Parque Vitória terá principais ruas pavimentadas

Rômulo Piauilino

Nos próximos dias será iniciada a pavimentação de seis ruas no Parque Vitória, na zona Sul da cidade. As ruas foram definidas pela importância que representam para a mobilidade de cerca de 3.200 famílias. O prefeito Firmino Filho esteve em visita ao local na manhã de hoje (03) acompanhado do superintendente da SDU Sul, Paulo Lopes, do Executivo, Paulo Roberto, e de lideranças comunitárias.

As ruas 15 de Agosto, 15 de Novembro, Rua Barracão, Nossa Senhora do Bonfim, Progresso e São Francisco irão receber o calçamento. Ao todo, são mais de sete mil metros quadrados de calçamento. A superintendência está no local trabalhando a terraplanagem de área próxima ao galpão e de outras ruas.

A agenda de visitas, no entanto, teve início na obra da Via Sul, onde o ritmo se encontra bem acelerado. “Essa é uma obra de extrema importância para o escoamento da zona Sul. Essa primeira fase, que vai do balão do Cefapi até a Ponte Anselmo Dias, já está bem adiantada. E já está licitada a parte da Anselmo Dias até a Avenida Manoel Ayres Neto, no Parque Sul”, lembrou o prefeito.

A obra da Via Sul terá outro importante avanço. As 26 famílias que estavam na área onde será construída alça de acesso a Ponte Wall Ferraz já foram indenizadas e as primeiras já começaram a construir suas casas no terreno que foi doado pela Prefeitura.

O investimento total nas três etapas da obra será de R$ 65 milhões. A Avenida Marginal Poti Sul tem três pistas de rolamento de cada lado, um canteiro central de seis metros de largura, uma calçada do lado da floresta fóssil também de seis metros e outra de três metros do lado das residências.

O prefeito também visitou o ginásio Poliesportivo do Lourival Parente. Essa obra já está em fase de conclusão e deve ser entregue a comunidade ainda nos primeiros meses de 2020. São cerca de dois mil metros quadrados de área com uma quadra poliesportiva, banheiros e vestiários masculino e feminino, lanchonete, sala para administração, arquibancadas para 720 lugares (sentados), estacionamento, entre outras coisas. A Prefeitura está investindo na obra cerca de R$ 1,6 milhão, recursos do Governo Federal com contrapartida da administração municipal.

O prefeito Firmino Filho e o superintendente Paulo Lopes estiveram ainda no bairro Santa Rita, onde a Prefeitura está construindo o prédio que será a sede do Amor de Tia da zona Sul. O local contará com um Serviço de Atendimento Integral a Mulher e as Crianças, vinculado à Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM).

A visita foi concluída no Parque Eliane. No bairro, a Prefeitura também realizando pavimentação. Quinze ruas estão ganhando calçamento através de recursos do Orçamento Popular. O investimento supera os R$ 700 mil. São exemplos as ruas Barcarena e Donizete Adalto, no Basilar, Rua Colombo, Rua dos Montes, Lourival Lobo e Rua Grécia, no Planalto Bela Vista, a Rua Córrego e São Francisco das Chagas, no Angelim, e Rua São Sebastião, no bairro Santo Antônio, entre outras.

Alunos da Escola Municipal João Emílio Falcão aprendem sobre a cultura do Quilombo Mimbó

Ascom/Semec

Estudantes das turmas do 4º ano do ensino fundamental da Escola Municipal João Emílio Falcão, zona Sul de Teresina, participaram neste último fim de semana de uma aula-passeio à comunidade do Mimbó, em Amarante. A ação faz parte do Projeto ‘Quilombo Mimbó’. A ideia da aula-passeio foi das professoras Liamara Mendes de Sousa e Andreza Lima de Carvalho juntamente com 40 estudantes das turmas do 4º ano para aprofundar ainda mais o que foi estudado durante as aulas.

Segundo as professoras idealizadoras da atividade a ideia foi ressaltar a vinda ao Piauí de escravos refugiados do estado de Pernambuco em busca de liberdade, e o crescimento de uma comunidade a partir da ação desses indivíduos. “Realizamos estudo sobre a história do Quilombo Mimbó com nossos alunos e daí surgiu à ideia de organizar uma aula-passeio para eles vivenciarem o que foi estudado”, explica as professoras.

