentam alto risco para a Covid-19, pode ser feita em uma das 71 Unidades Básicas de Saúde (UBS) que estão imunizando a população contra a Influenza.

Até o momento, foram imunizados apenas 4.693 indivíduos com diabetes, 378 obesos e 2.217 pessoas com doenças cardíacas crônicas (que inclui hipertensão com comorbidade) na capital. Dados do sistema e-SUS mostram que atualmente 87.693 pessoas com hipertensão e 29.325 diabéticos estão sendo acompanhados pelas equipes de Atenção Básica em Teresina.

Embora o período dedicado à imunização de doentes crônicos no calendário da campanha estabelecido pelo Ministério da Saúde já tenha passado, qualquer paciente pertencente a estes grupos pode procurar uma das 71 Unidades Básicas de Saúde que estão vacinando contra a gripe. “Ainda não alcançamos a meta de vacinação de 90% de pessoas com essas doenças crônicas. Assim, durante esta semana inteira, pedimos que procurem um dos pontos de vacinação para tomarem a vacina contra a gripe”, alerta Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da FMS.

Kledson Batista ressalta que a vacina não protege contra o novo Coronavírus, mas é importante para evitar internações desnecessárias e que podem ser prevenidas pela imunização. Além disso, facilita o diagnóstico de Covid-19 por meio da diminuição nos casos de síndromes gripais com sintomas semelhantes aos da doença, como a Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B.

Isso acontece porque pessoas com estas doenças crônicas são mais suscetíveis a uma queda na imunidade, o que leva a sintomas graves de síndromes gripais, podendo evoluir para complicações ou até mesmo óbito.

FMS vacina crianças, grávidas e puérperas contra a gripe

A terceira etapa de vacinação contra a gripe prossegue amanhã (18) em 71 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da rede municipal de saúde. O público alvo são crianças maiores de seis meses e menores de seis anos, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência. A vacinação para professores e para pessoas de 55 a 59 anos será iniciada em data ainda a ser divulgada pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). O objetivo é evitar aglomerações, vez que ainda há um público considerável de gestantes, puérperas e crianças buscando vacinação.

“Todas as salas de vacina das UBS estarão abertas, exceto nas 19 Unidades Básicas de saúde exclusivas para o atendimento a síndromes gripais. Vacinaremos somente crianças maiores de seis meses e menores de seis anos, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência. De acordo com as regras do Ministério da Saúde, as pessoas com deficiência devem fazer a comprovação médica, por meio de laudo do BPC (Benefício de Prestação Continuada), ou laudo do INSS informando que a pessoa é aposentada por invalidez, quando não for possível evidenciar a deficiência apenas por exame físico”, explica Kledson Batista, diretor de Atenção Básica em Saúde da FMS.

A vacina contra gripe não previne contra o novo Coronavírus, mas é importante para diminuir as internações por síndromes gripais. A proteção da vacina é contra a Influenza, doença respiratória infecciosa cuja origem também é viral. A transmissão direta de pessoa a pessoa é a mais comum e ocorre por meio de gotículas expelidas pelo indivíduo infectado com o vírus, ao falar, espirrar ou tossir. Há evidência de transmissão também pelo modo indireto, por meio de contato com a secreção de doentes.

CONFIRA LISTA DE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE (UBS) QUE POSSUEM VACINA CONTRA GRIPE:

UBS DA REGIÃO SUL:
1. Vila Confiança
2. Leônidas Antonio Deolindo (Saci)
3. Francisco Soares Filho (São Pedro)
4. Dr José Wilson Batista (Vermelha)
5. Maria de Jesus Carvalho (Porto Alegre)
6. Bruno Rafael Rodrigues De Sousa (Esplanada)
7. Dr Augusto de Castro (Km 07)
8. Dr Durvalino Couto (Bela Vista)
9. São Camilo (Lourival Parente)
10. Dr José Cândido/Carolina Silva
11. Nossa Senhora da Paz (Vila Da Paz)
12. Sérgio Luiz Chantal Nunes (Três Andares)
13. Cristo Rei
14. Parque Pioneiro I/Santo Antonio
15. Dr José de Arimatea Dos Santos (Betinho)
16. Dr Francílio Ribeiro de Almeida (Angelim)
17. Dep. Xavier Neto (Mário Covas)
18. Dra Virgínia Castelo Branco (Sta. Clara)
19. Chapadinha Sul
20. Dr Elon Constantino De Aguiar (Alegria)
21. Dr Leônidas Melo (Cerâmica Cil)
22. Antonio Pessoa dos Santos (Vamos Ver o Sol)
23. Hugo Prado

