Zona Rural de Teresina não registra desabrigados

A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) não registrou famílias desabrigadas pelas chuvas até o momento. Segundo o secretário Ricardo Monteiro, o quadro se dá pelo trabalho de prevenção realizado na zona Rural de Teresina.

“Nós temos trabalhado constantemente por melhorias na estrutura viária e na infraestrutura da zona Rural de Teresina. Trabalho esse que, por si só, já funciona como prevenção para possíveis efeitos danosos oriundos de um possível inverno rigoroso”, destacou.

A SDR tem realizado regularmente a manutenção do sistema de abastecimento d’água em diversas comunidades. Entre eles está a manutenção de vias com reformas e melhoramentos como, implantação de pavimentação em paralelepípedo e pavimentação asfáltica em várias comunidades.

Além disso, acontece o atendimento socioeducativo ao homem do campo, dentre outros serviços sociais prestados diariamente à população que reside na zona Rural de Teresina.

Alunos apresentam resultado de oficinas de música nas escolas municipais da zona Rural

Um dia de música e compartilhamento de aprendizados. Foi assim a quinta-feira (16) na Escola Municipal Hermelinda de Castro, que sediou a culminância do Projeto Rede de Cultura. Os alunos apresentaram o que aprenderam nas oficinas de música que envolve cinco escolas da zona Rural de Teresina: E.M. Hermelinda de Castro, E.M. Antônio Terto, E.M. Joaquim Marinho, E. M. São Geraldo e E.M. Santa Filomena.

O projeto oferece aulas de canto, flauta e violão. Em 2021 completou 10 anos de existência, mas a pandemia impediu a realização do tradicional festival da Rede de Cultura. Em formato menor, a culminância do projeto reuniu alguns alunos, músicos e produtores musicais convidados pelo professor Ronaldo Rodrigues, idealizador da ação.

“Este ano foi desafiador. Ensinar música para alunos em um contexto de pandemia exigiu ainda mais esforços, cheguei a ir de casa em casa para dar aulas particulares”, conta Ronaldo. Segundo ele, tudo vale a pena quando os resultados são compartilhados. “Esse dia com uma programação voltada para os aprendizados mostra o que conquistamos, como os alunos se dedicaram a isso. Também estamos homenageando os diretores das escolas, entusiastas desse movimento cultural”, finaliza o professor Ronaldo.

Fotos: Ascom Semec

Defesa Civil registra queimada na zona Rural de Teresina

Queimada registrada no Povoado Santa Luz de Cima Fotos(Ascom/Semdef)

Na manhã desta quarta-feira (24), a Defesa Civil Municipal (SEMDEF) esteve no povoado Santa Luz de Cima, zona Rural de Teresina. Através de uma notificação registrada pelo 199, foram registradas queimadas provocadas pelos moradores.

As queimadas, práticas criminosas, são proibidas por Lei Municipal e causam danos ao meio ambiente e a população da região.

“Há uma preocupação da Defesa Civil, pois no povoado existem crianças com problemas respiratórios, idosos causando assim prejuízos à saúde dos moradores. Diante disso, notificamos a Secretaria do Meio Ambiente (SEMAM) para as devidas providências”, afirmou o gerente de operações da SEMDEF, Marcos Rolf.

Com isso, a Defesa Civil alerta sobre o perigo das queimadas, em especial nessa época do ano. No caso de ocorrências, a população pode colaborar informando os possíveis focos, através do telefone da Defesa Civil 199 (ligação gratuita) ou pelo (86) 3223-7366.

Defesa Civil orienta como evitar queimadas na zona Rural

A ação tem como objetivo a conscientização e prevenção sobre queimadas Fotos(Ascom/Semdef)

Nesse domingo (21), a Defesa Civil Municipal (SEMDEF), em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMAM), promoveram uma ação educativa no Assentamento 17 de abril, localidade da Chapadinha Sul, zona Rural de Teresina.

A ação, que tem como objetivo a conscientização e prevenção sobre queimadas, foi ministrada pelo bombeiro civil, Érico Nunes, com apoio do Núcleo de Educação Ambiental da SEMAM, onde foi reforçada a importância de não usar o fogo como agente de limpeza em qualquer que seja o local como, por exemplo, para renovar a pastagem.