O Quilombo Mimbó iniciou com apenas duas pessoas, hoje abriga em torno de 160 famílias que não deixam a cultura dos seus ascendentes morrerem. O Quilombo está localizado a 17km da cidade de Amarante e recebe constantemente visitas, em prol de expor sua cultura de uma forma real trazendo apresentações e histórias que caracterizam seu povo. Vale ainda ressaltar que o Mimbó chama a atenção para a diversidade cultural, social e histórica do Piauí.

“A culminância do projeto foi um passeio realizado à comunidade quilombola e à cidade de Amarante, que foi palco de manifestações africanas e que hoje abriga resquícios de tradições que jamais devem ser esquecidas. A execução dessa aula-passeio teve a contribuição das professoras Lia e Andreza, que direcionaram todas as atividades no decorrer do período letivo e o apoio de toda a equipe escolar. Foi um momento enriquecedor e os alunos aproveitaram bastante”, destaca Maria do Perpetuo Socorro Carvalho da Silva, gestora da escola.

Prefeitura intensifica obras de praças na zona Sudeste de Teresina

Rômulo Piauilino

O mais novo espaço de lazer na Rua Reginaldo Evangelista Filho, localizada no loteamento Manoel Evangelista, bairro Novo Horizonte, zona Sudeste de Teresina, segue com obras em ritmo acelerado. A obra, coordenada e fiscalizada pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste, recebeu hoje (21) a vistoria do prefeito Firmino Filho.

No espaço serão implantados 45 bancos padrão de concreto, sete rampas de acessibilidade, piso intertravado, tátil e direcional, além de palco para apresentações. A praça será beneficiada com a instalação de academia popular com 10 aparelhos em inox, resistente à ação do tempo. Eles são de baixo impacto e possuem o objetivo de alongar, fortalecer, desenvolver a musculatura e de trabalhar a capacidade aeróbica da população. A obra da praça, que tem valor aproximado de R$ 277 mil, está sendo executada através de fundos oriundos de Orçamento Popular.

A ocupação Ananias Carvalho também foi visitada pela equipe do prefeito Firmino Filho. “Estamos visitando as obras na região Sudeste e aproveitamos para vir na ocupação Ananias Carvalho, onde temos um pouco mais de 120 famílias, estamos no processo de regularização fundiária e iniciamos os procedimentos para que possa ser implantado o abastecimento de água e energia e, consequentemente, a pavimentação em paralelepípedo, proporcionando uma melhor qualidade de vida a essa comunidade”, afirmou Firmino Filho.

Ainda no Manoel Evangelista, o prefeito Firmino Filho esteve vistoriando obras na zona Sudeste, como a construção de um campo de futebol. O espaço contará com dois vestiários com banheiros, passeio para pedestres, acessibilidade com rampas e arquibancada. As equipes da obra estão concluindo a colocação do alambrado no entorno do campo.

A comunidade será beneficiada também com outra praça entre a Rua Dubai e Avenida Primeiro. Serão 4.270,72 m² de área total, onde está sendo construído o campo de futebol com muretas e alambrados.  No espaço, serão colocadas ainda 10 lixeiras seletivas, 49 bancos em concreto, rampas de acessibilidade, canteiros e piso em tijolinho e pedra portuguesa.

Para o superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, a construção de praças representa melhorias que impactam diretamente na qualidade de vida dos moradores de uma região.  “Esses investimentos priorizam as necessidades da população e de cada comunidade, que ao longo dos anos, através do Orçamento Popular, indicou as obras que atenderiam melhor as suas necessidades. Juntas, essas obras no Manoel Evangelista totalizam quase R$1 milhão em investimentos voltados para área do lazer e executadas por meio de fundos oriundos de Orçamento Popular e Recursos Próprios”, pontua Evandro Hidd.

A equipe finalizou a visita na obra de construção da Unidade Básica de Saúde (UBS). O investimento na obra será no valor de R$ 782.171, provenientes de recursos próprios da FMS. Há ainda apoio de emenda parlamentar, proposta pelo, na época, pelo vereador Evandro Hidd, atual superintendente da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Sudeste, no valor de R$ 150.400, além de R$ 300 mil de orçamento popular.

