Strans orienta que consórcios de ônibus intensifiquem limpeza nos veículos

Ascom/Strans

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) envia nesta terça-feira (17) Oficio Circular nº 340/2020 aos consórcios de ônibus para intensificarem a limpeza diária nos veículos e aos fiscais dos terminais de integração para reforçarem a limpeza de todos os espaços dos terminais, bem como nas estações de passageiros do Sistema Inthegra. (mais…)

Transporte Eficiente ganha reforço de mais quatro veículos

O prefeito Firmino Filho fará a entrega de quatros veículos para o programa Transporte Eficiente nesta quinta-feira (20),  às 8h, na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). O programa Transporte Eficiente atende pessoas com mobilidade reduzida nos deslocamentos pela cidade.

Teresina já contava com 13 carros e, com essa nova aquisição, serão disponibilizados 17 veículos no total. Mais de duas mil pessoas com dificuldade de locomoção são cadastradas no Transporte Eficiente e atendidas em toda a cidade, nos horários das 5h às 23h, de segunda a sexta-feira e aos finais de semana.

Diariamente são agendados cerca de 160 atendimentos pelo telefone 0800 086 3122, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. Nos casos de deslocamentos nos finais de semana o usuário deve solicitar por ofício.

De acordo com o superintendente da Strans, Weldon Bandeira, foram investidos R$ 1,4 milhão, sendo R$ 851.390 de recursos da Prefeitura de Teresina e o restante de emendas parlamentares. “Esse serviço é essencial. Ajuda muitas pessoas que precisam ir ao médico, escola, entre outras necessidades. Com mais veículos, vamos poder atender mais e melhor a demanda dos deslocamentos das pessoas com dificuldade de mobilidade”, ressalta.

 

Strans adquire quatro novos veículos para o transporte eficiente

Ascom/Strans

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), adquiriu quatro novos veículos para o Transporte Eficiente, que são usados para atender as pessoas com dificuldade de mobilidade.

Os veículos estão sendo vistoriados e passando por adaptações para, em breve, iniciar a operação. Teresina já contava com 13 carros e com essa aquisição dos novos vai disponibilizar 17 veículos para este serviço.

Para adquirir os quatro veículos, o investimento foi de R$ 1, 4 milhão, sendo R$ 851.390 de recursos da Prefeitura de Teresina e o restante de emendas parlamentares.

Mais de duas mil pessoas com deficiência são cadastradas no Transporte Eficiente e são atendidas em toda a cidade, nos horários das 5h às 23h, de segunda a sexta-feira e aos finais de semana.

Por dia, são agendados cerca de 160 atendimentos, em período normal, e nas férias escolares são cerca de 130 solicitações dos usuários. Os agendamentos devem ser feitos através do telefone 0800 086 3122, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. Para uso do transporte eficiente em finais de semana e feriados é necessário solicitar por meio de ofício.

A gerente do Transporte Eficiente, Cintia Machado, destaca que esse serviço essencial é bem planejado para atender os usuários. “Com mais veículos vamos poder atender melhor a demanda dos deslocamentos das pessoas com dificuldade de mobilidade”, diz.

Ascom/Strans

Semáforos são instalados a partir de análise de tráfego

Ascom/Strans

O desenvolvimento dos grandes centros urbanos resultou no aumento da frota de veículos. Em dez anos, esse número mais que dobrou em Teresina, saindo de 218 mil para 472,6 mil, em 2018. Esse aumento tornou necessárias algumas intervenções viárias para ordenar o trânsito, como a implantação de novos semáforos em vários pontos da cidade.

Nos últimos anos, vias importantes de Teresina tiveram seu trânsito organizado com a ajuda destes dispositivos. Para definir os locais onde os aparelhos são necessários, é feita uma contagem volumétrica dos veículos que transitam na região, como explica o engenheiro da Strans, Lucas Andrade.

“Uma equipe vai até o local onde será instalado o semáforo para verificar o fluxo de veículos. Com a contagem volumétrica temos uma ideia do tempo que terá o semáforo. Em um cruzamento, onde tem mais de um aparelho, a contagem é importante para que se defina o tempo ideal para cada via”, comenta.