“Entre os principais fatores que contribuem para a incidência de queimadas estão a queima de lixo, bitucas de cigarro no chão, e descarte incorreto de garrafas, por exemplo, que quando descartadas em vegetação seca, passa pelo processo de combustão ocasionando o fogo”, destacou o instrutor Érico Nunes.

Na oportunidade, a secretária da Meio Ambiente, Elisabeth Sá e o secretário da Defesa, Civil Carlos Ribeiro, destacaram que, mesmo com as chuvas ocorrentes nos últimos meses, a população deve ficar alerta quanto às queimadas e distribuíram kits de Equipamentos de Proteção Individual – EPI para ajuda-los em casos de queimadas.

No caso de ocorrências, a população pode colaborar informando os possíveis focos, através do telefone da Defesa Civil 199 (ligação gratuita) ou pelo (86) 3223-7366.

Zona Rural recebe investimentos de R$ 7 milhões em asfalto na gestão de Dr. Pessoa

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, visitou, na tarde desta sexta-feira (12), obras de asfaltamento nos povoados Limoeiro e Lagoa dos Afonsinhos, zona Rural da capital.

As obras de asfaltamento têm cerca de 8 km de extensão e estão orçadas em R$ 7 milhões, com recursos próprios da prefeitura de Teresina. As obras iniciaram em 13 de setembro de 2021, e têm previsão de serem concluídas até a segunda quinzena de dezembro.

Foto: Lucas Dias / Semcom

Dr. Pessoa destacou o compromisso que a atual gestão tem com a população da zona Rural.

“Estivemos aqui no período de campanha respirando poeira. Eu prometi mudar essa situação e hoje estou aqui fiscalizando uma obra de 8 km de asfaltamento para as comunidades Lagoa dos Afonsinhos e Limoeiro. A zona Rural é uma das nossas prioridades e vamos fazer o que for possível para melhorar a vida da população”, afirmou Dr. Pessoa.

Maria de Lourdes é uma das moradoras da localidade Limoeiro beneficiada com o asfalto. Segundo a aposentada, a obra já melhorou a condição de todos os moradores.

Foto: Lucas Dias / Semcom

“Nós só vivíamos em hospitais porque comíamos poeira, e agora está muito melhor com o asfalto. Conheço o Dr. Pessoa há muitos anos e tudo o que ele faz é bem feito. Tenho certeza que quando concluir ficará melhor ainda”, disse a moradora.

Maria do Rosário, moradora do povoado Lagoa dos Afonsinhos, ressalta a importância do asfaltamento para a região.

“Está ótimo. Foi a melhor coisa que tivemos. Era muito ruim para nós, por conta da poeira. Até para caminhar íamos pisando em lama, e agora temos uma estrada digna”, ressaltou a dona de casa.

Ricardo Monteiro, secretário da SDR, detalha o prazo de entrega de cada obra.

“Até o final de dezembro, teremos concluído as obras. São duas obras conjugadas, que interligam os povoados. O trecho do povoado Limoeiro, por ter uma extensão menor, será concluído em 20 dias, e a da Lagoa dos Afonsinhos, por ser um trecho maior, até o final de dezembro será entregue a população”, concluiu o secretário.

Foto: Lucas Dias / Semcom

Foto: Lucas Dias / Semcom

Foto: Lucas Dias / Semcom

Fundação Wall Ferraz realiza “Ação Cidadania” especial para o outubro rosa

Na manhã desta sexta-feira (29), a Fundação Wall Ferraz (FWF) realizou uma ação cidadania na UBS do povoado Santa Luz (zona rural leste de Teresina), com as atividades de corte de cabelo feminino e esmaltação, no horário de 08h às 12h, e foram atendidas mais de 30 mulheres.

O projeto “Ação Cidadania” promove a ampliação da cidadania, através da realização de serviços de lazer em eventos promovidos pela Prefeitura de Teresina, em parcerias com secretarias e associações, em diferentes bairros e comunidades.

“A Fundação Wall Ferraz além da missão de levar e executar a estratégia de qualificação profissional pra população de Teresina, também viabiliza momentos de cidadania de lazer, de construção social nas comunidades”, ressaltou Maykon Silva, presidente da FWF.