Projeto piloto “Educação para o Consumo Consciente” tem primeira aula prática

Já está sendo dada continuidade nas atividades do projeto piloto “Educação para o Consumo Consciente”, que pretende expandir a noção de racionalidade do consumo. Na tarde desta quarta-feira (20), o Procon Teresina levou cerca de 15 alunos do 4° ano do ensino fundamental da Escola Municipal Murilo Braga, zona norte, para uma visita a estabelecimentos comerciais da cidade. Auxiliados pela cartilha “ABC do Consumidor Mirim”, o foco era fazer com que os alunos vivenciassem direitos e deveres referentes ao consumo.

De acordo com a Coordenadora Geral do órgão, Nara Cronembeger, a aula prática funciona como um suporte aos assuntos pontuados em sala. “Essas aulas fazem parte da segunda etapa do projeto piloto. São elas que vão fundamentar e exemplificar todos os assuntos que abordamos em sala. Fazer com que eles identifiquem, por exemplo, o preço do produto, a data de validade e propagandas enganosas, vem sendo o principal objetivo dessa visita. Além disso, buscamos orientá-los acerca do papel que o Procon exerce na garantia dos direitos deles, consumidores”, afirma.

A professora de matemática da escola, Elisana Costa, que acompanhou de perto a atividade, disse que o projeto vem ajudando os pequenos a perceberem as relações de consumo e a entenderem as informações que os produtos oferecem.

“Eles estão muito empolgados e toda essa empolgação, querendo ou não, está fazendo com que despertem a curiosidade com a questão do comprar e do vender. Eles mesmos estão indo atrás de saber qual o preço dos produtos, qual a data de validade, se aquela informação é uma propaganda enganosa, então é muito interessante ver que estão entendendo, na prática, quais são os direitos deles enquanto consumidores”, analisa.

A pequena Maria Sofia, de apenas 10 anos de idade, afirmou que ficará mais atenta na hora de ir às compras com os pais. “Eu gostei muito dessa aula. Agora quando eu for fazer compras com a minha mãe vou dizer pra ela ficar esperta, por que eu aprendi que a gente deve reclamar quando o produto está com prazo de validade vencido e se o preço, na hora de pagar, for diferente do que a gente viu”, comenta.

A aula foi finalizada com a visita dos alunos às instalações do Procon Teresina, que fica localizada na zona leste. Lá eles conheceram os espaços do órgão, revisaram os assuntos propostos na aula prática e prestaram bastante atenção nas orientações necessárias para se realizar uma reclamação. O projeto piloto de “Educação Para o Consumo Consciente” é uma parceria entre Semdec, Semec e a Faculdade Facid Wyden e foi lançado no final de agosto.

Obras do Traffic Calming no Dirceu estão em ritmo acelerado

As obras de construção do Complexo das Ruas Suez e Anchieta – Traffic Calming, que busca a valorização do espaço público através da construção de áreas de convívio, estão em fase final para entrega à população. É um projeto pioneiro da Prefeitura de Teresina, através da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste, executado na região do grande Dirceu.

“É uma experiência de tráfego calmo. A ideia é de criar condições para que a velocidade dos carros e motos seja diminuída e termos redução em acidentes. Principalmente pelo fato de no local possuir colégios e ter um grande número de pedestres circulando. Portanto, é uma experiência inovadora que esperamos que seja estendida para o resto da cidade”, esclareceu o prefeito Firmino Filho a fazer hoje (18) a vistoria da obra.

O Complexo, no bairro Dirceu I, faz parte de um projeto inovador denominado de Rua Completa. Esse conceito consiste na utilização de estruturas físicas para mudar a geometria das vias, visando a redução de velocidade do tráfego de veículos motorizados, bem como aumentar a segurança e promover maior integração entre os usuários da via, através das áreas de convivência.

O projeto contará com bancos, rampas de acessibilidade, colocação de piso tátil e construção de calçadas com material em tijolinhos.  Ao todo, serão investidos R$142.517,55 através de recursos próprios.