Os semáforos nas capitais têm o objetivo de organizar o trânsito, dar fluidez ao tráfego de veículos e prevenir acidentes. Eles servem para orientar os condutores e pedestres ao cruzarem as vias com segurança.

No entanto, mesmo após instalados, estes dispositivos podem apresentar problemas devido à interferência de agentes externos, como ventos fortes, chuvas, falta ou oscilação de energia, problemas eletrônicos nos aparelhos e vandalismo. De acordo com dados da Diretoria de Trânsito e Sistema Viário da Strans, 100 semáforos apresentaram problemas no mês de dezembro do ano anterior por problemas de oscilação e falta de energia.

Lucas Andrade afirma que a maioria dos problemas que levam o semáforo a apagar ou ficar piscante no amarelo são direta e indiretamente ligados às oscilações e falta de energia que acontecem em vários pontos da capital. Também são identificados atos de vandalismo.

“As equipes de manutenção semafórica fazem rondas pela cidade resolvendo os problemas nos semáforos. Às vezes, é preciso apenas resetar o aparelho, ou seja, desligar e ligar de novo. Porém, algumas peças podem queimar por causa das oscilações de energia. Nesse caso, fazemos a substituição. Ventos fortes e chuvas também podem interferir no funcionamento do aparelho”, declara.

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans) em conjunto com a Equatorial está desenvolvendo estudos para implantar sistemas de nobreak, a fim de minimizar os conflitos no trânsito quando ocorrer oscilação ou falta de energia. A presença dos agentes de trânsito também é fundamental na organização do trânsito nesses casos. A população pode solicitar esse serviço por meio do número 3122-7617.

Centro de Comando e Controle Operacional (CCO)

O Centro de Comando e Controle Operacional (CCO) deve ser entregue no primeiro semestre de 2020.

A Central contará, inicialmente, com 479 câmeras instaladas, através de um sistema de visualização profissional, estação de monitoramento, controle de semáforos, corredores, estações e terminais.

Dessa forma, será mais rápido identificar os pontos onde os semáforos apresentarem problemas e o atendimento também será mais ágil.

Trecho da Rua Rui Barbosa receberá sinalização horizontal nesta segunda-feira (13)

Ascom/Strans

O trecho integrante do Corredor Norte I da Rua Rui Barbosa receberá sinalização horizontal nesta segunda-feira (13), a partir das 20h. O serviço executado será a pintura das linhas de divisão de fluxo na extensão da via entre o Terminal de Integração Rui Barbosa até a altura do cruzamento com a Avenida Alameda Parnaíba.

O assessor técnico da Strans, Breno Leal, explica que, com a finalização da parte de asfaltamento e proximidade da conclusão do corredor, os trabalhos de sinalização serão iniciados para proporcionar mais atenção e segurança aos condutores.

“Após o asfaltamento, sempre é necessário manter a via sinalizada, para preservar a segurança de quem trafega pelo local. Se não houver nenhum transtorno causado pelas chuvas, os serviços serão iniciados já nesta segunda-feira (13)”, pontua o assessor.

Breno esclarece, ainda, que os serviços serão realizados, preferencialmente, pelo período da noite, em que o fluxo de veículos é menor. “A pintura será pela parte da noite, para não haver nenhum transtorno para quem faz o percurso nos sentidos Centro/Norte e Norte/Centro diariamente”, assegura.

Avenida dos Expedicionários está sendo alargada e terá canteiro central

Ascom/Strans

A Strans está executando a obra de alargamento e a construção do canteiro central da avenida dos Expedicionários, zona Sudeste. Essa via terá faixa exclusiva para ônibus e os condutores de veículos só poderão fazer conversões à direita, conforme a sinalização já existente no local.

A arquiteta da Strans, Lívia Macedo, explica sobre as necessidades da intervenção e como funciona o tráfego. “As conversões estão mantidas à direita e pela sinalização horizontal já indica a proibição à esquerda. Nessa avenida verificamos muito desrespeito às normas de sinalização, havia muitas conversões arriscadas que ocasionavam acidentes. Tivemos que fazer essa intervenção com a construção do canteiro central, que funciona como uma barreira física”, esclarece, informando que os moradores foram ouvidos para a execução da obra.