“Hoje na UBS da comunidade Santa Luz, estamos em momento de alegria e descontração, a Fundação Wall Ferraz trouxe as atividades de corte de cabelo feminino e manicure, deixando todas as mulheres que estão aqui hoje mais bonitas em homenagem ao outubro Rosa, só tenho a agradecer a Fundação Wall Ferraz e ao prefeito Dr. Pessoa”, disse Carlos Caland, coordenador da UBS Santa Luz.

“Muito grata e feliz por ter participado desse evento, quero que venha outras vezes, muito bom”, destacou Silveria Amorim, moradora da comunidade.

Todos os cursos e serviços ofertados pela FWF são gratuitos e garantem capacitação e serviços de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva, geração de renda e melhoria de qualidade de vida.

Fotos: Ascom FWF

ETURB inicia cadastramento de famílias da zona rural para o Programa Titula Brasil

A Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (ETURB), por meio do Núcleo Municipal de Regularização Fundiária (NMRF), iniciou mais um passo importante para a Regularização Fundiária na zona rural de Teresina. Está sendo realizada a primeira fase de cadastramento para o Programa Titula Brasil das famílias da Gleba Santa Teresa, zona rural, através do Termo de Cooperação Técnica com o INCRA.

As equipes do núcleo e do INCRA estão cadastrando as famílias nessa quinta-feira (28), na localidade Serra do Gavião, e atendendo também os da localidade São Raimundo. Ontem (27), as famílias do Vale da Aroeira e os ocupantes da Trabalhosa e da Taboca do Machado, também foram atendidos.

Fotos: Ascom Eturb

Para a Presidente da Associação de Moradores da Serra do Gavião e residente da localidade há 23 anos, Antônia Soares (Dona Toinha), esse processo é muito importante para os ocupantes, pois por muito tempo pediam que suas terras fossem regularizadas.

“Quando eu cheguei aqui só tinha mato, não tinha estrada, luz e água… nada. Agora temos nossas casas e nossos terrenos e faz muito tempo que lutamos para regularizar. Com essa ação de hoje, tenho certeza que posso dormir em paz só em saber que estamos dando esse passo tão importe em conquistar nosso título de posse”, explicou a presidente da associação.

Segundo a Coordenadora do NMRF e Assistente Social, Camilla Rosal, o cadastramento será realizado em três fases e “compreenderá os localidades que fazem parte da Gleba Santa Teresa”. A meta é atender e titular as terras ocupadas por mais de 2.000 famílias”, complementou”.

O Programa Titula Brasil é uma parceria entre a Prefeitura de Teresina e o INCRA e visa regularizar e titular definitivamente os terrenos das famílias da Gleba Santa Teresa, que sonham com esse momento há mais de 30 anos, promovendo cidadania e proporcionando segurança jurídica.

Escolas da zona Rural Sudeste receberam visita para levantamento de necessidades

As unidades de ensino da Rede Municipal localizadas na zona Rural Sudeste foram a rota de visita do secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, nesta quinta-feira (21). A ação é para que o secretário conheça a realidade de cada escola, suas necessidades e o andamento das aulas no formato híbrido.

Na Escola Municipal Arthur Medeiros Carneiro, no Povoado Usina Santana, o secretário conversou com o diretor Alessandro Luiz sobre a reforma feita na escola recentemente, conferindo se atendeu à demanda da comunidade escolar. Também dialogou com os alunos do 5º e 9º ano, que estão assistindo aulas presenciais em sistema de rodízio. “É muito bom vê-los na escola. Estamos trabalhando pela qualidade deste retorno”, disse Nouga Cardoso.

Passando pela Escola Municipal Areolino Leôncio, o secretário avaliou como urgente a retomada da obra de construção do refeitório e cozinha. Essa foi a primeira escola do município a receber estudantes em jornada de tempo integral, e necessita dos novos ambientes para atender as turmas com mais conforto.

Na Escola Municipal Tomas de Oliveira Lopes, a principal demanda é relacionada aos banheiros dos alunos. Nouga analisou pessoalmente o ambiente e garantiu encaminhamentos da equipe de obras para que as aulas presenciais possam iniciar o quanto antes na unidade de ensino. A programação do dia incluiu, ainda, visita à Escola Municipal Angolá e ao CMEI Tio Fernando Santiago.