Ainda na região Sudeste, o prefeito e sua equipe esteve nas obras de construção do novo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS tipo II) no bairro Parque Progresso. A obra está avaliada em torno de R$1,3 milhão e prevê, ao todo, 16 ambientes diferenciados, com área de atendimento, recepção e convivência. Conferiram também a obra da UBS (Unidade Básica de Saúde) do Gurupi.

De acordo com o superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, a Prefeitura está investindo bastante em obras de desenvolvimento na zona Sudeste. “São várias obras nas áreas da saúde e mobilidade urbana, um trabalho que a Prefeitura vem fazendo ao longo desses últimos anos para trazer maior dignidade, proporcionando uma melhoria, cada dia, na vida da população da zona Sudeste”, enfatizou Evandro Hidd.

No bairro Gurupi, o prefeito conferiu obras de pavimentação. São 14 trechos, com investimento de aproximadamente R$ 750 mil com recursos próprios, que estão sendo contemplados na zona Sudeste. A equipe visitou também o Parque Itararé. No local, 20 ruas estão recebendo pavimentação asfáltica para benefício da população em mobilidade urbana.

“Além desses novos contratos para execução de calçamentos, estamos sempre atentos às necessidades da comunidade, realizando periodicamente a manutenção e reparos de ruas já existentes, tampas de galerias, praças e canteiro central de avenidas. Essas intervenções objetivam melhorar o fluxo de veículos e de pessoas, além de proporcionar uma maior qualidade de vida à população”, destacou Evandro Hidd.

Alunos da Escola Municipal Ofélio Leitão aprendem história em visita ao Museu do Piauí

Uma aula diferente levou os alunos da Escola Municipal Ofélio Leitão para uma viagem ao tempo. A turma do 8º ano visitou o Museu do Piauí e aprendeu na prática o conteúdo estudado em sala de aula, especialmente sobre a história do Piauí, com curiosidades e fotos que compõem o rico acervo do local.

A atividade, conduzida pelo professor de história Breno Luan, contou com a participação de 29 estudantes. Segundo o professor, o que mais chamou atenção dos jovens foram os retratos dos governadores piauienses, a arte sacra e alguns artefatos históricos nunca vistos pelo grupo.

“Todas as formas de aprendizagem são válidas, os alunos pedem muito esse tipo de atividade de campo, onde podemos sair um pouco da rotina de sala de aula para explorar o prático. O conteúdo torna-se mais interessante e significativo, abrindo a mente dos alunos. Já estamos pensando em mais aulas assim”, disse o professor Breno.

 

Ministro do STJ visita Cenajus

O ministro Paulo Dias de Moura Ribeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), visita, nesta quinta-feira (31), às 18h30, as instalações do Centro Nacional de Cultura da Justiça (Cenajus). No local, funcionam algumas estruturas da administração municipal. (mais…)

CMEI Vila Bandeirantes estuda Dora Parentes e crianças recebem visita da artista

Ascom/Semec

As crianças do Centro Municipal de Educação Infantil Vila Bandeirantes estão estudando as obras da artista plástica Dora Parentes e passaram a admirar o talento da piauiense. Hoje, (24), a turminha foi surpreendida pela visita da pintora na escola, que fez questão de posar para fotos ao lado das releituras de seus trabalhos feitos pelos alunos.

Dora tem 50 anos de carreira e já foi premiada no Brasil e no exterior, com mais de 80 exposições individuais. Suas obras chamam atenção pelas cores, e encantaram as crianças por retratarem bailarinas, pássaros, flores e brinquedos.

Em sala de aula, as crianças conheceram detalhes da vida e obra de Dora Parentes. Estimuladas pelas professoras, recriaram alguns trabalhos, expostos por toda a unidade de ensino. “Ela é uma inspiração para todos nós”, destacou a diretora Nordely Noronha.

As coordenadoras de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação (Semec) Sammya Ribeiro e Ana Virgínia também participaram do encontro da pintora com os alunos no CMEI. Elas aproveitaram o momento para convidar Dora Parentes para a Mostra Pedagógica do dia 5 de novembro, quando equipes escolares de CMEIs apresentarão atividades pedagógicas bem sucedidas no município.