“Estamos estruturando melhor a via e possibilitando que os condutores utilizem retornos pelos laços de quadra, como já acontece em vários pontos da cidade”, acrescenta a arquiteta.

Nessa via estão sendo feitos também melhoramentos do pavimento rígido para colocação de paradas de ônibus conforme o novo modelo existente em outros pontos da cidade. Para atender as necessidade de estudantes de uma faculdade terá realocação de parada viabilizando o acesso desses usuários.

Estacionar em locais proibidos atrapalha o fluxo de veículos

Ascom/Strans

Para melhorar as condições de fluidez e circulação do trânsito em algumas vias da cidade são adotadas medidas como a implantação de placas de proibido estacionar. Isso permite que os condutores possam circular livremente, sem impedimentos no caminho. Congestionamentos são formados e acidentes podem ser provocados quando um veículo está estacionado ou parado de forma irregular.

Em Teresina, foi preciso adotar essa medida em avenidas de maior fluxo de veículos por causa do crescimento da frota, que aumentou em cerca de 20 a 30 mil veículos em um ano. O diretor de trânsito e sistema viário da Strans, José Falcão, explica que os locais em que não é permitido estacionar proporcionam um trânsito melhor e mais seguro para todos.

“Com o aumento da frota de veículos nós temos que encontrar maneiras de melhorar o trânsito e diminuir o número de acidentes. As vias de maior fluxo estão suscetíveis a terem mais problemas, por isso, é necessário proibir o estacionamento nelas. O condutor que estaciona ou para o seu veículo nestas vias, força o motorista que vem logo atrás a mudar de faixa. Isso pode ocasionar uma colisão e até mesmo gerar pequenos congestionamentos”, afirma.

Estacionar em locais destinados a ambulâncias e carga e descarga são infrações de trânsito. O Supervisor Geral e chefe da Seção de Acidentes da Strans, Torquato Neto, explica que são condutas que geram transtornos para quem realmente necessita das vagas.

“Recebemos muitas solicitações de hospitais, pois as pessoas colocam seus veículos nos locais destinados as ambulâncias. Isso gera transtorno para os profissionais e pacientes. Os comerciantes também sofrem com esse problema, quando os condutores estacionam no local de carga e descarga. Isso atrasa o trabalho deles e atrapalha o trânsito”, comenta.

Torquato ainda chama atenção para as vagas destinadas aos idosos e pessoas com deficiência, além das rampas de acessibilidade. “Muitas pessoas ainda insistem em estacionar o veículo nas vagas para idosos e para as pessoas com deficiência. São infrações gravíssimas, de R$ 293,47. Pedimos também a conscientização da população para não parar ao lado das rampas de acessibilidade”, finaliza.

Parte da Rua Francisco Azevedo terá sentido único a partir de sábado (17)

A Rua Francisco Azevedo, no trecho entre a Antônio Tito e Miguel Arcoverde, zona Leste, terá sentido único a partir deste sábado (17). A mudança se tornou necessária devido ao aumento no tráfego de veículos nas proximidades, após a instalação de um empreendimento de grande porte na área da saúde.

A solicitação foi feita por moradores da região, que entraram em contato com a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans) e foram atendidos. A ação demonstra a preocupação das pessoas em manter a segurança na via e evitar acidentes.

Um agente de trânsito estará no local nesta quarta-feira (14) para orientar as pessoas sobre essa alteração e continuarão com as instruções do dia 17 a 27, diariamente.

O diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, explica que a intervenção se fez necessária para dar mais segurança e tranquilidade no trânsito. “O estacionamento do empreendimento fica na rua Francisco Azevedo e aumentou consideravelmente o fluxo de veículos. Com essa intervenção estamos garantindo mais segurança e fluidez para quem utiliza esse trecho, sejam pedestres ou condutores, para que sejam evitados acidentes”, ressalta.

Segue o mapa.