Semec levará melhorias para escolas municipais da zona Rural

Reparos nas estruturas, ampliações e novos projetos foram alguns pontos de diálogo entre o secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, e as diretoras de quatros unidades de ensino da zona Rural visitadas pelo gestor nesta quarta-feira (20).
Nouga esteve na Escola Municipal Soim, que atende 174 alunos do Maternal ao 5º ano do Ensino Fundamental. A equipe gestora apontou a necessidade de reforçar a estrutura para o período chuvoso. O secretário avaliou os ambientes escolares e garantiu discutir as solicitações com a equipe de obras.

Fotos: Ascom Semec

A rota de visita do dia também incluiu a Escola Municipal Tapuia, que conta com 160 alunos do 1º ao 5º ano e EJA; a Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus, com 86 alunos do I Período da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental; e o CMEI Antônio Alves de Holanda, que atende 153 crianças do Maternal ao II Período.

Em comum, todas as escolas possuem demanda crescente de alunos. Conversando com as gestoras, o secretário buscou saber como está o transporte escolar, a alimentação e o atendimento aos protocolos sanitários com o ensino híbrido. Também levou boas notícias quanto ao processo de mudança de nível dos professores da Rede e as gratificações das coordenadoras pedagógicas.

“Estamos fazendo tudo que é possível para resolver as pendências o quanto antes, arrumando a bagunça e garantindo que as unidades de ensino tenham suporte para oferecer um ensino de qualidade. Na zona Rural temos encontrado escolas muito bem cuidadas, tenho certeza que se tivessem mais apoio fariam ainda mais. É o que estamos buscando”, finaliza Nouga Cardoso.

Ônibus Lilás em Teresina: Mais de 170 RGs emitidos no projeto são entregues na Zona Rural

Durante a passagem do Ônibus Lilás na zona Rural de Teresina no mês de agosto, a emissão de RGs foi um dos serviços oferecidos na programação do evento. Nesta quinta-feira (07), a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e a Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres (CEPM-PI) realizaram a entrega de 180 documentos nas quatro comunidades atendidas pelo projeto.

Ao todo, foram entregues 33 documentos no povoado Boa Hora (Zona Norte), 27 no povoado Santa Teresa (Zona Leste), 55 no povoado Taboca do Pau Ferrado (Zona Sudeste) e 65 no povoado Cerâmica Cil (Zona Sul).

De acordo com a Secretária Karla Berger, as entregas beneficiam principalmente as mulheres da comunidade que possuem dificuldades de locomoção até aos pontos de emissão para retirar os documentos de suas crianças. “Conseguimos fazer a entrega desses documentos com a parceria da Coordenadoria Estadual em um evento que tem como objetivo informar sobre a rede de apoio contra a violência doméstica, mas também acessar garantias de direitos básicos”, destaca.

Karla ressalta ainda que a atividade foi importante para que a SMPM esteja cada vez mais ciente das demandas vividas pelas mulheres do campo, uma vez que ao estar distante dos serviços na zona urbana, acabam muitas vezes não acessando. “O compromisso da Secretaria da Mulher é acompanhar e entender os múltiplos problemas vivenciados pela mulher teresinense”, frisa. “Por isso, levar os serviços que possuímos e os que temos como parceiros ao seu dispor, garante melhoria na vida das mulheres”, complementa.

Sobre o Ônibus Lilás

O Ônibus Lilás, do programa “Mulher, Viver sem Violência”, do Governo Federal, percorreu a zona rural de Teresina no mês de agosto. O projeto disponibiliza informações sobre prevenção à violência contra a mulher e presta atendimento gratuito às vítimas.

Na capital o projeto é realizado através da parceria com a Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres (CEPM-PI) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM), no qual o município fica responsável pela programação e execução das atividades.

O projeto destina unidades móveis de atendimento à mulher em comunidades rurais com ações voltadas para o enfrentamento às violências, em especial os serviços de justiça, saúde e assistência social. A técnica de articulação da SMPM, Jahyra Sousa destaca que as atividades desenvolvidas através do ônibus lilás têm sentido acolhedor, onde a mulher possa compartilhar a sua vida e tenha o sentimento de que existem serviços em que ela possa ser amparada.