Polo de academia recebe visita de pesquisadoras de Santa Catarina

Ascom/FMS

Teresina está recebendo hoje (11) a visita das pesquisadoras Paula Fabricio Sandreschi e Sofia Wolker Manta, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Elas estão conhecendo o Polo Academia de Saúde do bairro Monte Castelo e conferindo as práticas exitosas desenvolvidas no local. A academia foi selecionada entre mais de 1700 inscrições para participar da pesquisa “Saúde a Partir de Atividades Físicas Exitosas” (SAFE), desenvolvida pela UFSC em parceria com o Ministério da Saúde.

“A nossa pesquisa tem o intuito de criar recomendações para a prática de educação física na Atenção Básica em Saúde. Estamos buscando na prática o que está acontecendo atualmente e os elementos positivos locais para criar as recomendações e espalhar pelo resto do Brasil”, explica a pesquisadora Paula Sandreschi. Inicialmente, foi criado um questionário online, que permitiu a seleção de 88 municípios com as práticas consideradas mais exitosas. “Alguns exemplos de indicadores que utilizamos foram: melhor planejamento, um alcance grande da população, atendimento de um número grande de pessoas, continuidade ao longo das mudanças de gestão, entre outros”, esclarece a pesquisadora.

O passo seguinte foi a seleção de 10 municípios que receberiam a visita in loco da equipe, entre eles Teresina. As pesquisadoras fizeram entrevistas com os atores envolvidos no trabalho do Polo de Academia do Monte Castelo, incluindo a facilitadora da prática – a educadora física Francisca Islândia -, a equipe de profissionais de saúde que participam de seu planejamento e execução, a gestão e usuários da prática.

“No caso do Monte Castelo, a gente entendeu que a equipe multiprofissional é muito articulada e isso seria um grande ponto forte dessa prática, porque um ajuda o outro e estão todos engajados em promover atividade física pra população. O apoio da gestão também é muito importante, e a profissional que está a frente é muito engajada e competente, e isso também é muito importante para que a prática tenha sucesso”, avalia a Paula Sandreschi.

“Para nós, essa visita representa o reconhecimento das atividades desenvolvidas no polo, que incluem a prática de atividades físicas orientadas, práticas integrativas e complementares, como a auriculoterapia, e atividades de educação em saúde”, afirma a educadora física Franscisca Islândia, facilitadora e responsável pelo trabalho no Polo de Academia do Monte Castelo.

Ainda segundo as pesquisadoras, o próximo passo é reunir os pontos positivos observados e criar recomendações das práticas de atividade física para implantação em outros lugares do país. “Vamos aplicar em outros locais para ver se são factíveis e possíveis, alterar o que for necessário e realizar a publicação, que vai ser difundida em nível nacional”, diz Paula Sandreschi.

Polos de Academia

Atualmente Teresina possui oito polos de academia da saúde, nas UBS dos bairros Monte Castelo, Angelim, Vamos Ver o Sol, Santa Izabel, Planalto Uruguai, Monte Verde, Parque Wall Ferraz e Alto da Ressurreição. Entre os meses de janeiro e junho de 2019, foram realizados 13.343 atendimentos nos polos, que mantêm 32 grupos fixos de usuários adultos e idosos.

Os polos de academia funcionam de segunda à sexta, sendo seis pela manhã e dois nos turnos manhã e tarde. São ofertadas diversas práticas corporais nestes locais, como ginástica localizada, aeróbica, acrobática, dança, treino de força, capoeira, judô, exercícios funcionais, alongamento, caminhada orientada e recreação, além de práticas integrativas complementares como ioga, auriculoterapia, terapia comunitária, reiki e práticas de cuidado com o uso de plantas medicinais.

Além disso, são desenvolvidas nos polos várias ações de educação em saúde, envolvendo promoção de segurança alimentar e nutricional e de educação alimentar; orientação para a prática de atividade física e fatores de riscos para doenças crônicas, além de articulações com diversos segmentos da saúde, educação, lazer e assistência social para realização de atividades pontuais ou eventos de datas comemorativas.