UBS DA REGIÃO NORTE:
1. Cecy Fortes
2. José Ribeiro de Carvalho (Cidade Verde)
3. Memorare
4. Dr Manoel Ayres Neto (Parque Wall Ferraz)
5. Dr Mariano Mendes (Monte Alegre)
6. Parque Brasil
7. Dr Evaldo Carvalho (Nova Brasília)
8. Adelino Matos
9. Dr Marcos Guedes (Nova Teresina)
10. Jacinta Andrade I
11. Dr Fernando Gomes Correia Lima (Jacinta Andrade II)
12. Dra Maria Teresa de Melo Costa (Mafrense)
13. Deputada Francisca Trindade (Água Mineral)
14. Buenos Aires
15. Dois Irmãos
16. Bela Vista Rural
17. João Cirilo (Boa Hora)

UBS DA REGIÃO LESTE:
1. Dra Onésima Nascimento (Santa Bárbara)
2. Dr Henrique Melo Castelo Branco (Vale Do Gavião)
3. Vila Bandeirante
4. Dr Félix Francisco Pereira Batista (P. Universitário)
5. Mama Mia
6. Piçarreira
7. Dr Francisco José da Costa Sousa (Ininga)
8. Anita Ferraz
9. Vila do Avião
10. Deputado Alberto Monteiro (Soinho)
11. Dr Dirceu Arcoverde (Santa Teresa)
12. Gilmar Carvalho/Santa Luz
13. Coroatá
14. Cacimba Velha
15. Campestre Norte

UBS DA REGIÃO SUDESTE:
1. Nossa Senhora da Guia
2. Pe. Mário Rocchi (P. Esperança)
3. Dr Reginaldo M. Castro (Renascença)
4. Raimunda Soares Oliveira (Firmino Filho)
5. Redonda
6. Dr Gil Martins (Usina Santana)
7. Deus Quer
8. Alto da Ressurreição
9. Boquinha
10. Taboca do Pau Ferrado
11. Dr Chagas Martins (Estaca Zero)
12. Atalaia

Vacinas de rotina são disponibilizadas à população nas UBSs de Teresina

As vacinas de rotina, aquelas que constam no Calendário Nacional de Vacinação, estão disponíveis à população em 67 Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Teresina, excluindo as UBSs que estão com atendimento exclusivo para síndrome gripal. Por recomendação do Ministério da Saúde aos municípios brasileiros, esse serviço estava suspenso.

De acordo com a coordenadora da Rede de Frio da FMS, Deusamar Meneses, estão disponíveis 16 tipos de vacinas: BCG, Hepatite A e B, Vacina Inativa de Poliomielite e Vacina Oral de Poliomielite, Pneumocócica 10 e 23 Valente, Rotavírus, Meningocócica C, Febre Amarela, Tríplice viral e Varicela, DTP, HPV, Dupla Adulto e DTpa.

Para evitar a proliferação do Coronavírus, quem chegar ao local para se vacinar deve respeitar as recomendações de cuidados do Ministério da Saúde. “Solicitamos a todos que não façam aglomeração nestes locais, usem máscara de pano, higienizem as mãos e respeitem a distância de 2 metros entre as pessoas”, explica o diretor de Atenção Básica, Kledson Batista.

Para ter acesso às vacinas, crianças, jovens, adultos e idosos devem portar a sua caderneta de vacinação. Mas, ainda que não possuam este documento, serão atendidos. “É importante lembrar que a vacina de gripe, de maneira muito específica, está disponível apenas para pessoas com doenças crônicas, desde o dia 06 de maio”, finaliza Kledson Batista.

“O programa de imunização brasileiro é um dos melhores do mundo, pois fornece vacinas de qualidade e tem controlado várias doenças. Só reforçamos o pedido para que a população que necessita atualizar sua caderneta de vacinação se previna contra o coronavírus e evite fazer aglomeração nas UBS”, finaliza a médica infectologista Amparo Salmito.

CONFIRA LISTA DE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE (UBS) QUE TÊM VACINAS DE ROTINA:

 

UBS DA REGIÃO SUL:
1. Vila Confiança
2. Leônidas Antonio Deolindo (Saci)
3. Francisco Soares Filho (São Pedro)
4. Dr José Wilson Batista (Vermelha)
5. Maria de Jesus Carvalho (Porto Alegre)
6. Bruno Rafael Rodrigues De Sousa (Esplanada)
7. Dr Augusto De Castro (Km 07)
8. Dr Durvalino Couto (Bela Vista)
9. São Camilo (Lourival Parente)
10. Dr José Cândido/Carolina Silva
11. Nossa Senhora Da Paz (Vila Da Paz)
12. Sérgio Luiz Chantal Nunes (Três Andares)
13. Cristo Rei
14. Parque Pioneiro I/Santo Antonio
15. Dr José de Arimatea Dos Santos (Betinho)
16. Dr Francílio Ribeiro De Almeida (Angelim)
17. Dep. Xavier Neto (Mário Covas)
18. Dra Virgínia Castelo Branco (Sta. Clara)
19. Chapadinha Sul
20. Dr Elon Constantino De Aguiar (Alegria)
21. Dr Leônidas Melo (Cerâmica Cil)
22. Antonio Pessoa dos Santos (Vamos Ver o Sol)
23. Hugo Prado

 

UBS DA REGIÃO NORTE:

1. Cecy Fortes
2. José Ribeiro De Carvalho (Cidade Verde)
3. Memorare
4. Dr Manoel Ayres Neto (Parque Wall Ferraz)
5. Dr Mariano Mendes (Monte Alegre)
6. Parque Brasil
7. Dr Evaldo Carvalho (Nova Brasília)
8. Adelino Matos
9. Dr Marcos Guedes (Nova Teresina)
10. Jacinta Andrade I
11. Dr Fernando Gomes Correia Lima (Jacinta Andrade II)
12. Dra Maria Teresa De Melo Costa (Mafrense)
13. Deputada Francisca Trindade (Água Mineral)
14. Buenos Aires
15. Dois Irmãos
16. Bela Vista Rural
17. João Cirilo (Boa Hora)

UBS DA REGIÃO LESTE:
1. Dra Onésima Nascimento (Santa Bárbara)
2. Dr Henrique Melo Castelo Branco (Vale Do Gavião)
3. Vila Bandeirante
4. Dr Félix Francisco Pereira Batista (P. Universitário)
5. Mama Mia
6. Piçarreira
7. Dr Francisco José da Costa Sousa (Ininga)
8. Anita Ferraz
9. Vila do Avião
10. Deputado Alberto Monteiro (Soinho)
11. Dr Dirceu Arcoverde (Santa Teresa)
12. Gilmar Carvalho/Santa Luz
13. Coroatá
14. Cacimba Velha
15. Campestre Norte

UBS DA REGIÃO SUDESTE:

1. Nossa Senhora Da Guia
2. Pe. Mário Rocchi (P. Esperança)
3. Dr Reginaldo M. Castro (Renascença)
4. Raimunda Soares Oliveira (Firmino Filho)
5. Redonda
6. Dr Gil Martins (Usina Santana)
7. Deus Quer
8. Alto Da Ressurreição
9. Boquinha
10. Taboca do Pau Ferrado
11. Dr Chagas Martins (Estaca Zero)